||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 537 
vassula = 30 
deus = 27 
vida = 23 
congregação = 23 
igreja = 22 
verdadeira = 20 
verdadeira vida = 19 
vida deus = 19 
escritos = 16 
senhora = 16 
PeRSantos e Místicos Vassula Ryden, Esclarecimentos Importantes (1.07) Estêvão Bettencourt 2754
#63 Março 2007, 01 [vassula, Cardeal Ratzinger, doutrina, fé, locuções, verdadeira vida, frutos, 537, Março 2007]

Vassula Ryden é uma senhora cristã ortodoxa que apregoa a união dos cristãos, respondeu a cinco perguntas da Congregação para a Doutrina da Fé dissipando ambigüidades contidas em seus escritos e justificando sua situação de divorciada e recasada na Igreja Ortodoxa. Tais respostas foram aceitas pela mencionada Congregação, de modo que já não existe embargo a que um fiel católico abrace os traços de espiritualidade propagados pela obra "A Verdadeira Vida em Deus".
2 #REVISTA = 537 
catolicismo = 13 
armstrong = 11 
igreja = 8 
católicos = 8 
amigos = 6 
católica = 6 
conversão = 5 
três = 4 
dave = 4 
amigos católicos = 4 
PeRTestemunhos Minha Odisséia do Evangelismo ao Catolicismo (0.82) Estêvão Bettencourt 2116
#64 Março 2007, 01 [protestantismo, catolicismo, conversão, anglicanismo, metodista, 537, Março 2007]

Via internet recebemos o relato de Dave Armstrong concernente à sua conversão do protestantismo ao Catolicismo. O texto, um tanto longo, será abaixo apresentado resumidamente. O que, nesses casos de conversão, mais importa é contemplar a ação do Espírito Santo no coração do convertido, que sempre encontra grandes obstáculos.
3 #REVISTA = 537 
chavez = 8 
projeto = 7 
bispo = 7 
venezuela = 7 
maior = 6 
protestantes = 6 
igreja = 6 
bispo maior = 6 
poder = 6 
chavez bispo = 5 
PeRNotícias Protestantes Postulam Chávez como Bispo Maior (0.75) Estêvão Bettencourt 1936
#65 Março 2007, 01 [Venezuela, protestantismo, evangélicos, neopentecostais, teologia da libertação, 537, Março 2007]

O centro Cristão de Salvação, protestante, quer considerar o presidente Hugo Chavez como seu "Bispo maior e postula seja a doutrina protestante ministrada em todos os graus do ensino público assim como ajuda financeira, inclusive aposentadoria para pastores que hajam cumprido trinta e dois anos de ministério.
4 #REVISTA = 537 
católica = 21 
casamento = 14 
matrimônio = 9 
católico = 7 
dispensa = 6 
válido = 6 
duas = 6 
mistos = 6 
igreja = 6 
religião = 5 
PeRMundo Atual Casamentos Mistos (1.10) Estêvão Bettencourt 2833
#66 Março 2007, 01 [casamento, sacramentos, 537, Março 2007]

Hoje em dia multiplicam-se os casamentos de pessoas católicas com não católica. Distingam-se os casos em que a parte não católica é cristã validamente batizada e os casos em que tal parte não é batizada. Em qualquer caso, a Igreja pode permitir ao fiel católico um casamento misto, desde que esse fiel prometa: 1) tudo fazer para guardar sua fé católica; 2) Tudo fazer para educar os filhos na religião católica; 3) comunicar ao futuro ou à futura consorte as obrigações assim assumidas. Além do quê, requer-se que ambas as partes sejam instruídas a respeito das finalidades e das propriedades essenciais do casamento, coisas estas que nenhuma das duas partes deve ignorar.
5 #REVISTA = 537 
direito = 25 
natureza = 22 
homem = 16 
razão = 12 
natural = 11 
união = 11 
humana = 10 
sexo = 9 
homossexual = 9 
existência = 8 
PeRMundo Atual Uniões Homossexuais, por que não? (0.65) Estêvão Bettencourt 1677
#67 Março 2007, 01 [homossexualismo, casamento, 537, Março 2007]

O Dr. Paul Medeiros Krause, Procurador do Banco Central do Brasil, escreve longo artigo que demonstra ser inadmissível a união de duas pessoas do mesmo sexo, argumentando em nome da razão ou do bom senso natural.
6 #REVISTA = 537 
igreja = 13 
renascer = 12 
hernandes = 8 
público = 8 
paulo = 7 
empresas = 7 
estelionato = 6 
dinheiro = 5 
estevam = 5 
ministério público = 5 
PeRNotícias Fundar uma Igreja (0.49) Estêvão Bettencourt 1251
#68 Março 2007, 01 [renascer, igreja, dinheiro, 537, Março 2007]

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos revela que, segundo a opinião do público, o mais eficaz dos meios de enriquecimento é a fundação de uma igreja. A comprovação desta opinião é o caso da Igreja Renascer em Cristo, fundada pelo ex-corretor de imóveis Estevam Fernandes Filho em 1986, que, com os demais líderes da comunidade é acusada de estelionato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro; foram bloqueados pelo Ministério Público os bens desses dirigentes.
7 #REVISTA = 537 
igreja = 14 
ressurreição = 13 
pecado = 12 
alma = 11 
sesboüé = 10 
tempo = 9 
homem = 9 
corpo = 8 
tempos = 6 
deus = 6 
PeRLivros Pensar e Viver a Fé no Terceiro Milênio (0.91) Estêvão Bettencourt 2336
#69 Março 2007, 01 [Sesboüé, mundo, contemporâneo, 537, Março 2007]

O autor procura apresentar as verdades da fé ao homem contemporâneo levando em conta as objeções que o pensamento moderno levanta contra o Credo Católico. A tarefa é válida, mas o autor se desvia, mais de uma vez, dos ensinamentos do magistério da Igreja fazendo concessões ao racionalismo ou a correntes de pensamento não aceitas; assim no tocante à antropologia (não distingue entre corpo e alma), a escatologia (não distingue tempo, evo e eternidade), ao pecado original (seria o pecado do mundo)... A exposição doutrinária de Sesboüé carece, às vezes, de clareza, o que dificulta a leitura da obra.
8 #REVISTA = 537 
lutero = 25 
igreja = 18 
deus = 13 
obras = 12 
cristo = 9 
pecado = 7 
graça = 7 
indulgências = 7 
verdade = 7 
livro = 6 
PeRProtestantismo Conversas com Lutero (0.80) Estêvão Bettencourt 2056
#70 Março 2007, 01 [protestantismo, livro, Lutero, Elben Lenz César, indulgências, 537, Março 2007]

Numa entrevista fictícia, concedida a um repórter, Martinho Lutero narra sua vida muito acidentada e faz severas críticas à Igreja nem sempre fundamentadas (como no caso da "venda de indulgências"). Trata-se de uma discreta apologia de Lutero, que não refere senão valores decorrentes da sua obra contestatária.
9 #REVISTA = 537 
igreja = 16 
católicos = 10 
católica = 9 
igreja católica = 7 
protestantes = 6 
catolicismo = 5 
muitos = 4 
conversão = 4 
cristo = 4 
jesus = 4 
PeRTestemunhos A Igreja de Cristo (0.63)Firmino Augusto 1605
#71 Março 2007, 01 [537, Março 2007, protestantismo, catolicismo, conversão, Scott Hahn, Babilônia, Marcus Grodi]

Nos Estados Unidos ex-ministros e outros membros de igrejas Protestantes estão-se convertendo ao catolicismo depois de perceberem por si próprios o que a Igreja Católica e Apostólica realmente significa.
10 #REVISTA = 537 
igreja = 16 
católicos = 10 
católica = 9 
igreja católica = 7 
protestantes = 6 
catolicismo = 5 
muitos = 4 
conversão = 4 
cristo = 4 
jesus = 4 
PeRNotícias Governo da Austrália Contrata Igreja Católica (0.47) Estêvão Bettencourt 1195
#72 Março 2007, 01 [aborto, natalidade, legalização, Austrália, 537, Março 2007]

Este é mais um exemplo dramático de como a legalização do aborto não faz com que as taxas de abortos diminuam, ao contrário.
11 #REVISTA = 537 
deus = 22 
vida = 11 
pessoa = 9 
religiosidade = 6 
homem = 6 
brasil = 6 
religião = 6 
após = 5 
força = 5 
força impessoal = 4 
PeRNotícias Como o Brasileiro Vê Deus? (0.46) Estêvão Bettencourt 1185
#73 Março 2007, 01 [enquete, fé, inquérito, seleções, Deus, 537, Março 2007]

Um inquérito realizado por SELEÇÕES revela que 95% dos brasileiros crêem em Deus. Trata-se, porém, de uma religiosidade muitas vezes pouco aprofundada ou mesmo eclética, carente de instrução adequada. O número dos que dizem não ter religião vem aumentando: em 40 anos passou de 0,5% para 7,4%. Todavia "não ter religião" não significa não crer em Deus; a religião vai-se tornando, em muitos casos, meramente subjetiva ou individualista.
12 #REVISTA = 537 
vida = 14 
cristo = 11 
amor = 4 
sofrimento = 4 
senhor = 4 
vive = 3 
vivo = 3 
paixão = 3 
força = 2 
ramos = 2 
PeRReflexões Vivo Eu, Não Eu, É Cristo que Vive em Mim (0.57) Estêvão Bettencourt 1469
#75 Março 2007, 01 [sofrimento, paixão, corpo de Cristo, 537, Março 2007]

A Quaresma nos põe mais uma vez ante os olhos as tristes cenas da Paixão de Cristo. Conhecemo-las bem, mas fica-nos talvez a pergunta: por que tanto sofrimento?
13 #REVISTA = 537 
jesus = 54 
dois = 6 
nasceu = 6 
deus = 6 
pregação = 5 
reportagem = 5 
jesus nasceu = 5 
interessante = 5 
evangelhos = 5 
filho = 5 
PeRHistória Há Dois Jesus: Um Real Histórico e outro Proj.. (0.75) Estêvão Bettencourt 1916
#74 Março 2007, 01 [super interessante, jesus, Rodrigo Cavalcante, irmãos de Jesus, 537, Março 2007]

A revista SUPER INTERESSANTE publicou uma reportagem que apregoa haver dois Jesus: um histórico real e outro existente somente na fé das pessoas religiosas. Para defender esta tese, tenta reconstituir as condições de vida da Palestina de outrora e aí enquadra Jesus, prescindindo de qualquer testemunho de autores posteriores a Cristo sobre o Jesus histórico. Os pósteros terão feito um judeu pouco significativo o Messias (a reportagem não diz como isto aconteceu). - Na verdade, o artigo de SUPER INTERESSANTE nada diz de novo se confrontado com publicações críticas anteriores já mais de uma vez refutadas, como se verá a seguir.