||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 510 
deus = 70 
analogia = 20 
conceito = 20 
perfeições = 16 
homem = 15 
criaturas = 13 
modo = 11 
proporcionalidade = 9 
coisas = 9 
realiza = 9 
PeRTeologia Resposta a um Agnóstico (1.13) Estêvão Bettencourt 2308
#1705 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, teologia, filosofia, catolicismo, Deus, fé, revelação, agnosticismo, razão, Santo Agostinho, São Tomás de Aquino]

O agnóstico julga muito misteriosos ou mesmo falhos os conceitos relativos a Deus. Por isto afirma não poder conhecer a verdade concernente ao misterioso Ser Supremo e vive como se Ele não existisse. Há solução?
2 #REVISTA = 510 
cada = 7 
senhor = 5 
homem = 4 
natal = 4 
breve = 4 
deus = 4 
vinda = 3 
verdade = 3 
justiça = 3 
veio = 3 
PeRReflexões Venho, muito em breve (0.65) Estêvão Bettencourt 1329
#1707 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, Natal, apocalipse, boa-nova, Jesus Cristo, fim dos tempos]

O mês de dezembro é muito marcado pela expectativa do Natal. Na verdade, porém, Cristo já veio...; não obstante, a S. Escritura termina com um forte apelo: "Vem, Senhor Jesus!" (Ap 21, 17), como se ainda faltasse algo. Com efeito, falta algo,... falta a complementação da vinda do Senhor, que se dará no fim dos tempos; sim, o Verbo de Deus veio outrora à Palestina; pregou a Boa-nova aos homens, mas estes não o quiseram receber e o pregaram ao madeiro da Cruz.
3 #REVISTA = 510 
concílio = 103 
papa = 55 
igreja = 47 
constantinopla = 29 
roma = 24 
ecumênico = 21 
imperador = 19 
concílio ecumênico = 18 
deus = 18 
cristãos = 16 
PeRIgreja Os Concílios Gerais da Igreja (1.80) Estêvão Bettencourt 3658
#1708 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, história, Igreja, concílios, Constantinopla, Trento, Latrão, Vaticano, Avinhão, Roma, papas, antipapas, papado, reforma]

"Concílio Geral" ou "Ecumênico" é a reunião dos bispos do mundo inteiro sob a presidência do Papa ou de seus legados, tendo em vista definir ou esclarecer algum tema debatido. Ecumênico, no caso, quer dizer, "universal"; vem do grego (ge) oikoumene (a terra habitada, o mundo inteiro).
4 #REVISTA = 510 
davi = 14 
bronze = 7 
sido = 6 
sidos = 5 
referência = 5 
salomão = 5 
moisés = 5 
época = 5 
moedas = 5 
egito = 4 
PeRHistória Antigo Testamento: Lendas ou História real? (0.85) Estêvão Bettencourt 1738
#1709 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, história, historiografia, antigo testamento, Moisés, Davi, Salomão, Golias, Abraão, Egito]

O artigo dá continuidade a quanto já foi escrito em PR 485/2002, 445ss, apontando as figuras de Moisés e Davi como fidedignas e realçando a referência ao pagamento em sidos nos episódios anteriores ao ano 600 a.C. (as primeiras moedas foram cunhadas pelos persas nessa data aproximadamente).
5 #REVISTA = 510 
ordem = 51 
templários = 28 
templo = 19 
renovada = 15 
ordem renovada = 14 
cavaleiros = 13 
renovada templo = 13 
santa = 11 
tradição = 11 
ordens = 9 
PeRO Que É? Os Templários, Quem São? (1.37) Estêvão Bettencourt 2794
#1718 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, templários, maçonaria, rosa cruz, cabala, seitas, cavaleiros, idade média, peregrinos, Terra Santa]

Quem fala de Templários, deve distinguir a Ordem medieval, extinta em 1311, e a Ordem Renovada do Templo, que pretende ser a continuadora daquela. A Ordem medieval dos Templários foi fundada em 1118 por nove cavaleiros que se dispunham a proteger os peregrinos cristãos da Terra Santa no tempo do Reino latino de Jerusalém. A Ordem teve grandes benemerencias, mas, após a queda de Jerusalém no ano de 1291, perdeu a finalidade principal; passou então a prestar serviços de outro tipo, principalmente no campo financeiro, aos cristãos do Ocidente. O poderio da Ordem excitou a cobiça do rei Filipe IV o Belo da França, que obteve da Santa Sé a extinção da Ordem em 1311.
6 #REVISTA = 510 
deus = 50 
jesus = 12 
homem = 10 
existência = 9 
existe = 9 
absoluto = 7 
vives = 7 
homens = 6 
amor = 6 
água = 6 
PeRTeologia Existe Deus? (0.96) Estêvão Bettencourt 1943
#1724 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, Deus, ateísmo, agnosticismo, fé, razão, Josep Vives]

O padre Josep Vives responde a quem questiona a existência de Deus. O livro (Carta a Maria dos Anjos) supõe uma jovem em crise de fé, prestes a cair no ateísmo.
7 #REVISTA = 510 
maria = 16 
filho = 9 
rainha = 7 
deus = 7 
jesus = 7 
cristo = 6 
povo = 6 
amor = 5 
santos = 5 
irmãos = 5 
PeRMaria Santíssima Nossa Senhora Aparecida Rainha (0.60) Estêvão Bettencourt 1217
#1728 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, Maria Santíssima, rainha, mãe, intercessão]

O ano de 2004 foi o ano centenário da coroação de Nossa Senhora Aparecida como Rainha do Brasil. O artigo que se segue, explana a fundamentação teológica deste título, mostrando que nas cortes orientais, inclusive na de Israel, a mãe do rei era sempre uma figura privilegiada. Como tal, era intercessora qualificada junto ao rei em favor do povo. Tal papel é válido e sabiamente transferido para Maria Santíssima.
8 #REVISTA = 510 
mamãe = 14 
você = 7 
estou = 6 
feliz = 4 
estou feliz = 3 
passaram = 3 
tanto = 2 
meses = 2 
mamãe passaram = 2 
estão = 2 
PeRAborto Uma Carta de um Bebê a sua Mãe (0.52) Estêvão Bettencourt 1049
#1729 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, feto, bebê]

Mamãe, não se deite, ainda são 2 horas da tarde, não tenho sono, quero continuar brincando com minhas mãozinhas. Hei!!! O que esse tubinho está fazendo na minha casinha? É um brinquedo novo?
9 #REVISTA = 510 
santa = 8 
euros = 8 
déficit = 7 
vaticano = 7 
estado = 5 
estado vaticano = 4 
2002 = 4 
mundo = 3 
2003 = 3 
menor = 3 
PeRIgreja Balanço da Santa Sé 2003 (0.43) Estêvão Bettencourt 882
#1730 Dezembro 2004, 15 [510, dezembro 2004, Igreja, santa sé, estado do vaticano, economia, finanças]

Em 2003 a Economia da Santa Sé (atividades pastorais relacionadas com o mundo inteiro) sofreu um déficit de 9.569.456,00 Euros, menor 29,15% do que o déficit de 2002. O Estado do Vaticano teve o déficit de 8.820.678,00 Euros, déficit 45% menor do que o de 2002. As carências são preenchidas pelo apoio financeiro de várias dioceses e dos fiéis em geral.