||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 399 
vida = 8 
cristo = 8 
deus = 8 
sacrifício = 5 
cristão = 5 
corpo = 5 
sacerdócio = 5 
fiéis = 4 
cristãos = 3 
vida cristão = 3 
PeRReflexões Sacrifícios Espirituais (1.11) Estêvão Bettencourt 2666
#305 Agosto 1995, 01 [399, agosto 1995, sacrifício, eucaristia, corpo de cristo, comunhão]

O Apóstolo São Pedro exorta os fiéis a exercer "um sacerdócio santo, a fim de oferecerem sacrifícios espirituais, aceitáveis a Deus por Jesus Cristo" (1 Pd 2,5). - Este texto, denso como é, merece aprofundamento.
2 #REVISTA = 399 
vida = 43 
morte = 18 
aborto = 16 
humana = 15 
homem = 13 
vida humana = 13 
eutanásia = 12 
igreja = 12 
deus = 11 
direito = 10 
PeRDocumentos O Evangelho da Vida (0.80) Estêvão Bettencourt 1921
#306 Agosto 1995, 01 [399, agosto 1995, encíclica, papa João Paulo II, aborto, eutanásia, vida, morte]

O Santo Padre João II publicou a encíclica Evangelium Vitae (O Evangelho da Vida), em que considera longamente o valor e a inviolabilidade da vida humana. Esta é um dom de Deus, confiado ao homem para que o administre dignamente. Daí a recusa de todo ato que elimine a vida da pessoa inocente (aborto, eutanásia direta...).
3 #REVISTA = 399 
evangelhos = 22 
grego = 21 
jesus = 20 
evangelho = 16 
novo = 12 
século = 12 
novo testamento = 11 
testamento = 11 
segundo = 9 
mateus = 9 
PeRHistória Quem Matou Jesus? (0.82) Estêvão Bettencourt 1969
#308 Agosto 1995, 01 [399, agosto 1995, revista veja, evangelhos, tradição, Papias, Claude Tresmontant, Laurence Vidal, papirologia, linguística, Qumran]

A revista VEJA, edição de 12/4/95, pp. 66-79, publicou um artigo sobre Jesus, que refere opiniões de três autores divergentes entre si no tocante a pormenores da Paixão do Senhor. O artigo é inexpressivo, pois nada conclui, mas serve para confundir a mente de leitores despreparados; estes poderão, sem razão, deixar-se impressionar pela multidão de hipóteses registradas por Roberto Pompeu de Toledo. Este articulista, aliás, revela pouco conhecimento de causa, pois à p. 68 afirma que os Evangelhos só foram escritos quarenta anos após a morte de Jesus. Em resposta a esta afirmação, as páginas que se seguem referem descobertas de estudiosos que levam a datar os Evangelhos (ou, ao menos, partes dos Evangelhos) da primeira metade do século I. É o que proclamam Claude Tresmontant, José O'Callaghan, Carsten Peter Thíede, Orsolina Monte Vecchi...
4 #REVISTA = 399 
domingo = 51 
cristãos = 24 
senhor = 24 
eucaristia = 18 
semana = 17 
sábado = 17 
fiéis = 12 
cristã = 12 
jesus = 11 
missa = 11 
PeRDoutrina O Domingo Cristão (1.16) Estêvão Bettencourt 2773
#312 Agosto 1995, 01 [399, agosto 1995, domingo, sábado, adventistas, eucaristia, ressurreição]

O domingo sempre foi considerado pelos cristãos como dia comemorativo da Páscoa do Senhor Jesus e caracterizado pela celebração da Eucaristia. Já os Apóstolos atestam a observância do domingo em lugar do sábado dos judeus; assim São Paulo em 1Cor 16,2; Cl 2,16s; São Lucas em At 20,7-12; São João em Ap 1,10. O primeiro dia da semana dos judeus foi, por conseguinte, chamado kyriakè heméra, dia do Senhor (donde dominica dies, dominga, domingo). Tornou-se então o último dia da semana dos cristãos (que não tem primeira feira, mas se prolonga além do sábado). Esse dia é sempre festivo para os cristãos, proporcionando um antegozo mais denso da vida eterna pela participação na S. Eucaristia; esta não se reduz a um dever de ordem jurídica, mas vem a ser necessidade espontânea em todos os fiéis que compreendem o significado do domingo.
5 #REVISTA = 399 
padre = 37 
deus = 21 
vocês = 16 
padre paulo = 14 
paulo = 14 
matias = 12 
natal = 11 
vigário = 11 
igreja = 10 
tryk = 9 
PeRTestemunhos Os Ladrões de Deus (0.71)Maria Winowska 1689
#315 Agosto 1995, 01 [399, agosto 1995, testemunho, polônia, comunismo, winowska]

Mais dois episódios ocorridos na Polônia dominada pelo comunismo no período de 1945 a 1989 vêm relatados nas páginas seguintes. Trata-se, em primeiro lugar, de um policial que, numa noite de Natal foi a uma casa paroquial para prender e maltratar o respectivo Vigário. Em conversa com o padre tranqüilo, mas firme, o esbirro se convenceu de que estava diante de um homem de Deus, asceta, sóbrio e pobre. Recordou-se outrossim das noites de Natal da sua infância, quando cantava no coral, orientado por sua mãe, e rendeu-se à evidência de que estava sendo um ladrão de Deus. Concluiu que era preciso reconciliar-se com Deus, apesar de sua sanha perseguidora. O outro episódio refere-se a um padre que, ameaçado por comunistas, realiza um ato de sinceridade tal que desmonta o furor dos adversários.
6 #REVISTA = 399 
vida = 30 
mundo = 27 
membros = 17 
consagrada = 17 
institutos = 16 
seculares = 13 
institutos seculares = 12 
deus = 11 
pessoa = 11 
instituto = 11 
PeRO Que É? Os Institutos Seculares (0.96) Estêvão Bettencourt 2296
#316 Agosto 1995, 01 [399, agosto 1995, castidade, pobreza, obediência]

Os Institutos Seculares são associações cujos membros fazem a profissão, o juramento ou a promessa de castidade, pobreza e obediência, mas não vivem em comunidade nem usam hábito próprio. Ao contrário, vivendo com a família ou no mundo, inserem-se nos ambientes de trabalho mais diversos (bancos, escolas, fábricas...), onde dão o testemunho do Evangelho por sua conduta coerente e firme, como também por sua palavra. Esta forma de apostolado foi suscitada pela onda de ateísmo e indiferentismo religioso que começou a se propagara partir da Revolução Francesa (1789) e até hoje caracteriza a sociedade ocidental. Os Papas, desde Pio XII (1947), têm favorecido os Institutos Seculares, definindo as linhas gerais de sua estrutura. Cada Instituto Secular tem suas Constituições próprias, que determinam com precisão as suas modalidades de ser e agir.
7 #REVISTA = 399 
livro = 13 
maria = 12 
annie = 9 
kirkwood = 9 
annie kirkwood = 9 
terra = 7 
nova = 6 
serão = 6 
josé = 6 
homem = 5 
PeRLivros Mensagens de Maria para o Mundo (1.87) Estêvão Bettencourt 4474
#317 Agosto 1995, 01 [Annie Kirkwood, 399, agosto 1995, esoterismo, panteísmo, reencarnação]

O livro de Annie Kirkwood é de inspiração esotérica, panteísta, "Nova Era". Atribui a Nossa Senhora a predição de terríveis catástrofes que caracterizarão a década de 1990 e 2000. Acrescenta 'traços biográficos" de Maria SS. E S. José, que terão passado por várias reencarnações!