||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 386 
política = 7 
cidade = 5 
governar = 3 
político = 3 
arte = 3 
interesses = 3 
tais = 2 
polis = 2 
sábio = 2 
espúrios = 2 
PeRMundo Atual Política e Cristianismo (0.58) Estêvão Bettencourt 1459
#186 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, política, cristianismo]

Os políticos do Brasil estão muito em foco. A razão disto é que nem sempre vêm honrando as suas funções. Isto parece desmerecer a política. Donde a conveniência de uma reflexão sobre o assunto. Afinal, que é propriamente a política?
2 #REVISTA = 386 
cristo = 23 
vida = 20 
sofrimento = 18 
povo = 18 
morte = 14 
homem = 12 
cristão = 10 
pecado = 9 
moisés = 9 
favor = 8 
PeRTeologia Sede Solidários com os Santos (O Sofrimento) (0.59) Estêvão Bettencourt 1496
#187 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, sofrimento, oração, expiação, pecados, pecadores, cristãos, corpo de Cristo, fé]

O drama da ex-lugoslávia fala profundamente ao coração de todo homem de bom senso, especialmente ao do cristão. Do ponto de vista meramente humano ou racional, pouco há a fazer, se alguém não tem poder decisório sobre a situação. Todavia aos olhos da fé a tragédia suscita a necessidade de compartilhar, solidarizar-se mediante a oração e a expiação. Não ser indiferente à dor alheia, mas pedir ao Pai que a alivie e que perdoe os pecados cometidos, é o que faz o cristão neste momento. As páginas que se seguem, apresentam textos bíblicos e considerações de autores cristãos relativas ao sofrimento e à expiação.
3 #REVISTA = 386 
cristo = 38 
jesus = 24 
deus = 22 
sacrifício = 21 
pedro = 19 
sangue = 14 
papa = 13 
ceia = 11 
cruz = 10 
sacerdote = 10 
PeRProtestantismo Há outro Cristo? (0.73) Estêvão Bettencourt 1838
#188 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, protestantismo, eucaristia, Papa, Bíblia, Pedro, pedra, igreja, Bonifácio VIII, Inocêncio III, Gelásio I, anámnesis, zikarón, nova aliança]

O panfleto 'Há outro Cristo?' de J.T.C, ataca o Papado e o ministério sacerdotal em tom sarcástico e caricatural, sem levar em conta os textos em que Jesus confere a Pedro as faculdades de ligar e desligar (cf. Mt 16,19), de confirmar seus irmãos na fé (cf. Lc 22, 31 s) e de apascentar as suas ovelhas (cf. Jo 21,15-17). Também não leva em conta os dizeres de Jesus relativos à instituição da Eucaristia (Mt 26, 26-29; Mc 14, 22-25; Lc 22,19s; 1Cor 11,23-29); são textos que afirmam ser a Eucaristia a oblação do sacrifício da Cruz (corpo e sangue entregues para a remissão dos pecados); não há, porém, multiplicação do sacrifício do Calvário (que foi cabal e oferecido uma vez por todas; cf. Hb 7,23; 9,11-14. 25-28; 10,10-14); há, sim, perpetuação ou re-apresentação do sacrifício do Calvário, para que os fiéis participem dele na qualidade de oferentes e oferecidos, configurados a Cristo-Sacerdote e Cristo-Hóstia.
4 #REVISTA = 386 
cristianismo = 2 
sido = 2 
convertendo = 2 
tempo = 2 
jamais = 1 
tempo jamais = 1 
escondi = 1 
naquele tempo = 1 
digo naquele = 1 
acredite digo = 1 
PeRTestemunhos Ex-ministro Comunista se torna Cristão (0.64) Estêvão Bettencourt 1613
#189 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, testemunho, conversão]

Eduardo Shevardnaze, depois de ter sido Ministro do Exterior da União Soviética, no tempo de Gorbatchov e depois de, estourada a URSS, ter sido aclamado pelo povo Presidente da Geórgia, sua terra natal, acabou se convertendo ao Cristianismo e pedindo o Batismo.
5 #REVISTA = 386 
igreja = 39 
inglaterra = 29 
anglicanos = 27 
católica = 17 
anglicana = 16 
rainha = 14 
comunhão = 12 
henrique = 12 
ministros = 12 
católicos = 12 
PeRNotícias Ainda a Ordenação de Mulheres (0.60) Estêvão Bettencourt 1510
#191 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, anglicanismo, Henrique VIII, Maria Tudor, Leão XIII, conversão, igreja]

A resolução, do Sínodo da Comunhão Anglicana, de ordenar mulheres, ratificada pela rainha da Inglaterra em data recente, vem causando inquietação e divisão entre os próprios cristãos anglicanos. A Comunhão Anglicana foi instituída em 1534 por ato do Parlamento Inglês, que declarou o rei da Inglaterra Chefe da Igreja do Estado (Established Church); desde então sempre houve na Grã-Bretanha a High Church (Alta Igreja), anglocatólica, voltada para Roma, e a Low Church, de caráter marcadamente protestante. Esta distinção se faz sentir mais aguda em nossos dias por causa da decisão inovadora mencionada. Os anglicanos dissidentes contestam a hierarquia ou a autoridade da Comunhão Anglicana e preferem seguir a voz do Papa, que tem a garantia da assistência infalível do Senhor Jesus (cf. Mt 16,16-19; 28,18-20), carisma que falta ao Parlamento e à rainha da Inglaterra. Entre as conversões ocorridas nos últimos tempos está a da Duquesa de Kent, casada com um primo da rainha Elisabete II.
6 #REVISTA = 386 
deus = 10 
vida = 8 
irmã = 7 
senhor = 6 
carta = 5 
lucy = 5 
amor = 5 
sérvios = 4 
alguém = 4 
ninguém = 4 
PeRTestemunhos Uma Vítima Escreve (0.57) Estêvão Bettencourt 1429
#192 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, mártir, Bósnia, Sérvia, guerra, martírio, Lucy Veturse, aborto]

Publicamos a carta da Irmã Lucy Veturse, que na Bósnia foi violentada por soldados sérvios. Manifesta o horror que a maldade dos agressores e a humilhação sofrida lhe suscitam, mas, em meio às suas dores físicas e morais, revela a capacidade de perdoar aos adversários, assim como a nobreza de assumir o seu futuro quebrantado e incerto com galhardia, senso de responsabilidade e amor materno.
7 #REVISTA = 386 
maçonaria = 33 
deus = 11 
religião = 10 
inglaterra = 8 
iniciação = 8 
grande = 8 
igreja = 8 
declaração = 7 
loja = 7 
loja unida = 6 
PeRPrática Cristã Católico e Maçom? (0.92) Estêvão Bettencourt 2333
#193 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, maçonaria, catolicismo, grande loja, grande arquiteto, James Anderson]

A Maçonaria atrai muitos homens não tanto por sua mensagem doutrinária quanto pela perspectiva de ajuda e promoção que ela oferece aos seus membros. Todavia a filiação à Maçonaria é considerada pela Igreja Católica pecado grave, pois as concepções de Deus e religião, assim como o processo de iniciação secreta imposto aos novos membros contrariam as noções do Cristianismo relativas a Deus e aos sacramentos. — Ultimamente a Grande Loja Unida da Inglaterra declarou não se opor à Religião nem ter sacramentos e dogmas. É de notar, porém, que a Grande Loja Unida da Inglaterra não representa a Maçonaria toda; até hoje as Lojas Maçônicas são, todas, sociedades secretas, que têm seu rito de iniciação e suas "surpresas" para quem a elas se filia, "surpresas" que podem confutar com os princípios fundamentais do candidato.
8 #REVISTA = 386 
opus = 16 
fundador = 12 
mundo = 12 
obra = 11 
vida = 10 
portillo = 9 
padre = 9 
escrivá = 7 
Álvaro portillo = 7 
Álvaro = 7 
PeRLivros Dom Alvaro del Portillo (0.61)Maria Helena Nery Garcez 1529
#194 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, Maria Helena Garcez, Dom Alvaro del Portillo, Josemaria Escrivá, Opus Dei]

Apresentamos o artigo da Profa Maria Helena Nery Garcez, Livre Docente de Literatura Portuguesa na Universidade de São Paulo (USP), sobre D. Alvaro del Portillo, recém-falecido Prelado (ou Superior Geral) do Opus Dei.
9 #REVISTA = 386 
menor = 12 
sexo = 9 
pessoa = 8 
preservativos = 8 
atos = 6 
escolher = 6 
escolher menor = 6 
livre = 5 
humana = 5 
caso = 5 
PeRPrática Cristã Ainda os Preservativos (0.50) Estêvão Bettencourt 1264
#195 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, preservativos, camisinha, Sem Fronteiras, AIDS, gravidez indesejada, sexo seguro]

Há quem queira justificar o uso de preservativos contra a AIDS, apelando para o princípio de que, em certas circunstâncias, quando não se pode fazer o melhor, é lícito escolher o mal menor. Os preservativos seriam esse mal menor, preferível à contaminação da AIDS ou à própria gravidez indesejada.
10 #REVISTA = 386 
deus = 14 
igreja = 8 
catecismo = 7 
masculino = 6 
filho = 6 
mulher = 5 
senhor = 5 
inglesa = 5 
homem = 4 
tradução = 4 
PeREscrituras O Novo Catecismo em Inglês (0.62) Estêvão Bettencourt 1561
#197 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, catecismo, feministas]

Há poucas semanas apenas foi publicado o Catecismo da Igreja Católica em tradução inglesa. A razão deste atraso é o impasse causado por movimentos feministas, que queriam eliminar do texto do Catecismo, da Liturgia, como também da Bíblia Sagrada, toda expressão que atribua a Deus a masculinidade.