NOTíCIAS (1256)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Diversos: Notícias - Denunciar aborto dá condenação e prisão na China - por Revista Catolicismo

Denunciar aborto dá condenação e prisão na China
Aborto - Abril 2011

Chen Guangcheng, ativista chinês condenado em 2006 por denunciar milhares de abortos e esterilizações compulsórias praticados pelas autoridades de Shandong, é mantido em prisão domiciliar pelo regime comunista de Pequim mesmo após cumprir pena de quatro anos e três meses. “Não posso dar um passo fora de casa. Minha mulher também não pode sair”, disse Chen em vídeo gravado secretamente e divulgado pela entidade de defesa dos direitos humanos China Aid dos EUA. “Saí de uma pequena prisão para entrar em uma maior”, afirmou, em alusão ao grande cárcere que é a China comunista. Seu telefone foi cortado, e o acesso à sua casa bloqueado por carros de policiais que se revezam em três turnos. A detenção é perfeitamente ilegal nos termos da Constituição, mas esta não passa de um farrapo de papel que a ditadura marxista pró-aborto manipula como bem entende.

Fonte: Revista Catolicismo

Pergunte e Responderemos
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)