CIêNCIA E Fé (77)'
     ||  Início  ->  
Artigo

O nosso maior problema

Por não conhecer o inconsciente, as emoções e o cérebro tem muita gente que padece em muitos sofrimentos, doenças, conflitos nos relacionamentos, crises perturbadoras, projetos falidos, amor não correspondido, vive sem amigos, carrega traumas pesados, feridas terríveis na alma, desejo de vingança, ciúme doentio, inveja exacerbada, pensamentos negativos, ansiedade, depressão, mania de suicídio e o mais grave é não procurar conhecimentos desses fatores e não busca ajuda de um profissional da saúde mental.

O inconsciente

Estudo do inconsciente que o famoso psiquiatra austríaco e médico neurologista Dr. Sigmund Freud formulou representou um marco na história da psicologia. Esse submundo estranho, tenebroso, arquivo dos traumas, frustrações, recalques, fascinante gerador de fantasias, lapsos e impulsos não controláveis nos permitiu, por fim, ver grande parte dos transtornos mentais não como doenças somáticas, não como doenças do cérebro, mas como alterações pontuais na nossa mente. Dr. Freud foi o primeiro a falar sobre os traumas emocionais, os conflitos mentais, as lembranças escondidas na mente…

De forma magistral ele afirmou: “Nem sempre é a razão que governa nossas ações. Impulsos irracionais determinam nossos pensamentos, nossos sonhos e nossas ações. Tais impulsos irracionais são capazes de trazer à luz instintos e necessidades que estão profundamente enraizados dentro de nós. As emoções não expressas nunca morrem. Elas são enterradas vivas e saem de piores formas mais tarde”.

Traumas não extirpados, emoções sufocadas, carência afetiva não resolvida, intimidade sem sentimentos e a convivência sem amor, causa doenças e distúrbios terríveis. A ausência da inteligência para lidar com sabedoria na questão psicológica é fatal para totalidade humana! O pensamento do respeitado escritor e psiquiatra Dr. Augusto Cury é por demais verdadeiro: “O afeto e a inteligência curam as feridas da alma, reescrevem as páginas do inconsciente”.

O cérebro

O cérebro é o dispositivo mais complicado que existe no universo, aprendemos mais sobre ele nos últimos cinco anos do que nos últimos cinco mil anos.

Na profunda afirmação do escritor inglês, psicólogo e renomado estudioso do cérebro Dr. Tony Buzan: “Você aproveita a sua mente ao máximo estudando, em primeiro lugar, o que ela é”.

Qual a diferença entre mente e cérebro? Cérebro é o órgão físico central do sistema nervoso. Mente, por sua vez, é uma palavra utilizada para descrever as funções intelectuais superiores do cérebro. Está relacionada, portanto, com o funcionamento do cérebro.

Logo, um cérebro saudável implica, necessariamente, em uma mente em forma. As duas coisas estão conectadas? Daí a frase bem conhecida e verdadeira: “Mente sã, corpo são”.

Terapia e autoconhecimento

É de grande importância o processo de autodescoberta, autoencontro, ou seja, buscar o autoconhecimento com ajuda da psicoterapia, pois o sujeito não esta preparado para fazê-lo por si só. A capacidade científica do profissional auxiliará o paciente no profundo mergulho dentro de si mesmo e o libertando progressivamente de seus traumas, suas máscaras, suas fantasias perniciosas, repressões doentias, sua dupla personalidade, maldade e sua neurose de perseguir os outros.

“Quando eu quis tirar a máscara ela estava pregada à cara. Quando enfim tirei e me vi no espelho já tinha envelhecido muito”, disse o célebre poeta português Fernando Pessoa.

Quando nossa falsa aparência domina o nosso modo de viver e temos resistência de mudar, estamos muito doentes, a face horrível e comportamento prejudicial.

O maior problema da pessoa boçal, estúpida e perversa não é só a sua própria autodestruição, é o mal que ela faz para os outros, principalmente aos que estão mais próximos dela.

O bem maior é a consciência intelectual de buscar terapia do autoconhecimento para viver com qualidade de vida em toda configuração da esfera humana.

Dr. Inácio José do Vale

Psicanalista Clínico, PhD

Escritor e Conferencista

Professor de Pós-Graduação na Faculdade do Norte do Paraná

Membro da Sociedade Brasileira de Psicanálise Contemporânea/RJ. E da Ordem Nacional dos Psicanalistas/RJ.

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
1 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)