SOCIEDADE (730)'
     ||  Início  ->  
Artigo

LIBERDADE E IGUALDADE

 

Dom Fernando Arêas Rifan*

 

Estou participando pela sétima vez, a convite, de um Congresso internacional para Bispos, de 22 a 25 de janeiro, nos Estados Unidos, promovido pelo Acton Institute, instituição universitária voltada para estudos de economia e sociologia à luz da Doutrina social da Igreja. O congresso deste ano tem como tema “Para uma livre, justa e humana economia global”. A presença de cerca de 70 Bispos, de mais de vinte países, mostra a universalidade do congresso e a múltipla representação da Igreja.

 

A primeira palestra, do Cardeal Reinhard Marx, Arcebispo de Munique e Frisinga, Alemanha, presidente da Comissão das Conferências Episcopais da EU, versou sobre “Por que a Economia requer ética – por uma Liberdade Responsável”.  De basilar importância nesses tempos de corrupção generalizada. Vale recordar o Papa Francisco: “A crise financeira que atravessamos nos faz esquecer que, na sua origem, há uma crise antropológica profunda: a negação da primazia do ser humano. Criamos novos ídolos. A adoração do antigo bezerro de ouro (cf. Ex 32, 1-35) encontrou uma nova e cruel versão no fetichismo do dinheiro e na ditadura de uma economia sem rosto e sem um objetivo verdadeiramente humano. ...Reduz o ser humano apenas a uma das suas necessidades: o consumo” (Evangelii Gaudium, 55).

 

Muito interessante foi a palestra de Dr. Samuel Gregg, doutor em Filosofia da Universidade de Oxford e autor de vários livros, que versou sobre “A Desigualdade Econômica: Mitos e Realidades”.

 

Falou sobre “População, Economia e os novos desafios demográficos”, a Dra. Carrol Rios de Rodríguez e discorrendo sobre “Dignidade Humana e suas falsidades: defendendo a verdadeira Liberdade e a verdadeira Igualdade”, o Dr. Michael Matheson Miller, graduado em várias universidades e pesquisador em países da Europa, Ásia e África, falou sobre diferentes aspectos da igualdade e dignidade humana, sob o ponto de vista cristão.

 

Dom Dominique Rey, bispo da Diocese de Fréjus-Toulon, França, tratou da “Igreja, Ecologia e Ambiente”. O evento termina com a exposição final do Pe. Robert Sirico, cofundador e diretor do Acton, sobre “a Igreja, o Estado e a Justiça Social”, abordando os valores cristãos como solução para todos os problemas atuais, morais, sociais, políticos e econômicos!

Sobre a igualdade, a Igreja nos ensina que “a igualdade fundamental entre todos os homens deve ser cada vez mais reconhecida, uma vez que, dotados de alma racional e criados à imagem de Deus, todos têm a mesma natureza e origem” (Gaudium et Spes, 29). “Cada um deve, pois, ter a sua parte nos bens materiais; e deve procurar-se que a sua repartição seja pautada pelas normas do bem comum e da justiça social. Hoje, porém, à vista do clamoroso contraste entre o pequeno número dos ultra-ricos e a multidão inumerável dos pobres, não há homem prudente que não reconheça os gravíssimos inconvenientes da atual repartição da riqueza” (Pio XI, Quadragesimo Anno, 58).

 

*Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney

http://domfernandorifan.blogspot.com.br/


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)