REVISTA PeR (1857)'
     ||  Início  ->  
Artigo

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 529 – julho 2006

 

"JESUS CRISTO E A IGREJA SÃO INSEPARÁVEIS" (Bento XVI)

 

O boletim "Mensage del Papa" de abril 2006 traz a seguinte notícia:

 

O Santo Padre dissertou sobre o mistério da relação entre Jesus e a Igreja, que não se opõem entre si; são inseparáveis, apesar dos pecados dos homens que compõem a Igreja. Portanto, explicou Sua Santidade, "não se pode conciliar com as intenções de Cristo o chavão que, há alguns anos, estava na moda: 'Jesus, sim; a Igreja, não'".

 

O Pontífice meditou sobre o primeiro capítulo do Evangelho de São Marcos, que narra o chamado de Jesus aos doze Apóstolos. "A Igreja, disse, começou a ser construída quando uns pescadores da Galiléia encontraram Jesus e se deixaram conquistar por seu olhar, por sua voz, por seu convite candente e forte: 'Vinde comigo, eu vos farei pescadores de homens'".

 

Acrescentou: "O Jesus individualista é um Jesus de fantasia. Não podemos encontrar Jesus sem a realidade que Ele criou e na qual Ele se comunica", a Igreja. "Entre o Filho de Deus feito carne e sua igreja existe uma continuidade profunda, inseparável e misteriosa, em virtude da qual Cristo se faz presente hoje em meio ao seu povo". Por este motivo "Jesus sempre é nosso contemporâneo, contemporâneo na Igreja construída sobre o fundamento dos Apóstolos". "Esta presença de Jesus na comunidade em que Ele mesmo sempre se dá a nós, é o motivo da nossa alegria. Se Cristo está entre nós, o Reino de Deus vem", concluiu numa alocução durante a qual, em vários momentos, deixou de lado os papeis para melhor explicitar seu pensamento.

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
11 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
-

:-)