REFLEXõES (1553)'
     ||  Início  ->  
Artigo


> Argumento comum usado para reduzir o número de abortos provocados: "Adicionaria que o aumento da qualidade de vida dos pobres traria mais estabilidade familiar, que é um dos mais importantes motivos para a desagregação familiar. Os homens se tornam mais irresponsáveis se não tem garantia de renda decente para sustentar família".

Use Camisinha

A ilusão está entre abraçar a teologia da prosperidade ou a mensagem cristã (cruzes implícitas).
É Fausto vendendo a alma para Mefistófeles novamente e novamente e novamente... talvez por falta de oração e humildade, com a diferença de que atualmente Fausto está sendo iludido, ele não vende a alma conscientemente.

A frase acima, similar às encontradas na cartilha de certos partidos políticos de esquerda sobre a "qualidade de vida dos pobres" é igual a dizer que "dinheiro traz felicidade".
Ela coloca a prosperidade material acima dos princípios morais (conseqüência da ideologia marxista).
Será que vale a pena vender a alma por essa prosperidade?
Seria coerente então passar para a Igreja Universal do falso "bispo" Macedo que prega a teologia da prosperidade, onde os bens materiais são o mais importante e refletem as bênçãos de Deus aos seus seguidores fiéis.
A propósito, ver artigo de Pergunte e Responderemos em www.pr.gonet.biz intitulado "A Mensagem da Igreja Universal do Reino de Deus" de autoria de D. Estêvão Bettencourt.

Não estou dizendo que miséria não deve ser combatida, que não se deve ajudar os pobres (ou excluídos), partilhar, que não se deve trabalhar por mais dignidade e igualdade etc etc... a questão não é o ter-solução, a questão é o IDEAL a perseguir que motiva a ação. E o ideal marxista é meramente materialista e temporário, bem diferente do ideal cristão, transcendente e eterno.

Aliás, se o argumento fosse verdadeiro, então regiões e países mais ricos e desenvolvidos deveriam ter baixíssimas taxas de "famílias desagregadas", de abortos provocados e de divórcios. E por que não é assim?
Porque Jesus disse após salvar a adúltera do apedrejamento: "volte para casa e não peque mais".
Ele NÃO disse: "volte para casa e use camisinha".

:-)

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
9 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)