Diversos: Apologética - Comer sua carne literalmente? - por Dayane Dias Mota

Jesus nos manda comer a Sua carne e beber Seu sangue LITERALMENTE?



A palavra que CRISTO usa para ordenar que comamos a carne Dele (no livro de João capitulo 6), é a palavra grega "TRÓGON", que significa literalmente comer, mastigar com força, fazer barulho ao comer castanhas, nozes, plantas com talos; mastigar ruidosamente, comer carnes de forma "não delicada". Detalhe: isso está presente até em dicionários lexicais protestantes, pra não dizerem que isso é "invenção católica". A palavra "TRÓGON" também aparece na Odisséia de Homero, se referindo a mulas comendo e fazendo muito barulho ao mastigarem. Na epístola de Barnabé também temos essa mesma palavra usada para descrever cabras comendo ruidosamente. Na passagem sobre proibições de certas carnes impuras do livro de Deuteronomio, encontramos essa mesma palavra: TRÓGON. Ou seja: é literal. É comer com a boca, mastigar, mandar um alimento para o estômago, engolir, rasgar, triturar.

Em outras passagens bíblicas, temos no GREGO KOINÉ o verbo comer, mas em sentido figurado, como é o caso de "êsthio" e "fago". A primeira, usada 65 vezes no Novo testamento. A segunda, 93 vezes. A palavra "deipneo" significa "jantar". Também temos "bosko", que é usada para se referir ao ato de alimentar o gado. "Gueuomai" é usada 15 vezes como o ato de "provar", "saborear" algo, como por exemplo em Mateus 16, onde é empregada de forma metafórica para dizer que o fiel "não provará a morte", ou "não irá saborear a morte".
Ainda temos "katesthio" que significa "devorar". Jesus usa "katesthio" metaforicamente em Mateus 23 quando diz que "os fariseus estão devorando as viúvas com práticas ruins".

A palavra que CRISTO usa para se referir ao ato de comer sua carne, que é o "pão que eu hei de dar", é a palavra TRÓGON, que é ofensiva quando usada para ser aplicada a humanos. Por que vocês acham que os judeus e alguns discípulos ficaram escandalizados e abandonaram Jesus quando Ele usou esta palavra? Eles entenderam muito bem o significado dela: comer, engolir, mandar pra dentro do corpo (fisicamente) A CARNE DE CRISTO.

O apóstolo João ensinou Inácio e Policarpo, seus dois principais discípulos. Veja o que São Ignácio escreve num carta por volta do ano 80 d.C.: "Eles se afastaram da Eucaristia e da oração porque não professam que a Eucaristia é a carne de Nosso Senhor Jesus Cristo". [...]
"Sem o bispo, não se faça nada relacionado à Igreja. Onde está Jesus Cristo, aí está a Igreja Católica".

Tudo isso para um fedelho de menos de 30 anos surgir 20 séculos depois, achando que guia corretamente um rebanho de cegos. Cegos guiando cegos. Deus diz "ISTO É O MEU CORPO", mas vem o filhote da serpente pra colocar palavras na boca de Deus e dizer que não é. O engano, como vocês puderam notar, sempre existiu. São Tiago, no capítulo 2, já debate com um herege "sola fide" (claro, a heresia ainda não era cheia de ornamentos, nem "institucionalizada". Tudo isso se agravou muito com a reforma no século XVI, pois o erro ficou com ares de acerto).

Vídeo inteiro com esse conteúdo da Lizzie.

Dayane Dias Mota

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
1 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
#0•A4169•C1069   2019-09-15 10:20:59 - Convidado/[email protected]
NETO

As palavras de Cristo são pinçadas pelos hereges e eles não as juntam com as demais em Mateus, referindo-se ao pão (e não à própria carne) ...isto é o meu Corpo, e referindo-se ao vinho (e não diretamente ao próprio sangue)...isto é o meu Sangue.
Tão simples...
Diariamente vemos as pinçadas para a distorção da verdade, pela imprensa, pela mídia, pelas TVs em seus noticiários e em suas propagandas.
Puros sofismas, as pessoas não percebem e anestesiam-se por preguiça mental ou ignorância.

Responder


:-)