É PECADO COMER CARNE DE PORCO?

1.0 - A Revogabilidade da Lei de Deus

1.1 - Introdução

1.2 - Razões das Leis de Alimentações

1.3 - Observância do Pentateuco (Torah)

1.4 - A imutabilidade do caráter de Deus

1.5 - Ineficácia da antiga legislação

1.6 - É Possível Revogar a Lei de Deus?

1.7 - Os Dez Mandamentos Aperfeiçoados

1.8 - Lei Moral

1.9 - Lei Cerimonial

1.10 - Os judeus não faziam distinção da Lei

1.11 - Festa das Tendas Lv 23,33-36; Dt 16,13-17

1.12 - Dias de Festa 2Crônicas 31,3; Esdras 3,2

1.13 - Luas Novas 2Crônicas 31,3

1.14 - Quais Mandamentos?

1.15 - Atos 10,11-16 (A visão de Pedro)

1.16 - Gênesis 9,4 (Sangue)

1.17 - Deuteronômio 14,8 (Porco impuro/não rumina)

1.18 - Levítico 11,7-8 (Porco impuro/não rumina)

1.19 - Isaías 65,3-5; 66,17 (Os que comem carne de porco serão consumidos)

1.20 - II Coríntios 6,17 (Sai dessa/impuro)

1.21 - Atos 15,1-29 (Concílio de Jerusalém)

1.22 – 1 Coríntios 8, 8.10.13 (alimento não aproxima nem separa de Deus)

1.23 - Colossenses 2,16-17 (questão de comida ou bebida)

1.24 – Marcos 7,1-5.15-19/Mateus 15,11 -20 (comer com mãos sujas)

1.25 - I Timóteo 4,1-5 (não rejeitar coisa alguma que se usa com ação de graça)

1.26 - 1Coríntios 10, 25-32 (Imolado ao ídolo/Comer de tudo que se vende no açougue)

1.27 - Utilidades do Velho Testamento

1.28 - 10 razões para diferenciar as leis

 

2.0 - SUÍNO

2.1 - O Suíno

2.2 - Suíno/benefício

 

1.0 - A Revogabilidade da Lei de Deus.

Ainda temos que obedecer integralmente ao Velho Testamento?

Paulo era favorável ao consumo de alimentos impuros?

 

1.1 - Introdução.

Quando Eles dizem “Cristo nos libertou da Lei” estão aludindo à Lei de Moises e não a Lei de Deus.

Não dá para entender porque eles não sacrificam animais a Deus até hoje.

Estes sacrifícios constam da Lei de Deus, confiram 2 Crônicas 31,3 ou Lucas 2,24.

 

Eles legalizam a restrição alimentar apontando para o Velho Testamento.

Nós refutamos essa restrição mostrando o Novo Testamento.

Eles mostram o “transitório” nós mostramos o “permanente”.

 

O Novo Testamento em suas inúmeras passagens diz que não precisamos seguir normas alimentícias do Velho Testamento. Eles contestam com perspicácia do coração e não com a razão.

O propósito das leis alimentares era separar os israelitas dos outros povos.

Aceitos os gentios no cristianismo, essa regra alimentar não tinha mais razão de ser.

 

“Na Tv Globo/Jornal Nacional de 09/02/19, foi noticiado que dentro de pouco tempo, no Brasil, serão feitos transplantes do Rim de porco para o homem”.

Que bom que o Senhor Deus na Sua imensa Sabedoria tenha criado um animal com órgãos bem semelhante ao nosso. Os que fazem hemodiálises que o digam.

 

(Assembleia de Deus)

“Na avaliação dos cientistas, pesquisadores e professores [que participaram do Zootec 2004, VI Congresso Internacional de Zootecnia e o XIV Congresso Nacional de Zootecnia, em Brasília], a alta tecnologia está transformando a suinocultura e trazendo resultados surpreendentes. Para se ter uma ideia das mudanças, eles agora elevam o suíno à categoria de indispensável na melhor qualidade de vida do homem. Mais:

http://jfcestudosbiblicos.blogspot.com/2010/05/e-pecado-comer-carne-de-porco.html acesso em 20/01/19

 

(Comentário) Flávio Paterno on July 30, 2012 - 2:00 pm

Se o objetivo de Levíticos 11 fosse a saúde, Deus certamente teria proibido o boi, por causa de seu alto nível de colesterol e permitido o coelho que é cientificamente mais do que comprovada uma das melhores carnes para o consumo, podendo ser dada até mesmo para recém-nascidos, algo que jamais pode-se pensar em fazer com a carne de boi, por exemplo. Mais:

https://osmisteriosdedeus.com/2012/05/01/animais-limpos-e-imundos/ acesso em 20/02/19

 

(Anti-adventistas)

“2- Quem tocasse no cadáver também ficava "imundo" até a tarde. Se isso significasse contaminado por germe, por que seria só até a tarde? Será que o germe só sobrevive até a tarde?

3- Um animal morto por si não podia ser comido por Israelitas, mas poderia ser vendido para estrangeiros e consumido por eles!!

Isso prova que as regras restrições alimentares não estavam relacionadas a ser nocivo a saúde!!

Dt 14:21 Não comereis nenhum animal que morreu por si. Podereis dá-lo ao estrangeiro que está dentro da tua cidade, para que o coma, ou vendê-lo ao estranho, porquanto sois povo santo ao SENHOR, vosso Deus”.

Mais: http://igrejaadventistanamiradaverdade.blogspot.com/search?q=carne+de+porco acesso 136/02/19.

 

Mary

“Quem desobedece a Deus nesta categoria de alimentação peca no mandamento: não matarás! Pois está encurtando o tempo de vida e não somos donos de nosso corpo nesta Terra.” https://br.answers.yahoo.com/question/index;_ylt=AwrC0CNUfllcWwoA1wXz6Qt.;_ylu=X3oDMTByOHZyb21tBGNvbG8DYmYxBHBvcwMxBHZ0aWQDBHNlYwNzcg--?qid=20090810051927AAvWzxr acesso em 05/02/19.

 

É interessante esta colocação, mas pergunto: Você usa óleo de Soja? Se usar, está coerente com o que prega?

Quando você chupa bala, por exemplo, o que você faz com a embalagem (ou outra embalagem) Você está coerente? (preservar a natureza nada tem a ver com saúde do corpo?)

Você é obesa (o)? – Você está coerente com o que prega?

Se você come carne vermelha gordurosa, está coerente com o que prega?

Se você tem seios grandes e não faz cirurgia, está coerente com o que prega?

Se você adia qualquer cirurgia ou consulta médica, está coerente com o que prega?

Você faz a prevenção (homem também) regularmente? – Você está coerente com o que prega?

Se você quer ser coerente com o que prega, além da oncológica, deve fazer outras prevenções, faz?

 

(Católico)

O principio da lei (V.T.) é mantido quando a Bíblia no Novo Testamento sempre indica a importância da santidade e da pureza (em todas as áreas da vida), que são as marcas de um santo (de um separado, consagrado a Deus). Restrições alimentares, portanto, já não são necessárias. Mais: http://alessandroportal.blogspot.com/2015/01/sera-que-biblia-diz-que-comer-carne-de.html acesso em 13/02/19.

 

(Católico)

“No judaísmo, pautado pela Lei de Moisés, havia e há, ainda hoje, uma rígida distinção entre alimentos puros e impuros. Ora, para o cristianismo tal distinção não tem mais nenhum valor. O próprio Jesus afirma isto claramente: “‘Nada há no exterior do homem que, penetrando nele, o possa tornar impuro...’ Assim ele declarava puros todos os alimentos” (Mc 7,14.19)...

É isto que São Paulo diz aos gálatas. Leia a Epístola! Isto é central no cristianismo: nós não temos mais nenhuma obrigação de cumprir os preceitos do Antigo Testamento! A única lei nossa é a lei do Novo Mandamento, a lei do amor: amar a Deus e aos irmãos como Jesus...até a morte, até dar a vida! “Não devais nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o outro, cumpriu a Lei. Portanto, a caridade (= o amor) é a plenitude da Lei” (Rm 13,8-10).”

Mais: https://www.icatolica.com/2015/03/alimentos-puros-e-impuros.html Acesso em 13/02/19.

 

(Católico)

Será preciso lembrar que as disposições concernentes a Israel no Antigo Testamento tinham caráter de preparação para a vinda do Messias — por conseguinte, caráter provisório e figurativo de realidade vindoura ainda mais rica de conteúdo. A escolha do povo de Israel não tinha outro sentido no plano de Deus senão o de criar, em meio à corrupção doutrinária e moral crescente através dos séculos, um núcleo de fiéis que, nutrindo a crença e a esperança no verdadeiro Deus, se tornasse o receptáculo e transmissor das graças messiânicas para o mundo inteiro. Mais: http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?pref=htm&num=2467 acesso em 26/10/18.

 

“Devemos observar ainda, que todas essas leis cerimoniais foram ab-rogadas depois de Jesus Cristo ... Considerados no seu significado típico e simbólico, os ritos escritos no Levítico continuam e continuarão a ser instrutivos.” Introdução ao Levítico – Bíblia Sagrada – Edições Paulinas.

 

1.2 - Razões das Leis de Alimentações.

As razões de Deus ter criado as Leis de alimentações está explicitamente na Bíblia.

 

A Lei era uma diferenciação do Povo Consagrado.

Lv 20,24: ... que vos separou dentre os povos.

Lv 20,26: ... Eu vos separei dos outros ...

 

O texto sagrado não diz que a restrição alimentar esteja ligada à saúde, mas deixa explícito que tem a ver com santidade.

Lv 19,2: ... sede santos,...

Lv 20,26: Sereis para mim santos...

 

1.3 - Observância do Pentateuco (Torah).

Se a observância do Pentateuco fosse primordial para a Salvação, fica uma pergunta; porque Jesus não ensina isso?

Jesus ensina e ratifica que seus ensinamentos é que são essenciais para nossa Salvação.

Perguntaram a Jesus o que se deve fazer para praticar as obras de Deus. A resposta não foi guardar certo dia, nem a lei e nem os Dez Mandamentos, e sim acreditar Nele.

Jo 6,28: perguntaram então: “Que devemos fazer para praticar as obras de Deus?”

Jo 6,29: Jesus respondeu: “A obra de Deus é que acrediteis naquele que ele enviou”.

 

Os ensinamentos de Jesus não são no sentido de observar o Pentateuco e sim Seus ensinamentos.

1Jo 3,23: este é o seu mandamento: que creiamos no nome do seu Filho...

Jo 13,34: Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros...

Jo 14,15: se me amais, observareis os meus mandamentos.

Jo 14,21: Quem acolhe e observa os meus mandamentos, esse me ama...

Jo 15,10: se observardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor,...

 

1.4 - A imutabilidade do caráter de Deus.

(Adventista)

Com a destruição de toda vida vegetal durante o dilúvio ..., surgiu uma emergência a que Deus fez frente dando permissão para comer a carne de animais.

Promulgaram-se novas instruções escritas acerca de animais limpos e imundos (Lev. 11; Deut. 14).

A imutabilidade do caráter de Deus (Tia. 1: 17) exclui a possibilidade de se interpretar esta passagem como uma permissão para sacrificar e comer qualquer animal. Os que eram imundos para um propósito não podiam ser limpos em outro. Mais:

https://setimodia.wordpress.com/2012/04/15/a-questao-dos-alimentos-limpos-e-imundos/ acessado 23/01/19.

 

- É certo que o caráter de Deus não muda, mas, leis alimentícias não são “sombras” do caráter de Deus. Primeiro comiam se plantas depois carne de animais etc, mudou somente a Lei, mas não o caráter de Deus.

 

Criaturas não pode mudar Lei Divina, mas e o próprio Deus?

As alterações que Jesus fez não implica na mudança do caráter de Deus.

 

Falando sobre a Lei perfeita, (Tg 1,25) Tiago cita a Lei já aprimorada de Jesus. Esses ensinamentos é mudança da Lei de Deus sem alterar Seu caráter. Queiram ou não a Lei de Deus foi alterada, mas a Essência não.

Tg 1,26: ..., mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo: a sua religiosidade é vazia.

Tg 1,27: ...: assistir os órfãos e as viúvas ... e guardar-se livre da corrupção...

Tg 2,13: ...; a misericórdia, porém, triunfa sobre o julgamento.

Tg 2,18: ..., que eu te mostrarei a minha fé a partir de minhas obras!

Tg 3,8: mas a língua,...: ela é um mal que não desiste e está cheia de veneno mortífero.

Tg 3,17: a sabedoria, ... é, ...cheia de misericórdia e de bons frutos, ... e sem fingimento.

Tg 4,4: adúlteros,... todo aquele que pretende ser amigo do mundo torna-se inimigo de Deus.

Tg 4,11: ... Quem fala mal ... Ora, se julgas a Lei, não és cumpridor da Lei, mas sim, seu juiz.

Tg 4,17: aquele que souber fazer o bem, e não o faz, peca.

Tg 5,16: confessai os vossos pecados uns aos outros, ...

 

1.5 - Ineficácia da antiga legislação.

Diz o autor da Carta aos Hebreus: “Está abolida a antiga legislação (ver nota em seguida), por causa de sua ineficácia e inutilidade. Pois a lei nada levou à perfeição. Apenas foi portadora de uma esperança melhor que nos leva a Deus” (Hb 7,18-19).

 

Nota: “NÃO está escrito antiga legislação referente “LEI CERIMONIAL”, por quê? Simples; é que os judeus não faziam essa separação.”

 

Os mandamentos do Decálogo, considerados por uns como irrevogáveis, São Paulo diz outra coisa: o amor mais a caridade é o pleno cumprimento do Decálogo. E daí?

 

Segundo São Paulo, as Leis do Novo Testamento se resumem em Amor a Deus e ao próximo.

(Rm 13,8-10). 8 ... eles se resumem nestas palavras: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. 10 A caridade não pratica o mal contra o próximo. Portanto, é o pleno cumprimento da Lei.

 

Diz Jesus: “Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição” (Mt 5,17).

A antiga Lei era imperfeita. O próprio autor da Carta aos Hebreus o confessa: “Se a primeira aliança tivesse sido sem defeito, certamente não haveria lugar para outra” (Hb 8,7).

Não foi somente um ou outro ponto que Jesus aboliu. É toda a Lei. Atenção, é toda a Lei, quer seja de Deus ou de Moisés.

 

1.6 - É Possível Revogar a Lei de Deus?

O que diz Paulo?

2Cor 3,7-11 - (7) Se o ministério da morte, gravado em pedras com letras, foi cercado de tanta glória que os israelitas não podiam fitar o rosto de Moisés, por causa do seu fulgor, ainda que passageiro, (8)quanto mais glorioso não será o ministério do Espírito? (9)Pois, se o ministério da condenação foi glorioso, muito mais glorioso há de ser o ministério da justificação. (10)Em comparação com esta glória muito superior, já não aparece mais como glória o que naquela época tinha sido glorioso. (11)Pois, se o que era passageiro foi marcado de glória, muito mais glorioso será o que permanece.

 

Nesse texto Paulo está mencionando Êxodo.

Ex 34,28-30 confira:

(28) Moisés ficou ali com o Senhor quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão nem beber água, e escreveu nas tábuas as palavras da aliança, os dez mandamentos.

(29) Quando Moisés desceu da montanha do Sinai, trazendo na mão as duas tábuas da aliança, não sabia que a pele de seu rosto resplandecia por ter falado com o Senhor.

(30) Aarão e os israelitas todos, vendo o rosto de Moisés resplandecente, tiveram medo de aproximar-se dele.

 

Versículos que se entrelaçam.

2Cor 3,7 – gravado em Pedras - com Ex 34,28 - escreveu em tábuas (pedra Ex 34,1 e Dt 10,1)

2Cor 3,7 - não podiam fitar o rosto - com Ex 34,30 – tiveram medo

2Cor 3,7 – por causa do seu fulgor - com Ex 34,29 - rosto resplandecia

 

Continuando análise do texto de Paulo:

2 Coríntios (3,9) - se o ministério de condenação foi glorioso, “muito” mais glorioso há de ser o ministério da “justificação”. Em outras palavras: Se o decálogo foi glorioso, agora, os ensinamentos de Cristo serão mais gloriosos ainda.

 

2 Coríntios (3,11) - os Mandamentos (V.T.) são identificados por Paulo como: “passageiro”, nesse mesmo versículo, Paulo identifica os ensinamentos de Cristo como: “o que permanece”.

 

Com isto fica claro que o Decálogo foi “transitório”, e o que é transitório não permanece para sempre, isto é, foi passível de alterações.

Ele (o Decálogo ou as dez Palavras) foi aperfeiçoado, não suprimido (Mt 5,17).

Não devais nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o outro, cumpriu a Lei. Portanto, a caridade (= o amor) é a plenitude da Lei (Rm 13,8-10).

 

Quem estaria com a razão Paulo ou Eles?

 

1.7 - Os Dez Mandamentos Aperfeiçoados.

(Evangélico)

"A Lei Moral ou Lei de Deus (Dez Mandamentos) vem da eternidade. Os princípios desta Lei são base do governo de Deus. São imutáveis como o Seu Legislador. A Lei é por natureza indestrutível, nem um mandamento pode ser tirado do Decálogo. Permanece todo ele irrevogável e assim permanecerá para sempre... Lucas 16:17." http://jesusvoltara.com.br/selo/contraste.htm acessado em 11/02/19.

 

Para Eles as Leis Levíticas (ou Torah – os 5 primeiros livros) foram abolidas por Cristo, mas os Dez Mandamentos que estavam dentro da Arca da Aliança são irrevogáveis.

 

Mas, a própria Bíblia não usa Leis do Senhor referindo somente a Lei do Senhor, Lei de Moisés referindo somente a Lei de Moisés.

 

-O Próprio Cristo diz que o Mandamento “não matar” foi dado por Moisés cf João 7,19.

Jo 7,19: Moisés não vos deu a Lei? ... Por que procurais matar-me?”

 

“Não matar” faz parte do Decálogo, fica uma pergunta; É Lei de Deus ou de Moisés?

Resposta – É que os judeus não faziam distinção de Lei.

 

Nas maldições do capítulo 27 de Deuteronômio, os preceitos morais e cerimoniais não são separados. Sabe por quê?

- Porque para os judeus não existia separação de Lei.

Dt 27,15: Maldito seja o homem que fizer uma escultura ou imagem fundida ...

Dt 27,21: Maldito quem tiver relações com algum animal! ...

Dt 27,24: Maldito quem matar o próximo à traição!...

Dt 27,25: Maldito quem aceitar suborno para assassinar...

 

-Em 2 Crônicas (34,14) o livro das leis cerimoniais é chamado “Lei do Senhor”, já em Esd (7,6) o mesmo livro é chamado de “Lei de Moisés”.

2Cr34,14:... descobriu o livro da Lei do Senhor, dada por Moisés.

Esd 7,6: ... bom conhecedor da Lei de Moisés, dada pelo Senhor...

 

-Em Neemias o livro das leis cerimoniais é chamado “Lei de Moisés”; alguns versículos depois é chamado de “Lei de Deus”. E a distinção de moral/cerimonial?

-NE 8,1: ... o livro da Lei de Moisés

-NE 8,8: ... livro da lei de Deus

 

Há quem ensina ser o Decálogo uma lei moral, enquanto a parte da legislação que trata das cerimônias de sacrifícios e festas religiosas é chamada de lei cerimonial.

 

Esse pensamento não é bíblico. Os judeus não dividiam sua lei em moral e cerimonial etc.

A lei de Deus é todo o Pentateuco (Js 24.26; Ne 8.8,18).

Js 24,26: ... no livro da Lei de Deus...

NE 8,8: ... o livro da Lei de Deus...

NE 8,18: ... o Livro da Lei de Deus...

 

Para os judeus não havia distinção entre os Dez Mandamentos e a Torah (Pentateuco).

 

Não existe qualquer menção na Bíblia que diga que determinada Lei é Moral etc..

No Novo e no Velho Testamento “Lei” aparece 597 vezes; em nenhuma delas é especificado “moral” ou “cerimonial” “ou...”.

 

1.8 - Lei Moral.

(Evangélico)

“1. Lei Moral, ou Dez Mandamentos (Êxodo 20). Essas não podem ser abolidas, pois têm a ver com o nosso relacionamento com Deus e o próximo.” Fonte: acesso em 13/02/19. – Mais:

https://reavivandoesperanca.webnode.com/products/como-saber-que-lei-vale-e-que-lei-foi-abolida2/

 

Jesus não revogou os Dez Mandamentos; apenas aprimorou Sua essência. Vejam que nos exemplos abaixo em nenhum momento Jesus falou do Pentateuco.

 

No sermão conhecido como da montanha Jesus diz qual Lei vale para hoje.

Mt 7,12: ...desejais que os outros vos façam, fazei-o, vós também, a eles. Isto é a Lei e os Profetas.

 

Jesus falou para os fariseus sobre Mandamentos sem citar o Pentateuco;

Mt 22,37...Amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração, de toda tua alma e de todo teu espírito (Dt 6,5).

Mt 22,38 este é o maior e o primeiro mandamento.

Mt 22,39 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18).

Mt 22,40 toda a Lei e os Profetas dependem desses dois mandamentos.

 

Os princípios morais contidos nos Dez Mandamentos realmente não mudam. Contudo, esses princípios vêm de forma aprimorada no Novo Testamento.

 

(Católico)

“O Livro da Aliança que tratava de outros aspectos da lei e das ordenanças, foi depositado ao lado da arca. Mas os 10 Mandamentos foram armazenados dentro da própria arca.

Estes dez mandamentos se encerram em dois: Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo” (Mc 12, 29-31). Mais:

https://cleofas.com.br/a-arca-da-alianca/ acessado em 12/02/19.

 

1.9 - Lei Cerimonial.

(Adventista)

Por isso fica claro que as Leis que Jesus anulou na Cruz não foram as leis “Morais ou seja os 10 Mandamentos” Jesus apenas anulou as leis “Cerimoniais” que eram as leis feitas após o pecado.

As leis Morais foram escritas próprio Deus com seu dedo em duas tabuas de pedra que ficavam dentro da Arca da Aliança, para serem eternas e definem o que é ou não pecado.

Já as leis Cerimoniais são leis escritas pela mão de Moises e deixado do lado de fora da Arca da Aliança, para serem temporárias feitas para ensinar o homem como agir após o pecado ter ocorrido até que o verdadeiro cordeiro fosse morto para nos salvar pecado.

http://deusfaloucomigo.com.br/lei-moral-cerimonial.htm acessado em 12/02/19.

 

Perguntas para esse (ou essa) Adventista.- Levítico foi escrito como Dedo de Deus? Levítico ficava dentro da Arca? Porque o capítulo 11 não pode ser alterado?

Para os judeus era pecado comer alimento imundo, assim como também era pecado NÃO oferecerem o sacrifício.

 

A dita Lei Cerimonial é composta de duas partes: a dos sacrifícios e dos puros/impuros. Qualquer coisa ou pessoa era purificada através de sacrifício, de ritual ou simplesmente, até a tarde. Tudo isso “era uma só Lei”. Vou repetir “uma só” Lei.

Quando os filhos de Israel se tornavam Impuro, ofereciam animais em sacrifícios.

Quando eram coisas contaminadas, acontecia a descontaminação.

Porque seguir apenas a contaminação e deixar de lado a purificação?

 

Eles poderão dizer que essa é a Lei de Moisés...

Mas, veja no versículo primeiro desse capítulo de quem é a Lei.

Lv 15,1: “O Senhor falou a Moisés e Aarão:”

 

Quando foi escrito Levítico não existia capítulo, versículos, vírgula etc. Os capítulos 11 ao 15 (parte da Lei que no momento nos interessa) “era uma só” e “a mesma Lei”.

Dt 31,24: Quando Moisés acabou de escrever todo o texto dessa lei,

Dt 31,26: Tomai este livro da lei e colocai-o ao lado da arca da aliança do Senhor...

 

Apesar de não existir na Bíblia divisão de Lei, não é errado seguir essa metodologia, desde que seja somente para estudo e que saibam que este recurso é humano e não Divino.

Pergunto: Por que a bíblia não menciona Lei Moral, Lei Cerimonial etc?

-Não matar é Lei Moral ou Cerimonial? João diz que foi Moisés, portanto é cerimonial ???

Vou repetir! Não matar é moral ou cerimonial?

Resposta – Os judeus não faziam distinção da Lei de Deus. A distinção Moral ou Cerimonial é uma invenção recente e humana.

Vemos que o Mandamento "NÃO MATARÁS" (Ex 20,13) é tratada como Lei de Moisés, no entanto, essa Lei consta no Decálogo. E daí ???

Jo 7,19: Moisés não vos deu a Lei? ... Por que procurais matar-me?”

1.10 - Os judeus não faziam distinção da Lei.

A Lei para o judeu incluía a que HOJE entendem (Eles) por moral, cerimonial etc.

Quando o doutor da lei indagou; “Mt 22,36: mestre, qual é o maior mandamento da lei?”

Mt 22,37: “respondeu Jesus: Amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração... (Dt 6,5).”

-O doutor da Lei não especificou se era “Moral ou Cerimonial”.

-Jesus não perguntou QUAL LEI? Isso mostra que para o judeu a “Lei” era uma só.

 

Gl 3,10:... “Maldito quem não praticar permanentemente todas as prescrições do livro da Lei”.

Epa! Epa! Epa! “todas as prescrições do livro da Lei”, Paulo aludindo Dt 27,26, aponta para uma Lei indivisível. Não existem “livros da Lei” ou “Lei Moral etc”.

Dt 27,26: Maldito quem não mantiver as palavras “da Lei” ... (Qual Lei, moral, cerimonial ou???)

 

Em Levítico temos Leis Moral e Cerimonial misturadas, sabe por quê?

- Porque para os judeus não havia separação de Leis.

Lv 19,4: não vos volteis para ídolos,... (Ex 20,1-5) “Lei Moral”

Lv 19,5: quando oferecerdes ao Senhor um sacrifício... (Lv 19,5-8) “Lei Cerimonial”

 

Também temos no Novo Testamento Leis Cerimoniais apresentadas como Moral.

Lc 2,23: conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor”. (Ex 13,2 - todo primogênito será meu/consagração)

Lc 2,24: Para tanto, deviam oferecer em sacrifício um par de rolas... está escrito na Lei do Senhor. (Lv 12,8 duas rolas e dois pombinhos/sacrifícios)

 

1.11 - Festa das Tendas Lv 23,33-36; Dt 16,13-17.

NE 8,18: ... leitura da lei de Deus

Leitura da Lei de Deus ou de Moisés???

(Tabernáculos - Santuário portátil dos hebreus que levavam durante a peregrinação pelo deserto)

 

1.12 - Dias de Festa 2Crônicas 31,3;Esdras 3,2.

IICr 31,3: ... para os holocaustos,... das ... Lei do Senhor.

Esd 3,2 ...apresentar “holocaustos” ... na Lei de Moisés.

 

Em II Crônicas 31,3 diz que holocaustos é Lei do Senhor;

Em Esdras 3,2 diz que holocaustos é Lei de Moisés; E daí? É do Senhor ou é de Moisés?

-Tenha sempre em mente que os judeus não faziam a divisão de Lei.

 

1.13 - Luas Novas 2Crônicas 31,3.

Se luas novas é cerimonial, porque está prescrito na Lei do Senhor?

2Cr 31,3: ... das luas-novas... está prescrito na Lei do Senhor.

 

1.14 - Quais Mandamentos?

O jovem queria saber quais Mandamentos deveria observar.

Jesus respondeu: (Mt 19,18-19)

-Não matarás,

-não cometerás adultério,

-não furtarás,

-não dirás falso testemunho,

-honra teu pai e tua mãe,

-amarás teu próximo como a ti mesmo.

 

E as Leis de Levítico e Deuteronômio? ? ? ?

 

O fariseu pergunta a Jesus.

Mt 22, 36 - Mestre, qual é o maior mandamento da lei?

A pergunta é porque os fariseus contavam mais de 600 preceitos na Lei. Jesus responde combinando Dt 6,5 (amarás o Senhor teu Deus...) com Lv 19,18 (amarás o teu próximo...).

 

Mesmo sabendo da intenção de fariseu, respondeu: desses dois mandamentos dependem toda Lei e os Profetas (Mt 22,40). Não falou nadinha das leis de pureza (Lv e Dt). Não falou nadinha do Decálogo.

Isto é um sinal que Jesus já estava aperfeiçoando o Velho Testamento.

“Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição” (Mt 5,17).

 

Pelo que foi dito, as Leis de Levítico, Deuteronômio ou Dez Mandamentos não servem para justificar ações presentes. Então poderíamos parar por aqui, mas,

 

C o n t i n u a m o s ...

 

1.15 - Atos 10,11-16 (A visão de Pedro).

(11) Viu o céu aberto e algo como um grande pano ser baixado pelas quatro pontas para a terra. (12) Dentro do pano havia toda espécie de quadrúpedes e répteis da terra e de aves do céu. (13) E uma voz lhe disse: “Levanta-te, Pedro, mata e come!” (14) Mas Pedro respondeu: “De modo algum, Senhor! Nunca comi coisa profana ou impura”.

(15) A voz lhe falou pela segunda vez: “Não chames de impuro o que Deus tornou puro”. (16) Isso se repetiu por três vezes. Depois, o objeto foi imediatamente recolhido ao céu.

 

Alguns alegam que a visão de Pedro diz que acabou com a restrição alimentar de Levítico. Essas pessoas, católicos ou não, concentram o entendimento no versículo 15 e não deram continuidade no contexto.

Por exemplo, At 10, 34 “Então, Pedro tomou a palavra: De fato, disse, estou compreendendo que Deus não faz discriminação entre as pessoas.”

At 10, 44 “Pedro estava ainda falando, quando o Espírito Santo desceu sobre todos os que estavam escutando a palavra.”

 

Com isso vimos que a visão de Pedro não se referia a alimentos, mas sim aos gentios.

De fato, a visão não dá dúvida, refere-se aos gentios e não as Leis alimentícias de Levítico.

 

Contudo, as entrelinhas...

 

Pedro era um judeu com preconceito e discriminação quanto ao puro e impuro, e até mesmo com gentios. Até aquele momento não tinha comido coisa profana (v.14), mesmo que há muito tempo, já havia sido liberada essa alimentação. Vi nas entrelinhas que Pedro nunca comeu e “nem iria comer”.

Por outro lado, se era tão repulsivo ao puro e impuro, por que ficara hospedado numa que casa que o anfitrião frequentemente ficava impuro?

Para evitar lugar impuro, podia simplesmente ficar hospedado com um dos seis irmãos que o acompanhou até Cesareia (At 11,12).

 

Por que Pedro ficara na casa de um curtidor?

 

Curtir era um trabalho considerado impuro e degradante. O processo era malcheiroso. O curtidor sempre estava em contato com couro de animal morto, o que significava em sentido cerimonial, estar sempre impuro.

Nessa altura dos acontecimentos, Pedro já estava reconhecendo que Cristo tinha acabado com leis da pureza.

 

Não concorda?

Explica por que de Pedro hospedar-se num local onde “frequentemente” se tornava impuro?

 

Pedro recebeu os enviados pelo centurião Cornélio (At. 10,23), no dia seguinte foram para Cesareia. De Jope a Cesareia, imagino o pensamento de Pedro; “iria, mas não comeria nenhum animal impuro mostrado na visão.

Come quem quiser, ninguém é obrigado. Em todo o trajeto seu pensamento deve ter sido, “não como, não como e não como.”

Pedro ainda não estava liberto de seus preconceitos, e talvez nunca tenha se libertado, nunca vou comer, nunca vou comer, nunca vou comer!

 

Aí entrou em cena a pedagogia de Deus. Quando chegou em Cesareia, Pedro viu que a visão não se referia aos alimentos impuros, mas sim aos gentios (não judeus).

Foi preciso que Deus desse um choque em Pedro para que seu coração amolecesse.

Por certo, Pedro teria recusado atender aos gentios se não tivesse acontecido a visão.

 

Antes desse episódio:

At 10, 28 e disse-lhes: “Vós bem sabeis que a um judeu é proibido relacionar-se com um estrangeiro ou entrar em sua casa. Ora,...”

Depois desse episódio:

At 10, 44 Pedro estava ainda falando, quando o Espírito Santo desceu sobre todos os que estavam escutando a palavra.

 

Cornélio, parentes e amigos são incorporados à comunidade cristã. Um passo fundamental foi dado na história nascente da Igreja. Não existe mais a distinção: eu judeu, tu pagão.

 

Paulo afirma e ratifica a não existência de Impuro.

Rm 14,14 “14 Sei e estou convencido no Senhor Jesus: nada é impuro por si mesmo...”

Rm,14,15: ora, se por uma questão de comida entristeces o teu irmão, já não vives segundo a caridade. Pela comida não causes a perdição daquele por quem Cristo morreu!

 

“Ora” é uma conclusão do versículo anterior. Primeiro Paulo explica que a lei do puro/impuro já acabou e ratifica; devemos NÃO comer alimentos que eram tidos como impuros somente por CARIDADE e não por ser pecaminoso.

 

Paulo demonstrava que essa impureza da lei de Moisés estava sem validade.

 

Na Lei de Moisés há uma distinção entre alimentos puros e impuros.

Para o cristianismo tal distinção não tem mais nenhum valor.

-0-

 

...É a maneira mais comum de alguém ter vermes na cabeça. Por exemplo: quando uma cozinheira de lanchonete vai ao banheiro, não lava bem as mãos e volta a fazer sanduíches; ou quando colonos plantam alface usando esterco de porcos contaminados, ou mesmo esterco humano. Nesta situação, teremos filhotes de tênia livres no aparelho digestivo. Mais:

http://www.dimpna.com/2015/11/11/pequenos-vermes-na-cabeca-uma-nova-doenca-velha-solitaria-teniase-ou-cisticercose/ acesso 04/03/19.

 

1.16 - Gênesis 9,4 (Sangue).

(4) - Todavia, não comereis a carne com vida, isto é, o seu sangue.

 

Carne sem sangue também está no 1º Concílio da Igreja. “... abster-se de carnes imoladas aos ídolos, de sangue, de carnes sufocadas e de uniões ilícitas” (At 21,25).

Quanto aconteceu o 1º Concílio (devido circuncisão) cap. 15 de Atos, há 3 décadas, já estava aperfeiçoado a Lei do Puro/Impuro, tanto que é que na carta levada aos cristãos de origem pagã Atos 15,23ss não foi falado nada, nadinha mesmo, sobre consumo de alimentos impuros.

 

O Sangue era dado para expiação dos pecados do ser humano (Lv 17,11).

Lv 17,11: Porque a vida de um ser vivo está no sangue, e eu vos mandei pôr o sangue sobre o altar para expiar por vossas vidas, pois é o sangue que faz a expiação pela vida.

 

Após o sacrifico de Cristo, não existe mais o sistema sacrificial usando animais.

 

(Católico)

“...Esta disciplina foi ainda mantida por um curto intervalo de tempo na Igreja Primitiva para proteger os recém-convertidos de algum escândalo, mas não era associada ao conhecimento teológico da graça. Tomadas dentro do contexto, percebemos que o consumo do sangue não é proibido, e além disso, é necessário para a Eucaristia.” Mais:

https://www.veritatis.com.br/a-proibicao-biblica-de-comer-sangue-como-se-explica/ acesso 16/11/18.

 

É medida focando as principais divergências entre judeus convertidos e gentios, sem duração no tempo.

Jesus já havia mandado comer Sua carne e beber Seu SANGUE, literalmente comer e beber.

-0-

 

Técnica brasileira visa transplante de órgãos de porcos para humanos

A possibilidade de reduzir a fila de transplante de órgãos no Brasil pode se tornar uma realidade.

A iniciativa foi apresentada no primeiro dia da FAPESP Week London, que ocorre de 11 a 12 de fevereiro de 2019. Mais:

https://exame.abril.com.br/ciencia/tecnica-brasileira-visa-transplante-de-orgaos-de-porcos-para-humanos/ acesso 04/03/19.

 

1.17 – Deuteronômio 14,8 (Porco impuro/não rumina).

(8) - O porco, que tem casco fendido mas não rumina, é impuro para vós. Não comereis sua carne nem tocareis os seus cadáveres.

 

Na Nova Aliança não é preciso preocupar-se com isso, visto que em Jesus obtivemos a completa liberdade em relação à nossa maneira de viver e exprimir as relações com Deus, com os semelhantes e com a criação.

 

(Católico)

...Cristo falou: ‘Eis que eu faço novas todas as coisas’ (Ap 21,5). Ora, na criação renovada em Cristo, já não há lugar para afirmar que alguma coisa é impura. Isso seria diminuir a obra de Cristo, seria afirmar que algo na criação ficou fora da sua salvação, da força da sua cruz!

Não foi somente um ou outro ponto que Jesus aboliu na Lei de Moisés. É toda a Lei de Moisés que, com Jesus, está superada! Atenção: superada, não abolida!

Compreendamos. São Paulo diz que a Lei era nossa pedagoga, isto é, nos preparava para o Cristo. Agora que o Cristo chegou, ela não tem mais utilidade (cf. Gl 3,24). Como o pedagogo levava a criança até a escola e a deixava lá, assim, a Lei conduziu o povo de Israel a Cristo. Tudo quanto ela prometera, cumpriu-se em Cristo. Ela já não tem mais utilidade. Veja bem: ela não passou, não foi anulada, não caiu de podre! Ela foi cumprida, isto é, realizada plenamente e, por isso mesmo, não tem mais utilidade.

Exemplos? Eis alguns:

-a travessia do povo no deserto, cumpriu-se na travessia da Igreja pelo deserto do mundo,

-o maná cumpriu-se na Eucaristia,

-a travessia do Mar Vermelho cumpriu-se no Batismo,

-Jerusalém, o povo de Israel, Sião, cumpriram-se na Igreja,

-Adão, Isaac, Davi cumpriram-se em Jesus,

-o sábado cumpriu-se no domingo,

-a serpente do deserto cumpriu-se no Cristo crucificado,

-os dez mandamentos cumpriram-se na nova lei, que é o Espírito Santo de Amor...

 

Quando as seitas protestantes pentecostais ficam tomando preceitos do Antigo Testamento, como a questão de imagens, de guardar o sábado, de não fazer transfusão de sangue, de batizar nas águas e de outras coisas, elas, no fundo estão negando que Cristo cumpriu a Lei!

Não devais nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o outro, cumpriu a Lei. Portanto, a caridade (= o amor) é a plenitude da Lei (Rm 13,8-10). Mais:

https://www.icatolica.com/2015/03/alimentos-puros-e-impuros.html#more acesso em 16/11/18.

 

 

Não existem relatos de infarto nos Estados Unidos até 1911, quando se utilizava apenas a banha de porco – foi a partir dessa época que os óleos vegetais começaram a entrar na alimentação do país. Mais:

https://www.dicasdemulher.com.br/banha-de-porco/ acesso 04/03/19.

-0-

 

Dezoito pessoas que sofrem de Parkinson, doença que provoca tremores incontroláveis e é causada pela falta do neurotransmissor dopamina, receberam injeções de células suínas no cérebro. Mais:

https://super.abril.com.br/ciencia/idosos-recebem-celulas-de-porco-no-cerebro/ acesso 04/03/19.

 

1.18 - Levítico 11,7-8 (Porco impuro/não rumina).

(7) o porco, que tem o casco partido, fendido em duas unhas, mas não rumina, será impuro para vós.

(8) Não deveis comer carne alguma deles, nem tocar os cadáveres; são impuros para vós.

 

(Adventista)

“O uso da carne de porco é contrário a ordem expressa dada por Deus, não porque Ele desejasse manifestar especialmente Sua autoridade, mas porque ela seria nociva aos que a comessem. Mais:

http://grupovirtualadv.blogspot.com/2011/02/por-que-nao-devemos-comer-carne-de.html acesso 20/02/019.

 

Eles “acham” que Cristo levou à perfeição apenas parte da Lei. Mas estão enganados, a Lei foi aperfeiçoada por inteiro (Mt 5,17).

Segundo eles Cristo NÃO revogou a Lei alimentícia por que é Lei de Deus.

 

Só que quem comesse ou tocasse no porco (e outros tipos de impureza) se tornava impuro e TINHA UM RITO PARA CUMPRIR. Não consigo entender, porque eles acham que a Lei sobre contaminação é Lei de Deus e a Lei da purificação é de Moisés.

Estranho, pois para os judeus tudo era a mesma Lei.

 

Para os judeus, os impuros estavam em situação de pecado e teriam que ser purificados.

-0-

 

Vocês que defendem a restrição dada por Deus aos israelitas por meio de Moisés, porque não circuncidam seus filhos? Era uma ordem dada também por Deus. Mais:

http://reformadesaude.blogspot.com/2006/01/carne-suna-tornou-se-saudvel.html acessado em 15/11/18.

1.19 - Isaías 65,3-5; 66,17(Os que comem carne de porco serão consumidos).

(Evangélico)

A Bíblia diz que é pecado comer carne de porco. Aliás, não só porco, mas também ... Veja um dos trechos que nos proíbem de comer carne de porco:...

"Estendi as minhas mãos... come carne de porco e tem caldo de coisas abomináveis nos seus vasos" (Isaías 65,2-4; Almeida Corrigida e Fiel). Mais:

https://www.ensinamentosdabiblia.com/2013/03/pecado-comer-carne-de-porco.html acesso em 190219.

(Assembleia de Deus)

“Os que se santificam e se purificam nos jardins uns após outros, os que comem carne de porco, e a abominação, e o rato juntamente serão consumidos, diz o Senhor” (Is 66.17; v. 65.4). Mais:

http://jfcestudosbiblicos.blogspot.com/2010/05/e-pecado-comer-carne-de-porco.html acesso 20/02/19.

(Católico)

Com efeito; os pagãos comiam carne de porco e ...ofereciam em seu culto sangue de porco; cf. Is 66,3. Mais: https://cleofas.com.br/necromancia-e-contaminacao/ acesso em 20/02/19.

 

Os que usam Isaías para justificar suas ideias com relação ao consumo de carne de porco estão errados. Usam texto fora do contexto.

O contexto: Deus respondendo a pergunta do Profeta faz referência a diversas práticas idólatras (65,3-5).

65,3 – Sacrificam nos jardins.

65,3 – Em cima de tijolos (Ex 20,24 proíbe essa prática).

65,4 – Instalam em túmulos (necromancia).

65, 4 – passam a noite em antros (dormir nos templos para conhecer futuro por sonhos).

65, 4 - Comem carne de porco (alusão ao Lv 11,7).

65, 5 - Mantém te a distância (acreditava possuir Santidade e poderia transmitir a outrem - até a Deus)

 

A Pena para Isaías 65,3-5 é: (não é para quem comer porco, e sim, usar porco em culto idólatra.)

Is 65,11:... que haveis esquecido meu monte santo, que preparais a mesa para Gad, e encheis a taça de vinho aromatizado para Meni, - Is,65,12: à espada eu vos destino, todos vós vos curvareis para serdes degolados,...

 

Com o advento do Messias, o porco não é mais impuro.

 

Qual a pena para levítico 11,7???? - Ver práticas pagãs em Israel Ez 8,5-18.

 

Lembre-se, porco não é porco, porco é o tratador!

 

Bem, não é pecado comer animais que para nós é repugnante, nojento ou horroroso. Afinal o gosto é diferente de pessoas para pessoas.

Que seria do vermelho se todos gostassem do amarelo?

Tudo, repugnante, nojento, horroroso ou venenoso etc. foi criado por Deus.

Veja sob outra ótica: “cada macaco no seu galho”. “Eram muito boas” para a finalidade criada, na falta de habitat vem para as cidades.

Então podemos comer ratos...?

Respondo com pergunta; então podemos comer erva venenosa? (Gn 9,3) “ ...bem como a erva que amadurece; eu vos dou tudo”.

“Eu vos dou tudo” estão excluídas as venenosas? O mesmo princípio tem que ser aplicado em ratos, cobras, baratas etc.

Bem, se os alimentos repugnantes fizer parte da cultura, se tiver estômago, pode comer, não será pecado. Evidentemente, desde que não seja nocivo à saúde.

 

-Se quiser comer aranha não será pecado; ou tomar café feito de fezes também não será pecado: Gn 1,31

“Duas mulheres tentam atrair clientes para comprar aranhas grelhadas gigantes, um prato muito popular na Cambodja, estas aranhas são comidas como lanche a qualquer hora do dia” http://terror666-13.blogspot.com/2011/06/os-5-pratos-mais-repugnantes-do-mundo.html acessado em 07/11/18.

 

-Se quiser comer insetos ou larvas não será pecado. (veja no site abaixo)

https://cozinheiromexicano.wordpress.com/gafanhoto-larvas-e-outras-variedades-comestiveis/ acessado em 07/11/18.

-Se quiser comer maria fedida não será pecado.

...conhecidos como maria-fedida ou fede-fede são consumidos em toda a Ásia, África e em lugares da América do Sul. Estes insetos são uma rica fonte de nutrientes importantes, incluindo proteínas, ferro, potássio e fósforo. https://hypescience.com/7-insetos-que-voce-vai-comer-no-futuro/ acessado em 07/11/18.

-Se quiser comer gafanhoto não será pecado.

O gafanhoto é um alimento puro Lv 11,22. É consumido em vários países. Na China são vendidos em espetinho. http://telahebraica.blogspot.com/2009/11/gafanhoto-comestivel.html Acessado em 07/11/18.

Mc 1,6: João ...alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre.

 

Em Mateus 19,18-19 o jovem rico pergunta “quais” Mandamentos deveria observar. Porque Jesus não falou de Levítico e Deuteronômio?

 

(Adventista)

O Cisticerco, responsável pela segunda doença infecciosa mais disseminada pelo suíno, é adquirido pelos porcos no meio ambiente, mais especificamente no solo; o parasita só se desenvolve nos suínos e nos bovinos, sendo que nesta última a infestação não alcança o cérebro do hospedeiro humano mas só o intestino. A Cisticercose é causada pelo parasita Taenia solium e é transmitida aos humanos nos tecidos musculares do animal; a doença bovina é causada pelo parasita Taenia saginata e é uma infestação restrita ao intestino. Mais:

http://reformadesaude.blogspot.com/2006/01/carne-suna-tornou-se-saudvel.html acesso 05/03/19.

 

Mary disse... (comentário completo no site)

Deixa eu explicar: A cisticercose é adquirida pela ingestão de cisticercos que vão para as fezes do animal, estes dejetos se não tiverem manejo adequado, vão parar em rios, lagos, etc, que posteriormente servirão para aguar PLANTAS< HORTALIÇAS, que na hora do consumo, se não forem bem lavadas, conterão os mesmos!

Viver no campo e vir para confinamento, só se for na tua terra, os nossos aqui, nascem e são abatidos confinados.

http://reformadesaude.blogspot.com/2006/01/carne-suna-tornou-se-saudvel.html acesso 05/03/19.

 

1.20- II Coríntios 6,17 (Sai dessa/impuro).

2Cor 6,17: portanto, saí do meio deles e separai-vos, diz o Senhor. Não toqueis no que é impuro, e vos receberei.

 

(Evangélico)

Quais foram as recomendações do apóstolo Paulo a igreja de Corinto em relação as coisas imundas?

Sai do meio deles e não tocar nada imundo e eu vos receberei. E eu serei para vós Pai e vós sereis...Mais:

https://luizgregoriogomes.wordpress.com/2005/11/23/animais-limpos-e-imundos/ acesso 21/02/19.

 

(Evangélico)

Quando a lei de Moisés falava que algo era imundo, muitas vezes (senão todas) estava apenas dizendo que era algo sujo do ponto de vista físico.

Como na época as pessoas não tinham o conhecimento científico que temos hoje, Deus colocou leis de higiene dentre as leis de Moisés, para que o povo pudesse viver de forma mais saudável.

Assim, a lei chamava a carne de porco e de outros animais de imunda, ao mesmo tempo em que dizia que uma pessoa ficava imunda após fazer sexo. Mais:

https://www.robertosoares.com/e-pecado-comer-carne-de-porco/#.XG7_BaJKjcs acesso em 21/02/19.

 

Existem aqueles que citam 2 Cor 6,17 tentando provar que as carnes tidas por imundas no Antigo Testamento não podem ser consumidas pelos cristãos.

Preste atenção, esta passagem não está tratando da proibição alimentícia de Levítico.

No primeiro livro de Coríntios, já percebemos o “desligamento” das Leis alimentícias (1Cor 6,12). O cristão deverá saber o que está de acordo com a vida nova transformada pelo Espírito. Resta perguntar como fica a proibição alimentícia de Levítico dentro do contexto 1 Cor 6,12.

1Cor 6,12: “a mim tudo é permitido, mas nem tudo me convém”, a mim tudo é permitido, mas não me deixarei dominar por coisa alguma.

 

Referindo a carne oferecido aos ídolos Paulo diz que tanto faz comer ou não comer; note bem, não diz que é pecado comer. Podemos comer essa carne como qualquer outra, só que devemos ter cuidado para não ser motivo de queda para o irmão.

1Cor 8,8: não é, entretanto, a comida que nos torna agradáveis a Deus: comendo, não ganhamos nada,...

 

Para quem não come Porco Paulo diz que “não é a comida que nos torna agradáveis a Deus”.

 

No segundo livro, Paulo está convidando os coríntios separar-se dos pagãos. II Cor 6,17 “...Não toqueis em nada de impuro. E eu vos acolherei.”

Nos versículos anteriores vemos a incompatibilidade entre a justiça e iniquidade; Cristo e Belial; o fiel e o infiel etc.

2Cor 6,14: não vos atreleis ao mesmo jugo com os infiéis! Pois que afinidade poderia existir entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão entre a luz e as trevas?

Paulo está sendo bastante rigoroso em seus conselhos. Se os cristãos recém-convertidos permanecem em estreito contato com os pagãos, correm o perigo de recair no paganismo.

 

Vou repetir: 2 Cor 6,17 não trata de comidas impuras.

2Cor 6,17: ...: “Saí dessas coisas e ..., não toqueis em nada de impuro, e eu vos acolherei. (alusão ao Is 52,11)

 

Sai dessa povo meu.

-0-

 

Paulo Albuquerque Filho - O pacú é um peixe de escama que até de merda se alimenta, ja o pintado é um peixe de couro que se alimenta única e exclusivamente de outros peixes vivos? Qual é o mais impuro?

Fonte: http://abiblia.org/ver.php?id=2822 acesso em 05/03/19.

 

1.21 - Atos 15,1-29 (Concílio de Jerusalém).

At 15,1... “Se não fordes circuncidados,...”.

At 15,5 Alguns da seita dos fariseus, ... dizendo que era preciso circuncidar os pagãos...

At 15,7 Depois de longa discussão,...

At 15,23 ... “Nós, os apóstolos e os anciãos, vossos irmãos, saudamos os irmãos vindos do paganismo...

At 15,28 Pois decidimos, o Espírito Santo e nós, não vos impor nenhum fardo, além destas coisas indispensáveis:

At 15,29 abster-se de carnes sacrificadas aos ídolos, do sangue, das carnes de animais sufocados e das uniões ilícitas. Fareis bem se evitardes essas coisas. Saudações!”

 

(Católico)

Pode ser a Bíblia a única autoridade se mesmo para os apóstolos que escutaram todo o ensinamento a viva voz, foi ainda necessário um Concilio e um conselho...? Porque que Paulo mesmo cheio do Espirito Santo ...não buscou a resposta sozinho, mais antes foi escutar o que dizia a Igreja num conselho formado por homens ? Mais: Acesso

22/02/19. https://afeexplicada.wordpress.com/2011/10/30/o-concilio-de-jerusalem-e-a-autoridade-da-igreja/

 

(Católico)

O Concílio deliberou que aos gentios não fosse imposto nenhum peso “além destas coisas necessárias: que vos abstenhais das carnes imoladas aos ídolos, do sangue, das carnes sufocadas, e das uniões ilegítimas” (At 15,28-29).

O texto não menciona especificamente a carne de porco, mas o tema das regras de alimentação está implícito na discussão.

https://www.ofielcatolico.com.br/2005/11/cristao-pode-comer-carne-de-porco.html acesso 22/02/19.

 

Das quatro deliberações, três eram referentes alimentos. Mas de carne pura ou impura

não foi falado nada, nem mesmo do porco. Sabe por quê?

Porque há mais de 3 décadas já havia sido liberado o uso!

 

Os Apóstolos e anciãos sabiam que os gentios comiam carne de porco. Ou não sabiam?

 

Se gentios de Antioquia podiam comer, nós, gentios do Brasil também podemos comer. A proibição de comer carne de porco é uma das restrições que NÃO foi recomendada.

-0-

 

IMPORTÂNCIA DOS SUÍNOS

INSULINA - do pâncreas dos suínos se obtém Insulina. A Insulina é também produzida por engenharia genética, porém a um custo mais caro. Mais:

http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/saude-importancia-dos-suinos-em.html acesso 06/03/19.

 

1.22 - ICoríntios 8, 8.10.13 (alimento não aproxima nem separa de Deus).

(8) Uma questão de alimento não nos aproxima de Deus; se não o comermos, não teremos nada de menos e, se o comermos, não teremos nada a mais. (9) Mas tomai cuidado para que essa vossa liberdade não se torne ocasião de queda para os fracos. (10) Pois, se alguém que tem a consciência fraca te enxergar, a ti que tens conhecimento, comendo num templo de ídolo, será que sua consciência não será induzida a comer carne oferecida aos ídolos? (13) Por isso, se um alimento, a carne, por exemplo, é ocasião de queda para meu irmão, nunca mais comerei carne, para não fazer cair meu irmão.

 

(Adventista)

I Cor. 8 trata do mesmo assunto e a sua leitura nos é mais elucidativa sobre este problema. O ponto capital, tanto em Rom. 14 e I Cor. 8 é concluir que não havia mal nenhum em comer carne sacrificada aos ídolos, mas se isto escandalizasse os irmãos fracos era melhor evitar.

Paulo não visa com estes relatos, determinar que espécie de alimento deve ser ingerido pelos cristãos, como uma exegese errada poderia mostrar. O fulcro da questão nada tem a ver com regime alimentar como todos os comentaristas reconhecem, mas simplesmente um problema de consciência. Mais:

https://setimodia.wordpress.com/2011/05/30/duas-problematicas-declaracoes-em-marcos-715-e-19-a-classificacao-dos-animais-em-limpos-e-imundos-deixou-de-existir/ Acesso 22/02/19.

 

Não, Paulo não determina qual espécie de alimento “deve” ser ingerido, simplesmente disse que podemos participar de uma refeição num “templo de ídolo” (vers.10). E o que era servido numa refeição pagã?

 

O que os pagãos comiam: “Com efeito; os pagãos comiam carne de porco e ...ofereciam em seu culto sangue de porco; cf. Is 66,3.” Mais:

https://cleofas.com.br/necromancia-e-contaminacao/ acesso em 20/02/19.

 

“Existe um só Deus, portanto, as carnes sacrificadas aos ídolos são como outra carne qualquer e nada existe mal em comê-la. Entretanto, não se pode escandalizar aquele de consciência débil”.

 

Volto a dizer, os pagãos comiam e ofereciam carne impura aos ídolos e, no entanto Paulo diz que podemos fazer uso dela (Vers. 10).

-0-

 

IMPORTÂNCIA DOS SUÍNOS

A TIREOIDE do suíno - Usada em quem tem glândulas tireoides pouco ativas. Mais:

http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/saude-importancia-dos-suinos-em.html acesso 06/03/19.

 

1.23 - COLOSSENSES 2,16-17 (questão de comida ou bebida).

(16) Portanto, que ninguém vos condene por questões de comida ou bebida, de festa ou lua- nova ou sábado.

(17) Tudo isso é apenas sombra do que há de vir, mas o corpo é o de Cristo.

 

(Evangélico)

O trecho "ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber" não se refere ao consumo de carnes impuras, mas sim aos jejuns que acompanhavam alguns dias especiais da lei judaica. É bem provável que os judeus convertidos aos cristianismo julgavam os gentios convertidos por não cumprirem esses jejuns. Então Paulo esclareceu que ninguém deve julgar os gentios por causa desses jejuns. https://www.ensinamentosdabiblia.com/2013/03/pecado-comer-carne-de-porco.html acesso em 20/02/19.

 

Quando na mensagem bíblica exista ambiguidade, devemos recorrer ao contexto para uma correta interpretação. Não é o caso de Cl 2,16-17. Nos capítulos anteriores ou posteriores não se vê nenhuma menção ao “jejum judaico”. O site acima argumenta “É bem provável...”.

O provável em questão, prova que está agindo com o coração e não com a razão.

 

Esse trecho não se trata de jejum da lei judaica. O capítulo 2 de Colossenses trata-se da ameaça que o conhecimento de Cristo como Senhor sofria, agora, ameaçado por ideologias sincretistas. Paulo exorta-os para que vivam de acordo com os ensinamentos recebidos (Cl 2,6), depois os coloca em guarda contra as falsas especulações (Cl 2,8).

O que Paulo expõe no capítulo 2 de Colossenses não coincide com a doutrina dos judaizantes nem com nenhuma escola filosófica conhecida. Esta heresia misturava elementos pagãos, judaicos e cristãos. Agora, a realidade é Cristo.

São Paulo, dirigindo se aos coríntios, aconselha: “Comei de tudo o que se vende no açougue, sem indagar de coisa alguma por motivo de consciência (1 Cor 10,25). Do mesmo modo, aos Colossenses: “Ninguém … vos critique por causa de comida ou bebida...” (Cl 2,16-17).

1Cor 10,25: “podeis comer de tudo o que se vende no mercado,...”

Paulo esclarece que a lei de Moisés foi cravada na cruz, isto é, abolida (Cl 2.14), não havendo, pois, motivo para sermos julgados pelo que comemos ou bebemos, pelos dias de festa, de lua nova, ou dos sábados (v.16).

Cl 2,14: Deus anulou o documento que,..., nos era contrário e o eliminou, cravando-o na cruz;

 

A ordem para não comer certos alimentos é uma doutrina de demônios (1 Tm 4,1-5) ...

1Tm 4,1: ..., alguns renegarão a fé e se apegarão a embusteiros e a doutrinas diabólicas.

1Tm 4,3: proíbem o matrimônio e o uso de certos alimentos que, no entanto, foram criados por Deus para serem tomados com ação...

-0-

 

IMPORTÂNCIA DOS SUÍNOS

Do intestino do suíno obtém HEPARINA – anticoagulante - usada em trombose. Mais:

http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/saude-importancia-dos-suinos-em.html acesso 06/03/19.

 

1.24 – Marcos 7,1-5.15-19/Mateus 15,11 -20 (comer com mãos sujas).

(Adventista)

Primeiro: Isto que Jesus contou é uma parábola. Sabemos que este tipo de narração não deve ser considerado uma doutrina, pois, uma história fictícia é utilizada apenas para ilustrar a fim de se transmitir uma lição moral e/ou espiritual;

Segundo: Cristo não poderia estar falando dos alimentos considerados imundos, sendo que eram judeus quem estavam presentes. De modo algum haveria na mesa deles algum tipo de carne imunda para o Salvador estivesse tratando do assunto;

Terceiro: Jesus tinha outro propósito ao mencionar esta parábola: “Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem. Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina”. Mateus 15:18-20.

http://novotempo.com/namiradaverdade/o-que-entra-pela-boca-nao-contamina-o-homem-mateus-1511-e-marcos-715/ acesso 240219.

 

O episódio de “comer com mãos sujas” é narrado por Marcos e Mateus.

 

Marcos capítulo 7.

Mc 7,1: Os fariseus e alguns escribas vindos de Jerusalém ajuntaram-se em torno de Jesus.

Mc 7,2: Eles perceberam que alguns dos seus discípulos comiam com as mãos impuras – isto é, sem lavá-las.

Mc 7,5: Os fariseus e os escribas perguntaram a Jesus: “Por que os teus discípulos não seguem a tradição dos antigos, mas tomam a refeição com as mãos impuras?”

 

Jesus responde recorrendo à Escritura – honra-me somente com os lábios (Marcos 7,6-8) e fatos da vida cotidiana – honrar pai e mãe (Marcos 7,9-13).

Os crentes haviam se dispersado (Marcos 7,14), mas Jesus chama-os e diz: Nada há de fora que possa manchar o homem; o que sai é que mancha, Marcos 7,15. (primeira vez da dispersão-Mt 15,10/Mc 7,14)

 

Depois desse esclarecimento, deixou o povo e “entrou” em casa, nessa altura, os discípulos indagaram sobre a parábola, Marcos 7,17. (segunda vez da dispersão- Mt 15,12/Mc 7,17)

 

 

No versículo 18, Jesus respondeu “Sois também vós assim ignorantes?” - E continua; “tudo o que de fora entra no homem não o pode tornar impuro,

Marcos 7,19 - por que não lhe entra no coração mas em seu estômago vai para a privada. Assim Ele declarava puros todos os alimentos.

Marcos 7,20 – Ora, o que sai do homem, isso é que mancha o homem.

 

Em seguida Jesus explica o que mancha o homem é: roubos, assassinatos etc (Marcos 7,21-23).

 

O Site Adventista disse que é uma história fictícia (parábola) e serve apenas para transmitir uma lição moral e ou espiritual. Não deve ser considerada uma doutrina.

 

-Mas, vocês não podem adequar a Lei (N.T.) à doutrina, é o contrário, a doutrina é que deve se adequar à Lei (N.T.).

 

Preste atenção, atenção, atenção; não estavam mais em ambiente de refeição; estavam em ambiente de catequese e fora da casa (Marcos 7,14) – os crentes haviam se dispersado, Jesus reuniu o povo e catequisou; “...o que sai do homem é o que mancha...” (Marcos 7,15).

Notar que quando terminou a catequese, Jesus “deixou” o povo e entrou na casa.

 

Nessa altura surgiu a dúvida sobre a parábola.

Jesus explica a parábola: - em outras palavras – Tudo que vai para a privada não mancha o homem. E assim declarou puros TODOS os alimentos (Marcos 7,19).

 

“De modo algum haveria na mesa deles...” (site Adventista-novotempo). – Só que não tinha mesa. Não era refeição. Não estavam nem mesmo dentro da casa. Na primeira vez que Jesus disse que os alimentos são puros (Mc 7,15) os crentes haviam se dispersado. Na segunda vez falou dentro da casa para os discípulos (Mc 7,18). Em ambos os casos não estavam mais em ambiente de refeição!

 

Errados, errados, errados; alimentos tornavam, mas agora não torna mais uma pessoa impura.

O que torna impuro é os treze vícios que Marcos apresenta (7, 21-23). Em nenhum momento Marcos diz tal e tal alimento torna o homem impuro. Sabe por quê? – Porque não somos Igreja Judaica.

 

Nos vícios que Marcos falou consta comida impura?

 

Lucas corrobora com Marcos 7,19 “Assim Ele declarava puros todos os alimentos”. Vejamos:

Os 72 discípulos narrados por Lucas 10,1-11, são enviados as nações PAGÃS. Nas nações pagãs haviam alimentos considerados (V.T.) Puros e Impuros. E o que eles deveriam comer?

 

Lc 10,7: permanecei naquela mesma casa; comei e bebei do que tiverem,...

 

Os 72 discípulos comeram muitos alimentos que hoje Eles classificam de impuros.

Em obediência ao Senhor hoje comemos alimentos que Eles classificam de impuros.

 

Mateus capítulo 15.

Mt 15,1: alguns fariseus e escribas vindos de Jerusalém dirigiram-se a Jesus perguntando:

Mt 15,2: ”... os teus discípulos desobedecem à tradição dos antigos? Eles não lavam as mãos quando vão comer!”

 

Jesus responde recorrendo a fatos cotidiano – honrar pai e mãe (Mateus 15,3-6) e à Escritura – honra-me somente com lábios (Mateus 15,7-9).

 

Os crentes haviam se dispersado (Mateus 15,10), mas Jesus chama-os e diz: Nada há de fora que possa manchar o homem; o que sai é que mancha (Mateus 15, 11).

(primeira vez da dispersão-Mt 15,10/Mc 7,14)

(segunda vez da dispersão- Mt 15,12/Mc 7,17)

Depois que os fariseus se escandalizaram, dirigindo aos discípulos diz: (Mt 15,17) em outras palavras, “o que vai para a privada não mancha o homem”.

 

Mt 15, 12 - Os fariseus se escandalizaram com o ensinamento de Jesus.

Os fariseus ficaram escandalizados, sabe por quê?

É porque Jesus vinha aperfeiçoar a Lei do puro e impuro. Eles entendiam literalmente Marcos 7,19 “... ele declarava puros todos os alimentos...”

 

Antes desse acontecimento, Jesus ao inocentar os discípulos (Mateus 12,3 – colher aos sábados) deu sinal que não estamos mais sujeitos ao V.T. Para tanto, cita passagem que Davi e companheiros comeram pão ilícito (1Sm 21,3-5).

 

Jesus respondeu: “Nunca lestes o que fez Davi, quando ele teve fome e seus companheiros...? (Mt 12,3)

 

O escândalo não é porque Jesus aperfeiçoou a Lei de Moisés, afinal as regras e costumes transmitidos pelos antigos, foram anexados a lei mosaica pelos escribas para melhor guardá-las. É porque vinha aperfeiçoar a Lei do puro e impuro do “próprio” Deus. Eles entendiam literalmente Marcos 7,19 “... ele declarava puros todos os alimentos...”

 

Jesus vai ao cerne da questão; verdadeiramente o que contamina ou não uma pessoa não é a espécie de alimento que entra pela boca, mas o que sai do seu coração e se traduz em ações.

 

Em nenhum instante Jesus falou que comer tal comida se torna impuro.

-0-

 

IMPORTÂNCIA DOS SUÍNOS

HEMOGLOBINA //de suínos pode ser estocado por meses – humanos é estocado por poucas semanas. Mais: http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/saude-importancia-dos-suinos-em.html acesso 06/03/19.

 

1.25 - I Timóteo 4,1-5 (não rejeitar coisa alguma que se usa com ação de graça).

(1) O Espírito diz claramente que, nos últimos tempos, alguns renegarão a fé e se apegarão a embusteiros e a doutrinas diabólicas, (2) deixando-se iludir por pessoas falsas e mentirosas, com a consciência marcada por ferro em brasa. (3) Proíbem o matrimônio e o uso de certos alimentos que, no entanto, foram criados por Deus para serem tomados com ação de graças pelos fiéis e por aqueles que chegaram ao conhecimento da verdade. (4) Pois toda criatura de Deus é boa, e não se deve rejeitar coisa alguma que se usa com ação de graças. (5) Com efeito, essas coisas são santificadas pela palavra de Deus e pela oração.

 

(Adventista)

É muito comum algumas pessoas se apegarem a esta passagem da Bíblia para justificarem o fato de que, segundo elas, a "nova aliança" (ou "dispensação" para os mais "chiques") não exige mais obediência aos princípios alimentares do Antigo Testamento (cf. Lev. 11).

Alimentos declarados como imundos na Bíblia são purificados pela oração? Mais:

http://prgilsonmedeiros.blogspot.com/2008/12/orar-por-alimentos-imundos-1tim-41-5.html acesso 07/03/19.

 

(Adventista)

Será que devemos nos alimentar de ratos, cobras e gatos? Não devemos nos abster destes alimentos porque “tudo o que Deus criou pela oração é santificado”? É disso que Timóteo estava falando? Mais:

https://adventismoemfoco.wordpress.com/2009/03/30/proibem-o-casamento-e-exigem-abstinencia-de-alimentos/ acessado em 27/02/19.

 

(Resposta à Vera Chagas Cordovil)

Paulo Albuquerque Filho - O pacú é um peixe de escama que até de merda se alimenta, ja o pintado é um peixe de couro que se alimenta única e exclusivamente de outros peixes vivos? Qual é o mais impuro?

Fonte: http://abiblia.org/ver.php?id=2822 acesso 27/02/19.

 

A razão das Leis alimentícia de Levítico não era por ser nocivo à saúde; era separar os hebreus/judeus dos gentios. Depois que os gentios foram aceitos, não há mais razão de sua existência. Do ponto de vista religioso, podemos comer qualquer carne impura.

 

Paulo não está falando sobre abstinência de alimentos.

Dizia alguns das primeiras comunidades, que estavam vivendo “o final dos tempos”. Isto faz com que Paulo visse nesses indivíduos os promotores da apostasia.

Isto é, Paulo está falando que entre a ressurreição e a segunda vinda de Cristo, alguns desprezarão tudo o que se refere ao corpo, condenando o matrimônio, proibindo alimentos e pregando exageradas práticas ascéticas. Os falsos doutores conseguirão fazer alguns renegar a fé.

 

O Adventista disse: “Alimentos declarados como imundos na Bíblia são purificados pela oração?- (http://prgilsonmedeiros)”

Sim, entenda, não existem mais alimentos imundos, Jesus já declarou puros todos os alimentos. Veja por exemplo, que ao mandar os 72 discípulos para terras pagãs, eles “teriam” que comer de tudo na casa do anfitrião (pagão). O que era servido na refeição? (Lc 10,7).

Lc 10,7: permanecei naquela mesma casa; comei e bebei do que tiverem,...

 

“Não devemos nos abster destes alimentos porque tudo o que Deus criou pela oração é santificado”? (adventismoemfoco)

Sim, pode comer de todos os alimentos mesmo rato, cobra etc, não existe mais a Lei do puro/impuro, e eles realmente serão santificados pela oração. Antes de comer, observe se este alimento faz mal para teu corpo, não se esqueça, ele é Templo do Espírito Santo, preste atenção na consequência em 1Cor 3,17: Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá... e esse templo sois vós...

 

1Cor 10,30: se eu participo de uma refeição (no caso PAGÃ), dando graças, por que seria eu censurado por aquilo pelo qual dou graças?

-0-

 

IMPORTÂNCIA DOS SUÍNOS

Do pulmão do suíno é retirada a SURFACTANTE - indispensável ao tratamento de recém-nascido com a síndrome da imaturidade pulmonar. Sem ela os bebês podem morrer por asfixia. Mais: http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/saude-importancia-dos-suinos-em.html acesso 06/03/19.

 

1.26 - 1Coríntios 10, 25-32 (Imolado ao ídolo/Comer de tudo que se vende no açougue).

(25) Podeis comer de tudo o que se vende no mercado (algumas bíblias, açougue), sem levantar nenhum problema de consciência,(27) Se um não-cristão vos convida para uma refeição e quereis ir, comei de tudo o que vos for servido... (28) Mas, se alguém vos disser: “Isto foi oferecido em sacrifício”, não comais, por causa daquele que vos advertiu e por motivo de consciência (29) – a consciência dele, não vossa...

 

(Yahoo)

A Bíblia fala, "Comei de tudo que se vende no mercado..." 1Cor 10:25?

Com base nesse verso, muitos falam que podemos comer qualquer coisa, que não vamos perde nossa salvação, SERÁ QUE É VERDADE?

Se esse verso esta dizendo para mim que eu posso comer qualquer coisa(COMO DIZEM ALGUNS), quer dizer que posso comer RATO, URUBU, SAPO, COBRA ETC...? - Acesso 27/02/19:

https://br.answers.yahoo.com/question/index;_ylt=AwrC_DOqkXZcl1EAcDsf7At.;_ylu=X3oDMTByaWg0YW05BGNvbG8DYmYxBHBvcwM4BHZ0aWQDBHNlYwNzcg--?qid=20120414082027AALSptN&p=comer%20de%20tudo%20que%20se%20vende%20no%20a%C3%A7ougue

 

Aqui não se fala das espécies de carnes, somente de carne sacrificada aos ídolos.

Comer carne imolado ao ídolo não é pecado porque ídolo não é nada. Numa refeição pagã é evidente que tinha carne sacrificada aos ídolos bem como as carnes tidas como impuras no Velho Testamento, no entanto, Paulo diz que pode ser consumida; só não consumir por motivo da consciência alheia (do pagão que o advertiu).

 

Ao cristão tudo é permitido comer, seja rato, urubu, sapo, cobra etc. Não mais estamos sujeitos às Leis de abstinência alimentar do Velho Testamento.

Primeiro você tem que olhar se é nocivo à saúde. Se for nocivo convém?

Quando o Senhor Deus deu as plantas para alimentação estava incluindo também as venenosas?

1Cor 6,12: “a mim tudo é permitido, mas nem tudo me convém”...

1Cor 10,23: “tudo é permitido”, ..., mas nem tudo edifica.

1Cor,10,30: se eu participo de uma refeição, dando graças, por que seria eu censurado...?

 

O versículo 27 diz que podemos ir numa refeição onde o anfitrião é pagão. Ir e comer DE TUDO. Isto é uma “permissão” para comer qualquer tipo de carne. Qual o tipo de carne servida numa refeição pagã?

1Cor 10,30: se eu participo de uma refeição (no caso PAGÃ), dando graças, por que seria eu censurado por aquilo pelo qual dou graças?

-0-

 

IMPORTÂNCIA DOS SUÍNOS

Da pele do suíno retiramos a GELATINA. Ela é usada em doces, Sorvetes, Balas aeradas e de gelatina, leite, embutidos, barras de cereais, na panificação, na produção de vinhos, bolos, sobremesas, sucos de frutas, iogurtes. Mais: http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/utilidades-do-porco.html ACESSO 06/03/19.

 

1.27 - Utilidades do Velho Testamento.

Se não mais estamos obrigados a cumprir o Antigo Testamento, por que a Igreja o lê na Santa Missa? - Ora, o Antigo Testamento tem quatro utilidades:

(1) dá testemunho de Cristo, mostrando como o Pai prometeu e preparou tudo para o seu Filho, de modo que Jesus foi anunciado e esperado;

(2) mostra a fidelidade amorosa de Deus que, na sua misericórdia, conduziu e perdoou Israel e, assim, nos faz amar mais o Senhor e nele confiar;

(3) mostra os pecados e infidelidades de Israel e, assim, nos dá lições, pois nos previne e revela também nossas fraquezas,

(4) ajuda-nos na piedade para com Deus. Basta! Além disso, não se deve pedir nada mais do Antigo Testamento! Mais:

https://www.icatolica.com/2015/03/alimentos-puros-e-impuros.html#more Acessado em 251018.

 

1.28 - 10 razões para diferenciar as leis.

Um crente da Batista do Sétimo Dia divulga na internet (site abaixo), “10 RAZÕES PARA SE DIFERENCIAR LEIS, MORAIS, CIVIS E CERIMONIAIS NA BÍBLIA”.

Esta divulgação é “mais” uma prova que a diferenciação não é bíblica. Se existisse, precisaria de um livro e divulgação na internet para saber quando é Moral ou Cerimonial?

 

Como faziam os judeus?

Antes dessa divulgação como os batistas faziam?

As outras denominações como fazem?

 

Achei esdruxulas essas “Dez razões...”. Reproduzo somente a 8ª razão.

 

“8) Cumprir ou abolir: A declaração de Jesus em Mateus 5:17 e a declaração de Paulo em Efésios 2:14-15 só podem fazer sentido se você reconhecer a distinção tripla na lei.” Acesso em 291018, Mais:

https://gracamaior.com.br/estudos/batistas-do-setimo-dia/1279-leis-morais-civis-e-cerimoniais-na-biblia.html

 

Mt 5,17: Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição.

Ef 2,14-15 - (14) de fato, ele é a nossa paz: de dois povos fez um só povo, em sua carne derrubando o muro da inimizade que os separava (15) e abolindo a Lei com seus mandamentos e exigências. Ele quis, assim, dos dois povos formar em si mesmo um só homem novo, estabelecendo a paz

 

Mateus 5,17 faz sentido quando você entender Paulo em II Cor 3,9. O Decálogo “foi” glorioso, mas o ensinamento de Cristo é mais glorioso, para complementar ele chama os Dez Mandamentos de passageiro e o ensinamento (de Cristo) de permanente.

 

Para entender Mateus 5,17 não dá para entravar com Efésios 2,14-15, porque Efésios tem outro significado.

Para entender Efésios, comesse pelo início do contexto (Versículo 11). Os dois povos de Efésios são o povo pagão e o povo judeu, nada têm haver com abolir ou cumprir.

É! Eles estão a pé para discernir o que é puro!

 

E agora estudioso batista como fica a afirmação “só podem fazer sentido se você reconhecer a distinção tripla na lei” ???

 

2.0 - SUÍNO

O porco e o suíno é o mesmo animal?

Sim, é o mesmo animal; “unha fendida, o pé dividido e não rumina” Lv 11,8.

 

2.1 - O Suíno.

Suíno é uma forma melhorada do porco, tanto genética como nutricionalmente.

A carne suína produzida atualmente, além de ter menores concentrações de gordura, calorias e colesterol, também possui mais gorduras "desejáveis".

 

“Sabe-se hoje, que por sua semelhança com o homem, várias partes do organismo dos suínos podem ser utilizadas em medicina humana (Figuras 1 e 2). Desde o fornecimento de substâncias vitais à vida do homem, até a doação de órgãos, os suínos são a grande opção da medicina para aumentar a sobrevivência das pessoas. No passado, os Macacos foram considerados a grande opção nesta área, mas acabaram perdendo sua importância, devido à sua lenta capacidade de multiplicação e pela probabilidade de transmissão de doenças.”

http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/saude-importancia-dos-suinos-em.html acesso 15/11/18.

 

Maurino Autogiros disse... (Comentário completo no site abaixo)

... As modernas granjas de suínos hoje em dia, são mais higiênicas do que muitas residências humanas. O "porco" perigoso era aquele criado num chiqueiro, alimentado por "lavagem", e outras porcarias. Para você visitar um criadouro hoje, até você mesmo, receberá uma vestimenta adequada, esterilizada. Tudo para levar a níveis próximos de zero, a possibilidade de contaminação, biológica, principalmente. É cem por cento seguro ingerir carne suína? Nada é cem por cento seguro nessa vida, mas um vegetal manejado ou manuseado de modo inadequado pode ser tão ou mais perigoso que a carne, seja suína ou de outra espécie animal...

...Vocês que defendem a restrição dada por Deus aos israelitas por meio de Moisés, porque não circuncidam seus filhos? Era uma ordem dada também por Deus.... Mais:

http://reformadesaude.blogspot.com/2006/01/carne-suna-tornou-se-saudvel.html acessado em 15/11/18.

A utilização de gordura (de porco) para tratamento na MEDICINA POPULAR:

Dor nas articulações//Lesões articulares//Mastite//Eczema prantos//Dor de dente//Calcanhar Esporão. Mais:

http://pt.altarta.com/05_21/propriedades-uteis-de-banha-de-porco-e-sua-aplicacao-na-medicina/acesso 04/03/19.

 

2.2 - Suíno/benefício.

RECUPERAÇÃO DE IMPULSOS NERVOSOS: Cientistas americanos conseguiram restaurar a transmissão de impulsos nervosos na medula da espinha dorsal danificada de ratos, através do transplante de células de suínos. Esta pesquisa é a mais recente evidencia de que os suínos poderão ser a mais promissora fonte de células para a recuperação de lesões na medula espinhal. Mais:

http://www.reporternaressi.com.br/ver_coluna.php?noticia=604 acesso 06/03/19.

 

ALIMENTAÇÃO:

- Mais de 100 produtos

- As farinhas de sangue e carne são utilizadas para rações animais.

- Do sangue se retira o plasma e o concentrado de Hemáceas.

- Da pele do suíno retiramos a GELATINA. Ela é usada em doces, Sorvetes, Balas aeradas e de gelatina, leite, embutidos, barras de cereais, na panificação, na produção de vinhos, bolos, sobremesas, sucos de frutas, iogurtes.

FARMACÊUTICA:

-Mais de 40 drogas.

-A HEPARINA é extraída da mucosa intestinal e utilizada como anticoagulante (infartos , tromboses).

- A Insulina obtida do pâncreas é utilizada para tratamento de diabéticos.

-ACTH é utilizado nos tratamentos de artrites e processos inflamatórios.

-A glândula TIREOIDE é usada nos tratamentos de pessoas com Tireoides pouco ativas.

-Da Gelatina de suíno produzimos Cápsulas duras para medicamentos e moles para complexos vitamínicos.

-Extender Plasmático - utilizado para recuperar a volemia no caso de hemorragias graves. Totalmente atóxico e sem perigo de choques anafiláticos.

-Esponjas Odontológicas usadas nas Cirurgias (tratamento de canal).

-Do pulmão dos suínos obtemos SURFACTANTE. Utilizada no tratamento da Síndrome do Desconforto Respiratório que acomete os prematuros.

-Traquéias para uso farmacêutico são exportadas para Dinamarca.

-Do estomago extrai-se a mucina e

-do peritoneo obtemos a pepsina.

MEDICINA:

- Válvulas cardíacas transplantadas com excelentes resultados.

- Enxertos com pele de suíno são utilizados temporariamente enquanto ocorre a regeneração da pele.

- Transplantes de células -Temos experimentos com células de suínos para tratamento de PARKINSON,

Epilpesia, Alzeihmer, células de ilhotas de pâncreas, de fígado, células tronco.

- Em junho de 2003, um leitão foi a cobaia da primeira TELECIRURGIA da América Latina.

- Cursos para dentistas utilizam mandíbulas de suíno como modelo experimental.

- Os médicos gastroenterologistas e especialistas em laparoscopia treinam e se aperfeiçoam em suínos.

- Cientistas americanos criaram suínos transgênicos que produzem gorduras do tipo Ômega 3, benéficas para o sistema cardiovascular.

- A gordura que sobra do processo dos curtumes é utilizada para a fabricação de sabonetes e sabão.

- A Gelatina (obtida do couro suíno) é usada como AGLUTINANTE na cabeça dos palitos de fósforo.

-Também é muito usada em filmes fotográficos especiais (radiografias), papel especial para impressão a jato de tinta.

http://oporcoeohomem.blogspot.com/2010/09/utilidades-do-porco.html Acesso 05/03/19.

Revejam seus conceitos e sigam o que permanece.

 

José Francisco de Almeida

[email protected]


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
1 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)