PERGUNTE E RESPONDEREMOS 377 – outubro 1993

Notícias

 

SÃO FALHOS OS PRESERVATIVOS

A ineficácia dos preservativos (camisinhas) é atestada por uma notícia publicada no JORNAL DO BRASIL de 25/8/93, 1o Caderno, pág. 9:

 

CAMISINHA TEM NOVAS NORMAS

BRASÍLIA — Os fabricantes de preservativos masculinos devem-se adaptar imediatamente à nova regulamentação para o produto. O Ministério da Saúde editou ontem portaria no Diário Oficial, em substituição à que estava em vigor desde 1987 . . .

A nova regulamentação foi elaborada com base em testes feitos pela Holanda, no ano passado, com preservativos nacionais e estrangeiros vendidos no país, que detectaram que, em sua grande maioria, não eram eficientes nem para o controle de natalidade nem para a prevenção à AIDS. Os testes foram pedidos pelo Departamento de Defesa do Consumidor e pelo Procon de São Paulo.

Entre as inovações da nova regulamentação estão o ensaio de porosidade das camisinhas, já que a pesquisa descobriu que os preservativos nacionais deixavam passar esperma pelos microporos. Outra novidade é o teste da estufa, para averiguar a resistência das camisinhas ao aumento da temperatura, Antes, cinco delas tinham que passar dois dias numa estufa de 70 graus centígrados. Pela nova portaria, 50 preservativos ficarão na estufa, durante uma semana....

O texto ressalva que “lubrificantes e antissépticos usados nas camisinhas não devem prejudicar as suas normas de uso".

Estes dados evidenciam quão falsas são as afirmações de plena eficácia da camisinha provenientes de adeptos do livre relacionamento sexual. — A propósito veja-se o oportuno artigo de Mons. Jean Bonfils publicado às pp. 476-479 deste fascículo.


GoNet - PR
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
-

:-)