REFLEXõES (916)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Diversos: Reflexões - Carta Aberta aos Católicos Perplexos - por Dom Marcel Lefebvre

Carta Aberta aos Católicos Perplexos

“A ordem social cristã se situa no oposto das teorias marxistas que jamais causaram, em todas das partes do mundo onde foram postas em prática, senão a miséria, o esmagamento dos mais fracos, o desprezo do homem e a morte...”

“Esta ordem cristã se distingue, com toda a certeza também, dos regimes liberais fundados na separação da Igreja e do Estado e cuja impotência em superar as crises se afirma cada vez mais. Como o poderiam após estarem voluntariamente privados d'Aquele que é a luz dos homens? Como poderiam reunir as energias dos cidadãos, uma vez que não têm mais outro ideal a propor-lhes, senão o bem estar e o conforto? Eles puderam entreter a ilusão durante certo tempo porque os povos conservavam hábitos de pensamento cristãos e seus dirigentes mantinham mais ou menos conscientemente alguns valores. “Na época das “reconsiderações”, as referências implícitas à vontade de Deus desaparecem; os sistemas liberais abandonados a si mesmos não sendo mais acionados por alguma idéia superior, extenuam-se, tornando-se uma presa fácil para as ideologias subversivas. Há vinte anos, o liberalismo conquistou também a Igreja e é por isso que os católicos estão perplexos. Nova missa, nova teologia dos sacramentos, novo catecismo, novo direito canônico... É uma nova religião que se instala?” Dom Lefebvre responde a esta pergunta com uma lógica impecável apoiando-se no ensinamento constante da Igreja que não pertence ao passado e que não é perecível pois: “não há aqui nem passado, nem presente, nem futuro, a Verdade é de todos os tempos, ela é eterna.”

ÍNDICE
I – Porque os católicos estão perplexos?
II – “Estão mudando nossa religião”
III – Missas ou quermesses?
IV – A Missa de sempre e a missa “ao sabor do vento”
V – “Vocês são retrógrados”
VI – O novo batismo, o novo casamento, a nova penitência, a nova extrema-unção
VII – Os novos padres
VIII – Do catecismo Holandês a “Pierres Vivantes”
IX – A nova teologia
X – O ecumenismo
XI – A liberdade religiosa
XII – Os camaradas e os irmãos
XIII – Liberdade religiosa, Igualdade colegial, Fraternidade ecumênica
XIV – “Vaticano II, é o 1789 na Igreja”
XV – Conúbio da Igreja com a Revolução
XVI – O neo-modernismo ou “Pierre Vivantes” em ruínas
XVII – Que é a Tradição?
XVIII – A verdadeira obediência
XIX – As sanções romanas contra Ecône
XX – A Missa dita “de S. Pio V”, Missa de sempre
XXI – Nem herege nem cismático
XXII – As famílias devem reagir
XXIII – Construir, não destruir

Link para o PDF

Dom Marcel Lefebvre
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
3 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)