MISSÃO ECOLÓGICA DA ALMA

Todos nós somos missionários em virtude do nosso santo Batismo. Isso é de extrema importância para cada um de nós de modo a cumprirmos nossa missão para Jesus Cristo na obediência do seu ide (Mc 16, 14). Para fazer isso, precisamos conhecer e respeitar  da missão ecológica da alma.

Nossas missões consistem na graça de curas, milagres, libertações e da Boa Nova (Mt 10,8; Lc 4,18.19). Esses atos do poder de Cristo, no entanto, não podem estar separados da proclamação do projeto do Reino de Deus (Mt 10, 7). Mais ainda, nós não teremos o poder da missão se não tivermos escolhidos a humildade e a pobreza da missão (Mt 10, 9. 10). Além disso, não seremos aptos a alcançar o mundo com o Evangelho até que tenhamos alcançado e abençoado as casas (Mt 10, 12). A missionaridade do mundo é  baseada nas residências. A evangelização residencial ainda é a maior operação de resultados positivos na missão da Igreja, (ler Atos 16,34; 20,20).  O fator residencialidade vai além de palácios e choupanas, ou seja, é o coração o lar da acolhida da palavra de Deus. Mais ainda, nossa missão será interrompida ou desviada se não sacudirmos a poeira (Mt 10, 14) da rejeição, da falta de perdão, das incompatibilidades, do ressentimento, da falta de coragem e da amargura. A missão tem lugar em uma verdadeira tempestade de feridas, desencontros e acidentes. Precisamos confiar na graça de Deus para “sacudir o pó” e realizar nossas missões com muita alegria. Missionar é enfrentar desafios e alentar fortalezas e esperanças as almas.

Todos os cristãos, isto é, todos missionários, precisam ser ambientalistas e ecologistas  espirituais. Que nós as entreguemos  nossas vidas totalmente a Deus. Que façamos todas as coisas de acordo com a vontade de Deus, e assim nossas missões serão cumpridas e bem sucedidas.

Não tenho dúvida que a ação ecológica é de suma importância, principalmente a sua conexão profunda com a dignidade da pessoa humana. Há uma espetacularização ecológica e uma prática idólatra da sua ideologia. Do panteísmo ao capitalismo temos um projeto materialista que faz descaso com a total realidade humana da fé e da espiritualidade cristã. O ambientalismo sem a radical promoção do ser humano é uma desconstrução de todo projeto do Reino de Deus.

A missão ecológica da alma é o fator fundamental para o total cuidado do planeta. A experiência  de Jesus Cristo no cuidado de tudo é a expressão do amor a Deus, ao próximo  e do amor aos seres vivos.

Quem de fato e de verdade cuida da sua parte espiritual, ou seja, zela ecologicamente da alma, tem consciência missionária da humanidade, do  meio ambiente e a proteção de todo ser que respira. Quem ama faz missões e por natureza divina somos missionários.

Pe. Inácio José do Vale

Professor e conferencista

Sociólogo em Ciência da Religião

Irmãozinho da Fraternidade da Visitação de Charles de Foucauld

E-mail: [email protected]

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
3 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)