PERGUNTE E RESPONDEREMOS -002 / novembro 1957

 

No Éden os carnívoros já matavam?

 

H.T.R. (Rio Pardo): "No fascículo 3, pág. 14, de ‘Pergunte e Responderemos’, leio que os carnívoros já eram carnívoros no Éden. Já se matava por lá? A paz na natureza perfeita não reinava então?"

 

É S. Tomás, Suma Teológica I 96, 1 ad 2, que ensina que o pecado não alterou a fisiologia ou a natureza dos animais. Por conseguinte, os que hoje são carnívoros já eram tais no paraíso; donde se segue que matar para satisfazer às exigências de regime carnívoro ditado pela natureza não podia ser desordem nem mesmo no estado paradisíaco; não era ruptura da hierarquia de valores sabiamente instaurada pelo Criador.

 

Contudo o S. Doutor admite que o homem (não, porém, os animais irracionais) se abstinha de carne antes do pecado, visto que a frugalidade mais condiz com o domínio sobre as paixões que Adão exercia em grau perfeito. Não há razão para rejeitar a sentença de S. Tomás, embora alguns Padres e escritores cristãos antigos tenham ensinado que, até o dilúvio, nem os homens nem os irracionais comiam carne (cf. Gên l,29s e 9,3); não se poderia dizer, em nome da fé cristã, que o leão lenha sido alguma vez herbívoro!

 

Veja-se a propósito E. Bettencourt. "Ciência e Fé na história dos primórdios", c. II & 2 (fim).

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)

 

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
-

:-)