Pregações: Parresía - A Difamação Contra Pio XII - por Padre Paulo Ricardo

(áudio)

A difamação contra Pio XII

Conheça a verdadeira história sobre o Papa Pio XII durante a Segunda Guerra Mundial e a tentativa dos comunistas em difamá-lo.

Uma grande obra dos comunistas soviéticos.
Existe uma peça de teatro publicada em 1973,O Vigário, em que Pio XII é colocado como um frio nazista que contribuiu e incentivou Hitler a exterminar os judeus. Segundo o vigário dessa peça, Pio XII teria sido amigo de Hitler e tal amizade resultou no holocausto.
Hoje sabemos que essa peça foi totalmente forjada pela KGB, o serviço secreto soviético. Existe uma verdadeira guerra histórica entre o comunismo e o papado.

Um tribunal italiano chegou à conclusão que a tentativa de assassinato de João Paulo II teria partido da KGB.
Pio XII foi uma das vítimas mais famosas dessa realidade. Por ordem de Nikita Krushev quando o lema da KGB era 'os mortos não se defendem'. Forjaram documentos que davam a impressão que Pio XII teria sido amigo de Hitler.
Mas a pesquisa história dos anos seguintes mostrou claramente que Hitler odiava Pio XII e fez de tudo para acabar com o Papa.
Quando caiu por terra com documentos e provas históricas toda essa farsa, então a 'inteligência' soviética mudou a tática... Andropov, então chefe da KGB, mudou a mentira: Pio XII se silenciou... e assim depois surgiu o livro de John Cornwell em 1999, "O Papa de Hitler, a História Secreta de Pio XII", mais um livro totalmente infundado.

Quem quiser realmente saber o que aconteceu deve ler o livro "Pio XII e a Segunda Guerra Mundial Segundo os Arquivos do Vaticano" do jesuíta Dr. Pierre Blet, traduzido para português pela editora Princípia, de Portugal.

E como ter certeza?
Em 2007, um famoso ex integrante agente secreto comunista romeno que passou para o ocidente e abandonou o comunismo em 1978, confessou e escreveu o livro "Horizonte Vermelho" contando tudo, dizendo com toda clareza que foi por ordem de Nikita Krushev que se iniciou a difamação contra Pio XII.

Por outro lado, Pio XII não ficou silencioso, mas ao contrário, fez muito pelos judeus. Estes mesmos o comprovam.
O próprio Einstein, judeu, após o fim da segunda guerra disse: 'Só a Igreja Católica protestou contra o assalto hitlerista à liberdade'. O rabino-mor de Roma fez com que toda a comunidade judaica de Roma agradecesse ao Papa pelo que fez o Vaticano.
Ou seja, mais uma mentira comunista que cai por terra.
E por que isso?

Porque o comunista sabe que precisa mentir, mentir e mentir, para defender suas ideias na guerra de interesses.
Diferente do cristão que busca a verdade, o comunista, o socialista, o simpatizante do pensamento marxista, busca apenas seus interesses e a mentira é meio válido se repetida várias vezes até ser aceita como verdade.
Não há dúvida que o comunismo odeia o 'católico burgues' que professa existir uma verdade. Um comunista nunca debate ideias com seus adversários pois sabe que se seguir a lógica burguesa irá perder e, portanto, deve seguir apenas a lógica comunista. Então usa o método de desacreditar, desmoralizar o outro lado com mentiras e infâmias. Esse é o método da esquerda, sempre foi e sempre será.
Faz parte da nossa luta desmascarar e mostrar para as pessoas o que fazem os comunistas. Vejam o que fizeram com Pio XII, vejam o que continuam fazendo com aqueles que querem ser fiéis à Igreja.

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
11 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)