HOMILIAS (1845)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Pregações: Homilias - Atraídos pela Cruz! - por Padre Paulo Ricardo

Atraídos pela Cruz!

“Tu crês que há um só Deus? Fazes bem! Mas também os demônios crêem isso, e estremecem de medo” (Tiago 2, 19). Por isto não basta crer que Deus existe, é necessário dar um passo que os demônios não são capazes de dar: adorar o amor infinito de Deus que se manifesta na cruz.
A partir da fé no amor de Deus, somos capazes de transformar o espetáculo naturalmente repugnante da cruz em uma certeza reconfortante. Se assim cremos, não seremos condenados.

Quarto domingo da Quaresma, o domingo da alegria. Na caminhada quaresma, após 40 dias de penitência desde a quarta-feira de cinzas e termina no domingo de ramos.
Neste domingo, transpusemos a metade da quaresma. Ainda não é a alegria da Páscoa, mas o padre se veste com a cor rosa quando devemos amenizar um pouco a nossa penitência.
A pedagogia da Igreja quer nos ensinar que a alegria deste mundo é imperfeita. A alegria deste domingo é assim. Alegra-te Jerusalém! Mas, uma alegria transitória e incompleta.

Neste domingo temos o encontro de Jesus com Nicodemos que crê em Jesus, mas ainda não plenamente. A fé de Nicodemos é superficial porque ele ainda não encontrou a cruz de Cristo. Uma fé que ainda não entende e não quer abraçar a cruz.
A fé madura Nicodemos só irá se apresentar no final do evangelho, quando ele leva mirra e aloé para sepultar o corpo de Jesus crucificado.
A mensagem é que nós também precisamos fazer essa caminhada, dispondo-nos a sofrer com e por Ele.

Jesus faz uma alusão ao AT, livro dos números, ao dizer que Ele será "levantado" como a serpente no deserto.
S. João usa a expressão "levantado" ou "elevado" 3 vezes no seu evangelho para dizer que Jesus será erguido na cruz. E levantado para quê? Para atrair as pessoas e incutir a fé.
Fé em quê? O versículo seguinte, 16, responde.
Deus dá (doar, entregar) seu filho para que os que Nele crerem não morram e tenham a vida eterna.

Sim, é difícil crer que a cruz é um sinal de amor, pois não há nada de atraente no servo sofredor do qual todos querem afastar seu rosto (Isaías).
Jesus crucificado não tem nada de atraente. Mas quem tem fé, ao olhar para Jesus crucificado, cravado de espinhos e pregado, vê o amor de Deus.
Quem foge da cruz é o diabo porque ele não tem fé no amor de Deus.
Mas padre, eu creio que Deus existe, mas não gosto da cruz...
O diabo também acredita e sabe que Deus existe, mas isso não é para ele salvação, porque ele não crê no amor de Deus.
Não basta saber que Deus existe, que é o criador do universo, mas é necessário saber que Ele é amor e crer nesse amor, ter confiança no amor que se revela na cruz de Cristo, onde o próprio Deus veio morrer a nossa morte.
Não basta saber que Deus existe, mas é necessário abraçar a cruz.

Nicodemos acredita nos milagres ... mas o filho do homem precisa ser "elevado" para então atrair definitivamente Nicodemos.
Não basta a fé nos milagres e nas curas. Não basta crer que Deus existe. É preciso confiar no amor de Deus na cruz.
Os povos pagãos não aceitavam isso de forma alguma. "Não é justo que um deus sofra por causa dos homens", dizia Homero em sua Ilíada.
Mas, nós cremos que Deus fez o impossível.

Deus não enviou seu filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que este seja salvo por Ele.
Deus fez o impossível para nos resgatar. Mas existe um julgamento pela fé, pois quem nEle crer nao é condenado e quem não crer está condenado. Não crer no amor de Deus, condena.
O diabo não aceita o amor de Deus e duvida desse amor, porque a cruz cruficica suas idéias preconcebidas.

Nesta quaresma nós também somos chamados a crucificar nossos pensamentos humanos e assim poder abraçar a cruz.
Jesus suou sangue no Horto das Oliverias para abraçar sua cruz. E nós? Esperneamos.
Para que recebamos esse amor é necessário crer no Pai. Não devemos fugir da cruz. Deus não gosta da cruz, mas ela é necesária para amar. Ele nos amou e quer que nós respondamos com amor de volta.
Por isso a mortificação da quaresma, pois precisamos aprender.
Temos que ser homens e mulheres de Deus fortes, que seguem Jesus na quaresma abraçando a cruz, e então encontraremos a alegria de que fomos amados por um amor infinito e agora somos chamados para corresponder a esse amor.
Quem crer não será condenado!

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)