TERÇA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2010

Fonte: Vida ou anti-vida? Religião ou perseguição? Jesus Cristo ou socialismo? Padre fala e política fica abalada

O Pe. José Augusto Souza Moreira, responsável pela formação dos padres da Canção Nova, pronunciou homilia se fundamentando no Evangelho e na natureza da vocação sacerdotal e apontou a incompatibilidade do plano de governo com o catolicismo.

O sermão feito durante a Missa foi medularmente religioso.

Entretanto, desencadeou uma ofensiva de críticas - de essência também religiosa por parte da esquerda católica - e de intimidações de fonte partidária.

Essas reações reforçaram a denúncia do sacerdote no sentido que paira sobre o Brasil uma ameaça muito real de perseguição religiosa.

A Canção Nova, em comunicado oficial assinado pelo seu fundador Mons. Jonas Abib dissociou-se do gesto do Padre José Augusto e retirou o vídeo do sermão de seu site e de Youtube.

O vídeo, entretanto, encontra-se em diversos endereços, inclusive em sites como Youtube ou Gloria.tv.

O Pe José Augusto, entretanto, parecia prever o que viria, pois afirmou no referido sermão: 

“Podem me matar, podem me prender, podem fazer o que quiser. Não tenho advogado nenhum. Podem me processar e, se tiver de ser preso, serei. Não tem problema, mas eu não posso me calar diante de um partido que está apoiando o aborto, e a Igreja não aprova”.

A homilia do Pe. José Augusto está tendo larga repercussão internacional nos sites e agências católicas, grupos pró-vida e pro-democracia.

Apresentamos o vídeo com a homília completa do destemido sacerdote para que o leitores possam avaliar serenamente a gravidade dos perigos para o Brasil na atual encruzilhada.



Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
9 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)