Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 369 – fevereiro 1993

Esclarecendo.

 

Ainda a "Obra dos Santos Anjos"

 

Em PR 365/1992, pp.462s, publicamos uma Declaração da Santa Sé que faz restrições aos escritos da chamada "Obra dos Santos Anjos" (Engelwerk). Em conseqüência, o Secretariado Central da Obra no Brasil pediu a PR que publique outrossim documentos que esclarecem a atitude da Obra frente à decisão da Santa Sé e dissipam possíveis equívocos a respeito. A "Obra dos Santos Anjos" deseja ser plenamente fiel à Santa Igreja. - Eis alguns dos vários textos fornecidos pelo Secretariado Central da Obra à nossa revista.

 

I. DA DIREÇÃO GERAL DA OBRA

 

No dia 19 de junho de 1992, sexta-feira, foi publicado um documento da Congregação para a Doutrina da Fé (cf. L’Osservatore Romano, edição em português do dia 19/7/1992), que impõe à Obra dos Santos Anjos medidas disciplinares. Após a publicação do decreto, a direção da Obra dos Santos Anjos em Roma fez a seguinte declaração:

 

COMUNICADO OFICIAL DA OBRA DOS SANTOS ANJOS

 

"Por ocasião da publicação do decreto da Congregação para a Doutrina da Fé de 6 de junho de 1992, a direção da Obra dos Santos Anjos declara, em vista das diferentes apresentações dos meios de comunicação social, o seguinte:

1 - O decreto dirige-se ao Opus Ss. Angelorum como a 'associação reconhecida pela Igreja.' Por conseguinte, não se trata, de maneira alguma, de uma proibição da Obra dos Santos Anjos como tal.

 

2-O Opus Ss. Angelorum pode e deve fomentar e propagar a veneração dos Santos Anjos da Igreja. As disposições restritivas do decreto referem-se ao uso e à difusão de partes bem definidas dos escritos próprios da Obra, a saber: daquela angelologia própria da Obra que não se deriva da palavra de Deus escrita e transmitida, mas conhecida somente através de revelações privadas, e de práticas a ela ligadas.

 

3 - A Obra dos Santos Anjos professa a Palavra de Deus como é proposta na Sagrada Escritura e Tradição e pelo Magistério vivo da Igreja ('Dei Verbum' no 10) como fundamento de toda a espiritualidade cristã e, particularmente, da vida consagrada. Ela adere igualmente em fidelidade e obediência ao Santo Padre e às disposições do decreto de 6 de junho de 1992, como cada membro prometeu ao entrar no Opus Ss. An-gelorum.

 

4 - A interpretação e a execução de cada uma das determinações do decreto realizar-se-ão de acordo e em colaboração com a Santa Sé".

 

II. DA RÁDIO VATICANO

 

Segue-se uma tradução do comentário da Rádio Vaticano emitido para os países de língua alemã nos dias 22 e 23 de junho de 1992:

 

"O segundo decreto da Congregação para a Doutrina da Fé sobre o Opus Angelorum (geralmente chamado 'Obra dos Santos Anjos'), que foi promulgado na semana passada depois de vários anos de estudo, é uma espécie de obra-mestra da diplomacia papal. Contrariamente ao que dizem todas as acusações provenientes principalmente dos círculos católicos esquerdistas, esta associação de sacerdotes e leigos que tem prestado importante serviço a grandes setores da Igreja, foi novamente confirmada em sua ortodoxia e recebeu a permissão para prosseguir com suas atividades por todo o mundo.

 

A associação, que conta possivelmente com um milhão de adeptos, foi fundada em 1949. Suas práticas altamente controvertidas, embora em sua maior parte apenas supostas, tais como a de introduzir na liturgia as revelações privadas recebidas por sua 'Mãe' Gabriele Bitterlich, como no primeiro decreto de 1983, foram interditadas ou postas sob o controle da Igreja.

 

que alguns bispos colocaram a Obra dos Santos Anjos sob a sua proteção, ao passo que outros chegaram a proibir a pregação de retiros por seus sacerdotes, um delegado nomeado pela Santa Sé será responsável no futuro para que este problema interno da Igreja, talvez o mais candente dos últimos anos, saia do âmbito do sensacionalismo e das acusações polêmicas. Infelizmente tais acusações seguiram-se logo após a objetiva publicação do decreto.

 

Enquanto ainda na promulgação do decreto no Salão de Imprensa do Vaticano corretamente se falava acerca de 'medidas disciplinares' para a Obra dos Santos Anjos, rapidamente o resultado do estudo da Congregação para a Doutrina da Fé passou a ser tido como 'proibição dos ensinamentos da Obra dos Santos Anjos' nos países de língua alemã. Portanto mais do que nunca, faz-se necessária uma exposição objetiva do que vem a ser a 'Obra'.

 

Como a maioria dos movimentos de renovação da Igreja na fundação de Ordens Religiosas, a experiência profunda e mística de uma pessoa de vida santa foi a origem da Obra dos Santos Anjos. Neste caso a fundadora foi a senhora Gabriele Bitterlich, nascida em 1896 em Viena e falecida em 1978 em St. Persberg, Sílz, Tirol (Áustria). À medida que passava o tempo, cada vez mais se intensificava o seu objetivo principal de colocar no devido lugar a devoção dos Santos Anjos na vida dos católicos, precisamente quando esta devoção foi quase completamente perdida no Cristianismo Ocidental, em virtude do Racionalismo e Iluminismo. Nem mesmo nos cristãos evangélicos esta perda foi tão penetrante.

 

Nas Igrejas Ortodoxas e Orientais, no Judaísmo e no Islamismo o mundo dos Anjos continua sendo um pilar fundamental da Teologia e da Filosofia, da vida litúrgica e da devoção pessoal. A idéia, da Senhora Bitterlich, de conduzir os cristãos bem como os devotos de outras religiões à completa unidade cristã ou ao Redentor Jesus Cristo por meio da devoção aos Santos Anjos parece, portanto, uma das principais tarefas da Obra dos Santos Anjos, transcendendo o âmbito ordinário da Igreja Católica.

 

Desta maneira, naturalmente, a Obra, com seu rico mundo angélico, estava fadada a encontrar oposição por parte daqueles para os quais, dentro da Igreja Católica, a veneração dos santos já é excessiva e que mal concedem à Santíssima Virgem um lugar ao lado de Jesus Cristo. Na realidade a espiritualidade da Obra dos Santos Anjos não está centrada nos céus angélicos, mas no Salvador com a Cruz. Quem quiser pertencer à Obra, além de assistir à Santa Missa diariamente, deve também esforçar-se por contemplar semanalmente a -Paixão e seguir a Via-Sacra com o Senhor; para tal existem meditações das assim denominadas revelações da Senhora Bitterlich, meditações estas que estão entre as mais belas existentes na literatura cristã no que se refere ao caminho de sofrimento do Monte das Oliveiras até ao Gólgota.

 

A maioria dos sacerdotes e Irmãs da Obra dos Santos Anjos estão reunidos na Ordem da Santa Cruz desde 1979. Estes Cônegos Regulares da Santa Cruz foram fundados por São Teutônio em 1131, o santo nacional português, seguindo a regra de Santo Agostinho. Assim a Ordem, suprimida pelo Estado de Portugal no século XIX, foi restabelecida no contexto da Obra dos Santos Anjos.

 

Sobre tudo isso Roma já se pronunciou.

Concluindo, podemos salientar ainda dois pontos:

 

-   Pela primeira vez, faz-se referência à Obra dos Santos Anjos como um 'Instituto reconhecido pela Igreja'. Isto a protege de posteriores difamações, como a de ser herética, seita ou uma comunidade marginal. Simultaneamente, foi-lhe imposta total obrigação de cumprir as normas eclesiásticas e regulamentos particulares relacionados a seu caso.

 

-   O decreto deixa claro que Roma não tem reservas de caráter dogmático com respeito à Obra dos Santos Anjos, mas aqui e acolá reservas de caráter disciplinar. Enfim, a Angelologia ou doutrina dos Anjos é somente um assunto periférico da teologia católica. Mas precisamente acerca desses conteúdos não necessários à nossa salvação, têm-se originado as mais violentas controvérsias, como outrora já comprovava toda a disputa relativa à veneração de imagens".

 

III. DO ARCEBISPO DE APARECIDA

 

"Faz doze anos que conheço de perto a 'Obra dos Santos Anjos' (Opus Angelorum), cujo Secretariado Central para o Brasil encontra-se nesta Arquidiocese. Estimo muito sua doutrina e praxe que visa uma colaboração mais intensa com os Anjos de Deus nestes tempos difíceis em que vivemos.

 

O recente decreto publicado pela Santa Sé (cf. L’Osservatore Romano de 19/7/1992) que se dirige à Obra como uma "associação reconhecida pela Igreja", mostra que a mesma pode e deve fomentar e propagar a veneração dos Anjos na Igreja. As disposições restritivas do decreto referem-se somente ao uso e difusão de partes bem definidas daquela angelologia própria da Obra que não deriva da Sagrada Escritura e da Tradição da Igreja, mas que é conhecida somente pela revelação privada da Sra. Gabriele Bitterlich.

 

Entretanto, a direção da Obra submeteu-se em plena obediência a este decreto (cf. Comunicado de 22/6/1992), e, com ela, todos os sacerdotes que trabalham na propagação dela.

 

Continuemos, portanto, a dar nosso pleno apoio a este movimento, que através de retiros e dias de recolhimento desenvolve uma atividade abençoada no Brasil.

 

Para isso concedo-lhe a bênção especial de Nossa Senhora Aparecida.

 

Aparecida, 14 de setembro de 1992

Cordialmente,

Dom Geraldo Maria de Morais Penido Arcebispo Metropolitano de Aparecida".

 

IV. DO SECRETARIADO CENTRAL NO BRASIL

 

"Agradecendo-lhe o interesse pelo 'Opus Sanctorum Angelorum', queremos-lhe dar breve informação sobre esta Obra:

 

A 'Obra dos Santos Anjos' não é uma Associação de oração, nem uma Irmandade no sentido comum, e sim uma Obra de ajuda aos sacerdotes no nosso tempo, que se tornou tão agitado.

 

Esta ajuda consiste em primeiro lugar na oração pelos sacerdotes, podendo também ser completada pelo sacrifício ou a ação pessoais.

 

Todos os que querem estar fielmente ao lado do Papa e da Igreja, têm esta responsabilidade, mas de modo especial exercem-na a favor dos sacerdotes ameaçados em nossos dias. Muitos leigos e Religiosos em numerosos países hoje já se empenham nesta ajuda aos sacerdotes.

 

A ajuda aos sacerdotes na 'Obra dos Santos Anjos' - como já diz o nome - significa ajuda reforçada

 

pela união pessoal com o Sto. Anjo da Guarda, pela confiança na proteção de todos os Santos Anjos, pela santificação pessoal, para poder ajudar melhor.

 

A introdução mais completa no sentido e nas tarefas, isto é, na espiritualidade do Opus Sanctorum Angelorum, o(a) Senhor(a) a obterá pela participação num curso de exercícios ou dia de recolhimento, dado por sacerdotes da Obra.

 

Os sacerdotes

 

No Opus Sanctorum Angelorum

C.P.11

12.570-970 Aparecida/SP"

 

Estes textos são suficientes para desfazer eventuais mal-entendidos. A Redação de PR agradece ao Secretariado Central da Obra o fornecimento dos documentos atrás apresentados. Seja o Senhor glorificado pelos operários de sua vinha!

 

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)


Pergunte e Responderemos - Bíblia Católica - Catecismo
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
8 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL
#0•A933•C319   2013-06-02 13:27:57 - Convidado/Marcelo José Spina
Bom dia. Graças a Deus conheci a Obra dos Santos Anjos em 1983, através de uma tia minha, pessoa de Fé muito profunda e piedade inabalável. Sou muito feliz por pertencer à Obra, mesmo sendo leigo. Frequento os Retiros da Obra há mais de 25 anos e nunca ouvi ou li qualquer coisa que contrariasse os Dogmas da nossa Santa Mãe Igreja Católica. Pelo contrário: lá encontrei meu verdadeiro "lugar" na Igreja que, como Mãe, tem sempre um carisma e uma espiritualidade específico para cada um de seus filhos. Lá se encontram Sacerdotes verdadeiramente piedosos e cultos. Que falam de coisas que já não se f......

Ler mais...  -  Responder

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 6961551)/DIA
Diversos  Doutrina  4001 O mérito e a graça da salvação62.76
Diversos  Ética e Moral  3999 O silêncio da CNBB45.17
Diversos  Doutrina  4000 Por que convinha a Deus tornar-se homem?43.32
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma32.10
Diversos  Apologética  3998 Catequese e Apologética28.80
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?27.15
Diversos  Doutrina  3988 Como foi a assunção de Nossa Senhora25.49
Diversos  Mundo Atual  3996 O número de cristãos despenca nos EUA21.18
Vídeos  Entrevista  3994 O purgatório na Bíblia18.94
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo18.28
Diversos  Ética e Moral  3992 O evento LGBT que a PUC poderia fazer17.12
Diversos  Testemunhos  3967 O Navio e as Jangadas14.24
Diversos  História  3997 O mito da serpente13.81
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação13.77
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista13.57
Diversos  Mundo Atual  3995 Restrições da liberdade religiosa13.45
Diversos  Protestantismo  3990 Ontologia transexual do protestantismo13.20
Diversos  Doutrina  3986 O purgatório e a graça salvífica12.77
Diversos  Educação  3989 O ensino religioso e a laicidade12.66
Diversos  Doutrina  3991 Não julgueis!12.39
Diversos  Igreja  3993 A Igreja que incomoda12.21
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.79
Diversos  Protestantismo  3971 Velhas heresias em novas roupagens11.50
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.12
Sem orientação à VERDADE toda a cultura se desfaz, decai no relativismo e se perde no efêmero.
Papa Bento XVI

Católicos Online