Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Pregações: Homilias - A Multiplicação dos Pães - por Padre Paulo Ricardo

Multiplicação dos Pães

Jesus encheu-se de compaixão...

Em claro contraste com o banquete de Herodes que levou à morte de João Batista, Jesus, como Bom Pastor, prepara-nos uma mesa bem à frente do inimigo (cf. Sal 23).
A multiplicação dos pães nos ensina a CRER na Eucarista, VIVER nosso sacrifício na entrega dos cinco pães e dos dois peixes e no serviço dos irmãos, e ESPERAR o banquete celeste que nos saciará abundantemente.

A Sagrada escritura tem dois sentidos: o literal (ao pé da letra) e o sentido espiritual.
Mas, a aplicação espiritual na fé da Igreja, no sentido moral do que devemos fazer, da vida eterna que esperamos, só pode ser feita baseada no sentido literal da palavra.
Primeiro precisamos entender o texto e depois aplicá-lo na fé da Igreja conforme as várias circunstâncias.

Primeiro há a morte de S. João Batista, em meio a uma festa e uma refeição mortífera.
Em seguida, há um deserto com uma multidão faminta. O contraste não poderia ser maior.
O banquete de Herodes levou as pessoas a uma saciedade física e o banquete de Jesus leva as pessoas a uma saciedade eterna.

Jesus tem compaixão do seu povo e lhe dá de comer. Literalmente lemos esse texto em que Jesus é o Bom Pastor que se compadece e cuida de seu povo, de suas ovelhas.
Todos os quatro evangelistas reportam esse milagre da multiplicação dos pães. Mas os homens modernos têm dificuldades de entender essa narrativa e fica-se buscando uma explicação não literal.
Mas, não há porquê duvidar da veracidade histórica da multiplicação dos pães relatada nos quatro evangelhos. Não pode Jesus, ressuscitado, multiplicar pães?
Jesus realiza um milagre mas é também um sinal, um prodígio visível que aponta para o invisível.
Não tenhamos medo de ter fé. Ensinar que esse suposto milagre significa simbolicamente ensinar a partilha, isso é não ter fé.

Há uma outra realidade no sentido literal contida nesta passagem que precede a profissão de fé de S. Pedro.
No capítulo seguinte Jesus pergunta quem Ele é?
E alguns respondem que teria sido João Batista que voltou à vida.
Outros, que seria Elias... pois no AT, o profeta Eliseu (2Rs 4) multiplica pães de cevada para alimentar 100 homens, permitindo uma analogia com um novo profeta ainda maior.
Todos os capítulos seguintes preparam a resposta de Pedro: "tu és o Messias, o Deus vivo" , a profissão de fé de Pedro sobre a qual será erguida a Igreja.

O que Jesus faz é preparar a fé de seus discípulos. Um sinal muito maior que apenas a solução de uma fome eventual.
Este é o sentido espiritual que alimenta nossa alma.
Qual é a nossa fé?
Como devemos nos comportar?
Qual é a nossa esperança?

O sentido da fé
A multiplicação dos pães nos aponta para a Eucaristia. Isso fica claro nos termos eucarísticos que Jesus usa na descrição literal.
E isso faz de um pão que sacia a fome, o pão da vida eterna.

A aplicação moral do texto nos ensina que Jesus faz milagres a partir do pouco que nós lhe entregamos. Deus faz prodígios mas espera de nós alguma doação, entrega, oblação.
Outra é o que foi dito aos discípulos (os que já têm fé): "dai-lhes vós mesmos de comer". Devemos dar ao povo o pão da fé e da Eucaristia.

Finalmente, o sentido da esperança é que aqui nesta Terra jamais iremos encontrar a plena saciedade.
Somos todos chamados para ser discípulos e missionários.

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Católicos Online - Bíblia Católica - Catecismo
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8488932)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?31.17
Diversos  Mundo Atual  4134 Karl Marx, de cristão a satanista16.77
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.66
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.22
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.66
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.18
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.07
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.95
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.53
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns10.34
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?8.55
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo8.47
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.20
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.88
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.49
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.47
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.42
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.10
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.03
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes6.82
PeR  Ciência e Fé  0558 Coma Reversível e Coma Irreversível6.63
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?6.43
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma6.41
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.36
Não há dúvida, é mais cômodo ao intelecto humano criar ou inventar do que simplesmente aceitar a realidade religiosa já existente.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online