Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 402/Novembro 1995

Notícias

Falam médicos argentinos:

 

ABORTO PROVOCADO: O NÃO DA MEDICINA

 

Em síntese: A Academia Nacional de Medicina de Buenos Aires se pronunciou francamente contrária ao aborto, pois o feto já é um ser humano, que tem direito à vida; ademais o médico jura proteger e defender a vida, nunca a destruir. Legislar em favor do aborto é renegar a medicina, que dispõe, em nossos dias, de recursos para combater a mortalidade perinatal, salvando fetos e recém-nascidos enfermos. Os argumentos aduzidos em prol do aborto não resistem a uma crítica séria; além do quê a experiência mundial revela que à legalização do aborto se segue a da eutanásia infantil.

* * *

A Academia Nacional de Medicina de Buenos Aires publicou uma Declaração sobre o aborto provocado sucinta e muito clara. Tão importante documento merece divulgação; eis por que vai abaixo reproduzido em tradução brasileira.

 

"A ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA DE BUENOS AIRES

EXPRIME À COMUNIDADE A SUA OPINIÃO SOBRE O ABORTO PROVOCADO

A Academia cumpre, mediante este texto, um dos objetivos fundamentais explicitados em seus Estatutos, a saber: expressar a sua opinião sobre assuntos de interesse transcendental, relacionados com as ciências médicas, conexos ou afins com estas:

A Vida Humana Começa Com a Fecundação. Este é um fato científico, demonstrado experimentalmente; não se trata de um argumento metafísico ou de uma hipótese teológica. No momento da fecundação, a união das sementes masculina e feminina dá lugar a um novo ser com sua individualidade cromossômica e com a carga genética de seus progenitores. Se não se interrompe a sua evolução, chegará a nascer.

Como Conseqüência, Pôr Fim Deliberadamente a Uma Vida Humana Que Começa, é Inaceitável. Vem a ser um ato que se opõe à vida humana. A única missão de qualquer médico é proteger e promover a vida humana, nunca a destruir. Esta convicção está guardada na cultura mundial e, muito particularmente, no juramento de Hipócrates. Sendo o direito à vida o primeiro dos direitos da pessoa, toda legislação que autoriza o aborto, vem a ser uma negação desse direito e, por conseguinte, da própria medicina.

Em Vista Do Atual Progresso da Tecnologia No Setor Da Reprodução Humana a fim de combater a mortalidade perinatal, salvando fetos e recém-nascidos enfermos, torna-se um absurdo a destruição de um embrião ou de um feto.

Utiliza-se Como Argumento Para Promover o Aborto o crescimento desmedido da população mundial, que estaria impedindo o desenvolvimento econômico dos povos. A respeito cabe assinalar que os cálculos efetuados não se cumpriram e que o desenvolvimento econômico deve voltar-se para a procura de novos canais de produção. Também se apela, a fim de justificar o aborto legalizado, para o fato de que o aborto clandestino provoca elevadas taxa de doenças e óbitos para as genitoras. É preciso, porém, esclarecer que, embora doenças e morte das genitoras sejam freqüentes nos casos clandestinos, tal inconveniente não ocorre apenas nos casos clandestinos, pois os danos são inerentes ao próprio procedimento que interrompe intempestiva e artificialmente a gravidez.

A Experiência Mundial Ensina Que A Legislação Abortiva Não Se Limita A Impedir Os Abortos Clandestinos, pois o aborto é sempre um procedimento que as pessoas preferem ocultar. A diminuição do número de óbitos maternos que se espera em decorrência da legislação respectiva será acompanhada de maior número de abortos, isto é, maior número de óbitos dos fetos. Com efeito; a experiência mundial revela que à legalização do aborto se segue a legalização da eutanásia de recém-nascidos

Esta Declaração foi aprovada pelo plenário acadêmico da Academia Nacional de Medicina em sua sessão privada de 28 de julho de 1994.

(a) Acadêmico Mario A. Copello - Secretário Geral"

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8282855)/DIA
Diversos  Espiritualidade  4131 Dez conselhos na luta contra o demônio32.50
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?30.02
Diversos  Teologia  4132 A existência de Deus29.21
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.43
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.30
Diversos  Apologética  4130 Paulo desprezou Pedro?11.35
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.23
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.21
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.80
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.24
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo9.01
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns8.47
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.34
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?7.99
Diversos  Mundo Atual  4129 Direto do Inferno7.93
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.91
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.74
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?7.73
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.56
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.32
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.31
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.05
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma7.03
Vídeos  Mundo Atual  4128 A 'Humanae Vitae' e a apostasia dos cristãos6.95
A teologia da libertação é uma ideologia a serviço de uma engenharia social, a serviço de um partido.
Padre Paulo Ricardo

Católicos Online