Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 390 – novembro 1994

Testemunhos

Depoimento pessoal:

 

"EU FUI TESTEMUNHA DE JEOVÁ"

por Antonio Carrera

Em síntese: As Testemunhas de Jeová constituem uma corrente religiosa extremamente proselitista e autoritária. O Sr. Antonio Carrera foi Testemunha durante treze anos na Espanha, chegando a ocupar altos cargos de direção na Congregação. Tendo deixando a seita, narra suas experiências no livro "Yo fui Testigo de Jeová", do qual vão abaixo extraídos alguns traços de relevo. O autor mostra como o autoritarismo dos dirigentes da Congregação, que se dizem inspirados por Deus, é falso, pois caem em contradições freqüentes, sempre no intuito de indicar a data da vinda visível de Cristo à Terra e da inauguração do Reino milenar neste mundo. Além disto, Antonio Carrera arrola numerosas proibições e prescrições que as Testemunhas de Jeová devem aceitar e cumprir, deixando assim que a sua vida pessoal, familiar, profissional e cívica seja cerceada em larga escala para atender às concepções e atividades da seita.

=-=-=

A Congregação das Testemunhas de Jeová (TdJ) é das mais proselitistas e radicais que existem no cenário religioso da atualidade: visitam as casas, procurando "catequizar" as famílias e vender livros ou revistas. Sabem ser insistentes e prontos para enfrentar qualquer objeção que se lhes faça; têm resposta pronta ou "pré-fabricada" para resolver as dificuldades...

Já expusemos em PR 157/1973, pp. 25-42 a origem de tal Congregação; outros artigos sobre a mesma foram publicados em PR 376/1993, pp. 426-432; 344/1991, pp. 2-15; 355/1991, pp 556-562. Neste número proporemos o testemunho do Sr. Antonio Carrera, espanhol de Bilbao, que escreveu o livro "Yo fui Testigo de Jeová" (Editorial Caminho, Chi-huahua, Chih, México 1992).

Apenas para introduzir o assunto, é de lembrar que as TdJ foram fundadas por Charles-Taze-Russel 1 (1852-1916), nascido em Pittsburg (USA), de família presbiteriana. Em 1870 tornou-se adventista. Como tal, refez os cálculos referentes à segunda vinda de Cristo, que ele assinalou para 1874 (ano em que Russell se separou do Adventismo oficial); depois, indicou-a para 1914 e finalmente para 1918. Infelizmente, porém, Russell faleceu em 1916.

O seu sucessor foi o juiz Rutherford, que, tendo ido à Europa em 1920, aí anunciou o início da idade de ouro para 1925. Esse novo líder da seita, até então dita "dos Estudiosos da Bíblia", fez que tomasse o nome de "Testemunhas de Jeová". Rutherford morreu em 1942. Atualmente as Testemunhas têm seu centro principal em Brooklyn (Nova Iorque), onde são editados dois jornais, também traduzidos para o português: "Torre de Vigia" e "Despertai-vos!".

Como dito, a seguir, extrairemos do livro de Antonio Carrera alguns dos dados mais relevantes.

1. TRAÇOS AUTOBIOGRÁFICOS

 

1.1. Minha desilusão como Testemunha de Jeová

"Meus caros leitores, peço a Deus que nunca tenham de sofrer a desilusão religiosa que experimentei, ao descobrir a falsidade das TdJ. Dou graças a Deus por sua bondade e misericórdia, pois me salvou de me afundar no ateísmo, como costuma acontecer a quase todos os que abandonam a seita da 'Torre de Vigia'. Eu, que vivi na Igreja Católica durante vinte e oito anos e depois me tornei inimigo dela, retornei ao seio da mesma. Sou católico, e desejo reparar, de algum modo, o mal que fiz, escrevendo para alertar as ovelhas de Cristo contra os falsos profetas chamados Testemunhas de Jeová.

Permaneci treze anos na seita, e ocupei na mesma altos cargos, como dirigente. Entre outros, fui membro do Comitê da Congregação, Superintendente do Campo, Ministro da Escola, Conferencista em Bilbao, Durango, Munguia, Guernica, Barcelona, Eibar, San Sebastian, Irun, Pamplona, Burgos, Santander..., Organizador de assembléias e Orador nas mesmas.

Em virtude do meu caráter entusiasta e do meu zelo propagandista, visitei milhares de lares pregando os falsos ensinamentos da seita e fazendo proselitismo. Praticamente dediquei todo o meu tempo, durante os treze anos passados com eles, pois só à tarefa de pregar apliquei 3.542 horas, vendi 570 livros, 580 folhetos e 3.700 revistas. E quantas pessoas levei para a seita?!

1.2. Como se faz uma TdJ

 

Meu caso é semelhante ao de mil outras pessoas que se fizeram Testemunhas. Eu vivia minha existência normal como católico, com esposa e meu primeiro filho. Em 1961 eu tinha 28 anos, a idade das inquietudes religiosas. Dessa data em diante as TdJ tornaram-se novidade e notícia na Espanha, e como tais atraem a curiosidade, especialmente a de pessoas simples e carentes de formação religiosa e intelectual.

O anzol da 'Torre de Vigia' apanha três tipos de pessoas: os muito ignorantes, que são a maioria; outras, que não são tão ignorantes e têm o gosto das coisas espirituais. O terceiro grupo, o dos chamados 'panças', é o dos que entram na Organização com a esperança de receber algum benefício.

O primeiro contato com as Testemunhas costuma ser deslumbrante. Propõem o ingresso num grupo, em que, segundo eles, todas as pessoas são excelentes, bondosas e amorosas em grau máximo. Nas primeiras reuniões atordoam o candidato com saudações e gentilezas; mas isto dura pouco; depois ninguém se ocupa com ninguém a não ser para observar se falta às reuniões ou se sai com freqüência para visitar as casas, vendendo a literatura respectiva. Oferecem a salvação e a vida eterna na Terra, feita paraíso após o fim do mundo, que deve acontecer de um dia para o outro, embora já haja mais de cem anos que o anunciam. Então a Terra gozará de paz; não haverá doenças nem cemitérios, pois ninguém morrerá. Todavia, é claro, ninguém se poderá salvar a menos que seja TdJ.

Desde a primeira visita ao lar, enchem a casa de livros, folhetos e revistas pagos, sem dúvida portadores da mensagem da seita. Um membro desta vai instruir semanalmente o candidato, e não o solta mais. A lavagem de crânio que ele realiza, leva o indivíduo a aceitar disparates, como o de deixar morrer um familiar, de preferência a lhe darem uma transfusão de sangue. Incutem o ódio contra toda religião e todo Governo o que não deixa de acarretar uma série de problemas. Também levam a romper com amigos e familiares o que resulta em mais estreita adesão ao grupo e em fanatismo.

Em cinco horas de reunião semanal, além das de estudo particular, incitam o candidato a pregar mais e mais e a vender livros, já que o fim do mundo está perto. E, para que a pessoa acredite em tudo isso, dão-lhe a Bíblia das TdJ, tradução adaptada ao modo de pensar jeovista.

Passei treze anos escravo dessa Organização diabólica, sem vontade de ver ou querer outra coisa senão o que vinha das Testemunhas.

 

1.3. Como descobri a falsidade

Após estar treze anos de posse daquilo que, em minha cegueira, eu julgava ser um diamante valioso a verdade das TdJ —, fiz a experiência de dolorosa desilusão. Fiquei vazio espiritualmente, e passei quatro meses doente. Entre os que viram o erro e abandonaram a seita comigo, estão minha esposa, meus três filhos, meu irmão Abel com sua família, e outros.

Eis o que aconteceu: numa conversa amiga com uma Testemunha antiga na seita, ela criticou os ensinamentos da mesma. Disse-me que, se eu conseguisse ler livros antigos da Organização (não mais editados), eu verificaria uma multidão de mudanças e erros nas suas doutrinas — embora estas, segundo as TdJ, sejam inspiradas por Deus. Esta conversa me deixou cheio de dúvidas, dúvidas que se confirmaram quando pude examinar sete livros antigos, de ano de 1918, que casualmente caíram em minhas mãos.

Decidido a abandonar a Congregação, quis comunicar as razões disto a quem competia, mas não me deixaram falar. E, sem me conceder oportunidade de explicar-me, expulsaram-me, acusando-me de sectarismo. Proibiram a todos os membros que me falassem, sob ameaça de serem também eles expulsos. Na verdade, já excomungaram dois, pelo único motivo de terem falado comigo.

 

2. OS FALSOS PROFETAS

As TdJ proclamam ser profetas. São, porém, falsos profetas, porque várias das predições, feitas por eles em nome de Deus, não se cumpriram, como se verá adiante. Apesar do desmentido dos fatos, os escritos da seita afirmam que seus dirigentes são "iluminados por Deus e vêem a verdade com exata harmonia"; "Deus lhes permite entender a verdade"; as páginas das revistas "Torre de Vigia" seriam escritas sob revelação divina: "Jeová escolheu a revista Torre de Vigia' como canal por meio do qual Ele quer levar aos homens a revelação da vontade divina; são reveladas as palavras de suas páginas". Conscientes disto, as Testemunhas afirmam que não se pode entender a Bíblia sem, antes, ter lido os livros da Congregação. São dizeres de Carl Taze Russell:

"Os seis tomos de 'Estudos das Escrituras' não são meros comentários das Escrituras, mas são praticamente a própria Bíblia... Aquele que se volta para a Bíblia apenas, dentro de alguns anos torna às trevas. Ao contrário, se lê os 'Estudos das Escrituras' com suas citações e não leu nenhuma página da Bíblia como tal, estará na luz ao cabo de dois anos" (Torre de Vigia, 15/9/1910).

Desta declaração se deduz que a leitura da Bíblia, sem mais, leva às trevas, ao passo que a leitura dos escritos de um homem leva à luz.

Diante dos evidentes erros de suas predições, as TdJ tentam justificar-se. Não dizem: "Equivocamo-nos", pois isto implicaria que Deus se teria equivocado. Afirmam, porém, que Deus lhes está dando luz e entendimento progressivos, como sugere o livro dos Provérbios 4,18: "A senda dos justos é como a luz da aurora, que dia por dia se torna mais clara". Tal alegação, porém, nada explica, pois uma coisa é "revelação progressiva" e outra "revelação contraditória"; uma coisa é ter aumento de luz, e outra é trocar o foco de luz.

Vejamos alguns espécimens de falsas profecias das Testemunhas:

 

2.1. Fim do Mundo e Segunda Vinda de Cristo

 

O primeiro cálculo das TdJ referente a tais eventos indicava o mês de outubro do ano de 1874. Como nada aconteceu naquele ano, as TdJ afirmaram, não obstante, que Cristo veio, mas de modo invisível; deveria aparecer visivelmente ou corporalmente sobre a Terra em 1914. Já que também nesse ano a predição não se cumpriu, as TdJ voltaram a dizer que Cristo veio, sim, mas de modo espiritual ou invisível. O cálculo foi refeito outras vezes, sendo então indicados os anos de 1925 e, mais tarde, com probabilidade, o de 1975... Todavia têm sido sempre frustradas as expectativas.

O fim do Papado foi previsto para 1914...

 

2.2. Ressurreição dos Patriarcas em 1925

Em 1925 deviam aparecer, ressuscitados, os príncipes do povo de Deus, ou seja, os Patriarcas Abraão, Isaque, Jacó e outros justos. Para receber esses Príncipes, as TdJ construíram bela mansão, chamada "Casa dos Príncipes" (Beth-Sarim) em San Diego (Califórnia), obra que custou US $ 75.000, quantia fabulosa na época respectiva. A existência dessa mansão nunca foi mencionada nos escritos das TdJ. Quando J. F. Rutherford, o segundo presidente da Congregação, morreu em 1942, quiseram sepultá-lo em tal palácio, que se tornaria um Santuário Internacional; todavia as autoridades municipais de San Diego não o permitiram; por isto as TdJ o venderam em 1948.

 

2.3. O Regresso dos Judeus à Palestina

Em 1879 as TdJ afirmavam que os judeus retornariam, sim. Mas em 1932 negaram-no: nunca mais os judeus se reuniriam como nação na Palestina! — A história desmentiu a previsão...

 

2.4. "O Espírito Santo não atua mais desde 1918"

 

Notemos de imediato que, para as TdJ, o Espírito Santo não é a terceira Pessoa da SS. Trindade, mas é a força de Deus personificada.

Eis que as TdJ afirmaram, na primeira metade do século XX, que o Espírito Santo, antes da vinda de Jesus ao Templo em 1918, atuou como Paráclito, Confortador, Advogado (cf. Jo 14,16s; 15,26). Todavia em 1918 o Espírito Santo deixou de atuar ou encerrou sua missão. Eis, porém, que em 1955 a revista "Torre de Vigia" anunciou: "Assim como no dia de Pentecostes dos tempos antigos o espírito santo foi derramado sobre o resto judeu para reavivar o testemunho,... da mesma forma na primavera de 1919 houve uma efusão do espírito santo de Jeová sobre o resto cristão como Organização". A mesma revista em 1968 noticiava: "Diremos que o espírito santo não atua em nosso favor? Não... Desde Pentecostes de 33 o espírito santo de Jeová tem sido um auxiliar, um recordador, um mestre, uma testemunha".

 

2.5. Quando foi criado Adão?

 

Entre 1946 e 1972, as TdJ mudaram quatro vezes a data da criação de Adão. Com efeito,

Em 1947 o livro "A Verdade vos tornará livres" ensina que Adão foi criado em 4028 a.C.

Em 1947 no livro "O Reino" indica-se a data de 4027 a.C.

Em 1956 o livro "Novos Céus" afirma que a data foi a de 4025 a.C. (outono).

Finalmente em 1972 o livro "Babilônia a Grande" retorna à data de 4026 a.C. (outono).

Não somente essas oscilações depõem contra a autenticidade dos "oráculos"; o próprio fato de querer datar a criação do primeiro homem mediante a Bíblia é errôneo, pois não há dúvida de que a Bíblia não foi escrita para ensinar ciências naturais ou o saber profano.

A oscilação da data da criação de Adão está ligada ao fato de que as TdJ esperavam para a década de 1970-80 a vinda visível de Jesus sobre a Terra e a inauguração do reino milenar de Jesus neste mundo em toda paz e bonança. Não ousavam, porém, admitir uma data precisa, visto que as datações anteriores foram desmentidas pelos fatos. Imaginavam que Cristo instauraria seu reino visível na Terra quando se completassem 6.000 anos após a criação de Adão; o sétimo milênio da história corresponderia ao sétimo dia da semana da criação, que foi o shabbath, dia de repouso e paz (o gênero humano na década de 1970-80 celebraria 6.000 anos de existência correspondentes aos seis dias da criação!). — Ficou, porém, na consciência das TdJ a hipótese de que o ano de 1975 seria o do grande desfecho. Eis o que se lê em "Torre de Vigia" de 1967:

"Que se pode dizer a respeito do ano de 1975? ... Significa que o Harmagedon se concluirá, estando Satanás preso, em 1975. É possívell É possível'. Para Deus tudo é possível. Devemos crer que Babilônia a Grande será destruída em 1975? É possível... mas não é isto que estamos dizendo".

Em "Torre de Vigia" 1972 lê-se:

"Há muitas razões para crer que em nossos tempos, provavelmente nesta década mesma (1970-80) se realizará o alívio permanente (1). Nossa geração verá o fim da atual ordem ferida por tensões. De fato, há boas razões para esperar que uma nova ordem feita por Deus começará dentro da década atual (1970-80)... Por que há razões para isto?... Ao aproximarmo-nos do fim dos 6.000 anos da futura história humana em meados dos anos de 1970, existe a comovedora esperança de um magnífico alívio".

2.6. Os 1260 dias de Daniel 12,7 Em Dn 12,7 lê-se:

"Será por um tempo, tempos e metade de um tempo. E, quando se completar o esmagamento da força do povo santo, essas coisas todas hão de consumar-se".

A que equivalem os três tempos e meio de Daniel?

Em 1921 Rutherford, presidente da Congregação, ensinava que se tratava de 1260 anos; estes deveriam ser contados a partir de 539 d.C. até 1799 d.C; sim, pois, segundo Rutherford, o ano de 539 foi o ano em que o Papado se firmou e o de 1799 foi aquele em que Napoleão levou o Papa prisioneiro para a França e recusou ser coroado por ele — o que equivalia a uma ferida mortal para o Papado. Assim Daniel terá previsto tal período da história da Igreja.

Eis, porém, que em 1961 a explicação de Dn 12,7 era outra: os três tempos e meio significariam três anos e meio. Equivaliam ao período que ia da primeira metade de novembro 1914 até o mês de maio de 1918.

Outras explicações se encontram: 1260 dias (três anos e meio) ocorrentes desde 1919 até 1922 ("Torre de Vigia" 1925). Ou também: 1260 dias desde 19/10/1914 até 19/4/1918 ("Torre de Vigia" 1951).

Pode-se observar que 1260 anos são também o espaço que vai desde a Hégira de Maomé em 622 (início da era maometana) até o surto de Mohamed Ahmed ibu Seyyd, "o Guia Esperado", em 1882!

Outros vários exemplos de contradição podem ser apontados nas "profecias" das TdJ. Donde se depreende que não têm valor, embora os respectivos autores se digam inspirados diretamente por Deus.

 

3. ORGANIZAÇÃO DAS TESTEMUNHAS

 

Antonio Carrera é muito veemente ao abordar a organização das TdJ. Eis os seus dizeres em tradução portuguesa:

 

3.1. Reuniões

 

"Os lugares de reunião chamados 'Salões do Reino' não são templos onde haja o recolhimento propício à oração particular ou comunitária. São, antes, auditórios em que se lêem e estudam não as páginas bíblicas diretamente, mas as revistas e os livros publicados pela Organização, portadores de citações tiradas da Bíblia 'do Novo Mundo' (tradução própria das TdJ)" (Yo fui Testigo de Jehová, p. 15).

"Asseguro-lhes que nessas reuniões não age o Espírito Santo, mas ouve-se o espírito tanto, pois se fala principalmente dos diversos métodos para vender a enorme produção bibliográfica; para escravizar os ouvintes a essa tarefa de vendedores a domicílio e de proselitismo desenfreado, lavam-lhes o cérebro nessas reuniões com a musiquinha do espírito santo: tantas revistas vendidas no mês, tantos livros, tantos folhetos, aumento de vendedores, horas aplicadas a visitas domiciliares, ... tantas máquinas novas, novos edifícios..." (ib. p. 15).

 

3.2. Assembléias

 

Periodicamente durante cada ano realizam-se grandes concentrações de TdJ por distrito ou por país, destinadas a corroborar a fé dos mesmos. As assembléias internacionais ocorrem de três em três ou de quatro em quatro anos.

Os participantes são convocados pelo correio alguns meses antes da próxima assembléia e incentivados a comparecer (às próprias custas), promete-se-lhes a revelação de algo de muito importante (a data do fim do mundo está sempre presente nos discursos das TdJ); há quem não participe, se prevê o castigo de Deus ("Torre de Vigia" 1954/150 e 1958/204). O fanatismo da obediência é tal que muitos deixam seu trabalho (sofrendo as conseqüências da falta) para poder assistir às assembléias; também acontece que certas mulheres, contrariando seus esposos, partem para a assembléia, deixando marido e filhos em casa.

Em quase todas as assembléias é apresentado um livro novo, que causa delirante impacto de aplausos e regozijo; a bibliografia e muitos outros objetos (cartões postais, frutas, pastéis, sorvetes, refrescos, café...) são vendidos em grande escala. Eis um espécimen do que ocorre neste particular segundo a revista "Torre de Vigia" 1956: em Nova Iorque realizou-se uma assembléia internacional de 19 a 26/7/1953, com a participação de 165.829 TdJ; nesses dias foram apresentados três livros e três folhetos novos e venderam-se 3.073.657 impressos (uma média de quase vinte por pessoa!).

Cada participante de assembléia deve pagar seu crachá e outros documentos de identificação. Se durante um ano se reúne em diversas partes do mundo um milhão de pessoas, resulta daí elevada cota de arrecadação.

 

William J. Schnell foi Testemunha de Jeová durante trinta anos; depois abandonou a Sociedade e escreveu o livro "Escravo por trinta anos na 'Torre de Vigia' ", em que narra o seguinte: à assembléia de Magdebur-go (Alemanha) compareceu o segundo presidente, J. Franklin Rutherford; este generosamente ofereceu o almoço aos participantes no último dia: salsicha e salada de batatas. Isto valeu para Rutherford a fama de benfeitor, e durante muito tempo as Testemunhas guardaram a recordação do "grande banquete de Rutherford"; todavia os membros da assembléia esqueceram que nessa mesma ocasião pagaram pelas insígnias de identificação cinqüenta marcos, em vez do preço normal de cinco marcos.

 

Conta-se ainda que na assembléia de Milão em 1963 os participantes, ao voltarem para casa, receberam de graça uma merenda. Esta, porém, acabou custando-lhes caro, porque todos se intoxicaram!

 

3.3. Pregação e Proselitismo

 

O grande zelo das TdJ pela propagação de suas idéias provém do fato de que lhes dão a crer que o fim do mundo está iminente e, por isto, é preciso dedicar tudo o que a pessoa tem (energias, saúde, tempo e dinheiro) para apregoá-lo ao mundo. Nas reuniões das TdJ pratica-se autêntica lavagem cerebral, que consiste em repetir as mesmas frases: "Estamos no fim dos tempos, é preciso anunciá-lo e, principalmente, vender livros!". Na verdade, este anúncio é falso, pois já foi algumas vezes desmentido, mas dá bons resultados.

A pregação da mensagem e a venda de livros são controladas. Cada TdJ recebe mensalmente uma cédula, na qual registra o número de horas aplicadas à pregação, o número de livros e revistas vendidas, o número de re-visitas feitas a um(a) candidato(a). Assim podem os dirigentes averiguar quem trabalha pouco ou com pouco empenho e estimular essa pessoa. Se alguém deixa de sair a pregar durante algumas semanas, os servidores da Congregação o visitam e oferecem-se para ir com tal Testemunha; em conseqüência, a liberdade do crente é cerceada; há os que acabam aceitando a intimação para ir pregar, a fim de se verem livres das injunções da Congregação. Esta propõe, como cota mínima, dez horas de pregação, venda de seis revistas, seis re-visitas e uma hora de estudo por mês. O ideal é: pregar por cem horas ao mês ou 1.200 horas ao ano, vender cem revistas, fazer 33 re-visitas e sete tempos de estudo por mês. Todos os meios de comunicação vêm a ser utilizados; recomenda-se às mulheres que tenham sempre alguns impressos à disposição para os vender ao primeiro que bata à porta de casa (carteiro, padeiro, leiteiro, cobrador...). Se alguém alega que chega cansado à casa no fim do dia, diz-se-lhe que vá pregar após o jantar, pois então é que mais provavelmente se encontram os homens em casa.

 

3.4. Estrutura Governante

Toda a Congregação das TdJ é dirigida a partir de Nova Iorque, por norte-americanos. O escritório central tem sucursais em duzentos países; à frente de cada uma está um norte-americano, embora oficialmente seja o dirigente local um nativo. A hierarquia é a seguinte: 1) Jeová Deus; 2) Jesus Cristo; 3) Classe do Escravo Fiel e Discreto; 4) Corpo Governante; 5) Servo de Zona; 6) Servo de Sucursal; 7) Servo de Distrito; 8) Servo de Circuito; 9) Superintendente ou Ancião da Congregação; 10) Servo Ministerial; 11) Publicador.

Os Servos de Circuito visitam cada Congregação ou grupo de quatro em quatro meses e, numa semana de permanência, inspecionam os arquivos, as contas, os registros de reuniões, a ficha de cada pregador (em que está assinalado o respectivo trabalho realizado mês por mês). Ao deixar a Congregação, está a par de tudo o que aí se faz e se deixa de fazer, de modo que o Corpo Governante em Nova Iorque pode tomaras providências necessárias para estimular cada pequena célula da Organização.

Em tempo de perseguição, como acontecia na Espanha até 1971, as TdJ sabem viver clandestinamente; ninguém é chamado por seu nome, mas, sim, por um número-chave.

 

4. "É PROIBIDO. . ."

A maioria dos membros da seita são pessoas simples, modestas, que facilmente podem ser direcionadas. A fim de as explorar ao máximo, a Organização lhes impõe uma disciplina férrea, marcada por proibições e imposições. Estas normas têm o efeito psicológico de fazer crer às TdJ que são diferentes dos demais homens e, assim, se caracterizam como os únicos e verdadeiros adoradores de Deus na única religião verdadeira.

São mais de cinqüenta as proibições que cerceiam uma TdJ. Sejam aqui citadas as principais:

1) A TdJ não pode ser cantor(a), jogador de futebol ou praticante de atletismo. — Por isto o famoso tenor de ópera, chamado V.A., teve que abandonar a carreira para ser Testemunha.

É preciso renunciar também à música popular, pois esta leva a "adorar astros ou estrelas", além do quê tem letra "Bossa Nova" ou semelhante ou talvez esteja relacionada com algum Credo religioso falso.

2)   Não é permitido vender ou comprar bilhetes de loteria. — O jogo por dinheiro é condenado. Por isto nem os deficientes físicos recebem autorização para ser vendedores de bilhetes, se querem ser TdJ.

3)   É proibido fumar. Quem fuma, está sujeito à excomunhão.

4)   É proibido celebrar aniversário natalício. — Na Bíblia os dois únicos aniversariantes mencionados tornaram-se homicidas no dia do seu aniversário; assim o Faraó do Egito (cf. Gn 40, 20-22) e Herodes o Grande (cf. Mc 6,17-29).

5)   Não se deve celebrar aniversário de casamento.

6)   Não se deve brindar alguém levantando uma taça de vinho ou champagne, pois isto lembra as oferendas feitas a deuses pagãos.

7)   Não se deve celebrar o Natal, pois este é tido como festa pagã.

8)   As TdJ não devem casar-se "fora do Senhor" ou com quem não seja Testemunha.

9)   As TdJ não devem assistir a cerimônia de casamento que não seja de Testemunhas, mesmo que se trate de familiares seus.

 

10)  Também os bailes são proibidos, por terem origem pagã.

11)  Não é lícito apoiar Olimpíadas ou delas participar, porque estão relacionadas com as antigas celebrações gregas pagãs.

12)  Não jogar xadrez, pois este é um jogo de guerra, que teve origem há 1.400 anos. O tablado do xadrez foi a arena para batalhas entre cortes de reis e exércitos.

13)  Não se deve dar esmola aos mendigos. Motivo: há bandos de mendigos "profissionais" que recorrem a todos os artifícios para parecer carentes e suscitar a compaixão. A generosidade cristã se deixa orientar por 2Ts 3,10: "Se alguém não quer trabalhar, também não coma".

14)   Não usar trajes de luto quando morre um ente querido. — O cristão não se deve afligir pelo falecimento de pessoas amadas.

15)   As crianças nas escolas não devem saudar a bandeira nem participar de competições esportivas. Quando se canta o hino nacional, não se devem levantar em sinal de respeito. — A reverência às insígnias da pátria (bandeira, hino) é homenagem ao Estado. Ora todo Estado se acha sob a influência do Maligno.

16)   É proibido tomar parte ativa ou passiva em eleições civis ou políticas, pois a política também está sob o signo do Maligno.

17)   Não se devem apoiar campanhas caritativas, pois estas geralmente estão ligadas a uma falsa religião, parte da Grande Babilônia.

18)   Não se pode aceitar transfusão de sangue, nem quando a recusa ameaça de morte. — Com efeito, dizem, o sangue é a vida, e a vida pertence a Deus só; cf. Gn 9,4; Dt 12, 16-23; SI 30,10.

19)   Não se deve trabalhar em prol de alguma outra religião. — Alguém que aceita um emprego em alguma organização religiosa não jeovista, passa a fazer parte dela; adere à Grande Babilônia e deve ser expulso da Organização das TdJ.

20)   Não é lícito praticar a caça ou a pesca por mero amadorismo. — O protótipo do caçador é Nemrod (cf. Gn 10,9), que caçava para passar o tempo, conforme uma lenda popular.

21)   Não é permitido alimentar amizades muito estreitas por causa do perigo de favoritismos e sectarismo.

22)   Quanto a presentes, são proibidos no Natal e no aniversário natalício. Se uma TdJ recebe presente em alguma dessas datas, não o deve retribuir.

Nas outras datas em que seja lícito oferecer presentes, não se deve revelar o nome do doador do presente.

23)   Não é lícito romper um compromisso de casamento, ou seja, um noivado. Isto significaria falta de maturidade.

24)   Novelas de rádio e televisão vêm a ser desaconselhadas, pois, na maioria, são moralmente más.

25)   É proibido aos homens-servidores usar bigode ou barba.

26)   As mulheres não devem usar calças compridas.

27)   Não se leia o que é publicado fora da Organização. O leitor poderia ser contaminado por idéias religiosas heterogêneas, confiando em pensadores mundanos.

28)   É proibido procurar hospitais confessionais religiosos para tratar da saúde. Com efeito, tais instituições fazem parte da Grande Babilônia, o império mundial da falsa religião.

29)   A veneração de imagens é idolatria. Por isto quem tem o dom de pintar ou desenhar, deve abster-se de produzir quadros religiosos, como, por exemplo, o do retorno do filho pródigo, pois isto poderia dar ensejo a que alguém tropeçasse e caísse na idolatria.

30)   É obrigatório aos pais ensinar a Bíblia aos filhos, ainda que o façam com o chicote na mão. Por isto há casais que possuem em sua casa uma vara que aplicam aos filhos quando o julgam necessário.

31)   É obrigatório assistir às reuniões da Congregação; quem a elas falta, sofrerá castigo. Lê-se na revista "Torre de Vigia" 1964/658,22 o seguinte depoimento:

"Às vezes, quando me preparo para ir às reuniões, chegam visitas inesperadas. Se ficarmos em casa e as recebermos, deixaremos de assistir às reuniões, em que está o espírito de Jeová. Para não acontecer isto, podemos explicar que estamos ocupados nessa noite... Se não nos desejam acompanhar, você pode explicar-lhes e pedir-lhes que esperem até que volte ou, se isto não convém, pode convidá-las para outra ocasião. Não se intimide facilmente pela chegada de parentes ou conhecidos".

32)   É obrigatório receber o Batismo das Testemunhas, sem o qual não há possibilidade de salvação.

33)   A Organização incita seus membros a sair para pregar, mesmo que não o queiram ou estejam cansados. — Se o trabalho profissional é executado por alguém mesmo a contragosto e debaixo de chuva, quanto mais o trabalho em prol do Reino de Jeová...?!

Não é necessário acrescentar outros itens para ilustrar o espírito proselitista e fanático das TdJ. — Por suas concepções, têm suscitado problemas e conflitos vários em famílias e na sociedade civil.

Estêvão Bettencourt O.S.B.


GoNet - PR
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
12 2
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL
#0•A450•C817   2016-04-05 19:40:11 - Convidado/helloisa.lemes11@gmail.com
Não sou tj,mas estudo a bíblia com eles. Nunca fui de ir em igrejas,e apesar disso me sinto muito bem no salão do reino,i felizmente ainda não sai do muro,mas Jeova vai me abençoar. Quanto ao artigo NUNCA li tanta besteira,e olha que eu leio bastante,mas desta vez conseguiram se superar. Quando ele diz que saiu desta "seita" e voltou para a igreja católica,se referindo a mesma como uma mãe,algo que realmente ajuda seus servos quando precisam eu quase morri de rir,e sabe porque? A igreja católica entre todas é a mais suja,e esta sim é uma seita diabólica,basta estudar minimamente sua história p......

Ler mais...  -  Responder
#1•R817•C888   2016-10-18 14:20:55 - Convidado/mv.cgualtolini@yahoo.com.br
Eu não acredito, eu acredito realmente que o nome de Deus é Jeová, sou uma publicadora não batizada, nunca vendi um livro ou folheto nem fui instruída a isso, a gente prega de casa em casa levando a verdade da bíblia,a pessoa aceita ou não, nós não a obrigamos a nada, assim como as coisas ruins estão acontecendo temos de levar coisas boas e esperança para as pessoas e quem melhor que a própria bíblia.

Responder

#1•R817•C819   2016-04-05 22:31:19 - 1/Manager
A Igreja que Jesus instituiu foi corrompida?

Nenhuma igreja tem culpa dos judas.
Como Cristo não é culpado pela atitude de Judas, ou foi?

Mas isso levanta outra questão: por que há tantas "igrejas", se Cristo instituiu a dele?

Uma das premissas essenciais do protestantismo é afirmar que a Igreja Católica e APOSTÓLICA foi corrompida.
Sem esta premissa, o protestantismo não tem razão de ser.

MAS.....

Se a Igreja foi corrompida, é porque antes ela não era corrompida.

E se antes ela não era corr......

Ler mais...  -  Responder
#1•R817•C818   2016-04-05 22:29:25 - 1/Manager
Diga isso a Sto Agostinho. A Sto Tomás de Aquino. A Sto Antônio. A Sta Tereza de Ávila. A S. Francisco. A S. Pio de Pietrelcina. A...

Aos que desprezam a Igreja Católica e Apostólica:

Como alguem pode achar sua compreensão das escrituras e sua fé superiores à de tantos milhares de santos e mártires, cristãos exemplares, todos católicos e ortodoxos... fica a questão: Acha isso sensato?
Quem estará errado, você ou Sto Tomás de Aquino?
Seu pastor ou Sto Agostinho?

Protestante acha realmente que o papa Bento não conhece as escrituras?

Ler mais...  -  Responder
#0•A450•C791   2016-01-27 19:05:52 - Convidado/alinne-gatynha@hotmail.com
somos livres para fazer nossas escolhas, nao devemos brigar e descutir e nem criticar mas ajudar .. se cada um que perde o tempo jusitificando quem e a verdade . busque somente uma verdade que so pode ser encontrada na escritura sagrada- Biblia sagrada . aunica verdade qyue conheco e essa .. e ela somente que deve ser o livro que devemos buscar ensinamentos e instruçoes. eu estudo a biblia nao li ainda que seria criado exemplares para q isso sim seria a leitura certa . mas sim que somente aquilo que vem de DEUS QUE VALE , ENTAO O QUE DEVEMOS BUSCAR E A BIBLIA E APRENDER COM ELA , PQ LITERALMEN......

Ler mais...  -  Responder
#1•R791•C792   2016-01-28 09:16:11 - 1/Manager
Dialogar sobre a salvação não é brigar.
Se cada um diz uma coisa, é porque tem muita gente no caminho errado.

A causa disso?
Em vez de crer na Igreja Apostólica, como manda Paulo, as pessoas acham que podem ler a Bíblia por conta própria e entender tudo.
Na verdade, quem faz assim acaba crendo apenas no que deseja, não na palavra de Deus, o que é um erro grosseiro.

A infinidade de "igrejas" cristãs é prova disso.

Mas não existe UMA verdadeira?
Claro que existe.
Jesus nos deixou SUA Igreja, com base nos apóstolos e ......

Ler mais...  -  Responder
#0•A450•C764   2015-12-21 13:26:55 - Convidado/jianina@bol.com.br
Agradeça todos os dias a Deus por sua libertação dessa seita, muitos nunca encontrarão a porta da saída. És um homem de muita sorte!

Responder

#0•A450•C697   2015-08-14 10:22:09 - Convidado/Márcio
Mais um comentario de apostata. A cada dia que passa creio mais que as Testemunhas de Jeová seguem claramente o que diz a biblia, e , se todas as religioes do mundo se opoem a elas, é mais uma prova de que o que fazem é o certo. Basta ler o que a bíblia diz quando Jesus enviou os apostolos para pregar sobre o seu Reino no texto de Mateus: 10:5-22. Leiam com enfase o versiculo 22. Vejam se não é o mesmo que as Testemunhas de Jeová passam hoje.

Responder

#1•R697•C698   2015-08-14 14:52:55 - Convidado/Claudio Maria
"cada dia que passa creio mais que as Testemunhas de Jeová seguem claramente o que diz a biblia"

1) Qual bíblia?
Entre os protestantes, há diversas versões e traduções com contradições.
Isso sem falar nas doutrinas que cada "igreja" ensina.
O protestantismo é uma babel.

2)
E o que realmente diz a Bíblia?
Se dois protestantes divergirem, não há nenhuma autoridade para resolver o impasse além do próprio achismo interpretativo bíblico, pois negam a autoridade da Igreja Apostólica.

Por acaso a Bíblia diz para cada um f......

Ler mais...  -  Responder
#2•R698•C700   2015-08-17 13:25:15 - Convidado/Marcio
Respondendo suas questões:

1) Em qualquer bíblia pois o que esta sendo dito no texto foi o que Jesus disse aos apóstolos quando eles iriam fazer a pregação as pessoas. Então independente de religião foi um mandamento deixado por Jesus Cristo e ele sabia que assim como ele foi perguido pelos Fariseus assim seria também com os que viessem a segur seus passos. Hoje quem mais voce ouve ser criticado por seguir o que a biblia diz?

2) Veja o que a biblia diz em Mateus 7:21 -24 e tome sua propria conclusão pois segundo o texto de Mateus 7:6 não devemos desperdiçar nosso......

Ler mais...  -  Responder
#3•R700•C701   2015-08-17 14:32:00 - Convidado/Claudio Maria
"Em qualquer bíblia "

Não é correto, pois o que o Sr. diz assume que todas as bíblias são iguais e todos entendem a mesma coisa do que está escrito.
E isso sabemos que é FALSO.
Logo, seu argumento é falso.

Há traduções divergentes, principalmente entre as seitas protestantes.
E também e principalmente há interpretações diferentes, pois Bíblia é palavra ESCRITA e palavra escrita precisa ser interpretada.

Qualquer pessoa que tenha estudado numa boa escola sabe disso.

"Veja o que a biblia diz em Mateus 7:21 -24 e tom......

Ler mais...  -  Responder
#4•R701•C702   2015-08-17 17:31:10 - Convidado/Márcio Nara
Então na sua biblia não fala que Jesus disse que os seus seguidores seriam perseguidos? Ok... nem vou comentar nada. É como disse anteriormente. Melhor parar de perder tempo tentando dar perolas aos porcos. Falsos profetas não existem de agora. Siga seu caminho e nem precisa se dar ao trabalho de responder o comentario pois não me darei nem ao trabalho de visitar este site e ainda mais ouvir comentarios de criticas contra a crença de outras pessoas como se vê por aqui. Passar bem...

Responder

#5•R702•C703   2015-08-17 17:36:12 - Convidado/Claudio Maria
"Então na sua biblia não fala que Jesus disse que os seus seguidores seriam perseguidos? Ok... nem vou comentar nada. "

Meu caro, esse tipo de argumentação tem mão dupla.

Quer uma lista dos santos da Igreja Apostólica perseguidos e martirizados desde o ano zero???

Parece que o Sr. desconhece a história do cristianismo.

Protestante deveria estudar como começou o protestantismo.
E o que fizeram seus líderes, Lutero, Calvino... vai ficar espantado com as barbaridades anticatólicas que fizeram.

O Sr. precisa estudar ......

Ler mais...  -  Responder
#6•R703•C704   2015-08-18 08:24:56 - Convidado/Márcio

"Meu caro, esse tipo de argumentação tem mão dupla."

Não é mão dupla meu caro, é fato. Visto que o senhor disse que há traduções divergentes, dando a entender que ao mencionar sobre os seguidores de cristo serem perseguidos que isso nao esta escrito na biblia, parece que mudou de ideia dizendo que a argumentação tem mão dupla.

"Parece que o Sr. desconhece a história do cristianismo."

Se o Sr conhece tão a fundo como parece dizer, ensine pelo menos aos seus irmãos da mesma crença o que significa ser "catolico apostolico romano" pois muitos n......

Ler mais...  -  Responder
#7•R704•C705   2015-08-18 09:04:40 - 1/Claudio Maria
"Não é mão dupla meu caro, é fato."

O Sr. chama de fato o que quer.
Isso é um argumento imbecil, sorry a franqueza. Se não percebe isso, não posso mais fazer nada.

"ensine pelo menos aos seus irmãos"

O que uma coisa tem a ver com outra?
Quer acusar a Igreja pelo fato de haver judas?
Quer acusar Jesus pela atitude de Judas?
Não percebe como seu argumento é errado?

"mas esse comentario é o sujo falando do mal lavado"

Errado novamente. Pois eu RESPONDI exatamente isso às suas acusações anticatól......

Ler mais...  -  Responder
#8•R705•C709   2015-08-18 10:06:38 - Convidado/Marcio
Sabe de uma coisa? Conversar com o Sr realmente é uma perda de tempo, não sei porque ainda insisto nessa conversa. É como disse antes: É como atirar pérolas aos porcos. Dessa conversa com o Sr não sairá nada frutífero e quando uma arvore não dá frutos a gente corta pela raiz. Já começou até a ofensa em não respeitar a opinião alheia ao ponto de chamar de "imbecil" o meu comentario. Volto a dizer que é como os tempos de Cristo onde foi duramente pelos Fariseus.
Faça aquilo em que acredita e irei fazer o que acredito.

Apenas para finalizar com o Sr quero apenas responder o......

Ler mais...  -  Responder
#9•R709•C710   2015-08-18 16:25:57 - Convidado/Claudio Maria
"Voce dizer uma coisas dessas é a mesma coisa de dizer que Deus se arrepende do que ele mesmo criou. Tem realmente noção do que esta escrevendo?"

O Sr. é Deus para saber o que Deus criou além deste "universo" material de três dimensões que o Sr. mal conhece?
Não.
O Sr. é Deus para saber porque Ele fez este universo temporário e finito?
Não.
O Sr. sabe se não foram os anjos decaídos que interferiram neste universo de três dimensões para atrapalhar a obra divina?
Não.
O Sr. não sabe NADA de NADA sobre o que Deus fez ou deve fazer!
<......

Ler mais...  -  Responder
#10•R710•C711   2015-08-19 07:58:32 - Convidado/Marcio

"Essa visão do paraíso antropocêntrica e limitada chega a ser patética."

Pobre coitado. Achar que Deus vai destruir o universo que ele mesmo criou e vai fazer todo mundo ir para o ceu. Então para que ele criou o universo, a terra, o homem e criou o paraíso para o homem viver? Você que não sabe de nada e o pior: Não aceita o que esta escrito na biblia dizendo essas baboseiras. Dá pena. É como Jesus disse para Deus em Lucas 23:34 Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.

Responder

#11•R711•C712   2015-08-19 10:52:10 - Convidado/Claudio Maria
E o Sr. continua a pensar que o UNIVERSO é apenas o que o Sr. imagina que seja, limitado ao que mal sabe.
ISSO meu caro, é uma limitação humana.

Por que o Sr. insiste, mesmo eu lhe mostrando que, como ser humano, o Sr. não pode limitar a criação de DEUS ao pouco que o Sr. sabe?
Eu estou falando sério, e sei que estou certo e dizendo coisas até óbvias que o Sr. insiste em negar.
Isso é só pra ser do contra? Quantos anos tem?
Se quer brincar, procure outro site por favor.

Além disso, ignora o que a Bíblia diz sobre o céu e inferno, ignora......

Ler mais...  -  Responder

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 6480752)/DIA
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo74.81
Diversos  Testemunhos  3938 As chaves do reino56.91
Diversos  Sacramentos  3939 A Igreja pode impedir um matrimônio?37.35
Diversos  Maria Santíssima  3941 Por que católicos veneram Maria?36.42
Diversos  Reflexões  3936 Depressão e suicídio na Igreja35.35
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista33.35
Diversos  Igreja  3940 Maria em Fátima29.66
Diversos  Milagres  3931 Milagre Eucarístico no Vaticano27.32
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?25.01
Diversos  Testemunhos  3927 O garoto protestante que virou padre24.01
Diversos  Pesquisa  3937 A importância dos relacionamentos20.88
Diversos  Santos e Místicos  3919 De analfabeta a doutora da Igreja18.68
Diversos  Igreja  3925 A interpretação das escrituras é única?17.59
Diversos  Igreja  3933 A desobediência seletiva dos bispos17.44
Diversos  Reflexões  3935 Melhor ser ateu sincero do que católico hipócrita?17.18
Diversos  Eventos  3929 A realidade do maligno15.54
Diversos  Santos e Místicos  3934 Profecias da beata Anna Maria Taigi15.47
Diversos  Protestantismo  3738 Como Calvino me fez Católico13.15
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação13.13
Diversos  Apologética  3921 Jesus, Deus e Homem12.96
Diversos  Reflexões  3926 O Cristo e a Cruz12.83
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.81
Diversos  Testemunhos  3930 Ilustres convertidos11.67
Diversos  Testemunhos  3915 Testemunho de Felipe11.67
A mais poderosa obra de evangelização é o nosso testemunho.
Claudio Maria

Católicos Online