Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Diversos: Apologética - Paulo desprezou Pedro? - por José Francisco de Almeida

PAULO NÃO CITOU PEDRO PORQUE ESTAVA VIAJANDO

ÍNDICE

1.0 – Trechos do site protestante.
2.0 – Introdução.
3.0 - Passagens bíblicas incompreensíveis?
4.0 - A mudança de entendimento não afeta a canonicidade.
5.0 - Saudação nominal do site protestante (somatório errado).
5.1- Somatório do site protestante errado.
5.2 -Relação dos saudados nominalmente pelo site protestante.
6.0 – Sendo simples anônimos conforme o site protestante.
6.1 - Os saudados seriam “simples anônimos”?
6.1.1 - Os não localizados.
6.1.2 - Relação dos setenta de Lucas.
7.0 – Se o capítulo 16 é aos romanos, como explicar homônimos com Lucas 10,1-20?
8.0 - Porque Paulo saudaria romanos, se não saudou destinatário de:
8.1- Igreja de Tessalônica.
8.2 - Igreja de Corinto.
8.3 - Igreja de Filipos.
9.0 – Epêneto (Rm 16,5) primícias asiático.
10.0 - Eles estão Perdidos.
10.1 – O decreto de Claudio.
10.2 – 2 Anos em Éfeso.
11.0 - O estilo de Paulo.
12.0 - Pedro não é citado como cooperador de Paulo, logo...
12.1 – Romanos; nem todo protestante tem cabeça dura.
12.2 – Carta aos Romanos.
12.3 – Carta aos Colossenses.
12.4 - Segunda Carta a Timóteo – (1,15; 4,10-21).
12.5 – Carta a Filêmon.
13.0 – O Capítulo 16 de Romanos nas fontes: Bíblia Ave Maria; Bíblia TEB e Papiro 46.
13.1 – Bíblia Ave Maria.
13.2 - Bíblia TEB.
13.3 - O Papiro 46.
14.0 – Pedro.
14.1 - Pedro esteve em Roma?
14.2 - O Papa.
14.3 - A sucessão de Pedro.
15.0 - É pra matar...
16.0 - Evidências segundo Barrie.
17.0 – Mais.


1.0 - Trechos do site protestante.
“Como é que Paulo iria se lembrar de saudar 27 pessoas, mas se esquecer bem exatamente do principal, do maioral, do bispoS dos bispos, de Pedro?!”
“a falta de saudações de Paulo a Pedro aos romanos e a total omissão da citação deste apóstolo ali é uma prova conclusiva contra o suposto primado de Pedro ali, e isso nem mesmo os maiores malabarismos católicos são capazes de contradizer tal fato.”
“...o fato óbvio de que Paulo estava saudando as próprias pessoas da comunidade local a quem ele escrevia a carta.”
“ Em resumo, Paulo se lembra de mencionar 27 pessoas, a grande maioria das quais não se encontra em mais lugar nenhum da Bíblia, sendo simples anônimos”
“ Paulo escrevia aos romanos em Corinto. Se ele realmente estivesse mandando os romanos enviarem saudações aos asiáticos, quando ele escreve “saúdem Áquila e Priscila” (a exemplo das demais saudações), ele estaria dizendo nada a mais nada a menos que aqueles romanos contornassem o mapa mundi da época, atravessassem a Macedônia, chegassem perto de Corinto (onde o próprio Paulo escrevia a carta!), e pegassem um navio direto para a Frígia, na Ásia!”
“Será mesmo que o apóstolo Paulo seria tão maluco ao ponto de escrever uma carta aos romanos, e não saudar nenhum romano”
“sendo que ele saudou nominalmente outras 27 pessoas que ele se lembrou (!), é de que Pedro tinha ido viajar um pouquinho, e por isso Paulo não citava Pedro em lugar nenhum, seja quando escrevia em Roma ou para os romanos.”
A matéria completa está nestes endereços:
http://www.apologiacrista.com/paulo-nao-citou-pedro-porque-estava-viajando ou
http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/paulo-nao-citou-pedro-porque-estava-viajando (acessado em 30/07/18)


- REFUTAÇÃO-

2.0 – Introdução.

O site protestante diz: “Pior ainda é a “argumentação” de que Paulo enviou saudações aos asiáticos e não aos romanos quando escreveu aos romanos.”
...É por isso que muitas vezes nos deparamos com respostas tão fracas que chegam a beirar o ridículo, como, por exemplo, dizer que Paulo só não citou Pedro em lugar nenhum da carta aos romanos porque Pedro "estava de viagem", ... Sinceramente, aberrações teológicas como essas só servem para colocar a apologia católica ainda mais no fundo do poço.
...“Eles partem de uma premissa falha sem nenhuma prova ou uma única evidência em favor disso, e depois formulam em cima dessa especulação algo ainda mais infundamentado. Isso se chama “apologia católica”, amigos!”

O artigo é de cabo a rabo um desfile de impropério contra os “apologistas” católicos.
Segundo a matéria, a defesa dos “apologistas” católicos é alicerçada em:
1 - Pedro estava viajando;
2 - A saudação do cap. 16 de Romanos não era para os asiáticos; e
3 - O silêncio (de Paulo) não prova nada.

Eu seguirei outra linha. O Lucas verá que a sua “especulação” está em cima de areia e areia movediça.

A intenção do Lucas Banzoli, e porque não dizer, “também a esperança”, é que agora, com estes argumentos “irrefutáveis”, fica de uma vez por todas, provado que Pedro nunca foi Papa...
Mas “o tiro saiu pela culatra”. De início resta AGRADECER ao autor da matéria, pois assim, motivou a estudar e ver como ele (Lucas Banzoli) está enganado e confuso!

A base da teoria é a não saudação a Pedro (Papa) no capítulo 16 na Carta aos Romanos, segundo suas palavras “e isso nem mesmo os maiores malabarismos católicos são capazes de contradizer tal fato.”; mas, sem malabarismo e com provas documentadas pela própria Bíblia, a sua teoria vai para o espaço.
São tantos indícios que torna impossível uma contestação documentada; atrevo a dizer, o capitulo 16 da Carta aos Romanos, apesar de ser genuíno (paulino), não é endereçada aos romanos.

Um dos indícios é a falta de nome romano.
“N.T. Epístolas de Paulo Trad.: José Maria de Almeida – As Cartas de Paulo II, pág. 347 – Edições Loyola”, dos saudados por Paulo no capítulo 16 de Romanos, apenas três Júlia, Rufo, Urbano são nomes típicos romanos!

Diz o Banzoli:
“Será mesmo que o apóstolo Paulo seria tão maluco ao ponto de escrever uma carta aos romanos, e não saudar nenhum romano”.

Se o Banzoli entende a não saudação nominal como sinal de maluquice, então Paulo estava maluco mesmo. E muito maluco mesmo! Maluco mesmo!
Em todas as cartas não finaliza saudando destinatário. Entendeu? É estilo de Paulo não saudar nominalmente destinatário. A saudação de Paulo aos romanos é no capitulo 15 (Rm 15,33) e não no capítulo 16.


Romanos (Capítulo 16)
O capítulo 16 é um acréscimo de um ou mais colaboradores. Romanos é a única carta de Paulo com duas saudações. A primeira saudação (15,33) segue o estilo de Paulo; excepcionalmente breve, impessoal e sem mencionar destinatário, (e somente uma saudação por carta), já a segunda saudação (16,3-15), é um acréscimo feito por colaboradores de Paulo e não é destinados aos romanos.

Considerando a existência de homônimos de diversas nações com Lucas 10, 1-20 é provável que este acréscimo tenha sido por mais de um colaborador; cada colaborador quis saudar a quem conhecia. Isto explica as diversas nacionalidades envolvidas. Isto não afeta a canonicidade.


3.0 - Passagens bíblicas incompreensíveis?

Os evangélicos têm dificuldades em aceitarem que a saudação do capítulo 16 da carta aos Romanos não é dirigida aos romanos, e, a não saudação a Pedro não é uma prova que Pedro nunca foi Papa.
A Bíblia tem textos incompreensíveis que eles aceitam “numa boa” porque não fere seus entendimentos papais.
Eles aceitam o texto explícito Dt 14,18 dizendo que o morcego é ave, porque nada tem haver com o Papal.
Eles aceitam que a conquista de Canaã foi uma guerra relâmpago (12 primeiros capítulos de Josué), e o mesmo fato, aceitam como uma interminável penetração de tribos separadas (primeiro capítulo de Juízes), sem contestação, afinal não interfere no reinado Papal.
Eles aceitam que em Gn 1,16 – Deus cria o Sol para presidir ao dia e a Lua para presidir à noite. Não questionam o fato de que, dependendo da estação, aqui em nossa região, até +ou 15.00 hs. (de manhã também) os dois, lua e sol presidem juntos. Afinal o Sol e a Lua não seguir “direitinho” a lei de Deus não interfere na crença Papal.
Além desses textos, existem dezenas que, tal qual capítulo 16 de Romanos, são incompreensíveis. Romanos não está sozinho em texto de difícil entendimento e aceitação, vejamos:

Lucas 9,27 - ...dos que aqui se acham, alguns há que não morrerão, até que vejam o reino de Deus
-o-
Lucas 23,34 - cada soldado recebeu uma parte da túnica
João 19,24 – somente um soldado recebeu a túnica
-o-
Lc 16,8 - ensinar esperteza através da fraude
-o-
No Evangelho de Lucas 24,50.51 Jesus despediu em Betânia. Em Atos 1,12 Jesus despediu no Monte das Oliveiras. Em Mateus 28,10 Jesus despediu na Galiléia
-o-
Mt 1,16 - Jacó gerou José
Lc 3,23 - filho de José, filho de Heli
-o-
Mt 8,5 - oficial romano ou anciãos dos judeus Lc 7,3
-o-
João 6,3 - Jesus subiu a montanha e sentou-se lá com os seus discípulos
João 6,15 - se retirou sozinho para a montanha. (Jesus já estava na montanha!)
-o-
Mt 27,5 - foi enforcar-se
At 1,18 - caiu de ponta cabeça, arrebentou-se
-o-
Mt 27,7 - compraram com aquela soma
At 1,18 - Ele comprou
-o-
Atos 9,7 - ouviam
Atos 22,9 - não ouviram
-o-
Jó 9,6 – Terra sustentada por colunas
-o-
At 7,6 - quatrocentos
Ex 12,40 - quatrocentos e trinta
-o-
Apocalipse 3,16 - Porque é morno, nem frio nem quente, estou para vomitar você da minha boca.
Seria mesmo preferível um assassino (frio) a um trabalhador sem religião (morno)?
-o-
Mateus 20,29-34 - saindo - Dois cegos
Marcos 10,46-52 – saiu - um cego
Lucas 18,35-41 - aproximava - um cego
Saiu (Mateus e Marcos) ou aproximava (Lucas)?
Dois cegos (Mateus) ou um cego (Marcos e Lucas)?
-o-
Mateus 10,41-42 - diversas recompensas?
-o-
Mateus. 5,1 . . . subiu à montanha
Lucas. 6,17 . . . desceu com eles da montanha e parou numa planície
-o-
Jo 1, 45-46 - Natanael e Felipe diziam que Jesus era de Nazaré.
Mt 4,13 - Neste episódio, Jesus já morava em Cafarnaum
-o-
Gn 32, 29 - Jacó lutou e venceu Deus!
-o-
Jó não existiu – Os ensinamentos são parábolas
-o-
Isaias 7,14 – Emanuel! Porque chama Jesus?
-o-
Judite 1,5 - Nabucodonosor era rei da Babilônia (II RS 24,1) e NÃO da Assíria
-o -
Dt 21,23 - O crucificado é maldição divina
-o-
Lv 11,6 - Lebre não é ruminante
-o-
Pr 26,4 - Não responda
Pr 26,5 - Responda
-o-
Gn 7,12 - quarenta dias e quarenta noites
Gn 7,24 - cento e cinqüenta dias
-o-
Gn 1,3 - Que a luz seja. (Primeiro dia)
Gn 1,16 - Criação do sol. (Quarto dia)
É possível a existência da luz antes da existência do sol?
-o-
Gn 1,11- brotou a vegetação (3° dia)
Gn 1, 26- criação do homem (6° dia)
No segundo relato, quando o Senhor Deus cria o Homem (Gn 2,5.7) não havia vegetação
-o-
Em Gênesis cap. 1 ao 2,4a o “homem” é a última criatura (6º dia – 1,26)
Em Gênesis 2,4b-25 o “homem” é a primeira criatura
(verso 4a fim primeiro relato da criação – verso 4b início do segundo relato)
-o-
Gn 6,19-20 um casal
Gn 7,2 sete pares
-o-
Gn 17,17 Abraão riu; não foi repreendido por Deus
Gn 18,12 Sara riu; foi repreendido por Deus
-o-
Dn 1.1 terceiro
Jer 46.2 quarto
-o-
2Sm 24,1 - Deus
1Cr 21,1 - Satã
-o-
Mt 16,20 – Proibição de dizer que ele era o Cristo
-o-
O quê dizer da aparente contradição Nm 4,3 – “30”; Nm 8,24 – “25”; Esd 3,8 – “25”?
-o-
Edições Paulinas (Is 28,10) “Porque (dizem com escárnio): Manda, torna a mandar; manda, torna a mandar; torna a mandar; espera, tornar a esperar; espera, torna a esperar, um pouco aqui, ou um pouco ai”. Na versão das Paulinas, este texto não apresenta dificuldade, mas o mesmo texto na TEB ... - (Is 28,10) “Ele repete: Savlasav, Savlasav, qavlaqv, qavlaqv, qavlaqv, zeer sham,zeer sham” - Savlasav, Savlasav ... – (notar que está em Português!)
-o-
Jeremias diz que Jeconias não terá filho; Mateus e 1 Crônicas falam que Jeconias teve filho.
Propositadamente não localizo a passagem. A enumeração de toda bíblia terminou em 1.555.
Fiz isso para aqueles que dizem que a Igreja Católica paganizou ou é a besta do Apocalipse, sintam “o bem” que a “besta do Apocalipse” fez enumerando a bíblia.
(a eles) Localizem as passagens, e, afinal, Jeconias teve ou não teve filho?
-o-
Jesus menciona o sacerdote errado. É o sacerdote Abiathar (Mc 2,26) ou o sacerdote Aquimelec (1Sm 21,1)?

Certamente você está perguntando, o que estas passagens têm com Romanos 16?
Oportuno é o provérbio “nem tudo que reluz é ouro”. Às vezes, aferindo outras características conclui-se que nem tudo que parece ser, “é”.

O capítulo 16 de Romanos é a única fonte, e “parece” lógico, que os saudados são romanos, mas, nem tudo que parece ser, “é”.

Em Jz 15,4 parecem ser raposas, mas os chacais é que caçam em bandos. Nos relatos da criação (Gn 1 e 2) Deus não cria o ar, então os relatos estão errados? Moisés escreveu Deuteronômio, então ele escreveu sua própria “morte!” Dt 34,5, ou ainda, os ricos estão condenados? Mt 19,24.

Estou apoiando em muitas evidências para provar que apesar de reluzir não é ouro.(o capítulo 16 não é como aparenta ser; não é para os romanos)


4.0 - A mudança de entendimento não afeta a canonicidade.

Jeremias
“O capítulo 6° de Jeremias, não foi escrito por Jeremias, mas, sempre depois do exílio, por alguém que conhecia os escritos de Jeremias e quis dar mais importância a seu escrito com o nome do grande profeta.” O Povo e a Bíblia – História Sagrada – Paulo Tonucci. Edições Paulinas – Página 210. Este fato não afeta sua canonicidade.

Moisés
“De resto, um ou outro acréscimo ou modificação nas leis mosaicas pode ter introduzido com o tempo nas leis mosaicas sem diminuir a paternidade de Moisés do Pentateuco” Bíblia Sagrada– Edições Paulinas – Introdução ao Pentateuco, pág. 23.
Antes se pensava que Moisés era autor dos cinco livros, hoje sabemos que ele não escreveu sua própria morte (Dt 34,5). A mudança de entendimento não afeta a canonicidade.

Hebreus
De início deduziram que os destinatários habitavam a Palestina, de origem judaica e falavam o hebraico. Hoje não é mais admitida esta concepção, de vez que o grego da epístola é um grego excelente. Fonte: Bíblia TEB – Introdução.
A saudação inicial foi preponderante para indicar que a carta não é paulina. Esses entendimentos (destinatários e saudação inicial) não afetam sua canonicidade. Fonte: Bíblia Sagrada – Ave Maria - Edição para Estudos – Introdução à Carta aos Hebreus.

Romanos (Capítulo 16)
Romanos é a única carta de Paulo com duas saudações. A primeira saudação (15,33) segue o estilo de Paulo; excepcionalmente breve, impessoal e sem mencionar destinatário, (e somente uma saudação por carta), já a segunda saudação (16,3-15), é um acréscimo feito por colaboradores de Paulo e não é destinados aos romanos.

Considerando a existência de homônimos de diversas nações com Lucas 10, 1-20 (ver 6.1.2), é provável que este acréscimo tenha sido por mais de um colaborador; cada colaborador quis saudar a quem conhecia. Isto explica as diversas nacionalidades envolvidas. Isto não afeta a canonicidade. Fonte: “Eu, o autor”.

Efésios
Se eliminarmos o começo (1,1-2) e o fim (6,21-24) “considerados” por muito estudioso como acréscimos posteriores, o texto que sobra tem pouca característica de uma carta e assemelham-se mais a uma homilia (ou discurso). Introdução à Carta aos Efésios, página 1901 – Bíblia Sagrada Ave Maria – Edição de Estudos. A canonicidade não é afetada.

I Pedro
É dirigida para Ásia Menor (Turquia), no início é atribuída autoria a Pedro. Alguns críticos modernos, apoiando-se na crítica interna, levantam alguma objeção contra a autoria de Pedro. Bíblia Sagrada – Ave Maria – edição para estudos – Introdução à Primeira Carta de São Pedro. A canonicidade não é afetada.

II Pedro
“Hoje, boa parte dos estudiosos afirma que não há inconveniente em pensar que um discípulo anônimo de Pedro, sob inspiração do Espírito Santo, querendo transmitir uns ensinamentos em sintonia com os dos apóstolos, tenha utilizado seu nome e sua autoridade ... que as idéias desenvolvidas não eram pessoais, saídas da própria cabeça, mas do apóstolo Pedro...” Bíblia Sagrada – Ave Maria – edição para estudos – Introdução à Segunda Carta de São Pedro. A canonicidade não é afetada.

Zacarias
A maioria dos críticos estima a segunda parte como uma “compilação”, feita em época mais recente, de escritos de autores diversos e desconhecidos. Segundo alguns, os escritos seriam de origem helenista (século IV a.C.); segundo outros, do tempo da revolta dos Macabeus (175- 161 a.C.) ou de ambas as épocas. Bíblia Sagrada – Edições Paulinas – Introdução aos Profetas Menores – página 1003 -. A canonicidade não é afetada.


5.0 - Saudação nominal do site protestante (somatório errado).

“sendo que ele saudou nominalmente outras 27 pessoas que ele se lembrou (!), é de que Pedro tinha ido viajar um pouquinho, e por isso Paulo não citava Pedro em lugar nenhum, seja quando escrevia em Roma ou para os romanos.” (site protestante)

5.1- Somatório do site protestante errado.

Vejamos.
Confunde “nominal” com “identificável” (ou ponto de referência).
O somatório errado é proposital?
Eu vejo como proposital, de outra forma, como justificar a omissão “aqueles que são da casa de” no versículo 10? (cita apenas “Aristóbulo” e omite “aqueles que são da casa de”), com essa omissão, quer passar a idéia que a saudação do versículo 10 (Aristóbulo), é nominal, quando na realidade “aqueles que são da casa de Aristóbulo” não é nome próprio, ou seja, não é “nominal”.

Já no versículo 13, a “Mãe de Rufo”, que não é nome próprio, teve que ser citado dessa forma (Mãe de – “m” maiúsculo), porque Rufo já foi citado (no mesmo versículo).
No versículo 15, foi usado o mesmo malabarismo, como Nereu já apareceu, a solução foi informar a “Irmã de Nereu” (com “i” maiúsculo) como “nominal”.

Colocando tudo dentro do mesmo saco, por que não contar também “os da casa de Narciso” (versículo 11), como nome próprio? Nesse caso a somatória iria para 28. Para isso, seria só fazer o mesmo malabarismo aplicado em “Aristóbulo”.


5.2 - Relação dos saudados nominalmente pelo site protestante.

1 - Priscila. . . . . . . . . .Romanos 16,3
2 - Áquila . . . . . . . . . .Romanos 16,3
3 - Epêneto . . . . . . . . Romanos 16,5
4 - Maria. . . . . . . . . . Romanos 16,6
5 - Andrônico . . . . . . Romanos 16,7
6 - Júnias. . . . . . . . . . Romanos 16,7
7 - Ampliato. . . . . . . Romanos 16,8
8 - Urbano . . . . . . . . .Romanos 16,9
9 - Estáquis . . . . . . . Romanos 16,9
10 - Apeles . . . . . . . Romanos 16,10
11 - Aristóbulo . . . . Romanos 16,10 (“aqueles que são da casa de Aristóbulo” não é nome próprio)
12 - Herodião . . . . . Romanos 16,11
13 - Trifena . . . . . . . Romanos 16,12
14 - Trifosa . . . . . . . Romanos 16,12
15 - Pérside . . . . . . . .Romanos 16,12
16 - Rufo. . . . . . . . . . .Romanos 16,13
17 - Mãe de Rufo. . . Romanos 16,13 –(“Mãe de Rufo” não é nome próprio).
18 - Asíncrito. . . . . . Romanos 16,14
19 - Flegonte. . . . . . Romanos 16,14
20 - Hermes. . . . . . Romanos 16,14
21 - Pátrobas. . . . . Romanos 16,14
22 - Hermas. . . . . . . Romanos 16,14
23 - Filólogo. . . . . . . Romanos 16.15
24 - Júlia . . . . . . . . . Romanos 16,15
25 - Nereu . . . . . . . Romanos 16,15
26 - Irmã de Nereu . Romanos 16,15 – (“Irmã de Nereu” não é nome próprio).
27 - Olimpas . . . . . Romanos 16,15

A matéria do site protestante afirma que Paulo “saudou ‘nominalmente’ outras 27 pessoas”.
Mesmo que todos os saudados fossem moradores de Roma, a somatória estaria incorreta!

Narciso – “os da casa de Narciso que estão no Senhor” (Rm 16,11), foi omitido pelo site como saudação nominal, mas SE seguisse o mesmo critério de Aristóbulo vers. 10, não deveria ser incluído como nominal?

A somatória dos saudados “nominalmente” segundo o site são 27.
Excluídos os três que não são nominais, dão um total de 24 cristãos. Portanto, o total de saudados “nominalmente” são 24 e não 27 (outro site 28) com pretende.

Os não nominais.
1º Rm 16,10 – “aqueles que são da casa de Aristóbulo”.
2º Rm 16,13 – “Mãe de Rufo”.
3º Rm 16,15 – “Irmã de Nereu”.

O Banzoli ora afirma que Paulo saudou 27 pessoas ora afirma NOMINALMENTE MAIS de 28.
http://apologiacrista.com/pedro-nunca-foi-bispo-de-roma acessado em 25/07/18
“ O fato de que Pedro não era papa em Roma é ainda confirmado pelo fato de que Paulo, saudando nominalmente mais de vinte e oito romanos, não menciona Pedro (Rm.16:1-23).”
http://www.apologiacrista.com/paulo-nao-citou-pedro-porque-estava-viajando Acessado em 25/07/18
“sendo que ele saudou nominalmente outras 27 pessoas que ele se lembrou(!), é de que Pedro tinha ido viajar um pouquinho, e por isso Paulo não citava Pedro em lugar nenhum, seja quando escrevia em Roma ou para os romanos.”
Eles estão atrapalhados!...

6.0 – Sendo simples anônimos conforme o site protestante.

“Em resumo, Paulo se lembra de mencionar 27 pessoas, a grande maioria das quais não se encontra em mais lugar nenhum da Bíblia, sendo simples anônimos” (site protestante)

6.1 - Os saudados seriam “simples anônimos”?

Relação dos que “realmente” foram saudados nominalmente.
01 - Rm 16,3 – Prisca – Colaborador de Paulo. Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
02 - Rm 16,3 – Áquila – Colaborador de Paulo. Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
03 - Rm 16,5 –Epêneto - era de Éfeso (cf. Rm 16,5 “... foi as primícias da Ásia para Cristo); Província romana Ásia – parte da atual Turquia, posteriormente, serviu como bispo de Cartago, hoje Tunísia, norte da África. Um dos setenta discípulos. (Lucas, 10,1-20)
04 – Rm 16,6 – Maria – Não localizado.
05 - Rm 16,7 - Andrônico - (da Panônia – parte da Hungria, Áustria, Croácia, Sérvia, Eslovênia, Eslováquia e Bósnia e Herzegovina.) Um dos setenta discípulos. (Lc 10,1-20)
06 - Rm 16,7 - Júnias (ou Júnia) Uma cristã do século I d.C. e tida em alta estima por Paulo
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BAnia_(B%C3%ADblia)
07 - Rm 16,8 - Amplíato (Varna [Bulgária]) Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
08 - Rm 16,9 - Urbano (Macedônia) – Morreu mártir. Um dos setenta discípulos. (Lc 10,1-20)
09 - Rm 16,9 - Eustáquis (Eustáquis = Estácio?) – Morreu em 54, alguns anos antes da redação de Romanos. http://pt.wikipedia.org/wiki/Est%C3%A1cio_de_Biz%C3%A2ncio
Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
10 - Rm 16,10 - Apeles (bispo de Heraclião -Grécia).Um dos setenta discípulos. (Lc 10,1-20)
11 - Rm 16,11 - Herodião (Herodiano ou Rodião de Patras/Grécia) –Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Herodi%C3%A3o_de_Patras –
Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
12 - Rm 16,12 – Trífena - Não localizado.
13 - Rm 16,12 - Trifosa - Não localizado.
14 - Rm 16,12 - Pérside - Não localizado.
15 - Rm 16,13 - Rufos (de Tebas - Grécia) –Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rufo_de_Tebas
Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
16 - Rm 16,14 - Asíncrito (de Hircânia -Irã) - http://pt.wikipedia.org/wiki/As%C3%ADncrito_de_Hirc%C3%A2nia
Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
17 - Rm 16,14 - Flegonte (de Maratona) bispo da cidade de Maratona, na Trácia (parte da Grécia, Turquia e Bulgária). Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Flegonte_de_Maratona -
Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
18 - Rm 16,14 - Hermes – bispo de Filipópolis/Bulgária http://pt.wikipedia.org/wiki/Plovdiv
Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
19 - Rm 16,14 - Pátrobas (também chamado por Parrobo ou Pátrobo – bispo de Potole) –
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1trobas_de_Potole - Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
20 - Rm 16,14 – Hermas – bispo da Dalmácia (parte da Croácia, Bósnia e Herzegovina e Montenegro.) Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)
21 - Rm 16,15 -Filólogo (Philologos) bispo de Sinope (Turquia). Um dos setenta discípulos. (Lc 10,1-20)
22 - Rm 16,15 – Júlia não localizado.
23 - Rm 16,15 – Nereu não localizado.
24- Rm 16,15 - Olimpas – Estava presente à crucificação de Pedro.
http:pt.wikipedia.org/wiki/Olimpas
Um dos setenta discípulos. (Lucas 10,1-20)

Por não ser nominal, não constam desta relação “A mãe de Rufo”, “a Irmã de Nereu” e os “familiares de Aristóbulo”.
Encontrei 18 nomes (73%), a maioria sugerindo parte dos 70 (Lucas 10,1-20). (ver 6.1.2)


Segundo “N.T. Epístolas de Paulo Trad.: José Maria de Almeida – As Cartas de Paulo II, pág. 347 – Edições Loyola”, dos saudados por Paulo no capítulo 16 de Romanos, apenas três Júlia, Rufo, Urbano são nomes típicos romanos!


6.1.1 - Os não localizados.
1 (04) – Rm 16,6 – Maria – Não localizado. (trabalhou muito por vós)
2 (12) - Rm 16,12 – Trífena - Não localizado. (que trabalham para o Senhor)
3 (13) - Rm 16,12 - Trifosa - Não localizado. (que trabalham para o Senhor
4 (14) - Rm 16,12 - Pérside - Não localizado. (que muito trabalhou para o Senhor)
5 (22) - Rm 16,15 – Júlia - Não localizado. (parente de Filólogo?)
6 (23) - Rm 16,15 – Nereu - Não localizado. (?)

Dos não localizados, somente Nereu não encontrei nada.

Desqualificando os cristãos (simples anônimos), o malabarismo protestante sugere: “se até eles foram saudados e Pedro não foi...”.

É verdade que “a grande maioria” dos saudados não são encontrados em mais nenhum lugar da Bíblia, aliás, se fosse para saudar somente cristãos identificáveis pela bíblia, Paulo (?) estaria em dificuldade porque antes de Romanos, havia somente 6 cartas do próprio Paulo (Novo Testamento).

6.1.2 - Relação dos setenta de Lucas.
Lc 10,1-20 “Depois disso, designou o Senhor ainda setenta e dois outros discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si...”

1. Tiago, irmão de Jesus, chamado de Tiago, o Justo, autor da Epístola de Tiago e o primeiro bispo de Jerusalém.
2. Marcos, o Evangelista, autor do Evangelho de Marcos e primeiro bispo de Alexandria.
3. Lucas, o Evangelista, autor do Evangelho de Lucas.
4. Cleofas.
5. Simeão, filho de Cleofas, segundo bispo de Jerusalém.
6. Barnabé, companheiro de Paulo de Tarso.
7. Justo, bispo de Eleuterópolis.
8. Tadeu de Edessa, também chamado de Santo Addai (é o mesmo apóstolo chamado de Tadeu?).
9. Ananias, primeiro bispo de Damasco.
10. Estevão, um dos Sete Diáconos, o primeiro mártir.
11. Filipe, o Evangelista, um dos Sete Diáconos, bispo de Trales.
12. Prócoro, um dos Sete Diáconos, bispo de Nicomédia na Bitínia.
13. Nicanor, o Diácono, um dos Sete Diáconos.
14. Timão, um dos Sete Diáconos.
15. Parmenas, um dos Sete Diáconos.
16. Timóteo, primeiro bispo de Éfeso.
17. Tito, primeiro bispo de Creta.
18. Filémon, bispo de Gaza.
19. Onésimo (não é o mesmo Onésimo citado na Epístola a Filémon).
20. Epafras, bispo de Andríaca.
21. Arquipo.
22. Silas, primeiro bispo de Corinto.
23. Silvano.
24. Crescêncio.
25. Crispo, bispo de Calcedônia.
26. Epeneto, bispo de Cartago.
27. Andrônico, bispo da Panônia.
28. Estácio, segundo bispo de Bizâncio (depois de Santo André).
29. Amplíato, bispo de Odissa (Varna).
30. Urbano, bispo da Macedônia.
31. Narciso, bispo de Atenas.
32. Apeles, bispo de Heraclião.
33. Aristóbulo, bispo da Britânia.
34. Herodião, bispo de Patras.
35. Ágabo, o Profeta.
36. Rufus, bispo de Tebas.
37. Asíncrito, bispo de Hircânia.
38. Flegonte, bispo de Maratona.
39. Hermes, bispo de Filipópolis.
40. Parrobo, bispo de Potole.
41. Hermas, bispo da Dalmácia.
42. Lino, segundo bispo de Roma.
43. Caio, bispo de Éfeso.
44. Filólogo, bispo de Sínope.
45. Lúcio de Cirene, bispo de Laodiceia na Síria.
46. Jasão, bispo de Tarso.
47. Sosípatro, bispo de Icônio.
48. Olimpas.
49. Tércio, que transcreveu a Epístola aos Romanos e bispo de Icônio.
50. Erasto, bispo de Paneas.
51. Quarto, bispo de Berito.
52. Evódio, primeiro bispo de Antioquia.
53. Onesíforo, bispo de Cirene.
54. Clemente, bispo de Sardes.
55. Sóstenes, bispo de Cólofon. ttps://pt.wikipedia.org/wiki/Sóstenes
56. Apolo, bispo de Cesareia Palestina.
57. Tíquico, bispo de Cólofon. Sucessor de Sóstenes. https://pt.wikipedia.org/wiki/T%C3%ADquico acesso em 29/05/18
58. Epafrodito.
59. Carpo, bispo de Beroia na Trácia.
60. Quadrado, bispo de Atenas.
61. João Marcos, bispo de Biblos?
62. Zenas, o Doutor da Lei, bispo de Dióspolis.
63. Aristarco, bispo de Apameia, na Síria.
64. Pudêncio, pai de Santa Pudenciana e Santa Praxedes.
65. Trofimo.
66. Marcos, também chamado de Marcos, primo de Barnabé, bispo de Apolônia.
67. Artemas, bispo de Listra.
68. Áquila, companheiro de Priscila e seguidores de Paulo de Tarso em suas viagens.
69. Fortunato.
70. Acaico.
71. Dorcas, também chamada de Tábata, uma discípula que Pedro ressuscitou dos mortos.


O número de ordem 68, casal Áquila e Priscila, estão computados como 1 (um).
Estes são os manuscritos do Novo Testamento que listam os Setenta: Minúsculo 82; 93; 177; 459; 613; 699.
Como explicar tantos homônimos existentes entre Lucas (10,1-20) e capítulo 16 de Romanos?
Fontes para nome e nacionalidade dos 72 enviados por Lc 10,1-20: http://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BAnia_(B%C3%ADblia) visitei em 30/03/17
http://pt.wikipedia.org/wiki/Est%C3%A1cio_de_Biz%C3%A2ncio visitei em 30/03/17
http://pt.wikipedia.org/wiki/Herodi%C3%A3o_de_Patras visitei em 30/03/17
https://pt.wikipedia.org/wiki/Rufo_de_Tebas visitei em 30/03/17
http://pt.wikipedia.org/wiki/As%C3%ADncrito_de_Hirc%C3%A2nia visitei em 30/03/17
http://pt.wikipedia.org/wiki/Flegonte_de_Maratona visitei em 30/03/17
http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1trobas_de_Potole visitei em 30/03.17
https://pt.wikipedia.org/wiki/Olimpas visitei em 30/03/17
http://pt.wikipedia.org/wiki/Setenta_Disc%C3%ADpulos (Relação dos 72 – acesso em 29/05/18)


7.0 – Se o capítulo 16 é aos romanos, como explicar homônimos com Lucas 10,1-20?

Se a saudação fosse aos romanos, porque tem 73% de homônimos com Lucas 10,1-20?
Se a saudação fosse aos romanos, porque tem cristãos da: Turquia/Tunísia, Hungria, Macedônia, Grécia, Britânia, Irã,Trácia etc., conforme a relação? Ver 6.1.2

Esta coincidência 73% manda para o espaço a teoria do site protestante que diz: “...o fato óbvio de que Paulo estava saudando as próprias pessoas da comunidade local a quem ele escrevia a carta.”


Segundo “N.T. Epístolas de Paulo Trad.: José Maria de Almeida – As Cartas de Paulo II, pág. 347 – Edições Loyola”, dos saudados por Paulo no capítulo 16 de Romanos, apenas três Júlia, Rufo e Urbano são nomes típicos romanos!


8.0 - Porque Paulo saudaria romanos, se não saudou destinatário de:

8.1- Igreja de Tessalônica.
Paulo e Silas fundaram a Igreja de Tessalônica.
Impossibilitado de pregar na sinagoga, acolhido pelo anfitrião dos missionários (Jasão), Paulo pregava em sua casa (At.17,5-6).
Como pode Paulo escrever uma carta aos Tessalonicenses, e não saudar (nominalmente), o anfitrião que o acolhera, em cuja casa se faziam reuniões? (Atos 17,6-7).
Nominalmente não saudou ninguém.

Como pode Paulo escrever aos romanos, uma Igreja que não fundou, nunca tinha visitado e não conhecia ninguém pessoalmente, e saudar (na contagem errada deles) 27 romanos cristãos?

Fazendo uso de suas palavras (Lucas Banzoli) “Paulo seria tão maluco”?

8.2 - Igreja de Corinto.
Nas duas cartas que conhecemos, Paulo não saudou (nominalmente) ninguém, nem mesmo Gaio seu hospedeiro (Rm 16,23), seu companheiro de Viagem (Atos 19,29) e seu afilhado (1Cor 1,14).
Nominalmente não saudou ninguém.

Como pode Paulo escrever aos romanos, uma Igreja que não fundou, nunca tinha visitado e não conhecia ninguém pessoalmente, e saudar (na contagem errada deles) 27 romanos ?

Fazendo uso de suas palavras (Lucas Banzoli) “Paulo seria tão maluco”?


8.3 - Igreja de Filipos.
Juntamente com outros companheiros, fundou a Igreja de Filipos. A comunidade de Filipos (leste da Macedônia) é a comunidade mais querida por Paulo. (Introdução à Carta aos Filipenses – Página 1916 + mais nota da página 1919) – Bíblia Sagrada Ave Maria – Ed. de Estudos. (1,7 “...vos trago no coração...”; 2,12 “Assim, meus caríssimos...”; 4,1 “...meus muito amados...”)

Como pode Paulo escrever aos Filipenses uma carta quase pessoal, para a comunidade mais querida, sem saudar ninguém.
Nominalmente não saudou ninguém.

Como pode Paulo escrever aos romanos, uma Igreja que não fundou, nunca tinha visitado e não conhecia ninguém pessoalmente, e saudar (na contagem errada deles) 27 romanos.

Fazendo uso de suas palavras (Lucas Banzoli) “Paulo seria tão maluco”?


9.0 – Epêneto (Rm 16,5) primícias asiático.

Romanos 16,5 “...Saudai o meu querido Epêneto, que foi as primícias da Ásia para Cristo.”

Diz o site: “‘Paulo escrevia aos romanos em Corinto. Se ele realmente estivesse mandando os romanos enviarem saudações aos asiáticos, quando ele escreve “saúdem Áquila e Priscila” (a exemplo das demais saudações), ele estaria dizendo nada a mais nada a menos que aqueles romanos contornassem o mapa mundi da época, atravessassem a Macedônia, chegassem perto de Corinto (onde o próprio Paulo escrevia a carta!), e pegassem um navio direto para a Frígia, na Ásia!”’
“...o fato óbvio de que Paulo estava saudando as próprias pessoas da comunidade local a quem ele escrevia a carta.”

Epêneto, um dos saudados, por ocasião da carta aos Romanos morava em Roma?
Não existe passagem bíblica que relata que Epêneto (16,5) tenha mudado para Roma (na ocasião da redação aos Romanos).
O primeiro fruto cristão asiático, foi bispo de Cartago (África).
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Epeneto_de_Cartago (visitado em 30/03/17)
Em sua primeira viagem (45-48) Ásia Menor (Turquia), Paulo converteu Epêneto (Rm 16,5 primícias da Ásia para Cristo).
Alguns anos mais tarde, Paulo escreve aos Romanos, entre outros, saúda Epêneto.

Muitas, muitas e muitas Igrejas, vêem nisso uma mudança de Epêneto para Roma.
Importante salientar que é o único versículo que se apegam para dizer que Epêneto morava em Roma. Para eles isso é uma argumentação importante: Se Epêneto, assim como os demais saudados, fossem moradores de Roma, como Pedro não foi saudado, ficaria evidente que Pedro nunca foi Papa.

Portanto, errados, errados e errados. Epêneto continuava na Ásia. Mas, Epêneto é saudado em Romanos, e daí?
Não aceitam que o capítulo 16 de romanos, embora sem perder a canonicidade, foi um acréscimo posterior.

Na introdução da carta aos Romanos da TEB, página 1382, entendemos o ocorrido.
“Aliás, desde o fim século XVIII, vários exegetas duvidam que Rm 16 tenha pertencido desde o início à epístola.”

Contudo, existem aqueles que dizem: o que está escrito no livro de Paulo foi Paulo quem escreveu. Portanto, o capítulo 16 de Romanos foi Paulo quem escreveu e fim de papo...

Partindo do princípio, “tudo” que está nos livros de Paulo, foi Paulo que escreveu; “tudo” que está nos livros de João foi João que escreveu, e assim por diante. Então Moisés escreveu a própria MORTE? confira Deuteronômio 34,5.

10.0 - Eles estão Perdidos.

Diz o site protestante: “Ora, o decreto de Cláudio durou de 41-54 d.C. Depois disso, os judeus estavam liberados para voltar lá, incluindo Áquila e Priscila. Paulo escreveu sua primeira epístola aos coríntios em Éfeso, onde ficou dois anos (At.18:11,18-23-19.1). Sendo que Paulo chegou em Éfeso em 54 d.C e ficou lá até 55 d.C, e a primeira epístola aos coríntios foi escrita ali, ela é datada nessa época entre 54-55 d.C. Ora, neste tempo o decreto de Cláudio não havia chegado ao fim, ou, se foi em 55 d.C, ele havia mal acabado de terminar”.

Eles estão perdidos!

10.1 – O decreto de Claudio.

Diz o site protestante que o decreto de Cláudio durou de 41-54 (mais abaixo 55).

Sabemos que o Imperador governou de 41 até sua morte em 54. O decreto de expulsão se deu no ano de 49.

Eles estão perdidos! Informam que o decreto iniciou em 41 d.C., quando na realidade, o ano de 41 foi o início do reinado do imperador Claudio. https://www.google.com.br/search?q=reinaldo+do+imperador+claudio&rlz=1C1PRFI_enBR788BR789&oq=reinaldo+do+imperador+claudio&aqs=chrome..69i57.25296j0j4&sourceid=chrome&ie=UTF-8 acesso em 06/06/18

Sem fonte: com a não aplicação da lei (este início “pode” ter sido ainda no governo de Cláudio), a lei foi deixando de ser aplicada e caiu no esquecimento; caducou.

10.2 – 2 Anos em Éfeso.

Diz o site que Paulo ficou 2 anos em Éfeso, donde escreveu aos Coríntios. “Paulo escreveu sua primeira epístola aos coríntios em Éfeso, onde ficou dois anos (Atos.18:11,18-23-19.1)”

As citações usadas:
-At. 18,11 refere se aos 18 meses de Corinto e não em Éfeso (Turquia).
At.--:--,18-23--.- Nada haver com estadia de Paulo em Éfeso.
At. 19,1 diz apenas que Paulo chegou a Éfeso, nada haver como justificativa para 2 anos.

Ajudazinha para o Lucas Banzoli: a citação que o site deveria ter usado é: Atos 19,10 - “ Isso durou dois anos...”

11.0 - O estilo de Paulo.

Paulo seguiu um estilo em todas as cartas.
Todas as cartas de Paulo, sem exceção, começam com “Paulo”.

A primeira saudação em Romanos (15,33) é dirigida aos Romanos e segue o estilo de Paulo. Já a segunda saudação (16,3-15), é um acréscimo posterior feito por colaboradores de Paulo e não é destinado aos romanos.

Confira abaixo, como Paulo segue um estilo no início e no fim de suas cartas.
1- Rm 1,1 e 15,33
2- 1Cor 1,1 e 16,24.25
3- 2Cor 1,1 e 13,13
4- Gl 1,1 e 6,18
5- Ef 1,1 e 6,23-24
6- Fl 1,1 e 4,21-23
7- Cl 1,1 e 4,18
8- 1Ts 1,1 e 5,26-28
9- 2Ts 1,1 e 3,16-18
10- 1Tm 1,1 e 6,21
11- 2Tm 1,1 e 4,22
12- Tt 1,1 e 3,15
13- Fm 1 e 25
Notas:
-Os saudados nominalmente em II Timóteo 4,19 (Prisca e Áquila) e Cl 4,15 (Ninfas) não são destinatários.
-A diferença da saudação inicial em Hebreus com o “estilo de Paulo” foi preponderante para desvincular a paternidade. Note bem, a saudação inicial indicou não ser escrito por Paulo - Fonte: Bíblia TEB – Introdução.

Quando Paulo escreveu II Timóteo, Colossenses e Filêmon “em” Roma, não citou nenhum dos “27” cristãos saudados em Romanos, que na concepção Banzólica eram romanos. Não foram mencionados nem mesmo os cristãos com nome tipicamente romano: Júlia, Rufo e Urbano.

Como é possível mencionar em II Tm, Cl e Fm outros cristãos e não mencionar os já citados em Romanos? Vou repetir gritando,... OS JÁ CITADOS...
- não mencionar o casal que arriscaram a própria cabeça.
- não mencionar o primícias da Ásia.
- não mencionar os companheiros de cativeiro.
- não mencionar aqueles que Paulo considera parentes e companheiros de cativeiro.
- não mencionar aquele que Paulo considera a mãe dele como se fosse sua.
- não mencionar aquele que fabricava tenda com Paulo. (Atos 18,1-3)
- não mencionar o casal que hospedou Paulo. (Atos 18,1-3)

A explicação! Os saudados em Romanos não eram moradores romanos (entendeu? NÃO ERAM ROMANOS).

Se Pedro estivesse em Roma por ocasião da redação da Carta aos Romanos, Paulo, contrariando seu estilo, o saudaria? Se:

a - Nas cartas endereçadas à pessoas (Timóteo, Tito e Filêmon), Paulo NÃO saúda o destinatário.

b – Tessalônica (ver 8.1)

c - Corinto - (ver 8.2)

d – Filipos (ver 8.3)

Incoerência Protestante
Percebeu a incoerência protestante? Notar que Paulo escrevia DE Roma.

Como pode Paulo escrever aos romanos, uma Igreja que não fundou, nunca tinha visitado e não conhecia ninguém pessoalmente, e saudar (na contagem errada deles) 27 romanos?

Vinte sete(?) cristãos são lembrados por Paulo quando escreve PARA Roma, quando escreve DE Roma, nenhum “desses cooperadores” é lembrado!

Como isso é possível! Onde estão esses cristãos? Mereceram saudação quando Paulo estava longe de Roma, agora que está em Roma é esquecido!

Se eles fossem Romanos de alta estima de Paulo, que mereceram saudação quando escreveu PARA Roma, porque quando escreve DE Roma não aparece nenhum daqueles que havia lembrado em Romanos?

O estilo de Paulo; “Todas as cartas de Paulo, sem exceção, terminam com: saudação excepcionalmente breve, impessoal, sem mencionar destinatário e somente uma saudação por carta.

Aliás, Paulo diz que é assinatura dele:
- não saudar destinatário,
- uma saudação por carta.

2 Ts 3,17 “A saudação é de minha própria mão, de mim Paulo; é esta a minha assinatura em todas as minhas cartas; é assim que eu escrevo.”


12.0 - Pedro não é citado como cooperador de Paulo, logo...

Lucas Banzoli finaliza o artigo dizendo: “de que Paulo nunca se lembrava de citar Pedro nem de saudá-lo, seja quando escrevia de Roma ou quando era para os romanos”.


12.1 - Romanos; nem todo protestante tem cabeça dura.
"Há boas razões para crer que esta carta tenha sido enviada a outras igrejas, além de Roma. Uma delas está na forma como termina o capítulo 15, fazendo crer que havia uma versão onde não constava o capítulo 16, pelo fato de este referir-se a pessoas conhecidas e tratar de assuntos bem particulares”. Fonte: http://www.monergismo.com/textos/comentarios/romanos_amorese.htm (visitado em 30/03/17) Como se vê, nem todos os protestantes têm cabeça dura.
12.2 - Carta aos Romanos.
Escrito em Corinto para Roma em 57/58.

Banzoli usou a carta aos romanos para provar a inexistência Papal, isto porque, segundo ele, se Pedro não foi lembrado por Paulo é porque ele não era bispo de Roma.

Os 27(28) romanos saudados (capítulo 16) seriam realmente romanos?

“...Aliás, desde o fim do século XVIII, vários exegetas duvidam que Rm 16 tenha pertencido desde o início à epístola...” TEB – Introdução de Romanos, página 1382.

-Não é somente o fato de ter duas saudações finais que indica que o capítulo 16 de Romanos não é para os Romanos. O que indica que o capítulo 16 não é para os Romanos é um conjunto de evidências.
Além das vistas, outras virão neste mesmo trabalho.


12.3 – Carta aos Colossenses.
(site protestante “Colo c em s ses”)

Esgotados os recursos Banzoli apela para os escritos em Roma.

Diz o site protestante: “Aqui nem mesmo dá para dizer que é um ‘argumento do silêncio’, pois o mesmo apóstolo Paulo declara sobre Pedro que este era um apóstolo da circuncisão.”

Além da Carta aos Romanos Banzoli usou a Carta aos Colossenses Cl 4,7-14 para provar a inexistência Papal, isto porque, segundo ele, se Pedro não foi lembrado em Romanos e Colossenses, é porque Pedro não era bispo de Roma. Lembramos que Colossenses foi escrito em Roma em 61/63 para Colossos/Turquia.

Os circuncisos (confiados a Pedro – Gálatas 2,7)
1 – Tíquico (Cl 4,7),
2 - Onésimo (Cl 4,9),
3 - Aristarco (Cl 4,10),
4 - Marcos (Cl 4,10),
5 – Jesus chamado o Justo (Cl 4,11)

Segundo “Eles” Pedro não é citado nem mesmo entre os circuncisos que estavam com Paulo, logo, Pedro não estava em Roma e nem era Papa.
“...a evangelização dos incircuncisos me era confiada, como circuncisos a Pedro” (Gálatas 2,7).
Paulo cita oito cristãos (circuncisos + incircuncisos), MAS, tem pelo menos “UM” dos saudados em Romanos? Viu, não tem nenhum cristão que segundo o site protestante moravam em Roma. Por quê?

12.4 – Segunda Carta a Timóteo – (1,15; 4,10-21).
Escrito em 66 em Roma.

Além da Carta aos Romanos e Colossenses, Banzoli usou a Segunda Carta ao Timóteo para provar a inexistência Papal, isto porque, segundo ele, se Pedro não foi lembrado é porque Pedro não era bispo de Roma.

Diz o site protestante: “E, como se não bastasse isso, Paulo também escreve outra epístola de Roma e novamente deixa Pedro de fora dos mencionados: “

Os Cooperadores (II Timóteo Cap.4)
1 – Cláudia (v.21),
2 – Êubulo (v. 21),
3 – Lino (v. 21),
4 – Lucas (v.11 ), e
5 – Pudente (v.21). (conforme o site protestante PRudente)

Tíquico
6 - A somatória dos cooperadores, não são somente os anunciados pelo site protestante; acrescente aos cinco, o cristão Tíquico (II Tm 4,12).

Abandonaram (4, 10)
1 – Crescente, 2 - Demas e 3 – Tito.

-Não são somente os cristãos informados pelo site protestante que abandonaram Paulo; confiram II Timóteo 1,15, “...todos da Ásia me abandonaram, entre outros Figelo e Hermógenes.”
Paulo cita 8 cristãos romanos em II Timóteo, MAS não cita nenhum dos 27(?) mencionados em romanos, por quê?
(Na verdade Paulo se lembra de onze romanos (contando os omitidos pelo site, 4,12 e 1,15).
Em II Timóteo tem pelo menos “UM” dos saudados em Romanos? Viu, não tem nenhum cristão que segundo o site protestante moravam em Roma.

Percebeu a incoerência dos inconformados?
Vinte sete cristãos são lembrados por Paulo (?) quando escreve para Roma, quando escreve DE Roma, nenhum “desses cooperadores” é lembrado, quer presentes ou ausentes. Será que estes 27 “cooperadores” se tornaram hereges?

Como isso é possível! Onde estão esses cristãos? Mereceram saudação quando Paulo estava longe de Roma, agora que está em Roma são esquecidos!
Antes de instalar em Roma, Paulo se lembra de 27 cristãos, depois de instalado, esses cristãos não são mais “cooperadores”?

12.5 – Carta a Filêmon.

Além dos livros citados, Paulo escreveu em Roma Filêmon.
Filêmon também não menciona Pedro.

Ao escrever II Timóteo, Paulo menciona cristãos já mencionados em Filêmon (versículo 24 Demas e Lucas), mas não menciona nenhum dos cristãos mencionados em Romanos.

Se os cristãos da cap. 16 de Romanos fossem romanos, por que nenhum deles quer como remetente ou que enviam saudações, é lembrado em Filêmon? Repito, por quê?

Ao escrever II Timóteo Paulo não cita os cristãos de Romanos, mas cita cristãos de cartas anteriores.

Cristãos de Colossenses e Filêmon citados em II Timóteo. E os de Romanos?

1-Lucas Cl 4,14 Fm 24 II Tm 4.11 Rm - ?
2-Demas Cl 4,14 Fm 24 II Tm 4,10 Rm - ?
3-Tíquico Cl 4,7 - II Tm 4,12 Rm - ?

Em II Timóteo, Paulo se lembra de onze romanos (contando os omitidos pelo site, 4,12 e 1,15), mas não se lembra de nenhum dos 27(?) saudados em Romanos, por quê? AGRAVANTE, lembrou se de cristão JÁ mencionado em Colossenses e Filêmon e não lembrou se de cristão que havia mencionado em Romanos. Por quê?

De outro ângulo; quando Paulo escreveu Romanos (Corinto/Grécia 57/58) lembrou de 27(?) cristãos que segundo o site protestante “moravam” em Roma.
Escrevendo Filêmon, Cl e II Tm DE Roma não cita nenhum desses “romanos (?)”
Será que ELES haviam mudados de Roma?

É certo que esses cristãos que “moravam?” em Roma, ficaram contentíssimos em ser lembrados em Romanos. Alguns anos depois Paulo seria “louco” de fazer uma desfeita com eles? Escreveu de Roma, além de não citar nenhum deles cita “outros” romanos!

“...Aliás, desde o fim do século XVIII, vários exegetas duvidam que Rm 16 tenha pertencido desde o início à epístola...” TEB – Introdução de Romanos, página 1382.


13.0 – O Capítulo 16 de Romanos nas fontes: Bíblia Ave Maria; Bíblia TEB e Papiro 46.


13.1 – Bíblia Ave Maria.

“A autenticidade global da carta (aos Romanos) é admitida universalmente. No entanto, têm surgido alguns problemas a propósito dos destinatários...

O capítulo 16: um caso particular. É uma nota destinada à Igreja de Éfeso? ... E perguntam-se como Paulo conhecia tantas pessoas em Roma, onde ele nunca havia ido. Também afirmam que a despedida de 15,33 já seria um bom final para a carta, daí a hipótese seguinte: o capítulo 16 (exceto a doxologia), ainda que autenticamente paulino, não formava parte da carta, mas estava dirigido à Igreja de Éfeso...(Ásia/Turquia) ” Bíblia Sagrada Ave Maria – Edição de Estudos – Introdução à Carta aos Romanos.

Existem exegetas que há muito tempo duvidam que o capítulo 16 de Romanos seja exclusivo aos romanos: “...Assim Paulo vai desfiando nomes de colaboradores, amigos e líderes cristãos que mantinham a vitalidade e o entusiasmo da Igreja, não só a de Roma.” Bíblia Sagrada Ave Maria, Edição de Estudos, página 1830 (rodapé).

13.2 - Bíblia TEB.

“...Quanto a sua integridade, Romanos suscita dois problemas. A oração final à glória de Deus (16,25-27) figura nos manuscritos, em vários lugares e seu conteúdo evocaria especialmente o pensamento de certos escritos deuteropaulinos, como Cl e Ef. Essa oração é considerada um acréscimo posterior. Aliás, desde o fim do século XVIII, vários exegetas duvidam que Rm 16 tenha pertencido desde o início à epístola. Tão longa lista de saudações pessoais seria conveniente numa carta endereçada a uma Igreja que Paulo não fundou nem visitou? A menção a Áquila e Priscila (vv. 3-5) cairia melhor a Éfeso, onde eles se tinham instalado depois de uma passagem por Corinto (At 18; cf. 1Cor 16,19 e 2Tm 4,19). Epêneto, “primícias da Ásia para Cristo” (v.5) é referência explícita à província romana da Ásia, cuja capital era Éfeso, Veja- se, aliás, que a epístola parece ter encerrado com a bênção de 15,33. Pode- se supor, por exemplo, que o capítulo 16 fora dirigido aos cristãos de Éfeso, como um acréscimo a uma carta que devia ser levada em seguida a Roma (por Febe? 16,1). O mais antigo manuscrito paulino que possuímos (Papiro 46) atesta a existência de Romanos sem o Capítulo 16. Poder-se ia ainda imaginar que Paulo, impedido de rever os cristãos de Éfeso, quando deixou Corinto para ir a Jerusalém, lhes enviou um exemplar de Romanos, acrescentando-lhe as saudações e recomendações do capítulo 16...” Bíblia TEB – Romanos: Introdução.


13.3 - O Papiro 46.

O Papyrus 46 é um dos mais antigos manuscritos do Novo Testamento. A data mais provável é entre 175 e 225.
O Papiro 46 menciona a Carta aos Romanos sem mencionar o cap. 16. http://it.wikipedia.org/wiki/Papiro_46 acesso em 29/05/18.


14.0 – PEDRO.

Jesus estabeleceu um novo nome a Simão (João 1,42), e, sobre Pedro foi edificada a Igreja (Mateus 16,18), que recebeu o poder de ligar e desligar (Mateus 16,19), mas, Pedro não tinha entendido (ainda) a missão que lhe fora dado.
Cristo deu para Pedro a missão de apascentar os cordeiros (João 21,15), e ovelhas (João 21,16-17), Pedro sabia que os cordeiros seriam enviados para o meio de lobos (Lucas 10,3), sabia também que ferindo o pastor, as ovelhas se dispersariam (Mc 14,27).

Um parêntese. “Quando acontecem coisas inexplicáveis, sem estar esperando, a ‘gente’ fica ‘bobo’ mesmo. Certo dia aconteceu uma Graça comigo, na hora ‘via’ e ‘sentia’, mas não imaginava ser Graça porque nunca havia pedido para Deus, aliás, nem mesmo imaginava acontecer. Somente após andar 4 ou 5 quadras é que caiu a ficha.”

Surgiram divergências.
A Igreja não estava ainda organizada/estruturada.
Os apóstolos reuniram um Concílio em Jerusalém (At 15). Instituíram normas que deveriam ser observadas por toda a Igreja (...ensinavam que observassem... At 16,4).

Diz o site protestante: “No entanto, as cartas eram quase sempre direcionadas a comunidades locais para tratar de assuntos doutrinários e teológicos. Por mais que os apóstolos fossem amigos entre si, eles tinham um ministério missionário independente um do outro.”
Será que o ministério era realmente independente? Se fosse independente ainda existiriam os de Paulo, os de Apolo, os de cefas etc (I Cor 1,12), e, hoje quantos teríamos?
"Este não quer o batismo, aquele nega os sacramentos; há quem admita outro mundo entre este e o juízo final, quem ensina que Cristo não é Deus; uns dizem isto, outros aquilo, em breve serão tantas as seitas e tantas as religiões quantas são as cabeças" (Luthers M. In. Weimar, XVIII, 547 ; De Wett III, 6l ).
"Há muitas seitas e convicções como há cabeças; este aqui não admite o batismo; aquele rejeita o sacramento do altar; outros acreditam num mundo entre o presente e o dia do julgamento; alguns ensinam que Jesus Cristo não é Deus. Não há ninguém, por mais engraçado que possa ser, que não diz ser inspirado pelo Espírito Santo, e que não aumenta em profecias seus sonhos e devaneios". (Martinho Lutero - "An Meine Kritiker")
"Se o mundo durar mais tempo, será necessário receber de novo os decretos dos concílios (católicos) a fim de conservar a unidade da fé contra as diversas interpretações da Escritura que por aí correm" ( Carta de Lutero à Zwinglio In Bougard, Le Christianisme et les temps presents, tomo IV (7), p. 289).
Sobre a "Bible League," o dr. Booth (protestante) diz:"Se as agressões às Escrituras continuarem, virá o tempo quando quem for fiel a Deus terá um REFÚGIO, e será a IGREJA CATÓLICA ROMANA". Quer mais, visite o site:
http://www.exsurge.com.br/apologeticas/primado%20de%20pedro/textos%20primado%20de%20pedro/dialogocomprotestantesobreprimadodepedro.htm

Viu o que aconteceu nesse tar de ministério independente?

A Igreja é uma instituição hierárquica. Na sua primeira carta aos coríntios Paulo ensina que a Igreja foi fundada de cima para baixo: “Na Igreja, Deus constituiu PRIMEIRAMENTE os apóstolos, em SEGUNDO lugar os profetas, em TERCEIRO lugar os doutores e em QUARTO (depois) os que têm o dom dos milagres, o dom de curar, de socorrer, de governar, de falar diversas línguas” (1Cor 12,28).
No conflito da circuncisão (Atos 15, 22-29), eles estavam obrigados a seguir a determinação do Concílio. Chamo atenção para os versículos 24 “...sem lhes termos dado semelhante incumbência” e 28 “...não vos impor outro peso além ...”.

A igreja de Jerusalém não é a Igreja Universal, a liderança de Tiago é apenas local. Isso se vê ao observar a condução do “Concílio de Jerusalém” (Atos 15).

A Igreja de Roma era a escolhida (“A Igreja escolhida...” I Pd 5,13) para confirmar e fortalecer a fé das demais Igrejas. (Lc 22,31-32)
(Moisés cometeu alguns deslizes. Mas sua liderança à frente do povo não deveria ser atacada. Resultado: Deus puniu Maria, sua própria irmã, com a lepra (Num 12,9-10). Pedro também cometeu deslize, o que nos lembra que Lutero se rebelou contra os pecados do papa)

Ministério independente? Não é o que diz a escritura.
Atos 20, 28 “Cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho, ...”
I Pd 5, 2 “cuidem do rebanho de Deus que lhes foi confiado...”
Desde quando “cuidem” dá margem para um ministério independente?

Contudo, com a reforma protestante, começou a ter esse ministério independente, tendo como resultado: Uns batiza criança, outros cortam cabelo, outros...

Não meu caro Lucas, no início, a estrutura da Igreja era tão somente as Comunidades locais, mas os “anciões”, precisavam ser obedecidos (Atos 14,23 ...encomendaram-nos ao Senhor, em quem tinha confiado). Notar que essa ordenação se dá após orações e jejuns.

Pense bem. Roma está bem no coração daqueles que no início do cristianismo eram seus maiores inimigos. Ninguém pensaria que perseguição seria substituída por Cristianismo. Coisa de Deus!

14.1 - Pedro esteve em Roma?

Alguns protestantes dizem que Pedro nunca esteve em Roma.
Mas, Pedro não somente esteve como foi martirizado em Roma.

“A comunidade ... que está em Babilônia vos saúda, assim como também Marcos...” (1Pd 5,13).
Devido sua semelhança com Ap 17,5 e Ap 18, 10, Roma era considerada por Pedro a Babilônia (da Mesopotâmia/Eufrates/ hoje oriente médio/Iraque).

Não há consenso entre os estudiosos sobre a datação dos livros, é uma suposição dentro de uma lógica razoável. Para este estudo, pegamos uma bem aceita.

Para a redação de 1º Pedro “Ano 64”
“Pedro provavelmente escreveu sua primeira epístola entre 62 e 64 d.C. https://www.lds.org/manual/new-testament-seminary-teacher-manual/introduction-to-the-first-epistle-general-of-peter?lang=por “

“A provável data da carta fica entre 62 e 69 d.C. O ano mais presumido é 64. Um dado para isto é que o autor ignora a destruição de Jerusalém, no ano 70.
http://www.isaltino.com.br/2010/11/a-primeira-carta-de-pedro/ “

Para a morte de Pedro “Ano 67”
“No tempo de Nero, em 67 D.C. , foi preso e crucificado nos arredores de Roma (atual Vaticano), http://abiblia.org/ver.php?id=3120&id_autor=66&id_utente=&caso=perguntas”

“Nero foi Imperador Romano entre 54 e 68. Em Julho de 64 começou a terrível perseguição que empreendeu contra os cristãos, e no começo de 68 fugiu de Roma e se suicidou. Assim sendo, a morte de Pedro aconteceu no mencionado período, de Julho/64 a princípio/68. O ano 67 é aquele de maior preferência entre os biógrafos e da Tradição Cristã. http://apostoladosagradoscoracoes.angelfire.com/fimis.html”

Para a Redação de Colossenses “Ano 63”
Escrita em Roma, ano 60 a 64 A.D. http://wilsonalves.comunidades.net/epistola-aos-colossenses
última parte do seu ministério (61 a 63)http://www.capuchinhos.org/biblia/index.php/Carta_aos_Colossenses


redação 1º Pedro Ano 64 morte Pedro Ano 67 redação de Cl Ano 63

Existe quem diz que Babilônia (1º Pedro 5,13) é no sentido literal.

Mas, Pedro não estava na Babilônia (literal), quando escreveu sua primeira carta no ano de 64. Prova isso é a presença de Marcos; Marcos é mencionado por Pedro e por Paulo.

Marcos estava em Roma ajudando Paulo em Colossenses no ano 63 (Cl 4,10).
Se a Babilônia fosse literalmente, Marcos teria que imediatamente após redação de Colossenses, ir para Babilônia (literal), pois no ano 64 estava com Pedro (1º Pd 5,13).

É razoável presumir que assim que terminou a redação de Cl no ano de 63, Marcos esperou alguns meses para sair de Roma. Por outro lado, no período da redação de 1º Pedro (64), também é razoável presumir que Marcos já estivesse há alguns meses com Pedro.

Parece simples, mas para Marcos fazer esse trajeto, teria que percorrer em menos de um ano mais de 3.000 Km, tendo como obstáculos o Mediterrâneo e o Mar Egeu.
É meio que absurdo para a época, sem estradas e meio de transporte rápido.

Tudo indica que após a redação de Colossenses Marcos pretendia ir para Colossas (Turquia), e não para a Babilônia do Eufrates. Paulo pede para os colossenses tratar bem Marcos “...vós recebestes instruções a esse respeito: se ele for ter convosco, dai-lhe boa acolhida” Cl 4,10.

A mensagem de Pedro não era velada, mas alegórica/depreciativa. No início da redação de
1° Pedro, Nero incendiou Roma e culpou os cristãos.
Babilônia do Eufrates aparece para Pedro como símbolo do pecado e decadência.

A Babilônia que Pedro se refere não é outra senão Roma.

Para aqueles que pretendem entender literalmente Babilônia como a da Mesopotâmia (hoje Iraque), saibam que não há nenhum vestígio que associe esta Babilônia com o apóstolo Pedro e seus companheiros Silvano e Timóteo (2Cor 1,19; 1Ts 1,1 e 2Ts 1,1), há somente registro de Tomé.
Para aqueles que pretendem entender literalmente Babilônia com a do Egito (Cairo), saibam que esse lugar era apenas uma fortaleza militar. Não existe nenhum registro que havia uma comunidade de cristãos nesse posto militar.
Somente Roma se encaixa na descrição de Pedro.

A Igreja de Roma era a escolhida I Pd 5,13.
Pedro tinha uma missão: fortalecer a fé dos demais irmãos (Lc 22, 31-32).
Ao contrário dos protestantes, em Romanos 16,16 constatamos a importância de Roma; a comunidade de Roma foi a ÚNICA comunidade cristã que foi saudada por todas as Igrejas “...Todas as Igrejas de Cristo vos saúdam.”

Optei por anexar este mapa por conter no mesmo plano as 3 cidades: Roma, Efésio e Babilônia.

http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao7-4t10-pmo-aoracaodaigrejaeotdes.htm


14.2 - O Papa.

Pedro era simples e não entendia nada de organização. Mas com os problemas “caiu a ficha”.
Popularmente dizemos: “quando a água atinge o pescoço, aprende nadar”. Foi isso que ocorreu, foi nessa altura que Pedro entendeu porque “foi mudado o nome” (Jo 1,42), foi nessa altura que Pedro entendeu porque “sobre si foi edificada a Igreja” (Mateus 16,18), foi nessa altura que Pedro entendeu porque, “recebeu o poder de ligar e desligar” (Mateus 16,19).
E quando foi isso?

É impossível dizer quando aconteceu, mesmo porque o próprio Deus não achou necessário.

-Quando Paulo escreve aos Romanos (de Corinto/Grécia, em princípio de 58), Pedro não estava em Roma.

Quando Pedro escreve a primeira carta em 64 de Babilônia (Roma), dirigindo as comunidades da Ásia Menor (Turquia), Pedro estava em Roma 1 Pe 5,13 ( Babilônia).

Conforme II Tm 4,11 (só Lucas está comigo), Pedro, em 66 (redação II Tm) não estava mais em Roma.

Pedro voltou a Roma depois da redação de II Timóteo (ano 66) e morreu no ano seguinte.

Nesse curto espaço de tempo, Pedro estruturou a Igreja na forma mais simples, mas foi o suficiente para a sucessão: Mateus 28,20 “... Quanto a mim, eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos tempos”.

50 PROVAS DO NOVO TESTAMENTO ATESTANDO O PAPADO E O PRIMADO DE SÃO PEDRO

As evidências da Sagrada Escritura:

1-Mt 16,18: "Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha Igreja, e as portas do Inferno nunca prevalecerão contra ela".
A pedra ("petra", em grego) aqui se refere ao próprio São Pedro e não à sua fé ou a Jesus Cristo. Cristo aparece aqui não como o fundamento, mas como o arquiteto que "edifica". A Igreja é edificada não sobre confissões, mas sobre confessores - homens vivos (v., p.ex., 1Pd 2,5)... São Pedro é o fundamento, mas não o fundador da Igreja; é o administrador, mas não o Senhor da Igreja. O Bom Pastor (Jo 10,11) nos dá outros bons pastores (Ef 4,11).

2. Mt 16,19: "Eu te darei as chaves do Reino dos Céus..."
O "poder das chaves" expressa a autoridade administrativa e disciplina eclesiástica com relação às necessidades da fé, como em Is 22,22 (cf. Is 9,6; Jó 12,14; Ap 3,7). É deste poder que surge o uso de censuras, excomunhão, absolvição, disciplina batismal, imposição de penas e poderes legislativos. No Antigo Testamento, o comissário ou primeiro-ministro era aquele homem que estava acima da assembléia (Gn 41,40; 43,19; 44,4; 1Rs 4,6; 16,9; 18,3; 2Rs 10,5; 15,5; 18,18; Is 22,15.20-21).

3. Mt 16,19: "...e o que ligares na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado no céu".
"Ligar" e "desligar" são termos técnicos usados pelos rabinos e que têm o significado de "permitir" e "proibir" com relação à interpretação da lei e, secundariamente, "condenar", "desproibir" ou "liberar". Assim, a São Pedro e aos papas é dada a autoridade para determinar as regras de doutrina e vida, por virtude da revelação e orientado pelo Espírito Santo (Jo 16,13)... São Pedro foi o único apóstolo que recebeu nominal e singularmente estes poderes, tornando-o preeminente.

4. O nome de Pedro aparece em primeiro lugar em todas as listas que enumeram os apóstolos (Mt 10,2; Mc 3,16; Lc 6,14; At 1,13). Mateus até o chama de "o primeiro" (Mt 10,2). Já Judas Iscariotes é invariavelmente mencionado por último.


Lembramos que o primeiro apóstolo a ser chamado foi André, o segundo não é nomeado e Pedro é o 3° Jo 1, 40.42, no entanto, Mateus o chama de "o primeiro" (Mt 10,2).


6. Pedro é o único entre os Apóstolos que recebe um novo nome, Pedra, solenemente conferido (Jo 1,42; Mt 16,18).

7. Da mesma forma, Pedro é estimado por Jesus como o Pastor chefe, logo após Ele (Jo 21,15-17), de forma especial pelo nome, e sobre a Igreja universal, apesar dos demais apóstolos terem uma função similar mas subordinada (At 20,28; 1Pd 5,2).

8. Pedro é o único apóstolo mencionado pelo nome quando Jesus Cristo orou para que "a sua fé (=Pedro) não desfalecesse" (Lc 22,32).

9. Pedro é o único apóstolo a ser exortado por Jesus para que "confirmasse os seus irmãos" (Lc 22,32).

12. Pedro é respeitado pelos judeus (At 4,1-13) como líder e porta-voz dos cristãos.

17. Pedro é reconhecido pelo anjo como o líder e representante dos apóstolos (Mc 16,7).

20. As palavras de Pedro são as primeiras a serem registradas, bem como são as mais importantes, no discurso anterior ao Pentecostes (At 1,15-22).

21. Pedro toma a liderança na escolha do substituto para o lugar de Judas Iscariotes (At 1,22).

22. Pedro é a primeira pessoa a falar (e a única a ser registrada) após ao Pentecostes, tendo sido ele, portanto, o primeiro cristão a "pregar o Evangelho" na Era da Igreja (At 2,14-36).

23. Pedro realiza o primeiro milagre da Era da Igreja, curando um aleijado (At 3,6-12).

24. Pedro lança a primeira excomunhão (anátema sobre Ananias e Safira) enfaticamente confirmada por Deus (At 5,2-11)!

25. Até a sombra de Pedro realiza milagres (At 5,15).

27. Cornélio é orientado por um anjo a procurar Pedro para ser instruído no cristianismo (At 10,1-6).

35. Pedro é sempre o porta-voz dos demais apóstolos, especialmente durante os momentos decisivos (Mc 8,29; Mt 18,21; Lc 9,5; 12,41; Jo 6,67ss).

Para as restantes visite http://www.universocatolico.com.br/index.php?/50-provas-biblicas-de-que-pedro-fora-o-primeiro-papa.html (acessado em 10/06/18).


- Pedro Tiago e João PARECEM ser colunas da Igreja. Vejam a transfiguração de Cristo (Mt 17, 1)e agonia no horto das oliveiras (Mc 14,32). Existe uma única vez que Pedro não vem relacionado em primeiro lugar (Gal 2,9: Tiago, Cefas e João), entretanto, devemos atentar para os códices gregos (D, E, F, G) que lêem: Pedro, Tiago e João. http://servosdemariaamordedeus.blogspot.com/2011/03/pedro-nunca-foi-primaz-de-nada-porque.html - visitei 11-06-18

Paulo foi “APENAS” conhecer Pedro e ficou QUINZE dias! Em quinze dias NÃO viu outros apóstolos, a não ser Tiago (Gl 1,18).

A igreja de Jerusalém não é a Igreja Universal, a liderança de Tiago é apenas local. Isso se vê ao observar a condução do “Concílio de Jerusalém” (Atos 15).

Com surgimento de problemas Ele deu início à Igreja Organizada e assumiu:

-O sinal de uma missão, (João 1,42 – mudança de nome).
-Sobre quem seria edificada a Igreja (Mateus 16,18).
-A potencia da morte não terá força contra ela (Mateus 16,18).
-O poder de ligar e desligar (Mateus 16,19).
-Cristo estará até a consumação dos tempos na sua Igreja (Mateus 28,20).
-Cristo disse que o Paráclito permanecerá para sempre (João 14,16).

Através da geologia também há evidência.

Na década de 50 alguns geólogos, pesquisaram o subsolo da Basílica de São Pedro. Dados históricos informavam que a Basílica foi construída, sobre um cemitério de cristãos que se localizava na “Colina Vaticana”. Resultado da pesquisa: o cemitério foi encontrado.

Em certo ponto da escavação se encontra uma tumba diferente, protegida por um muro de pedra e com muitas inscrições e pinturas. Um escrito neste muro, em tinta vermelha, tinha a seguinte inscrição:

PETRUS ENI (PEDRO ESTÁ AQUI)

Vários protestantes não aceitam este trabalho científico, mas, se tivesse a palavrinha “não” depois de Pedro... (nesse caso o trabalho científico seria aceito)


14.3 - A sucessão de Pedro.

A sucessão de Pedro relatada por Eusébio (e outros) é uma prova da exatidão de Mateus 28,20 e João 14,16.
"Depois do martírio de Pedro e Paulo, o 1° a obter o episcopado na igreja de Roma foi Lino" (Eusébio de Cesaréia, História Eclesiástica, III, 2-1).

Ou seja, depois de Pedro, Lino foi o 1º...

15.0 - É pra matar...

Diz o Lucas que o decreto de Claudio havia chegado ao fim em 54 ou 55 (?), diz ainda, que o casal Áquila não mais residia na Ásia e sim em Roma, e, portanto, poderia receber as saudações de Paulo que escrevia aos romanos.

Não meu caro Lucas...

Preste atenção.

A carta aos romanos foi escrito por volta do princípio de 58. 2 Timóteo foi escrito em 66 em Roma (alguns anos “após” a redação de Romanos).
O casal Áquila, depois de passagem por Corinto (Atos 18, 18-19) instalou em Éfeso.
Quer o Lucas Banzoli que Rm 16,3 (a saudação) indique que o casal Áquila havia retornado a Roma, mas, não existe passagem que indique essa mudança.
Ao contrário, 2 Timóteo escrito alguns anos depois de romanos, indica que o casal continuou em Éfeso (conferir 2 Tm 4,19). Vou repetir gritando; O CASAL CONTINUOU EM ÉFESO.

Quando o decreto caducou Áquila e Priscila (Atos 18,2) voltaram para Roma, onde segundo a tradição, morreram mártires. Bíblia Sagrada – Edições Paulinas, página 1205 (rodapé)

Esse retorno só é possível após a redação de II Timóteo, pois conforme II Tm 4,19 o casal Áquila, por ocasião da redação de Romanos e II Timóteo “ainda” se encontravam em Éfeso.

Se o casal se encontrava em Roma na redação de Romanos, porque eles não foram mencionados em Colossenses, II Timóteo e Filêmon?

16.0 - Evidências segundo Barrie.

Barrie Schwortz é um hebreu não praticante. Estava plenamente convencido de que o Santo Sudário era alguma fraude montada na Idade Média. Diz ele: “Não é que uma só evidência prova a autenticidade do Sudário. Mas todo o conjunto das evidências sim, prova isso”.
http://www.pr.gonet.biz/index-read.php?num=3430 acesso em 29/05/18

Pegando um gancho no Barrie, digo, “Não é que uma só evidência prova que o capítulo 16 de Romanos não é dirigida aos Romanos, mas todo o conjunto das evidências sim, prova isso”. O site protestante apoiado apenas em uma evidência (Rm 16,3), diz que o casal Áquila voltou para Roma antes da redação de Romanos (apesar de 2 Tm 4,19 dizer que ainda se encontravam em Éfeso).

Nós, apoiado em “um conjunto de evidências” afirmamos que o capítulo 16 da Carta aos Romanos não é dirigida aos Romanos, logo, a evidência Romanos 16, 3 como referência de mudança de domicílio, é falsa. Vou repetir o que já disse: Paulo escrevendo 2 Timóteo vários anos depois da carta aos Romanos, saúda o casal Áquila que se encontra em Éfeso (a carta foi escrita em Roma e não para Roma).


17.0 – Mais.


Os protestantes pregam que só a Bíblia, só a bíblia, só a bíblia... Mas, segundo a própria Bíblia, Ela (a bíblia) não é coluna e sustentáculo da verdade (1 Timóteo 3,15).

O protestante diz que a Igreja acrescentou livros na Bíblia e se paganizou; não se deu conta que com isso está chamando Jesus de mentiroso (Mt 28,20).

No site do Lucas faltou revisão. Além “das” citadas, vejam mais uma: “Eles dizem que ‘Pedro’ escreveu aos romanos, mas não saudou o seu bispo maior (Pedro), nem ...”
Quer saber onde está? Visite o site protestante (após o Mapa Império Romano – na 17ª linha.)
Para finalizar mostro o mapa do tesouro que o hipotético site protestante apresentou para formular a absurda idéia de que Pedro não foi o 1º Papa. Logo no início da matéria diz:
“sendo que ele saudou nominalmente outras 27 pessoas que ele se lembrou(!), é de que Pedro tinha ido viajar um pouquinho, e por isso Paulo não citava Pedro em lugar nenhum, seja quando escrevia em Roma ....”

Uma pergunta: porque quando Paulo escreveu de Roma se lembrou de outros romanos, mas não se lembrou de nenhum desses 27 de Romanos?

A argumentação dos desesperados é parecida com o afogando, agarra a qualquer coisa, não importa se:

morde;
tem espinho; ou
leva junto.

[email protected]
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL
#0•A4130•C1003   2018-09-01 10:37:42 - Convidado/José Francisco de Almeida
Existem inconformados que dizem que Lino (segundo eles o ‘primeiro’ Papa) envia saudações e de Pedro nada - 2 Tm 4,21.
Resposta.
A segunda carta a Timóteo foi escrito em 66. Nesse ano, Pedro não estava em Roma. Pedro voltou para Roma e morreu no ano seguinte. Revejam “14.2 – O Papa”.

Para pensar; Porque Paulo não saudou Lino em Romanos?

É oportuno apresentar trechos dos sites:

http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?pref=htm&num=2698

PEDRO VISITOU ROMA MAIS DE UMA VEZ?

“… a visão que São Pedro … (2 Pedro 1:......

Ler mais...  -  Responder

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8303572)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?30.09
Diversos  Espiritualidade  4131 Dez conselhos na luta contra o demônio16.21
Diversos  Teologia  4132 A existência de Deus15.42
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.46
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.37
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.34
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.25
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.81
Diversos  Apologética  4130 Paulo desprezou Pedro?10.30
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.28
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo8.95
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns8.74
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?8.35
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.32
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.91
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?7.84
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.70
Diversos  Mundo Atual  4129 Direto do Inferno7.64
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.55
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.35
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.30
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.05
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma6.96
Vídeos  Mundo Atual  4128 A 'Humanae Vitae' e a apostasia dos cristãos6.70
Milagres são SINAIS da ação de Deus com uma intenção muito além do próprio milagre.
Padre Paulo Ricardo

Católicos Online