Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Pornografia: porta da luxúria

 

 

Sergio Sebold

Economista e pesquisador independente

 

O sexo criado por Deus é a união necessária de dois seres, homem e mulher, fisicamente diferentes e independentes, para perpetuação da espécie. Esta é a regra biológica. Num sentido pleno, todas as espécies vivas animais, inclusive as plantas, seguem exatamente a mesma regra.

 

Com uma visão mais amadurecida, dá pena ver o que mais circula pela internet e pelos whatsapp : bobagens, piadas chulas, fotos provocativas, cenas de nudez, vídeos pornográficos, que por facilidade tecnológica não respeitam mais crianças de qualquer idade; sem conteúdo cultural, pura perversão moral. Pela baixaria formam-se grupos sociais específicos de relacionamentos em redes, sendo maior a difusão de imagens do sexo explícito.

 

Segundo estudos especializados, a pornografia na Internet, supera os viciados em “crack” e outras drogas conhecidas. Os viciados em drogas são visíveis pela deterioração física; a pornografia, não; pertence a um mundo irreal, virtual, isto é, deteriora a mente das pessoas para desembocar no comportamento anormal do relacionamento social, indo para a depressão, assédio sexual até o estupro, e por fim ao suicídio; tudo pelo vazio interior que se cria nos indivíduos acumulados de fantasias eróticas doentias.

 

Em torno de 30% do tráfego produzido na internet a nível mundial, segundo instituto Max Planck, se refere à pornografia. Os sites especializados nesse segmento produzem mais de 150 milhões de páginas na web, visitadas por outros milhões de curiosos (voyeurismo ou mixoscopia) e, não menos, de jovens imberbes. Isto permite o ingresso de zilhões de dólares superando grandes companhias como Google, Microsoft, eBay, Appel ou Netflix.

 

Para acessar estes sites pornôs, não há limitação de tempo e espaço, em qualquer lugar do mundo. Há sempre uma disponibilidade de acesso. A limitação física por computadores ficou livre, agora mais ainda, com os celulares através de diversos aplicativos. Assim, como outros “avanços” culturais, a pornografia (*) se converteu em algo “natural” pela divulgação sem qualquer pudor nas condutas sexuais; cada site ou difusor de cenas procura “se esmerar” na criatividade para satisfazer o gosto de um público ávido de Eros levando seus voyeurs ao niilismo nietzschiano.

 

Estamos numa completa “erotização” da cultura, ou mesmo de ”pornificação” da sociedade (**), na qual tudo agora é permitido, criando-se ícones e modelos sexuais para todos os gostos de consumidores.

 

Esta nova droga virtual (cibersex) tem efeitos no cérebro das pessoas que a “consome”; depois de longas horas de exposição há uma modificação da massa encefálica segundo aquele instituto alemão. O viciado começa a perder a noção da diferença entre o bem e o mal, o que é certo ou errado. Torna-se dependente de toda sorte de desmandos como taras sexuais, pedofilia, zoofilia..., chegando à violência do estupro... Cria uma desordem na personalidade perdendo o senso crítico de ordem espiritual, moral e social.

 

A análise daquele instituto alemão identificou que o gênero feminino, que por tradição era mais pudico em relação ao sexo, está bombando nesta via da degradação. A degringolada moral, que chega a proporção de uma em cada quatro pessoas, é de mulheres acessando esses sites. Entre os países, são chineses, japoneses, americanos e sul-coreanos os mais ávidos por esse tipo de “distração”. Num sentido mais apurado são justamente países que enfatizam o conforto material. A média diária é de 266 novos sites do gênero na internet.

 

Diante dessa celeridade exponencial da pornografia online, já está havendo reações de diversos setores científicos e políticos, como médicos, educadores e pessoas que lidam com jovens pelo mundo inteiro. Desse modo, há uma enxurrada de livros e artigos de imprensa tratando do problema, inclusive setores de governos buscando providências para contornar esse imenso dragão da degradação. No estado de Utah, nos EUA, debate-se em nível legislativo como enfrentar este problema da pornografia visto o “efeito prejudicial na família, porque diminui nos homens jovens o desejo de casar, gera insatisfação no matrimonio e multiplica a infidelidade”.

 

A mídia através de seus agentes poderosos, a televisão e agora internet, leva a pornografia ao paroxismo erótico veiculada até em publicidade de dentifrício, bombons, roupas..., numa banalização do erotismo bestial do comportamento humano. Até na linguagem se observa esse fenômeno, onde a boa educação pelas palavras se foi para a lata de lixo da depravação; tudo pela falsa moral dos “direitos da cidadania”. Nas trocas de mensagens via Facebook, a linguagem de palavrões de baixo nível corre solta, onde crianças têm acesso passando a incorporá-la ao seu universo de vocabulário naturalmente. Tudo isso está sendo facilitado pelas uniões livres, separações em massa, divórcios, turnover de gêneros, levando ao enfraquecimento dos laços familiares. Usando a palavra de um comentarista: “A juventude não foi feita para o prazer, mas sim para o heroísmo”.

 

“O consumo contínuo da pornografia entre os jovens pode gerar problemas sexuais graves, como a disfunção erétil e a perda de atração pela própria mulher”, afirma Thomas Lickona, psicólogo e professor emérito da Universidade do Estado de Nova York em Cortaland. Por sua vez, a pornografia gera masturbação, uma forma de sexo rápido, fácil, ou “monosexo”.

 

Eminentes pesquisadores da temática do sexo têm demonstrado que as causas da doença pornográfica estão ligadas à solidão, à insegurança, ao estresse, como também por feridas psicológicas causadas na infância pela separação dos pais e a desestruturação da família.

 

O caso recente de um jovem noticiado pela imprensa nacional, que publicamente se masturbava sem qualquer respeito ao próximo, é uma prova desse transtorno causado pela pornografia. O depoimento de uma das vítimas deixa claro essa afirmação: “Quando fui reconhecer ele, eu tenho a lembrança do olhar vazio, vago dele. Me dá a entender que ele não é uma pessoa normal”. (Portal G1)

 

O enfraquecimento da humanidade ao amor de Deus está perdendo a noção do bem e do mal, da verdade e do erro, sobretudo a noção de pecado.

 

Graças a Deus pelos cristãos que ainda preservam o Evangelho, guardião da verdade, nos dois grandes mandamentos do decálogo de Moisés: “Não pecarás contra a castidade” e “Não desejarás a mulher do próximo”, pois sua violação pode ser o preço da condenação eterna.

 

Referências

 

(*)    http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?pref=htm&num=3238

(**)    http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?pref=htm&num=3135


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8741722)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.09
Orações  Santos e Místicos  4148 A Sagrada Face19.69
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.91
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.40
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns13.40
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.81
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.75
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.08
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.07
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.74
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.35
Diversos  Doutrina  4147 Senhor, quantos serão salvos?8.80
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.97
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.82
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.78
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.54
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.41
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.14
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.08
Vídeos  Testemunhos  4146 A Eucaristia na Igreja7.08
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.02
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.87
Vídeos  Liturgia  4145 Missas de Cura e Libertação6.85
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?6.65
Aquelas bem-aventuradas virgens, que se consagraram a Jesus Cristo, podem estar certas de que não encontrarão, nem no céu nem na terra, um esposo tão belo, tão nobre, tão rico, tão amável como Aquele que lhes foi dado, Jesus Cristo.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online