Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Os Idiotas Guiam Os Cegos

William Shakespeare em Rei Lear, escreveu que neste mundo os loucos guiam os cegos.

A ansiedade de ter, possuir, consumir não é tão real e verdadeira como o ser humano que é possuído e usado e abusado pelas coisas. A grande crise no ser humano foi transformá-lo numa coisa que ele não consegue sair. A farsa de ser gente leva a falsificação de si mesmo e dos objetos que o cercam. A usabilidade do seu ser, ou seja, o abuso do seu interior configura o estupro da alma e autodestruição do seu íntimo e a sua imagem é um apagão que causa em si mesmo e nos outros a perdição.

Esse ser humano farsante e falsificado é radicalmente dominado e controlado numa vida de mentiras, (mitomaníaco), falação, (prolixista), pedantismo, pernosticismo, vícios (carência afetiva), narcisismo, hedonismo, e parafilias, (patologias). Muitos estudos e pesquisas encontram uma relação direta entre prazer (imediato) e dependência, e o poder de atração para um novo ciclo de prazer-depressão, característico de todas as formas de vícios. Dessa forma, a despeito de a configuração deste comportamento ser explicada biologicamente, sua avaliação social é paralela aos conceitos de mau, incorreto, indecente, antinatural, arriscado, doentio, perigoso, fatal, evidenciando que a construção histórica do conceito aponta sua prática indiscriminada em direção à morte ou grave degradação biológica do indivíduo viciado, ou seja, vício é um conceito composto e indissociável, formado por diversas acepções que se sobrepõem nos campos medicinais ou biológicos, históricos, políticos, antropológicos, econômicos, psicológicos e psicanalíticos, religiosos, éticos e morais e, além disso, é um conceito contemporâneo (da forma como o conhecemos) que não existia há algumas décadas, e não pode ser isolado como processo biológico, evidenciando-se a primazia não da química, mas de todo um complexo real e imaginário em torno da individualidade.

A desconstrução da dignidade da pessoa humana resulta no mar de corrupção, de relacionamentos violentos, várias modalidades de crueldades, crimes em avalanches e doenças incuráveis. Esse ser humano com o prazer de seus vícios gera todos os dias e pare monstros que estraçalham e devoram tudo que é verdadeiro, ortodoxo, canônico e absoluto. Não há mais espaço para fundamentar valores; é radical a rejeição da honestidade; é um vexame tomar posições firmes em prol da humildade, da simplicidade, da autenticidade, do “ser” e não do “ter”. Normatizou-se ser descartável, parcial, virtual, superficial e infernal. A ideologia é imperializar o relativismo, a banalização e o fundamentalismo religioso.

O renomado dramaturgo e escritor Domingos de Oliveira afirma de modo colossal: “A única coisa que ainda escandaliza hoje em dia é a sinceridade”. A arte do engano, a pseudociência com a morte da razão, a mídia com poder que tem de manipular, distorcer os fatos e conduzir as pessoas às fantasias infinitas, tornam o errado o senhor da situação. O célebre filósofo e teólogo Santo Agostinho de Hipona, disse: “Os que não se deixam vencer pela verdade serão vencidos pelo erro”.

Os monstros são indivíduos loucos, idiotas, boçais que estão na liderança, na hierarquia, no parlamento, na presidência guiando cegos pela mentira, pelo engano, pelos vícios e pelos belos discursos falaciosos e diabólicos!

Ainda restam aqueles que pelo autoconhecimento e o autoaperfeiçoamento tomam posse de exercitar dignamente a honestidade como disse o ínclito intelectual austríaco Dr. Sigmund Freud: “Ser inteiramente honesto consigo mesmo é um bom exercício”.

Dr. A. Inácio José do Vale

Psicanalista Clínico

Professor e Conferencista

Membro da Sociedade Brasileira de Psicanálise Contemporânea/RJ. E da Ordem Nacional dos Psicanalistas/RJ.

E-mail: [email protected]

Visite o nosso Blog: https://wordpress.com/post/psicanalise682.wordpress.com/15

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 10778361)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?82.67
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns30.62
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação16.03
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo14.49
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?14.43
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.24
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino13.11
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?12.08
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.64
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes11.15
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.08
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria9.13
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.88
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?8.65
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra8.27
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.21
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?8.13
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?7.93
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.79
Diversos  Santos e Místicos  3587 Poesia de Santa Teresinha7.46
Diversos  Mundo Atual  3795 O que há de vir?7.34
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.21
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.71
Diversos  Bíblia  0443 Introdução aos Salmos6.43
Um membro doentio ou anêmico transmite menos vitalidade do que outro plenamente sadio. Por isto se diz com razão que Deus quer salvar a uns mediante outros, Cristo quer comunicar sua ação redentora aos membros do seu Corpo Místico, para que, de um modo ou de outro, colaborem (por graça de Deus) na mais importante de todas as obras, que é a santificação e a salvação dos homens.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online