Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Ontologia transexual do protestantismo

O engano do protestante: acreditar que não acredita e não acreditar que acredita.

Existem dois pontos primordiais no entendimento da mentalidade moderna a partir de dois erros disseminados pelo protestantismo e a filosofia moderna.

1) as pessoas acham que não têm fé, quando têm. Todo o ser humano tem porque é da natureza humana que seja assim.

2) a ideia de que a unidade não existe ou que só existe no imaginário, o que já é subjetivismo. Ou que a infalibilidade está na "revelação" e não na "instituição". Como se a Igreja fosse uma "instituição" visível aparte da revelação e do corpo místico.

Vou dar um exemplo. É de comum acordo que protestantes digam que só acreditam "no que está escrito da Bíblia". E muito católico compra essa ideia e começa a argumentar com protestantes como se eles realmente acreditassem nisso. E isso é um erro. O protestante não acredita somente no que está na Bíblia, mas sim ACHA que acredita. A realidade é anterior à Bíblia e é sabido pelos católicos que Deus fala por palavras e coisas. Ou seja, Deus fala através da realidade. A maior prova disso é que os protestantes têm a própria existência em conta. Ninguém precisa consultar a Bíblia para fazer afirmações de verdade e princípios, tais fomo "os homens não têm asas" ou "eu existo" ou "mulheres são diversas dos homens" ou "eu sou um ser humano e não um cachorro".

Assim como esse erro crasso, existe também o equívoco de que a Igreja não é uma unidade visível, mas apenas um aglomerado de pessoas que "professam a fé em Jesus Cristo", como que perdidas no tempo-espaço (daí a tara pela ideia da "igreja primitiva). Se isso fosse verdade, toda pessoa que diz que "acredita que Jesus existiu" pode ser considerada cristã. A Igreja precisa existir como instituição e ordem e isso não vai de encontro com sua fundação sobrenatural. Dizer isso equivale a dizer que Cristo não poderia encarnar num corpo de carne, com sangue e ossos, por exemplos. A Igreja existe para que a fé perfeita e una seja transmitida aos homens ao longo dos séculos. Se todos que professam Cristo comungam dessa mesma fé infalível, então espíritas devem ser considerados cristãos com "pequenas alterações". E sabemos que isso não é verdade. O espiritismo é um empréstimo insano do evangelho. Totalmente adaptado às insanidades gnósticas. Sobre um espírita e seu julgamento e conduta aí somente Deus pode julgar. Isso é outra questão. Mas a Igreja nos ensina que devemos desprezar o erro, o pecado, e não o pecador. Esse erro de confundir o pecado com o pecador é da mesma natureza da confusão entre infalibilidade da Igreja e dos seus membros. Por isso hoje em dia as pessoas dizem que você "está julgando" quando diz a verdade. E isso é uma mentira satânica. Cristo ordenou que fizéssemos isso, ou seja, alertássemos o irmão sobre a verdade e os pecados. Hoje mesmo fui xingada de satânica por um protestante quando disse que devemos odiar o pecado. Ele já logo entendeu que devemos odiar o pecador. Para amar a verdade, é necessário o desprezo pela mentira.

Todo protestante, quando diz não distinguir a Igreja de seus membros, está dizendo que os membros da Igreja são infalíveis, ou seja, está afirmando que homens são perfeitos. Ora, se o homem é perfeito não há porque Cristo morrer na cruz para a expiação dos nossos pecados. Se o homem é infalível, ele é Deus. A Igreja é infalível porque tem sua fundação em Cristo. Cristo prometeu a infalibilidade da Igreja e não de seus membros. Por isso a Igreja Católica fala sobre a Igreja triunfante. Ela não está apartada dos céus. A Igreja não é uma "instituição terrena" onde os homens se relacionam com um Deus distante que não age no mundo sensorial. A Igreja é um pedaço do céu na terra e satanás tenta entrar nela. O horror que o protestante tem ao ver comunistas entrando na igreja é o mesmo horror que Lutero teve ao ver a corrupção na qual os membros da Igreja estavam chafurdados no século XVI: não entendendo que a Igreja é infalível, Lutero decide "reformar a fé", quando na verdade não se pode reformar aquilo que é perfeito, mas sim ajudar o homem que é imperfeito. Ontologicamente o protestantismo não tem como existir, pois é da natureza de Deus a constância e a unidade; a Igreja não pode ser multifacetada.

O que acontece é que o protestantismo nega a ideia de unidade, mas como é ontológico que os homens almejem a unidade por ser da natureza humana, ele se engana. O protestante enxerga a sua "Igreja" de duas formas: uma Igreja dentro de uma "unidade protestante" e uma igreja aparte dessa unidade, pois para que ele esteja NESSA IGREJA, ele necessariamente precisa acreditar que AQUELA IGREJA é a certa em oposição às outras "denominações". Portanto, cria-se assim uma "tradição" dentro das seitas, com hierarquia, posições etc. ao mesmo tempo em que se nega a tradição e a unidade da Igreja Católica.

Essa mesma caminhada de erros está presente na ideia do apartamento entre fé e razão, num fideísmo que foi condenado pela Igreja Católica no século XIX. Agora vejam que a Igreja é infalível: mesmo tendo sido condenado somente no século XIX, a Igreja foi amparada pela unidade do Espírito Santo de tal forma que jamais professou essa heresia. E quando membros se enganavam, a Igreja logo desfazia as heresias de seus membros. Se a Igreja existe e se a promessa de Cristo é infalível, então quem guia esta igreja deve ser necessariamente um poder sobrenatural. A Igreja não tem seu início nos homens, mas em Cristo que transfere seu poder para o vigário, que é Pedro. Essa transferência de poder não é uma transferência de divindade e controle, mas de poder infalível como autoridade para guiar o arcabouço da fé legado pelos apóstolos.

O erro crasso do fideísmo dá origem a toda essa balbúrdia de separação entre "religião e ciência" por exemplo. Vejam que é impossível que a ciência prove a si mesma pois todo ato na realidade é um ato de fé; a fé não é separada da razão e que quem "acredita", só pode acreditar por ter alguma fé, seja na evolução, seja na ideia absurda (como meta discurso) de que é possível crer em algo sem existir uma razoabilidade plena para aquele credo. Todo ateu que diz "eu acredito que a fé é uma invenção" está dizendo que tem fé que a fé é uma invenção.

Ontologicamente é impossível que o protestantismo exista. E ele só "existe" por empréstimo das características divinas, pela negação de uma ordem. Daí mesmo o nome "protestantismo". E se ele afirma que o protestantismo existe simplesmente pelo "fato de existir", lembremos que transexuais existem, mas não são pessoas que mudaram de sexo, mas apenas pessoas que negaram o próprio sexo.

Dayane Dias Mota


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
3 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 10398305)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?85.19
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns30.85
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação16.12
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo15.00
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?14.42
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.34
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino13.16
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?12.31
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.78
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes11.30
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.30
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria9.32
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.84
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?8.77
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra8.30
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.28
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?8.18
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.76
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?7.76
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.38
Diversos  Santos e Místicos  3587 Poesia de Santa Teresinha7.32
Diversos  Mundo Atual  3795 O que há de vir?6.87
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.82
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo6.69
A Bíblia é filha da Igreja e não sua mãe.
Carlos Ramalhete

Católicos Online