Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Santo André Apóstolo

Santo André é conhecido na tradição ortodoxa como Protocletos (o "primeiro a ser chamado"), é um apóstolo cristão, irmão de São Pedro. Como diversos outros nomes gregos, parece ter sido comum entre os judeus dos séculos III ou II a.C. Não se tem registro de qualquer nome hebraico ou aramaico seu.

De acordo com Hipólito de Roma, ele pregou na Trácia e sua presença em Bizâncio também é mencionada no apócrifo "Atos de André", escrito no século II. Esta diocese se desenvolverá e acabará por se tornar o Patriarcado de Constantinopla. André é, por isso, considerado como seu fundador.

André é um nome masculino que tem origem no grego Andreas, calcado no elemento andrós, que significa “homem”, “másculo, viril”  “robusto” “forte”, “corajoso”. É um nome antigo, que remonta a 500 anos antes de Cristo. Chegou ao português através da versão francesa que é escrita da mesma forma.

Seu dia: 30/11 – Santo André é o protetor dos caluniados e dos processados injustamente. Padroeiro da Escócia; Ucrânia; Romênia; Rússia; Grécia; Sicília; Patriarcado de Constantinopla.

Os Cinco Patriarcados

Na história do cristianismo, pentarquia (do grego: pente – cinco, e arquia – governo ou governante) é um termo utilizado para referir-se a um sistema eclesiástico baseado no comando de cinco patriarcas; Roma, Constantinopla, Alexandria, Antioquia e Jerusalém.

1.Patriarcado de Jerusalém. Primeiro bispo de Jerusalém foi São Tiago, o chamado irmão do Senhor. (Tiago, o Justo (até 62 d.C.).

2. Patriarcado de Antioquia. São Pedro (ca. 45 - ca. 53 ). O líder dos doze apóstolos e o fundador da Igreja de Antioquia. Ele também é considerado fundador da Igreja de Roma e, portanto, o primeiro papa.

3.Patriarca de Alexandria. De acordo com a tradição, a Igreja de Alexandria foi fundada em 42 d.C. pelo apóstolo Marcos.

4.Patriarcado de Constantinopla. Santo André (ca. 38 d.C.). A importância da "Sede Constantinopolitana" e de seu bispo foi fortemente marcada pela ascensão da cidade a capital do Império Romano, a "Nova Roma".

5.Patriarcado de Roma. São Pedro (ca. 42 d.C.).

 

Nos Evangelhos

O Novo Testamento registra que Santo André era irmão de S. Pedro, do que se pode concluir que ele também era filho de Jonas, ou João (Mateus 16:17; João 1:42). Nasceu em Betsaida, às margens do Mar da Galileia (João 1:44). Tanto ele quanto seu irmão Pedro eram pescadores, por profissão, e segundo a tradição Jesus teria lhes chamado para serem seus discípulos dizendo que faria deles "pescadores de homens". André também teria ocupado a mesma casa que Jesus, no início da vida pública deste, em Cafarnaum. (Marcos 1:21-29) .

O Evangelho segundo João conta que André era um discípulo de João Batista, cujo testemunho levou o próprio André e João, o Evangelista, a seguirem Jesus (João 1:35-40). André imediatamente reconheceu Jesus como o Messias, e apressou-se a apresentá-lo a seu irmão (João 1:41). A partir daí os dois irmãos se tornaram discípulos fiéis de Jesus. Numa ocasião posterior, antes do derradeiro chamado ao apostolado, passaram a ser companheiros mais íntimos e abandonaram todos os seus pertences para seguir Jesus.

André é mencionado nos evangelhos como estando presente em diversas ocasiões de importância, como um dos discípulos mais próximos de Jesus (Marcos 13:3; João 6:8, João 12:22); os Atos dos Apóstolos apenas o mencionam uma única vez (Atos 1:13).

Padres da Igreja

Eusébio de Cesareia, citando Orígenes, conta que André pregou na Ásia Menor e na Cítia, ao longo do mar Negro, chegando até o rio Volga e Kiev - daí que se tenha tornado padroeiro da Romênia e da Rússia. De acordo com a tradição, teria fundado a sede de Bizâncio (Constantinopla), em 38, e instaurado Estácio como bispo. Esta diocese iria posteriormente se transformar no Patriarcado de Constantinopla, do qual André é reconhecido como santo padroeiro.

André teria sofrido o martírio através da crucifixão, em Patras (é a terceira maior cidade da Grécia), capital da Acaia, em 30/11 do ano 60 d.C. Embora os textos mais antigos, como os Atos de André, mencionados por Gregório de Tours, descrevem que ele teria sido atado, e não pregado, a uma cruz. A desenvolveu-se uma tradição de que André teria sido crucificado numa cruz do tipo conhecido como Crux decussata ("cruz em forma de 'x'), comumente conhecida como "cruz de Santo André", e que isto teria sido feito a pedido dele próprio, que se julgava indigno de ser crucificado no mesmo tipo de cruz que havia sido usada para crucificar Cristo. A iconografia familiar de seu martírio, que mostra o apóstolo atado à cruz em forma de 'x', não parece ter sido padronizada até o fim da Idade Média.

Egéas, Governador e Juiz Romano Local.

André ousou não obedecer à autoridade do governador, desafiando-o a reconhecer em Jesus um juiz acima dele. Mais ainda, clamou que os deuses pagãos não passavam de demônios. Egéas não hesitou e condenou-o à crucificação. Para espanto dos carrascos, aceitou com alegria a sentença, afirmando que, se temesse o martírio, não estaria “pregando a grandeza da cruz, onde morreu Jesus”. Ficou dois dias pregado numa cruz em forma de “X”; antes, porém, despojou-se de suas vestes e bens, doando-os aos algozes. Conta à tradição que, um pouco antes de André morrer, foi possível ver uma grande luz envolvendo-o e apagando-se a seguir. Tudo ocorreu sob o império de Nero.

RELÍQUIAS DE SANTO ANDRÉ

O destino de suas relíquias varia de acordo com as diversas tradições de sua lenda; seus ossos, inicialmente em Patras, cidade da qual Santo André é o patrono, teriam sido levados para Constantinopla, por decreto imperial, onde foram exibidas num triunfo magnífico em 3 de março de 357, quando chegaram à capital do Império Romano do Oriente, até seu lugar de repouso final, na Igreja dos Apóstolos. Durante a Quarta Cruzada (1203/1204) foram roubadas pelos cruzados - supostamente para protegê-los dos turcos. A cabeça do santo, considerada um dos tesouros da Basílica de São Pedro, seria um presente do déspota bizantino Tomás Paleólogo ao papa Pio II, em 1461. Recentemente, por decisão do papa Paulo VI, em 1964, as relíquias que ainda eram mantidas no Vaticano, que consistiam de um dedo, parte do topo do crânio e pequenos pedaços da cruz, foram enviadas de volta a Patras - onde são mantidas na Igreja de Santo André, num santuário especial, e reverenciados anualmente a 30 de novembro - ato que foi visto como um gesto de reaproximação entre as igrejas Romana e Ortodoxa. Uma tradição escocesa afirma que as relíquias teriam sido levadas para o país, mais especificamente a cidade que leva o seu nome, Saint Andrews; a bandeira da Escócia apresentaria a sua cruz, que, após a união da Escócia com a Inglaterra, também passaria a fazer parte da bandeira do Reino Unido.

SIGNIFICADO E SIMBOLISMO DE SANTO ANDRÉ

Santo André é o protetor dos caluniados e dos processados injustamente. Após a vinda do Espírito Santo em Pentecostes, Santo André se tornou um grande evangelizador. Ele anunciou a Boa Nova de Jesus na Ásia Menor, nas margens do Mar Negro e indo até Kiev, na atual Ucrânia. Por isso, ele é o padroeiro da Ucrânia e da Rússia. Foi ele quem fundou a comunidade cristã de Bizâncio ou Constantinopla, atual Istambul, sendo, também, o padroeiro desta grande cidade.

A paisagem, o barco e os peixes

 

A paisagem, o barco e os peixes na imagem de Santo André nos falam sobre sua vida antes de se tornar apóstolo de Cristo. Ele era pescador, junto com seu irmão Pedro. Ambos viviam e trabalhavam no "Mar da Galiléia", ou Lago de Tiberíades. Ali ganharam a vida como pescadores até que Jesus chegou e transformou-os em "pescadores de homens".

A cruz de Santo André

 

A cruz de Santo André em forma de "X" nos fala sobre o martírio do santo; conta-nos sobre a forma como ele foi morto. Aconteceu em Patras, na Grécia. Por pregar o Evangelho de Jesus Cristo, Santo André desagradou os líderes locais, ligados à feitiçaria e ao uso da ignorância do povo em benefício próprio. Por isso, foi condenado à crucificação. No momento final, Santo André pediu para ser crucificado numa cruz em "X", por não se achar digno de padecer como Jesus. Assim foi feito. Santo André faleceu no dia 30 de novembro e este é o dia de sua festa.

O manto roxo de Santo André

 

O manto roxo de Santo André simboliza a lamentação por causa de sua morte violenta. Mesmo tendo feito somente o bem e anunciado ao mundo a Boa Notícia de Jesus Cristo, Santo André não foi compreendido e foi assassinado. Por isso, ele é o protetor dos caluniados e dos processados injustamente. Todas as comunidades dos fiéis por ele fundadas lamentaram sua morte e sentiram a dor da perda de um verdadeiro pai espiritual.

A túnica verde de Santo André

 

A túnica verde de Santo André simboliza a vitória da vida sobre a morte. Ela nos ensina que, mesmo tendo sido morto cruelmente, mesmo tendo o povo lamentado sua perda, Santo André venceu a morte e está na glória dos céus. Todo aquele que crê em Jesus Cristo e faz dele sua razão de viver, vencerá a morte e brilhará na glória do Pai.

Oração a Santo André “Pelas Pessoas Injustamente Processadas”

"Em nome do Pai + do Filho + do Espírito Santo. Senhor Deus, Justo e Misericordioso, que pelo ministério do bem aventurado Santo André, Apóstolo e Mártir, fizeste germinar a semente da Vossa Palavra, aceitai a minha prece e fazei que sintamos os doces efeitos da intercessão do Vosso Apóstolo, junto da Divina Majestade. Pelo sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Assim seja. Santo André, protetor dos caluniados e processados injustamente, rogai por mim. Santo André, valei-me. Santo André, atendei-me. "Rezar um Credo, uma Ave Maria, uma Salve Rainha e um Pai Nosso.

MEDALHAS DE SANTO ANDRÉ

EXPLICAÇÃO

É comum o uso de medalhas de santos na devoção popular. Nesse caso, o uso destas joias religiosas católicas alimenta a espiritualidade e desperta o interesse pela história de vida destas santas e santos católicos que são exemplos para todos. Nestas páginas, você encontra as mais variadas medalhas de santos. As medalhas dos santos são uma comum forma de manifestar a devoção aos santos que obtém graças e ajudas espirituais para todos os fieis que rogam com fé e confiança para que se cumpra a Vontade de Deus. Existem Medalhas em diversos formatos com a imagem do santo, o nome do santo gravado na medalha, e algumas vezes com frases dos santos, como a Medalha de São Bento que tem as iniciais da oração de São Bento no verso da medalha. Muitos santos também utilizavam os objetos de devoção e medalhas, de modo especial, se destaca Santa Catarina Labouré que se dedicou no fim do século XIX a difundir por todo o mundo a devoção da Medalha Milagrosa. As Medalhas de Santos Católicos podem ser utilizadas junto com pulseiras, colares, correntes, ou até colocadas em móveis para decorar, ajudando em todos os momentos a elevar o pensamento para Deus e ver as realidades da vida com os olhos da fé. As Medalhas Religiosas utilizadas por fieis da Igreja Católica são uma antiga tradição que existe durante muitos séculos. As medalhas de Nossa Senhora, dos Santos e do Sagrado Coração de Jesus, entre outras, são usadas com correntes, colares e pulseiras. Essa proximidade entre a medalha, a cabeça e o coração, externa a união interior que existe entre a pessoa e Santa Maria, os Santos e Jesus Cristo. Nossas medalhas católicas ajudam a lembrar da intercessão dos Céus para ajudar em todas as necessidades da vida. Nossa Senhora das Graças em sua aparição para Santa Catarina Labouré pediu que fosse fabricada uma Medalha com a qual muitas pessoas iriam rezar e obter incontáveis graças, o que logo aconteceu e em pouco tempo essa medalha foi chamada de Medalha Milagrosa. As Medalhas desse modo ajudam as pessoas a rezar, e quando se reza com fé para que se cumpra a Vontade de Deus, muitas intervenções divinas podem ocorrer nas vidas das pessoas.

É muito importante entender que tudo isso serve como uma pedagogia da fé cristã, uma conexão com o fator sagrado e o autêntico espírito religioso de comunhão fraternal familiar, eclesial e social. Os nossos símbolos evangelizam e revelam a nossa fé e o nosso testemunho de amor a Santíssima Trindade!

Pe. Inácio José do Vale

Professor de História da Igreja

Sociólogo em Ciência da Religião

Religioso da Fraternidade da Visitação de Charles de Foucauld

E-mail: pe.inacio.jose@gmail.com

Fontes:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Santo_Andr%C3%A9
http://www.franciscanos.org.br/?p=28550
http://www.cruzterrasanta.com.br/significado-e-simbolismo-de-santo-andre/127/103/
Um santo para cada dia, de Mario Sgarbossa e Luigi Giovannini. Paulus. 7 Edição, 2011.


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
2 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 6632192)/DIA
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?286.28
Diversos  Educação  3959 Onde estudar a doutrina católica?233.52
Diversos  Igreja  3958 O anticristo no século 2157.85
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo37.49
Diversos  Protestantismo  3956 Os santos e o protestantismo31.33
Diversos  Testemunhos  3957 A hora que dá sentido à minha vida28.53
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?25.33
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista22.95
Diversos  Mundo Atual  3955 Redução de Católicos no Brasil22.45
Diversos  Igreja  3949 Um dos papas mais odiados da história20.58
Diversos  Igreja  3943 A visão diabólica do papa Leão XIII19.52
Diversos  História  3954 A Rússia será Católica17.54
Diversos  Doutrina  3952 Sete Erros Capitais16.37
Diversos  Ciência e Fé  3947 Médico ateu foi a Lourdes e se converteu15.76
Diversos  História  3948 Quem fundou a Igreja?15.51
Diversos  Eventos  3946 A apatia dos católicos14.52
Diversos  Testemunhos  3938 As chaves do reino13.25
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação13.24
Diversos  Milagres  3931 Milagre Eucarístico no Vaticano12.64
Diversos  Testemunhos  3927 O garoto protestante que virou padre12.28
Diversos  Protestantismo  3738 Como Calvino me fez Católico12.06
Diversos  Aparições  3953 Antes que seja demasiado tarde12.05
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.89
Diversos  Igreja  3950 O Papa não é o messias, mas o vigário de Cristo10.60
Aquelas bem-aventuradas virgens, que se consagraram a Jesus Cristo, podem estar certas de que não encontrarão, nem no céu nem na terra, um esposo tão belo, tão nobre, tão rico, tão amável como Aquele que lhes foi dado, Jesus Cristo.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online