Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

SUPERMERCADO DA FÉ

 

“O movimento neopentecostal deve ser rejeitado por todo cristão que preza pela ortodoxia bíblica. E as pessoas engodadas pelos seus ensinos devem ser admoestadas com educação, firmeza, amor e dentro da Palavra de Deus. Se houver resistência, não vale a pena persistir com eles, faça a sua parte e deixe o resto com Deus. A ortodoxia sempre teve a heterodoxia como opositora” (1).

Rev. Daniel Durand

Apologista cristão, graduado pelo Instituto Cristão de Pesquisas e Bacharel em Teologia pela Faculdade Kurios.

 

Fiéis de igrejas neopentecostais abandonam tratamento médico e, quando a condição deles piora, recorrem ao Sistema Público de Saúde – que é sustentado pelo mesmo Estado que isenta as igrejas de impostos e permite a construção de templos irregulares.

 

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo não tem estatísticas que apresentem a quantidade de pacientes que abandonaram o tratamento ou os motivos para essas desistências. Porém, em visita a 12 unidades de saúde em diferentes regiões da capital, a reportagem ouviu em pelo menos sete delas relatos de médicos, enfermeiros e agentes de saúde que já lidaram com situações semelhantes. “Muitas vezes, não é o líder religioso que orienta a abandonar o tratamento – é o próprio paciente que, em um processo de negação de sua doença, negligencia os cuidados médicos”, afirma Alexander Moreira-Almeida, professor de Psiquiatria da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Para Elder Cerqueira Santos, professor do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Sergipe (UFS), é o discurso religioso que leva as pessoas a abandonar a medicina. “Se a causa é espiritual, a cura também é. Para alguém que está em sofrimento, o discurso dogmático da igreja é mais consolador”.

 

A questão não é exclusiva ao Brasil: um estudo divulgado em 2011 pela Universidade do Texas indicou que a taxa de mortalidade infantil era maior em comunidades com fiéis que frequentavam igrejas pentecostais e outras congregações cristãs mais conservadoras. Em 2012, o adolescente Austin Sprout, de 16 anos, morreu por causa de uma infecção causada por apendicite depois que a família se recusou a ir ao hospital. Eles frequentavam uma igreja neopentecostal do estado do Oregon. Os pais, Russel e Brandi Bellew, foram condenados a cinco anos de liberdade condicional. E esse não foi o primeiro caso envolvendo a mesma igreja. Também em 2012, uma mulher foi sentenciada a dois anos de prisão depois de escolher tratar o diabetes do filho de nove anos com orações. E, em 2011, o casal Dale e Shannon Hickman foi condenado a pouco mais de seis anos de prisão depois de não buscar auxílio médico para o filho prematuro, que faleceu em casa em poucas horas.

 

IGNORÂNCIA E FANATISMO

 

Há um mês frequentando cultos de cura no Templo de Salomão, o marceneiro Ricardo Costa Alves, de 45 anos, já conseguia enumerar as melhoras que teve desde que sofreu um AVC. “Agora eu consigo andar sem bengala, já tomo banho e me visto sozinho”. Ele não atribui a evolução do seu estado aos oito remédios que toma todos os dias, nem à acupuntura que começou a fazer e já pretende abandonar. “Com certeza é resultado das orações. As correntes que fiz foram muito importantes. Da igreja eu não saio mais. Só o remédio não adianta nada para mim”, diz.

 

Contatada, a assessoria de imprensa da Igreja Universal afirmou que não recomenda que os fiéis negligenciem os tratamentos convencionais: “Ao defender preceitos religiosos e atos de fé no auxílio aos enfermos, a Universal sempre destaca a importância da rigorosa observância dos tratamentos médicos prescritos. Jamais devem ser desprezadas as recomendações dos profissionais da saúde”. Mas nem todos os pastores parecem concordar com o posicionamento oficial. Em um dos cultos presenciados pela reportagem, o bispo Francisco Decothé fez questão de dar a sua opinião sobre a medicina ao conversar com uma fiel que havia recebido diagnóstico fatal de câncer de pulmão. “Existem muitos médicos que têm o demônio. Não são todos, mas são muitos”, disse o religioso.

 

Em setembro do ano passado, a Igreja Universal foi condenada a indenizar o fiel J.N.M., portador do vírus HIV, em R$ 300.000 por danos morais. Ele procurou a igreja após o conselho de amigos. “Ele viu na igreja a saída para um problema que a medicina não conseguia solucionar”, conta o advogado Guilherme Pavanello Ortiz. Após ir a cultos, orar e ofertar bens à igreja – ele doou uma televisão e um computador. – J.N.M. procurou um pastor e foi aconselhado a abandonar os remédios e a deixar de usar camisinha nas relações sexuais. Dois meses depois, foi internado com pneumonia e passou 40 dias em coma induzido. A esposa também foi infectada pelo vírus. Na ação impetrada no Rio Grande do Sul, a defesa alegou que a Universal se aproveitou do estado de fragilidade do fiel. A igreja, no entanto, negou que o tivesse orientado a abandonar o tratamento e entrou com um recurso, que foi negado. “É um caso exemplar, uma decisão importante que vai abrir os olhos da Universal para o fato de que não é qualquer prática que sairá impune”, diz Ortiz.

 

Acostumado a lidar com pacientes que unem a cura religiosa ao tratamento, Rodrigo Lima, da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, afirma que o médico precisa respeitar a posição do paciente. “Se o médico assume uma posição de confronto com a crença da pessoa, ela vai abandonar o tratamento. A crença é muito mais forte do que a relação do paciente com o médico. O grande ponto é ter um discurso conciliador.” Mas se a fé é ferramenta importante, mais essencial é a presença do Estado em lugares negligenciados. “Muitas pessoas são levadas pelo desespero e buscam qualquer coisa para diminuir o sofrimento”, diz o médico Abrão José Cury, presidente do Departamento de Clínica Médica da Associação Paulista de Medicina.

 

O infectologista especializado no tratamento de AIDS, o médico Artur Timerman já presenciou o abandono de vários pacientes, inclusive de pessoas próximas do seu convívio familiar. “Muitas vezes, parte do interesse dessas igrejas é econômico. Eles encaram o médico como concorrente pelo dinheiro daquela pessoa. O que ela vai gastar com tratamento é um dinheiro que não vai entrar na igreja.” Na opinião de Timerman, quando o discurso de embate religioso é maior que o de conciliação, o único prejudicado é o paciente. “Estamos todos no mesmo barco. Temos que remar para frente, não para trás” (2).

 

“Quando a religião organizada se torna irracional e intolerante, incentiva o fanatismo, sendo cúmplice da ignorância e do obscurantismo”, afirma o escritor e jornalista britânico Christopher Hitchens (3).

 

CONCLUSÃO

 

No supermercado da fé a indústria da doença é muito lucrativa. A cura é um mercado e a saúde é uma grande mercadoria. Nesse capitalismo religioso, ou seja, na Teologia da Prosperidade: “O quanto pior, melhor”. O lucro é certeiro, rendoso e progressivo devido à miséria, à dor, ao sofrimento, à perturbação, ao desequilíbrio emocional, à depressão, ao desespero do desempregado, na crise sentimental, na separação conjugal, na crise familiar, no medo da inveja e da macumba, na busca de se libertar dos vícios, na ganância por bens materiais e na posse da felicidade a qualquer preço!

 

Unidos a esse supermercado da fé, o jogo de poder, a luxúria, a ambição desenfreada por seus interesses materialistas numa política sem ética e sem escrúpulos. É um grande negócio unir religião, política e miséria. Templos como comitês partidários, lugar do escroque “sagrado” e líderes religiosos milionários em detrimento da pobreza de multidões. E tudo isso com a bênção do Estado.

 

Pe. Inácio José do Vale

Professor e conferencista

Sociólogo em Ciência da Religião

Religioso da Fraternidade da Visitação de Charles de Foucauld

E-mail: [email protected]

 

Notas:

(1)http://anti-heresias.blogspot.com.br/2009/01/objees-bblicas-ao-neopentecostalismo.html

(2) Galileu, Maio de 2016, pp. 38-49.

(3) Diário do Vale, 15/02/2016, p 4.

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
2 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL
#0•A3702•C831   2016-07-15 16:21:55 - Convidado/Dani Acioli
OS REFORMADORES CONDENANDO OS APONTAMENTOS DOS ADVENTISTAS E DO TRIO DE PASTORES AÍRTON EVANGLISTA DA COSTA, RENATO VARGENS E SILAS MALAFAIA CONTRA A SANTA MÃE DE JESUS CRISTO



1)MARIA SEMPRE VIRGEM


O PASTOR DO YOUTUBE AIRTON EVANGELISTA DA COSTA – Disponível em 01/10/2015 - https://www.youtube.com/watch?v=Ev-4g6CGSEo

“Antes do nascimento de Jesus, Maria e José não mantiveram relações íntimas. Nascido Jesus, e passado o período pós-parto, o casal passou a ter uma vida normal de marido e mulher e teve os seguintes filhos: Tia......

Ler mais...  -  Responder
#0•A3702•C829   2016-07-14 10:56:25 - Convidado/Dani Acioli
ROBERTO TORRECILHAS E SEU DISCURSO CONTRA O UNGIDO DO SENHOR

Defesa de São Pedro contra os ataques do auto proclamado pastor Roberto Torrecilhas


Introdução:

Roberto Torrecilhas não se conformou com a escolha de Jesus para que Pedro liderasse os apóstolos na Igreja que ele pessoalmente fundou.

Torrecilhas escreve em um dos seus textos o seguinte:


Item 4.2. O PAPA, UM PEDRO DIFERENTE

a. Os papas são administradores de grandes fortunas da igreja. O clérigo José Maria Alegria, da Universidad......

Ler mais...  -  Responder
#1•R829•C915   2017-03-07 11:37:02 - Convidado/V.De Carvalho
DESMASCARANDO ROBERTO TORRECILHAS E SUA DOUTRINA DE HOMEM

Em seu site denominado “Gritos de Alerta”, diz o auto promulgado apóstolo ou bispo Roberto Torrecilhas:


“O que a Bíblia declara é que "todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Rm 3.23). Só a respeito de Cristo é que pode ser dito: "Com efeito nos convinha um sumo sacerdote, assim como este, santo, inculpável, sem mácula, separado dos pecadores, e feito mais alto do que os céus" (Hb 7.26).”

O texto pode ser visto em 07/01/2015 - http://gritosdealerta.blogspot.com.br/p/desmascarando-......

Ler mais...  -  Responder

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 9441953)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?82.36
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns23.05
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.28
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.77
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo13.66
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.21
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino12.09
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.22
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.84
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?10.68
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes8.74
Pregações  Protestantismo  4167 Onde está na Bíblia ...8.69
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria8.41
Diversos  Apologética  4169 Comer sua carne literalmente?8.33
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.87
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.84
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.83
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.72
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.70
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?7.55
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.41
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.94
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo6.64
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.63
Muitos pensam em se realizar aqui ... por um meio ou outro. Sonhos carnais e mundanos. Sonhos sem transcendência. A ilusão do paraíso aqui neste mundo.
Padre Paulo Ricardo

Católicos Online