Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

O BARULHO É AUTODESTRUTIVO

O silêncio torna-se, pois, um vestígio arqueológico, um resto ainda não assimilado. Simultaneamente, o silêncio ressoa como uma nostalgia e suscita o desejo de uma escuta sem pressa do rumor do mundo”,  escreve  o antropólogo e sociólogo francês David Le Breton.

A poluição do meio ambiente, o capitalismo dominante, o terrorismo, o fanatismo religioso, a escravidão dos vícios, a violência e suas várias modalidades, a fábrica de doenças, a desigualdade social e a poluição sonora são componentes da indústria da morte. Não se fala muito do criminoso barulho em nossa sociedade. Esse barulho é progressivamente consistente e demolidor. O barulho é um assassino que passa como um agente dissimulado e impune. Condiciona a pessoa de tal forma que a sua ausência torna ela perturbada, ou seja, perturbada ela já vive, no entanto ela é dominada pelo barulho e precisa dele e é necessário para não ser atormentada pelo silêncio, pela calma e pela solidão.

A zoada é demais e crescente. Fala-se muito. A danada da falação é terrível. Essa conexão adoece e mata: “Poluição ambiental, poluição visual e poluição sonora”. Pense numa pessoa que agride a natureza, que vê bastantes imagens (da TV ao celular) e conversa sem parar? Claro que isso é uma loucura, ou seja, a pessoa está doente e precisa de ajuda psicológica.

O barulho é autodestrutivo, a desconstrução da paciência, do sossego  e a morte lenta assimilada e aceita por muitos. O sistema trabalha fazendo suas vítimas sem oposição. O lucro é colossal para manter a máquina mortífera.

Essa trilogia tem causado tragédias no indivíduo, na família, na igreja, na sociedade e no mundo inteiro. É indelicado, deselegante e vexatório se expor demais, ser falastrão e ser pedante. Hoje já se conhece claramente o desequilíbrio, a inquietação doentia, a boçalidade do ser humano que deseja ser  o centro das atenções, chama para si o culto a personalidade se esbanja no ridículo da espetacularização. O sinal visível, a pontuação clara e a revelação direta que a pessoa está dominada pelo barulho, pela imagem, ficar só é sufocante, e quando ela começa a falar muito e sozinha, é ai que ela necessita de ajuda de um psicólogo.

Depois de passar pelo profissional habilitado, a pessoa deve procurar um excelente lugar para retiros espirituais. Um bom mestre espiritual. Ler obras monásticas, eremíticas e de espiritualidades. Sempre manter o equilíbrio emocional, físico e espiritual. Saber seus limites e confiar no poder de Deus. Viver na fé, no amor, na esperança e na graça de Jesus Cristo. A humildade, a simplicidade e a bondade são bases da vida cristã sadia em prol de um maravilhoso relacionamento e da vida abençoada.

Silêncio e deserto são experiência profunda consigo mesmo, com Deus e com o próximo. O silêncio é um grande tesouro que precisamos assimilar e tomar posse dele e ser o nosso companheiro no frutífero caminho de felicidade e de conhecimento imanente e transcendente.

É uma bênção, é uma escola e de uma riqueza eterna conviver com pessoas tranquilas, serenas, moderadas, sábias, piedosas e amorosas. Ensina-se melhor pelo exemplo. Não há espaço para o teatro de horror, para hipocrisia e para maldade no verdadeiro testemunho do ser humano que fala pouco, suave, inteligente e vive o silêncio e o Evangelho de Cristo.

Pe. Inácio José do Vale

Professor, escritor e conferencista

Sociólogo em Ciência da Religião

Religioso da Fraternidade dos Irmãozinhos da Visitação de Charles de Foucauld

E-mail: [email protected]


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8292316)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?30.06
Diversos  Teologia  4132 A existência de Deus19.20
Diversos  Espiritualidade  4131 Dez conselhos na luta contra o demônio18.82
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.44
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.34
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.31
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.24
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.81
Diversos  Apologética  4130 Paulo desprezou Pedro?10.58
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.26
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo8.96
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns8.61
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.33
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?8.20
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.91
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?7.79
Diversos  Mundo Atual  4129 Direto do Inferno7.78
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.71
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.55
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.33
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.30
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.05
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma6.99
Vídeos  Mundo Atual  4128 A 'Humanae Vitae' e a apostasia dos cristãos6.74
Aquelas bem-aventuradas virgens, que se consagraram a Jesus Cristo, podem estar certas de que não encontrarão, nem no céu nem na terra, um esposo tão belo, tão nobre, tão rico, tão amável como Aquele que lhes foi dado, Jesus Cristo.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online