Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

O fermento dos fariseus

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 12, 1-7)

 

Áudio:

Naquele tempo, milhares de pessoas se reuniram, a ponto de uns pisarem os outros. Jesus começou a falar, primeiro a seus discípulos: "Tomai cuidado com o fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. Não há nada de escondido que não venha a ser revelado, e não há nada de oculto que não venha a ser conhecido.

Portanto, tudo o que tiverdes dito na escuridão, será ouvido à luz do dia; e o que tiverdes pronunciado ao pé do ouvido, no quarto, será proclamado sobre os telhados.

Pois bem, meus amigos, eu vos digo: não tenhais medo daqueles que matam o corpo, não podendo fazer mais do que isto. Vou mostrar-vos a quem deveis temer: temei aquele que, depois de tirar a vida, tem o poder de lançar-vos no inferno.

Sim, eu vos digo, a este temei. Não se vendem cinco pardais por uma pequena quantia? No entanto, nenhum deles é esquecido por Deus. Até mesmo os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais".

Jesus traz hoje a público a polêmica que entre Ele e os fariseus começou há poucos dias, quando fora convidado para jantar a casa de um deles. E trá-la a público porque nos quer libertar da dinâmica, isto é, do fermento dos fariseus. Este fermento não é senão a hipocrisia, cuja força sedutora é capaz de fazer-nos descurar do nosso interior, da nossa sinceridade para com Deus, e leva-nos a desejar glórias exteriores, superficiais. Esta tendência desordenada a querermos "sair bem na foto" lança raízes numa vocação mais profunda, mais fundamental, que é glória do Céu. Nossa alma foi feita para triunfar com Cristo na glória celeste; devido porém à herança do pecado, acabamos enredados nas vanglórias que esta vida passageira nos pode oferecer.

No Evangelho de hoje, Jesus nos manda buscar antes de tudo a glória e o elogio de Deus, sem nos preocuparmos se somos ou não agradáveis aos homens: afinal, diz-nos Jesus, "Como podeis crer, vós que recebeis a glória uns dos outros, e não buscais a glória que é só de Deus?" (Jo 5, 44). Nosso Senhor também nos adverte que de nada nos servirá a hipocrisia e a falsidade, pois tudo quanto houvermos dito ou feito, por mais em segredo que o tenhamos realizado, "será ouvido à luz do dia", "será proclamado sobre os telhados." Quer queiramos, quer não, no dia do Juízo Deus há-de desmascarar-nos, lançará por terra os disfarces de que nos houvermos vestido. Enquanto o Coração bondoso e amoroso de Cristo nos pede que temamos este dia tão terrível, em que a nossa dissimulação nos poderá levar para o inferno, o demônio, que deseja arrastar a humanidade para o poço em que ele mesmo se enfiou, quer que tenhamos medo do que dirão ou pensarão a nosso respeito.

O Evangelho desta 6.ª-feira, por outro lado, nos exorta a preferirmos às bajulações e às glórias mundanas o "martírio social", o "martírio da calúnia", o sacrifício da própria boa fama por amor à Verdade e à Igreja. Temos de nos preocupar, pois, em agradar a Deus e não aos homens; temos de servir à Igreja e ao Evangelho e não às solicitações e pressões de um mundo que jaz no Maligno, que se opõe a Jesus Cristo, que resiste à libertação do pecado que o Redentor nos veio trazer. Que Deus, que cuida das aves do céu e tem contado cada fio de cabelo nosso, nos ajude com Sua santa graça a viver pela fé e por amor não ao nosso, mas ao Seu santo nome, bendito por todos os século dos século. Amém.

Padre Paulo Ricardo


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
2 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 6957160)/DIA
Diversos  Ética e Moral  3999 O silêncio da CNBB55.75
Diversos  Doutrina  4000 Por que convinha a Deus tornar-se homem?49.69
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma32.68
Diversos  Apologética  3998 Catequese e Apologética31.72
Diversos  Doutrina  3988 Como foi a assunção de Nossa Senhora27.21
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?27.08
Diversos  Mundo Atual  3996 O número de cristãos despenca nos EUA23.02
Vídeos  Entrevista  3994 O purgatório na Bíblia20.94
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo18.40
Diversos  Ética e Moral  3992 O evento LGBT que a PUC poderia fazer18.29
Diversos  História  3997 O mito da serpente16.00
Diversos  Testemunhos  3967 O Navio e as Jangadas14.40
Diversos  Mundo Atual  3995 Restrições da liberdade religiosa14.31
Diversos  Protestantismo  3990 Ontologia transexual do protestantismo14.13
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação13.76
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista13.64
Diversos  Doutrina  3986 O purgatório e a graça salvífica13.61
Diversos  Educação  3989 O ensino religioso e a laicidade13.55
Diversos  Doutrina  3991 Não julgueis!13.08
Diversos  Igreja  3993 A Igreja que incomoda13.03
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.79
Diversos  Protestantismo  3971 Velhas heresias em novas roupagens11.69
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.10
Diversos  Doutrina  3979 Casais homossexuais podem batizar seus "filhos"?10.94
Não encontro mais prazer no alimento corruptível nem nos gozos desta vida, o que desejo é o pão de Deus, este pão que é a carne de Cristo e, por bebida, quero seu sangue, que é o amor incorruptível.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online