Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Os ataques do pastor evangélico Hernandes Dias Lopes contra São Pedro e contra o papado

Nossas críticas ficarão limitadas às questões de fé e doutrina. Repudiamos ataques à honra e à dignidade das pessoas. Apoiamos a liberdade religiosa e aceitamos que todos os homens e mulheres devem aderir à fé que lhes pareçam mais adequadas. Repudiamos deboches ou zombarias. Votos de paz para o Sr. Hernandes Dias Lopes e sua família.

Hernandes Dias Lopes exibe em seu site como troféu um artigo que ele assina sob o título “O papado à luz da bíblia e da história”. Seu texto é um amontoado de “achismos” e impressões de terceiros sobre o catolicismo. Suas acusações são meras repetições dos questionamentos já produzidos por outros “profetas”.

O artigo do pastor encontra-se disponível no endereço eletrônico abaixo e que não recomendamos (em 09/04/2015): O papado à luz da Bíblia.

Nossa resposta:

Apontamento de Hernandes Dias Lopes sobre a Igreja Católica:
==================================================
“3. A Igreja Católica Apostólica Romana não é um seguimento legítimo do Cristianismo Bíblico – Precisamos iniciar com uma questão de definição. O nome Igreja Católica Apostólica Romana é uma impropriedade gritante: Ela não é igreja, nem católica, nem apostólica. É apenas Romana.” Nossa resposta: Abaixo.
O pastor não explicou o porquê de a Igreja não ser Igreja, católica ou apostólica. Mera bravata. Sem provas, resolveu citar Calvino para trazer alguma credibilidade ao seu artigo repulsivo.

Eis o texto de Calvino que Hernandes forneceu: “Roma não é uma igreja e o papa não é um bispo. Não pode ser mãe das igrejas, aquela que não é igreja, e nem pode ser príncipe dos bispos, aquele que não é bispo.” (Institutas p. 903).” O texto de Hernandes é praticamente uma cópia da fala que ele atribui a Calvino.

Entretanto, Hernandes Dias Lopes “esqueceu” que Calvino condenou aqueles que, por exemplo, abusando das Escrituras, atribuem à Santíssima Virgem filhos que ela nunca teve.

Explico: Em um outro artigo seu, disponível no mesmo endereço eletrônico acima o autoproclamado “reverendo” diz textualmente que Maria teve outros filhos. E através do mesmo artigo, Hernandes nega também que Maria seja mãe de Deus.

Tal artigo já foi contestado brilhantemente por Fernando Nascimento em inúmeros sites e podendo ser visto em vários endereços eletrônicos. Citamos alguns:

http://fimdafarsa.blogspot.com.br/2011/04/desmascarando-o-rev-hernandes-dias_6691.html
https://afeexplicada.wordpress.com/2015/03/28/desmascarando-o-rev-hernandes-dias-lopes-2/
http://macabeuscomunidades.blogspot.com.br/2014/04/desmascarando-o-rev-hernandes-dias-lopes.html
https://igrejamilitante.wordpress.com/2014/03/28/resposta-ao-pastor-rev-hernandes-dias-lopes/

O irônico é que Calvino, citado por Hernandes como referência para sua acusação contra o catolicismo, pensava sobre Maria exatamente o contrário de do que pensa Hernandes, senão vejamos:

Maria Mãe de Deus: “Não podemos reconhecer as bênçãos que nos trouxe Jesus, sem reconhecer ao mesmo tempo quão imensamente Deus honrou e enriqueceu Maria, ao escolhê-la para Mãe de Deus.” (João Calvino,” Comm. Sur l
Harm. Evang.,20)

Maria sempre virgem: “Firmemente creio, segundo as palavras do Evangelho, que Maria, como virgem pura, nos gerou o Filho de Deus e que, tanto no parto quanto após o parto, permaneceu virgem pura e íntegra.” (Calvino, “Corpus Reformatorum”)

Hernandes Dias Lopes só copia de Calvino aquilo que lhe agrada, omitindo sempre em seus textos as citações do reformador que não lhe são favoráveis.

Aliás, no que se refere à SANTA MÃE DE DEUS, é fácil notar que a doutrina de HERNANDES DIAS LOPES está mais para INRI CRISTO do que para CALVINO:

Texto de INRI CRISTO: http://www.inricristo.org.br/index.php/pt/curiosidades/humanidade-precisa-saber/229-verdade-virgem-maria-cristo
“Maria, genitora de Cristo há dois mil anos, foi uma mulher pecadora igual às demais, sujeita às fraquezas e falhas inerentes aos seres humanos. Se ela fosse verdadeiramente mãe de DEUS como ensina a proscrita igreja romana em suas espúrias orações (Ave Maria – “santa Maria mãe de DEUS”), ela teria intimidade com o ALTÍSSIMO…”


Apontamento de Hernandes: “Igreja Cristã” VS Catolicismo:
==============================================

Citação de Hernandes: “4. O catolicismo romano não é a primeira igreja cristã – A igreja cristã, de onde procedem todas as outras. Até o quarto século não havia denominações. O catolicismo romano é um desvio da religião cristã e a Reforma uma volta ao cristianismo bíblico. ”

Primeiro Hernandes disse que a Igreja Católica não é Igreja (item 3 do seu texto). E depois diz que ela não é a primeira igreja cristã (item 4 do seu texto).

Ele diz que todas as igrejas procedem da Igreja cristã. Diz ainda que a partir do quarto século surgiram novas denominações. Sugere também que apenas o catolicismo é um desvio da religião cristã. E, finalmente, diz que a reforma é a volta do cristianismo bíblico.

Ora, se apenas o catolicismo é um desvio da religião cristã, então podemos dizer que a reforma teve por único objetivo “consertar” a Igreja Católica. Todas as outras Igrejas, segundo Hernandes, não precisavam de conserto, pois todas praticavam o “Cristianismo Bíblico.”
Pergunta-se: Por que Hernandes está fora da Igreja Cristã que ele admite que prega o Cristianismo Bíblico que ele tanto gosta ? A referida Igreja Cristã sumiu ? Evaporou ?

Por que em 1928 fundaram mais uma Igreja onde prega o Sr.Hernandes, se desde o quarto século, conforme seu relato, o mundo já estava repleto de igrejas que praticavam o Cristianismo Bíblico ?


A PEGADINHA de Hernandes Dias Lopes para Hernandes Dias Lopes:
=======================================================

Por que Hernandes está em uma Igreja surgida no Brasil em 1928, conforme informação de seu site, e que, segundo ele, trata-se de uma denominação que tem origem em uma igreja surgida na reforma protestante com o objetivo de “consertar” a Igreja Católica ? Seria a Igreja Católica tão importante para Hernandes, que ele se agarrou desesperadamente à sua pretensa reforma ?

Ele agarrou-se à REFORMA DA IGREJA CATÓLICA QUE SEGUNDO ELE PRÓPRIO NEM É IGREJA (ITEM 3 DO SEU TEXTO) ?


CHARADA para Hernandes Dias Lopes:
===============================

Hernandes Dias Lopes diz que a Igreja Católica não é Igreja (item 3 do seu texto). Hernandes Dias Lopes diz que a Igreja Cristã pregava o cristianismo bíblico. Hernandes Dias Lopes diz que as denominações surgidas a partir do quarto século pregavam o cristianismo bíblico. Hernandes Dias Lopes diz que a reforma é a volta do cristianismo bíblico.

Charada: Se todas as igrejas pregavam cristianismo bíblico por que o mundo precisou de reformadores? Segundo Hernandes Dias Lopes a Igreja Católica nem era igreja (item 3 do seu texto). Por que então reformar uma igreja que não era igreja?

Ora, só “volta” aquilo que já foi. Se a reforma é a “volta” do cristianismo bíblico é porque algum dia este cristianismo bíblico existiu e depois deixou de existir em algum lugar. E, se o “cristianismo bíblico nunca deixou de existir”, então a reforma foi desnecessária.

Por outro lado, se a reforma pretendia “restabelecer” o cristianismo bíblico “perdido” pela Igreja Católica, então é falsa a afirmação de que a Igreja Católica não era Igreja. Algum dia ela teria que ter sido Igreja. Afinal, só se perde aquilo que se tem. Ninguém perde o que não teve. E neste caso, se um dia teve, é porque algum dia foi.

Mas Hernandes diz que a Igreja Católica não era Igreja. E se a Igreja Católica não era Igreja, então não precisava de reforma. E se a reforma era desnecessária, o que faz Hernandes em uma Igreja surgida a partir da reforma que não era necessária? Acho que nem ele sabe.


Hernandes Dias Lopes e a Igreja Cristã:
===============================

Estamos aguardando do Sr. Reverendo a explicação sobre qual seria a primeira igreja cristã que ele conhece tão bem? Onde ela fica? Onde ela está? Quem são seus membros? Quem é seu líder? Acabou? Mas quando acabou?

E, certamente, ele nos informará onde na Bíblia está a primeira Igreja Cristã e as denominações surgidas a partir do quarto século. O título de seu texto sugere que o papado não é bíblico. O Reverendo estará pronto para provar suas alegações pela Bíblia, tal como exige dos seus oponentes?? Ou será que ele não precisa provar nada pela Bíblia (só os outros)?

Para o momento, a única certeza que Hernandes pode ter é que sua denominação, não é, nunca foi e nunca será a primeira igreja cristã.


As doutrinas praticadas exclusivamente pela religião de Hernandes Dias Lopes:
==============================================================

Hernandes disse que a reforma é a volta do cristianismo bíblico. Errado.
Unções do chulé, vassoura, leão, vaca, chifre, adoração à arca da aliança, regressão ao útero materno, teologia da prosperidade, casamento entre pessoas do mesmo sexo, pregação em favor do aborto, transferência de unção, troca de anjo da guarda, camisinha ungida, unção do guerreiro, unção do esquecimento, MUITO EMBORA NÃO SEJAM DOUTRINAS ACATADAS POR TODAS AS DENOMINAÇÕES, são doutrinas exclusivamente patrocinadas pelo protestantismo do qual Hernandes Dias Lopes faz parte, pois como todos nós sabemos quando surgem as estatísticas ou pesquisas do IBGE, é certo que todos comemoram o crescimento evangélico e que todos se reconhecem como irmãos uns dos outros. Portanto, quem não pratica tais doutrinas, acaba ao menos sendo cúmplice. E assim se cumpre: “…Filtrais um mosquito e engolis um camelo.” (Mateus 23,24)

Tais doutrinas não são e nunca serão doutrinas bíblicas. E jamais foram praticadas pela Igreja Primitiva, que Hernandes prefere chamar de Igreja Cristã, para que ninguém faça qualquer alusão ao catolicismo já que a Igreja Católica, muito diferente do protestantismo, NUNCA ENSINOU QUALQUER UMA DESTAS DOUTRINAS.

Sem perceber a confusão que produziu a partir de seu texto dúbio e contraditório, Hernandes atribuiu à Igreja Cristã que ele não sabe onde foi parar e às denominações surgidas a partir do século quarto que ele também não definiu, doutrinas que ele próprio precisa condenar.


A Babel doutrinária de Hernandes Dias Lopes:
====================================

Segundo Hernandes Dias Lopes, uma igreja que não é Igreja (item 3 do texto de Hernandes) mas que ao mesmo tempo é Igreja desviada da verdade(item 4 do mesmo texto de Hernandes) deu origem a uma reforma que ele toma por verdadeira e definitiva. Se a tese de Hernandes fosse factível, teríamos novos problemas:

Ora, se os evangélicos aderiram à reforma, então suas denominações não são derivadas das “Igrejas” que praticavam o “Cristianismo bíblico”, mas derivadas de uma reforma da uma Igreja que não era igreja (segundo Hernandes) ou de uma igreja que precisava de reforma. Os evangélicos teriam aberto mão das Igrejas que praticavam cristianismo bíblico em favor da reforma da Igreja que não era igreja.

Por outro lado, se os evangélicos aderiram à “Igreja Cristã” ou a uma das “Igrejas surgidas a partir do quarto século”, não deveriam estar praticando as doutrinas e unções mirabolantes que elencamos acima.

Contudo, se os evangélicos praticam tais doutrinas e ao mesmo tempo se dizem convergentes com os reformadores, então ao contrário do que dizem, a reforma não tinha por objetivo consertar a Igreja Católica, mas esculhamba-la, já que não é possível “consertar” esta ou aquela Igreja ou praticar “Cristianismo bíblico”, ensinando aborto, unção do chulé, unção da vassoura, unção do leão, camisinha ungida, prosperidade financeira (que só funciona para pastor), regressão ao útero materno, confissão positiva, benção do aeroporto, entre tantos outros ensinos estranhos ao Evangelho do Senhor.


Decadência do papado ? Como assim?
==============================

Disse Hernandes Dias Lopes em seu lamentável texto:

“III. ASCENSÃO E DECADÊNCIA DO PAPADO NA HISTÓRIA 1. Até o quarto século a igreja cristã nada tinha a ver com o catolicismo romano. A igreja primitiva ou cristã não era romana. Não havia nenhuma denominação. A igreja era fiel à doutrina apostólica. Era uma igreja ortodoxa, fiel, santa e mártir.”

Em breves linhas, ele consegue desmentir a si próprio. Ele diz que a Igreja cristã não tinha nada a ver com o catolicismo romano. Diz que a Igreja primitiva nem era romana. Diz que não havia denominação alguma. E exalta as virtudes da Igreja cristã, segundo ele a única existente.

Mas permanece não explicando o que ocorreu com esta igreja cristã. Evaporou?
Se a igreja cristã era ortodoxa, fiel, santa e mártir (palavras de Hernandes), por que surgiu a reforma ? Ele também não explica.
E o que ele Hernandes Dias Lopes faz fora da Igreja que tinha tantos atributos?

Hernandes foi parar justamente em uma igreja reformada. Ele agarrou-se à reforma da igreja que, segundo ele próprio, “nada” tinha a ver com a Igreja cristã ou primitiva. Que decadência pastor!!!


Apontamento de Hernandes Dias Lopes sobre Lutero:
==========================================

Hernandes também usou Lutero no seu texto. Claro que ele só pegou do reformador aquilo que lhe interessava. “Esqueceu” que Lutero, por exemplo, chamou ao Senhor Jesus de adúltero:

“Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela? ” Depois, com Madalena, depois, com a mulher adútera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer” (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

Lutero é o pai da reforma que Hernandes Dias Lopes classifica como “A volta ao cristianismo bíblico.” E Hernandes toma Lutero como uma de suas referências. Sem maiores comentários.


Hernandes Dias Lopes também ataca o papado:
======================================

Hernandes retoma Calvino para atacar o papado. Sem informar onde a suposta citação se encontra, disse ele: “Calvino entendia que o papa é uma figura do anticristo.”

Na linha de Calvino e Hernandes Dias Lopes, INRI CRISTO também afirma: “A besta do Apocalipse é aquele que ocupa o trono de Roma. Ele traz disfarçado na mitra (chapéu usado pelo Sumo Pontífice)…”Disponível na Internet em 20/03/2015: http://www.inricristo.org.br/index.php/pt/entrevistas/inri-cristo-300-perguntas

Temos um pensamento que podemos chamar de Uno e Trino. Opiniões que convergem para um entendimento único a respeito do papado. Calvino, Hernandes Dias Lopes e INRI CRISTO.

Por outro lado, Santo Tomás de Aquino, o mais sábio dos santos e o mais santo dos sábios ensina:

“Espero nunca ter ensinado nenhuma verdade que não tenha aprendido de Vós. Se, por ignorância, fiz o contrário, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana.”

Quando Santo Tomás de Aquino diz: “…verdade que não tenha aprendido de vós..”, é certo que dentro deste “vós” encontram-se especialmente Pedro e seus sucessores. O mesmo se dá quando ele diz: “…e submeto meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana.”

Ora, se Hernandes, Calvino e Inri Cristo estão contra o papado e a eles se juntam Macedo, Malafaia, casal Hernandes, CACP, Valadão, Itioka, Pororoca, Terra Nova, Soares e Santiago, o que podemos concluir ???

Se todos eles são contra o papado é porque o papado é bom. E devemos imitar o santo católico: “Espero nunca ter ensinado nenhuma verdade que não tenha aprendido de Vós. Se, por ignorância, fiz o contrário, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana.”


A religião de Hernandes Dias Lopes em oposição a nossa religião católica, apostólica e romana
============================================================================

A religião de Hernandes Dias Lopes em tese seria a reforma desnecessária que teve por objetivo “consertar” a igreja que nunca foi igreja.

Ou seja, sua religião é literalmente a volta dos que não foram.

Na prática, trata-se tão e somente de uma mistura que inclui apenas o que ele gosta nas citações de Calvino, Lutero e nos textos bíblicos. Ele acrescenta ao contexto mais algumas bravatas de pregadores da TV, opiniões de Inri Cristo, muitos achismos pessoais e ZERO da tradição apostólica, ZERO dos ensinos dos Santos, ZERO dos ensinos dos pais da Igreja, rejeitando ainda os reformadores nos ensinos que lhe fazem oposição.

E a verdadeira religião? Os santos respondem:

“Deve ser seguida por nós aquela religião cristã, a comunhão daquela Igreja que é a CATÓLICA, e, CATÓLICA, é chamada não só pelos seus, mas também por todos os seus inimigos.”
(Santo Agostinho)

Santo Ambrósio: “Ela é esse navio que navega bem neste mundo ao sopro do Espírito Santo com as velas da Cruz do Senhor plenamente desfraldadas” (CIC, 845).

Santa Teresa de Ávila: ´Eu sou filha da Igreja !´ ´Em tudo me sujeito ao que professa a Santa Igreja Católica Romana, em cuja fé vivo, afirmo viver e prometo viver e morrer´.


Hernandes Dias Lopes contra os apóstolos Pedro e Paulo (será ???):
======================================================

Hernandes Dias Lopes claramente procurou desqualificar Pedro, de modo a colocar em dúvida a escolha de Jesus.

Esqueceu-se o pastor que Jesus é aquele que transforma todos os homens. Jesus recolhe alguém com defeitos graves e o coloca em posição de liderança. Jesus olha para o coração arrependido e se esquece de nossas faltas.

Já no Antigo Testamento. Abraão falhou. Moisés falhou. O grande Davi falhou. E mesmo assim todos foram exaltados pelo Altíssimo DEUS.
Jesus não escolhe os “prontos”, mas ele mesmo capacita seus escolhidos.

Será que Hernandes Dias Lopes é tão rígido com São Paulo que perseguiu os cristãos?
Eu duvido. Seguramente, Hernandes Dias Lopes usa de dois pesos e duas medidas.

Sua questão com Pedro não é porque o apóstolo negou Jesus, mas porque a figura do chefe dos apóstolos lhe remete ao catolicismo.

O temor e fúria de Hernandes em relação a Pedro acabaram testemunhando em favor do apóstolo como chefe da Igreja que Jesus Cristo constituiu na terra.

Diferente de Hernandes Dias Lopes, Paulo submeteu-se a Pedro quando foi com Barnabé conferir se a doutrina que pregava estava de acordo com os ensinos dos demais apóstolos.

São Paulo, o mais letrado, fez-se o menor entre todos, alegando para tal que havia perseguido o Senhor da Glória. Diferente de pastor evangélico, São Paulo não “teve” uma “visão” para fundar novas Igrejas.

Aliás, São Paulo é a pessoa ideal para responder ao Pastor Hernandes Dias Lopes:

“E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.” 2 Coríntios 12:9

Entendeu Pastor? O poder de Paulo foi aperfeiçoado na sua fraqueza. DEUS olha o coração e não as aparências. As escolhas de Jesus muitas vezes recaem sobre aqueles que, aos olhos dos “juízes” desta era tenebrosa, parecem mais fracos, débeis e vacilantes.

Hernandes disse que Pedro era contraditório, desprovido de entendimento, autoconfiante, dorminhoco, violento, medroso e que havia negado Jesus.

Contraditório é Hernandes que desejando condenar a “violência” de Pedro, esqueceu-se de que Calvino que ele tomou por referência cometeu inúmeros crimes:
http://www.veritatis.com.br/apologetica/protestantismo/937-o-reformador-joao-calvino-que-poucos-conhecem

Quem dormiu foi o Reverendo Hernandes que não se dá conta de que o propagador da doutrina Sola Scriptura, ou seja, tudo tem que ser explicado pela Bíblia ou “Cristianismo bíblico”, foi Martinho Lutero, que entre diversas coisas afirmou que Cristo cometeu adultério, conforme demonstramos acima. Que bola fora Hernandes !!!

Quem tem conhecimentos limitados é Hernandes Dias Lopes que sabe muito pouco do protestantismo do qual ele faz parte e assim escandaliza-se com a autoconfiança de Pedro, quando é no protestantismo que ouvimos: “Eu determino. Eu tomo posse da minha benção. Eu declaro vitória. Eu exijo que tudo o que o diabo me tomou seja restituído. Eu não aceito derrota. Eu profetizo.”

Quem parece ter medo, e, medo da verdade é o reverendo Hernandes que não se aprofundou nos escritos de Lutero e Calvino que lhe fazem oposição.

Quanto à autoconfiança de Pedro, outra confusão de Hernandes. Ele confundiu autoconfiança com confiança. Pedro não confiava em si próprio, mas sua confiança vinha do Senhor.
Segundo Jesus que não mente, não foi a carne que revelou a Pedro que o Cristo é o filho do DEUS vivo. O próprio Pai do céu lhe revelou. Sua confiança veio tão e somente do Senhor.

Quantos receberam diretamente do céu tal revelação? Como não confiar em Jesus?

Foi somente Pedro e tão e somente Pedro que ouviu: “As portas do inferno não prevalecerão contra minha igreja (singular).” Pedro e seus sucessores devem confiar sim. Pois, como sabemos, Jesus Cristo não tem duas palavras. Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente.

Seguramente Pedro obteve o perdão de Jesus. Davi recebeu o perdão de Deus por crimes que havia cometido. É uma prática comum do altíssimo Deus perdoar os seus filhos.
Mas nos dias atuais ainda existem muitos outros que negam Jesus quando elegem mestres para compor suas doutrinas, abrindo mão da Igreja que ele instituiu na terra.
Pois como todos sabem, somente Pedro ouviu do Senhor: “Confirma teus irmãos na fé.” “Eu te darei as chaves do céu.” “O que ligares na terra será ligado no céu.”

Pedro que negou Jesus também disse: “Tu tens as palavras da vida eterna. João 6:68”. Muito provavelmente, Hernandes Dias Lopes não gosta deste texto bíblico.

Quem não apreciou a escolha de Jesus que se esprema todo. Grite de raiva, pule e aguarde a volta de Senhor para reclamar: “Eu não aceito. Eu não quero. Eu não gosto. Eu prefiro Lutero. Eu prefiro Calvino. Eu prefiro Macedo. Eu prefiro Malafaia. Eu prefiro INRI CRISTO.”

Somente JESUS CRISTO tem autoridade para fundar uma Igreja. Só ele morreu na cruz sendo DEUS. Só ele venceu a morte e o pecado. Só ele ascendeu ao Pai por meios próprios e só ele está sentado à direita do Altíssimo DEUS. E também só ele recebeu poderes para julgar a tudo e a todos. Jesus não foi abandonado na região dos mortos e sua carne não conheceu a corrupção.


A doutrina de Hernandes Dias Lopes condenada até por Martinho Lutero
=======================================================

No texto que produziu, um dos subtítulos ali destacados afirma: “I. PEDRO NUNCA FOI PAPA”. Entretanto, o mesmo texto também afirma na sua Introdução: “…e a Reforma uma volta ao cristianismo bíblico.”

O que um texto tem a ver com o outro ?
Ora, Lutero é o pai da reforma que segundo Hernandes seria a volta do cristianismo bíblico. E Lutero nunca afirmou que Pedro nunca foi Papa.
Consultando as 95 teses de Lutero que Hernandes Dias Lopes fingiu desconhecer, podemos ver:

Tese número 50: “Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa soubesse das exações dos pregadores de indulgências, preferiria reduzir a cinzas a Basílica de S. Pedro a edificá-la com a pele, a carne e os ossos de suas ovelhas”.

Tese número 51: “Deve-se ensinar aos cristãos que o papa estaria disposto – como é seu dever – a dar do seu dinheiro àqueles muitos de quem alguns pregadores de indulgências extraem ardilosamente o dinheiro, mesmo que para isto fosse necessário vender a Basílica de S. Pedro.”

Tese número 77: “A afirmação de que nem mesmo São Pedro, caso fosse o papa atualmente, poderia conceder maiores graças é blasfêmia contra São Pedro e o Papa.”

Tese número 78: “Dizemos contra isto que qualquer papa, mesmo São Pedro, tem maiores graças que essas, a saber, o Evangelho, as virtudes, as graças da administração (ou da cura), etc., como está escrito em I.Coríntios XII”

Na tese 50, Lutero chega a mencionar o dever do Papa. Ele reconhece o papado e a ele atribui dever.

Já Na tese 77 Lutero diz: “…que nem mesmo São Pedro, caso fosse papa atualmente…”

O que significa? Em verdade Lutero está afirmando, ao contrário do Sr. Hernandes, que São Pedro já foi papa.
E notamos ainda que Lutero refere-se ao apóstolo sempre como “São Pedro”. http://www.luteranos.com.br/lutero/95_teses.html
Muito diferente de Hernandes que com todo desprezo diz: “Pedro”.

Lutero também condena quem naquele contexto se coloca contra São Pedro ou contra o Papa.
Hernandes Dias Lopes, julgou que sua citação a Lutero iria passar desapercebida. Ele usou uma suposta frase do reformador, como de costume sem citar a fonte, com o objetivo de empurrar goela abaixo a sua doutrina pessoal, possivelmente influenciada por pregadores da TV, pregadores da prosperidade, entre outros “ungidos” que andam por aí, mas ignora cinicamente que o mesmo Lutero que Hernandes Dias Lopes citou como referência em verdade lhe faz oposição.

Mas se Lutero discorda do pastor, POR OUTRO LADO existe quem mais uma vez converge com Hernandes Dias Lopes:
Fala de INRI CRISTO para regozijo de Hernandes Dias Lopes: “Eu é que não reconheço nenhum papa, padre, etc uma vez que sou coerente com o que disse há dois mil anos…”
http://causasperdidas.literatortura.com/2013/07/28/inri-cristo-a-sensatez-de-um-louco-reflexoes-sobre-a-vinda-do-papa/

Hernandes Dias Lopes deve estudar mais sobre o papado. Especialmente, deve ler sobre Santo Irineu e seu testemunho: http://www.veritatis.com.br/apologetica/igreja-papado/8202-testemunhos-patristicos-sobre-a-sucessao-apostolica Segue um pequeno trecho para Hernandes Dias Lopes sobre o Papado e sobre a Origem da Igreja:

Santo Irineu que morreu em 202 escreve sobre os PRIMEIROS PAPAS: “PEDRO e Paulo evangelizavam e fundavam a Igreja em Roma… tomaremos a máxima Igreja, MUITO ANTIGA e CONHECIDA de todos, fundada e construída em Roma pelos dois gloriosíssimos apóstolos PEDRO e Paulo… Depois de ter fundado e edificado a Igreja, os bem-aventurados apóstolos transmitiram a LINO o cargo do episcopado; deste LINO faz menção Paulo nas suas cartas a Timóteo (2 Tm 4, 21). ANACLETO o sucedeu. Depois, em terceiro lugar a partir dos apóstolos, é a CLEMENTE que cabe o episcopado… A CLEMENTE sucede EVARISTO; a EVARISTO, ALEXANDRE; em seguida, em sexto lugar a partir dos apóstolos, é instituído SIXTO; depois TELÉSFORO, também glorioso por seu martírio; depois HIGINO, PIO, ANICETO; SOTERO, sucessor de ANICETO e agora ELEUTÉRIO detém o episcopado, em 12.° lugar a partir dos apóstolos”
Fonte: http://www.filhosdapaixao.org.br/protestantes/desmascarando_os_protestantes/004_igreja_catolica/005_igreja_catolica.htm


A PREMISSA FALSA CONDENADA POR HERNANDES:
===========================================

Por força de honestidade intelectual não poderemos prosseguir.

Explico: Hernandes diz em seu texto: “O papado é a espinha dorsal do catolicismo romano – Todo o edifício está construído sobre um falso fundamento de que Pedro é a pedra sobre a qual a igreja de Cristo está fundada e que Pedro foi o primeiro papa e que os papas são sucessores legítimos de Pedro.”

Repito: Ele disse: “…Todo o edifício está construído sobre um falso fundamento.” Em outras palavras, Hernandes sugere que partindo de premissa falsa, chegam-se às conclusões igualmente falsas.

Porém, existe no texto de Hernandes uma gigantesca premissa falsa: Ele não informa quando foi ensinado e quem ensinou que o cristianismo deve ser exclusivamente bíblico.
Hernandes Dias Lopes não citou um só texto bíblico para justificar que o cristianismo deve ser exclusivamente bíblico ou que tudo deve ser explicado pela Bíblia.

O pastor deverá explicar:

De onde veio sua Bíblia se o protestantismo surgiu no mundo 1.500 anos após o início da era cristã e cerca de 1.200 anos depois da Bíblia católica ?

Será que Hernandes Dias Lopes segue a Bíblia produzida por Lutero que foi um ex-sacerdote da Igreja que, segundo o próprio Hernandes, nem era Igreja ?

E por que Hernandes Dias Lopes não segue a Bíblia da Igreja Cristã, que segundo ele antecede a Igreja Católica ?

Quando foi que Jesus ensinou Sola Scriptura (Só a Bíblia) ? Quando os apóstolos ensinaram isso ? Quando a Igreja Primitiva ensinou isso ? Onde na Bíblia tal doutrina é ensinada?

Se a “Igreja Cristã” não tinha Bíblia, então como ela praticava cristianismo bíblico ????

Por que Hernandes Dias Lopes não segue a Bíblia de uma das denominações surgidas a partir do quarto século? Quais eram as Bíblias destas denominações, se não havia Bíblia protestante no mundo, e se todas elas, segundo Hernandes, decorrem da Igreja Cristã que também não tinha Bíblia?

Como o reverendo pode nos provar que a sua Bíblia é a mesma Bíblia da Igreja Cristã, que segundo ele antecedeu a Igreja Católica ? Quais são as provas bíblicas?
Onde está na Bíblia a relação dos livros inspirados ?
Onde a Bíblia autoriza ao pastor fundar uma nova denominação ?

Hernandes não tem saída. Suas falas são contraditórias. Estica daqui e dali, o fato é ele não tem como explicar nem mesmo a doutrina que prega.

Não partiremos da falsa premissa de que tudo deve ser explicado pela Bíblia. O debatedor intelectualmente honesto primeiro define com seu oponente os critérios que servirão a ambos.

Antes de tentar travar polêmicas com os católicos, Hernandes Dias Lopes deveria provar que a doutrina de que tudo deve ser explicado pela Bíblia é bíblica. E tal ele nunca faz.

Ele deveria fazer prova com textos claros. Sem aquela máxima de “confundir” utilidade das escrituras com suficiência das escrituras. E sem aquele velho truque de usar o texto “Examinais as escrituras…” que não é uma exortação ao exame da Bíblia, mas era uma crítica àqueles que examinavam as escrituras, mas não reconheciam nela Cristo, o Messias. É só ler tudo e não isolar versículo!
Além disso, segundo a Bíblia, a interpretação privada é proibida (II Pe 1: 20).
Eu posso examinar o doente, mas o diagnóstico vem do médico. Eu examino a Bíblia, mas a interpretação vem da Igreja no SINGULAR, definida como coluna e sustentáculo da verdade (1 Tm 3:15).

Hernandes Dias Lopes deverá por em prática aquilo que ele gosta de cobrar dos demais. Ou seja, ele deverá provar tudo pela Bíblia. Então poderemos prosseguir no debate.
Sem aquela de cobrar Sola Scriptura de quem não está obrigado ao conceito criado por homens. É quem assumiu Lutero e Calvino que está obrigado a provar tudo pela Bíblia.

Recordo ainda as palavras do próprio Hernandes Dias Lopes em seu texto onde ele fez a defesa veemente dos dízimos: http://hernandesdiaslopes.com.br/2013/02/dizimo-uma-pratica-biblica-a-ser-observada/#.VSaAmtzF-fU
“Tem a igreja competência para mudar um preceito divino? Mil vezes não! Importa-nos obedecer a Deus do que aos homens. Permaneçamos fiéis às Escrituras” (Hernandes Dias Lopes)

Então Pastor? Não fique somente no discurso. Observe os preceitos divinos e considere o ensino bíblico sobre a tradição que condena exatamente o Sola Scriptura que o senhor ensina:

“Assim, pois irmãos, permaneceis firmes, e conservai as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa.” (2Ts 2,15)
“E o que de mim, através de muitas testemunhas ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para ensinarem outros.” (2Tm 2,2)
“Ó Timóteo, guarda o depósito a tradição que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência gnose.” (1Tm 6,20)

Depois de nos provar que sua Bíblia é a Bíblia que deve ser seguida por todos, algo que ele também nunca provou, o pastor deverá ainda nos provar sua doutrina, seus ensinos e seus dogmas por esta mesma Bíblia.
Em outras palavras, Hernandes Dias Lopes deverá fazer a si próprio a cobrança pela “Rigidez Bíblica” que costuma fazer aos demais.

Por força da honestidade intelectual que abraçamos, terminamos nossa defesa em favor do papado e de São Pedro.

Autor: A.Silva com a colaboração de V.De Carvalho e Claudio Maria – Livre divulgação mencionando-se o autor


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
3 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL
#0•A3528•C747   2015-10-30 23:06:39 - Convidado/Bel Dantas
A doutrina deste mestre da nova era Hernandes Dias Lopes é podre.

Ele acusa no seu site a Igreja Católica de adulterar documentos.

Seus súditos lhe solicitam provas.

E ele não mostra. E nem pode mostar.

Fica em silêncio.

E nem poderia ser diferente, já que não fala a verdade.

Responder

#0•A3528•C728   2015-09-25 15:36:32 - Convidado/Dani Acioli
A FÉ DOS EVANGÉLICOS QUE DISPENSA TEMPLOS, CULTOS E PASTORES
Reconheço que é direito de todo e qualquer cidadão professar sua crença livremente, sem embaraços. Repudio toda e qualquer forma de cerceamento religioso. Não concordo com ataques dirigidos a honra das pessoas. As críticas e divergências devem ser limitadas às questões de fé e doutrina. Não admito deboches ou zombarias de qualquer tipo.
Introdução: Como os evangélicos condenaram seus próprios cultos, pastores e templos ?
Os evangélicos dizem que já estão salvos. Eles dizem que Igreja não salva ninguém. Dizem tamb......

Ler mais...  -  Responder
#0•A3528•C720   2015-09-17 11:41:59 - Convidado/Dani Acioli
A doutrina de Hernandes Dias Lopes em certos aspectos assemelha-se a doutrina de Inri Cristo. É verdade que o primeiro não se auto proclama como o Cristo, mas por outro lado deve se imaginar "ungido" quando prega e escreve suas heresias. Pelos frutos, conhecemos a árvore.

Responder

#0•A3528•C719   2015-09-17 10:11:57 - Convidado/Dani Aciolia
Sugestão para publicação: http://fimdafarsa.blogspot.com.br/2011/04/desmascarando-o-rev-hernandes-dias_6691.html

O artigo em questão desmascara o auto nomeado pastor Hernandes Dias Lopes

Responder


Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 6410161)/DIA
Diversos  Testemunhos  3927 O garoto protestante que virou padre161.23
Diversos  Reflexões  3926 O Cristo e a Cruz151.49
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo141.46
Diversos  Igreja  3925 A interpretação das escrituras é única?120.72
Diversos  Santos e Místicos  3928 Irmã Faustina e o inferno102.80
Diversos  Testemunhos  3930 Ilustres convertidos99.55
Diversos  Eventos  3929 A realidade do maligno89.81
Diversos  Sociedade  3923 Imigrantes sim, intolerantes não74.55
Diversos  Doutrina  3924 Cristo, Igreja e Matrimônio58.82
Diversos  Santos e Místicos  3919 De analfabeta a doutora da Igreja58.61
Diversos  Apologética  3921 Jesus, Deus e Homem40.26
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista33.44
Pregações  Prática Cristã  3920 Lázaro, vem para fora!30.41
Diversos  Testemunhos  3915 Testemunho de Felipe27.78
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?24.75
Diversos  Sociedade  3918 Ateísmo e suas causas23.98
Aulas  O Que É?  3916 O que é o dízimo?22.47
Diversos  Igreja  3910 Jesus fundou uma Igreja?21.51
Diversos  Diálogos  3914 É uma guerra de religião20.66
Diversos  Espiritualidade  3900 Você conhece o Espírito Santo?19.27
Diversos  Apologética  3903 Leonardo Boff e a mentira18.20
Diversos  Ciência e Fé  3913 A ciência é incompatível com o cristianismo?18.03
Diversos  Liturgia  3912 A mudança da práxis na recepção da sagrada comunhão17.61
Diversos  Sociedade  3917 O evangelho de Marx15.01
Os sacramentos não são senão água, pão, vinho, óleo, gestos e palavras que Cristo hoje em dia administra por meio da sua Igreja (ou do seu Corpo prolongado) a fim de comunicar aos homens a filiação divina.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online