Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Fábio Porchat, a perseguição aos cristãos e a ausência dos direitos humanos

Ivanaldo Santos ([email protected])

Filósofo

 

Um pouco antes da festa cristã do Natal o grupo de atores e humoristas denominado “Porta dos Fundos”, tendo na pessoa do Sr. Fábio Porchat o roteiro, lançou um vídeo, cujo título é “Especial de Natal”. Aparentemente um vídeo cômico, feito por humoristas, que brincava com o sentido e os valores do Natal. No entanto, ao ver o vídeo o espectador percebe que se trata de algo mais do que simples piada. Trata-se, na verdade, de ofensa gratuita contra os cristãos e de discriminação religiosa.

 

Inicialmente é preciso afirmar que se deve lutar para se garantir e se manter a liberdade de expressão. A liberdade de expressão é um direito do cidadão. Também não está sendo supervalorizado o cristianismo. É preciso observar que todas as crenças religiosas e não religiosas devem ter espaço dentro da sociedade.

 

Feita essa observação é necessário ter em mente que o vídeo Especial de Natal” é um capítulo da longa e trsite série de ofensas e de discriminações religiosas presentes no Brasil. E uma discrinimação muito específica, pois se trata da maioria da população brasileira.

 

Nas redes sociais, nos blog, etc. milhares de brasileiros se manifestaram contra o Especial de Natal” do grupo “Porta dos Fundos”. As pessoas reclamam que o grupo humorístico persegue os cristãos, que prmove uma campanha de ódio ao cristianismo e coisas semelhantes. Em tudo isso, o mais surpreendente é que não se vê nem um líder ou um grupo ligado aos direitos humanos defender a maioria da população brasileira, que é cristã e é vítima de um vídeo discrinimador promovido pelo “Porta dos Fundos”.

 

Vale recordar que recentemente a Secretária Especial de Direitos Humanos do Brasil, a Sra. Maria do Rosário, ameaçou processar o jornalista Joselito Müller, que mantém um blog de notícias falsas e cômicas (http://joselitomuller.wordpress.com/), porque ele tinha publicado no seu blog uma matéria humorística sobre o setor de direitos humanos no Brasil. Sem contar que quando alguma minoria é atacada, especialmente o grupo homossexual e os defensores do aborto, imediatamente um considerável número de defensores dos direitos humanos aparecem para protestar contra o preconceito e defender a liberdade das minorias.

 

No entanto, o que se vê no vídeo do Porta dos Fundos” é que a maioria da população é discrinimada, tem suas crenças e valores cultuais humilhados e os seus direitos humanos são negados. Para surpresa, não aparece nenhum guardião dos direitos humanos para denfender a maioria da população.

 

Diante do ataque gratuito do grupo “Porta dos Fundos” contra os cristãos, do mais descarado preconceito contra os valores religiosos, pergunta-se: onde andam as milhares e milhares de ONGs que ganham muito dinheito público para falarem em direitos humanos? Onde anda a Secretária Especial de Direitos Humanos do Brasil? Onde andam os partidos políticos de extrema esquerda (PSTU, PSOL, PCO, etc) que querem para si o monopólio dos direitos humanos? Onde andam os atores globais (Wagner Moura, Mariana Ximenes, etc) que dizem defender a dignidade humana? Onde estão os nossos teólogos da libertação (Leonardo Boff, Frei Betto, etc) que vivem falando em direitos humanos? Onde estão os representantes da esquerda caviar (Chico Buarque, José de Abreu, etc) que não veem a discriminação sofrida pela maioria da população? Onde estão os políticos descolados (Gabeira, Marina Silva, Manuela D’ávila, Lindberg Farias, etc.) que não vão defender os direitos humanos dos cristãos? Onde está a comissão de direitos humanos da OAB? Onde anda a comissão de direitos humanos do Congresso? Onde andam os padres de passeatas, de invasão de terras, etc. que, numa hora dessas, não aparecem para defender a dignidade dos cristãos? Onde andam os militantes profissionais em invadir reitorias de universidades públicas? Onde andam os militantes que vivem depredando câmaras de vereadores em todo o país? Onde anda o DCE da USP, da PUC-SP, etc? Por onde anda o movimento Black Block que se diz portador de uma fúria em prol dos direitos humanos?

 

Se fosse um cristão criticando, por exemplo, o aborto, grupos de direitos humanos já teriam aparecido e rotulado os cristãos de “conservadores”, “retrógrados”, etc. Vale recordar que quando o Papa Bento XVI disse, em uma homilia, que o inferno existe, segmentos dos direitos humanos vieram a público criticar o Papa e disseram, dentre outras coisas, que Bento XVI é um medievalista, desconectado com os modernos direitos humanos. Naquele momento ninguém notou que o Papa apenas expressou a doutrina da Igreja. Como bem afirmou o Prof. Hermes Rodrigues Nery, uma das primeiras vozes católicas a se erguer em defesa da fé cristã, o “ateísmo militante do Porta dos Fundos, desponta como uma força a mais na somatória de hostilidades ao cristianismo”.

 

No entanto, como se trata de uma discriminação patrocinada por Fábio Porchat e pelo grupo “Porta dos Fundos”, um dos novos representantes da esquerda caviar, não aparece nenhum grupo ou liderança dos direitos humanos para defenderem a maioria cristã da população brasileira.

 

O episódio de discriminação religiosa promovido pelo “Porta dos Fundos” vem demonstrar duas coisas. Primeira, a ditadura das minorias chegou a um dos últimos redutos onde havia, até pouco tempo atrás, liberdade, ou seja, no humor. Muito provavelmente será proibido fazer piada com homossexual e com quem defende aborto, mas será obrigatório humilhar os cristãos. Segundo, vê-se que, no Brasil, os direitos humanos não estão a serviço da sociedade, da humanidade e da maioria da população. No Brasil “direitos humanos” é privilégio de minoria (homossexuais, abortistas, etc). A maioria da população pode ser discriminada, humilhada, ter seus valores religiosos e culturais negados, etc. mas não parece um líder ou um grupo de direitos humanos para defender a dignidade da grande maioria da população.

 

O que Fábio Porchat e o grupo “Porta dos Fundos” fizeram não foi apenas discrinimar a maioria cristã do país, mas foi deixar claro que, no Brasil, os direitos humanos estão ausentes. No Brasil os direitos humanos são uma estrutura burocrática mantida, em grande medida, pelo dinehiro público, pago pelo contribuinte, mas quando é para esses “direitos humanos” defenderem a dignidade do cidadão, como é o triste caso do vídeo “Especial de Natal”, os reais direitos humanos não existem, são ausentes. Isso é lamentável.

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
7 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 7792630)/DIA
Diversos  Espiritualidade  4121 O Espírito Santo entre nós96.09
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?29.51
Vídeos  História  4117 O nascimento da Igreja Católica24.43
Diversos  Igreja  4111 9 coisas que afastam as pessoas da Igreja22.63
Diversos  Aparições  4119 Nossos tempos são os últimos?22.54
Diversos  Doutrina  4120 A importância do catecismo19.89
Diversos  Testemunhos  4118 Como a Igreja mudou minha vida16.02
Diversos  Apologética  4109 A virgindade perpétua de Maria na Bíblia15.93
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.25
Diversos  Mundo Atual  4113 É o fim do cristianismo e da religião?12.52
Diversos  Sociedade  4116 O controle do povo11.95
Diversos  Apologética  4102 Somente a Bíblia? Mentira!11.83
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.64
Diversos  Igreja  4114 Unidade e Contradição11.58
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.24
Pregações  Doutrina  4091 O discurso do pobre11.05
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.05
Diversos  Sociedade  4115 Honestos e Corruptos10.59
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.53
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo10.17
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas9.79
Diversos  Doutrina  4110 Cristo assumiu todas as fraquezas humanas?9.25
Pregações  Espiritualidade  4112 O que é necessário para ser santo?8.97
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma8.72
Colocar em dúvida a autoridade da Igreja é por em dúvida tudo aquilo que ela afirma, inclusive a autenticidade das Escrituras.
Padre Paulo Ricardo

Católicos Online