Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Famílias numerosas – uma benção.

 

Sergio Sebold

Economista e Professor Independente

[email protected]

 

 

A luz vermelha já começou aparecer em diversos países da Europa em decorrência da redução de suas populações pela baixa natalidade. Esta redução é o resultado de políticas adotadas, como aborto, casamento homossexual, eutanásia (inclusive de crianças), anticoncepcionais, com que fez que as “evas” reduzissem suas proles a menos 1,2 filhos por mulher fértil, particularmente Portugal. Nesse desespero, Portugal está adotando uma série de medidas para repor este déficit, acenando financeiramente para o retorno da família numerosa.

 

Saindo do lado quantitativo, para o lado qualitativo, vamos descobrir verdadeiras maravilhas na família numerosa. Este quem escreve, veio de uma família de 13 irmãos, fruto de três casamentos (consagrados) de meu pai; fui o primeiro da segunda safra (nove filhos). Detalhe, nenhum bandido, viciado; todos honrados cidadãos.

 

Algumas considerações são importantes sobre o significado. A questão quantitativa é irrelevante, mas não dá para conceitualizar família de menos de dois filhos como numerosa; estatisticamente não repõe as gerações. A partir daqui tudo é uma questão de conceito e contexto.

 

Tem-se observado que em famílias numerosas, quanto mais irmãos se tem menos provável que eles venham se divorciar quando crescerem. É raro que se criem bandidos, alcoólatras, homossexuais, principalmente egoístas freudianos. A adição de novos membros irmãos, alem de gerar uma grande alegria, aumenta a coesão familiar onde todos procuram nas suas vivências serem solidários uns com os outros. A administração pelos pais, de sua prole, - onde todos confiam - principalmente quando oferecem bons exemplos, sociais, culturais, princípios morais e de fé religiosa, levam a uma unidade harmoniosa entre irmãos. É claro que existem conflitos diários, mas isto faz parte do aprendizado para o futuro de cada um. A cadeia hierárquica se estabelece naturalmente. O respeito ao outro amadurece, para o futuro de cada um dentro da sociedade.

 

Quem tem ou teve muitos irmãos, recebe uma influência em seu temperamento, benéfica para toda vida, aprendendo com isto ser tolerante, desembaraçado, sociável, conhecendo e reconhecendo o próximo nas suas qualidades e seus defeitos, permitindo sua consideração e estima. A medida da dinâmica no crescimento familiar há uma sensação de plenitude e paz interior dos pais geradores. Não existe família numerosa sem pais virtuosos.

 

Os filhos das famílias numerosas se educam por assim dizer por si mesmos na vigilância e na responsabilidade de seus atos, no respeito e no auxílio mútuo, na largueza do espírito e na generosidade. A família é para eles um pequeno mundo de experiências antes de enfrentarem o mundo exterior, mais árduo e mais constrangedor”. Palavras do Papa Pio XII.

 

Numa família numerosa e heterogênea é que se estabelece a beleza do aprendizado pela diferenciação sexual. Os irmãos homens levam pela experiência, respeitarem mais tarde suas esposas, pela convivência da personalidade feminina que obtiveram de suas irmãs de sangue. Esta experiência e convivência o fazem serem bons maridos no futuro. O mesmo ocorre com as irmãs mulheres, que vêm nos seus irmãos homens características de personalidade que lhe serão úteis para compreender seus futuros maridos. Arriscamos dizer que as dificuldades atuais das novas famílias, são de filhos e/ou filhas oriundas de famílias mínimas de um só membro, por exemplo; onde fica difícil tolerar a outra parte por lhes faltarem essa experiência. Nas famílias numerosas o egoísmo é substituído pela solidariedade.

 

A alegria dos irmãos em família é tão grande que facilmente esquecem as TVs, vídeos games, wathsapss etc.; a vontade natural de disputarem entre si, mesmo gerando aquela bagunça saudável, dando momentaneamente dor de cabeça a seus pais, no fundo se estabelece uma grande alegria pela vida presente em todos os membros.

 

Na cavalgada da vida, os irmãos podem passar anos sem se encontrarem e mesmo falar, que nem por isso se perde a cumplicidade, os laços, a confiança; pois muito pouco se desvanece. Em todas as relações não familiares ou mesmo sociais é necessário o amadurecimento do tempo; mas os irmãos são imunes à distância e às próprias zangas do tempo.

Nada como as belas manifestações de quem teve esta benção de família numerosa, quando vemos o testemunho de um pai postado na internet: “Quando me vejo rodeado de meus filhos na mesa da refeição, sinto realmente concretizar em minha vida este maravilhoso “ramalhete de flores” e esta benção que são os filhos na vida do casado”.

 

Completamos com as palavras sábias do Pe. Paulo Ricardo: “Quando as pessoas caçoam de nós cristãos porque estamos tendo muitos filhos, dizendo que estamos querendo enxamear a terra, dizemos que não estamos preocupados em enxamear a terra, mas SIM O CEU”.

 

(01/02/15)

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8279799)/DIA
Diversos  Espiritualidade  4131 Dez conselhos na luta contra o demônio42.31
Diversos  Teologia  4132 A existência de Deus40.16
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?30.01
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.43
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.29
Diversos  Apologética  4130 Paulo desprezou Pedro?11.69
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.23
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.18
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.79
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.24
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo9.01
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns8.42
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.34
Diversos  Mundo Atual  4129 Direto do Inferno8.04
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?7.93
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.92
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.75
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?7.70
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.56
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.32
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.30
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.05
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma7.04
Vídeos  Mundo Atual  4128 A 'Humanae Vitae' e a apostasia dos cristãos7.02
Colocar em dúvida a autoridade da Igreja é por em dúvida tudo aquilo que ela afirma, inclusive a autenticidade das Escrituras.
Padre Paulo Ricardo

Católicos Online