Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

DAVI MATOU GOLIAS?

PERGUNTE e RESPONDEREMOS 065 – maio 1963

 

SAGRADA ESCRITURA

A. F. P. (Belo Horizonte): «A Sagrada Escritura parece cair em contradição consigo mesma: em 1 Sam 17, 4-51, narra que Davi matou Golias de Geth, ao passo que em 2 Sam 21,19 diz que foi El-Canã quem matou Golias. O caso se complica quando, na tradução portuguesa de Matos Soares (2 Sam ou 2 Reis 21,19), se lê que quem matou Golias foi Adeodato, filho de Salto, que tecia panos de cores em Belém. Como se explicam essas divergências ?»

 

Consideraremos separadamente 1 Sam 17 e 2 Sam 21, propondo finalmente a solução mais provável do problema exegético.

 

 

1.  O texto de 1 Sam

 

Quem lê apenas o texto de 1 Sam 17, não concebe a mínima dúvida a respeito do vencedor de Golias: terá sido Davi, armado de funda e pedra. É este, aliás, o ensinamento que se costuma transmitir em aulas e comentários de história sagrada.

 

Tenham-se em vista, por exemplo, os dizeres muito explícitos de 1 Sam 17, 48-51:

«Levantou-se o filisteu e marchou contra Davi; Davi .também correu para a linha inimiga ao encontro do filisteu. Meteu a mão no alforje, tomou uma pedra e arremessou-a com a funda, ferindo o filisteu na fronte. A pedra penetrou-lhe na fronte, e o gigante caiu com o rosto por terra. Assim venceu Davi o filisteu, ferindo-o de morte com uma funda e uma pedra. E, como não tivesse espada na mão, correu ao filisteu, subiu-lhe em cima, arrancou-lhe a espada da bainha e acabou de matá-lo, cortando-lhe a cabeça. Vendo morto o seu herói, os filisteus fugiram».

 

Nota-se apenas que este trecho menciona «o filisteu», sem lhe indicar o nome. Contudo o contexto indica com clareza que «o filisteu» se chamava «Golias, de Geth», de modo que se conclui naturalmente que Davi matou Golias.

 

 

2. O trecho de 2 Sam

 

As hesitações começam quando se lê o texto de .2 Sam 21,19. Uma das principais fontes de dificuldades é o fato de estar tal versículo mal transmitido nos diversos códices, de modo a não se ter certeza do seu teor original.

 

Vejamos as várias conjeturas que os estudiosos têm proposto para elucidar as dúvidas.

 

1) Frequentemente traduz-se 2 Sam 21,19 do seguinte modo:

«Recomeçando o combate contra os filisteus em Gob, Elcanã, filho de Jaare-Oregulm, de Belém, matou Golias de Geth, que levava uma lança cujo cabo era como o cilindro de um tecelão».

Que pensar deste texto ?

 

a)   Obviamente conclui-se que não foi Davi quem matou Golias, más, sim, Elcanã.

 

Há intérpretes que aceitam esta conclusão. Julgam que a mais antiga forma da narrativa, da qual se deriva 1 Sam 17, apenas dizia que Davi obteve vitória sobre um adversário anônimo. Mais tarde, os israelitas terão procurado identificar esse adversário...; então terão utilizado 2 Sam 21, 19, onde se lê que um dos guerreiros de Davi — Elcanã — matou Golias, filisteu gigante; e haverão atribuído essa vitória ao próprio Davi, dando assim origem à noticia que o texto de 1 Sam 17 hoje em dia nos transmite.

 

Tal hipótese ainda é conciliável com o carisma da inspiração bíblica. O leitor deveria, sim, considerar a menção de Golias em 1 Sam 17 como glossa popular introduzida de maneira espúria e tardia na narrativa bíblica. O autor sagrado de 1 Sam 17 (autor inspirado) não deveria então ser responsabilizado pela contradição com 2 Sam 21,19. Estaria salva assim a inerrância ou imunidade de erros da S. Escritura.

Contudo tal interpretação é demasiado gratuita ou arbitrária para merecer crédito. Goza, por isto, de muito pouca voga.

 

b)   Outros intérpretes julgam que Elcanã, mencionado em 2 Sam 21, é o próprio Davi, adversário de Golias de Geth, Golias de Geht que aparece vencido por Davi mesmo em 1 Sam 17.

Apenas, dizem, Davi foi apresentado de maneira figurada em 2 Sam 21. E como ?

 

Elcanã (El-hanan), em hebraico, significa «Deus teve piedade ou compadeceu-se». Por esta expressão estaria designado Davi, que foi, sim, um testemunho da piedade ou da bondade de Javé para com o povo de Israel.

 

Filho de Jaare (Ya'ar), em hebraico, significa «filho da floresta»* apelativo que também designaria Davi, pois este cresceu nos bosques.

 

Oreguim Côreghim), em hebraico, significa «tecelões» ou «tecelão em diversas cores». Estas palavras também lembrariam Davi, o qual mostrou zelo para com a ornamentação do culto sagrado.

Tais explicações já eram usuais nas antigas escolas rabínicas, como atesta o Rabino Samuel bar Nachman, no séc. III, referindo-se a 2 Sam 21: «Elcanã é Davi, que foi abençoado por Deus, que cresceu nos bosques e que se ocupou com o véu do Templo» (Ruth Rabba H 2).

 

S. Jerônimo adotou o modo de ver dos rabinos. Consequentemente, ao traduzir o Antigo Testamento para o latim (Vulgata), conservou nesta língua o modo de falar figurado que ele atribuía ao texto hebraico. Deu, portanto, ao trecho de 2 Sam 21,19 a seguinte forma:

 

«Tertium quoque fuit bellum in Gob contra Philisthaeos, in quo percussit Adeodatus filius Saltus, polymitarius, Be- thlehemites, Goliath Gethaeum...»

 

Ora a tradução portuguesa de Matos Soares foi feita na base da Vulgata latina de S. Jerônimo. É o que explica que ela fale de Adeodato (= Dado por Deus, Dom de Deus, Misericórdia de Deus = Elcanã), filho de Salto («saltus» em latim significa «floresta» = ya'ar em hebraico), que tecia panos de cores (= 'ôreghim em hebraico ou polymitarius em latim, sempre com o sentido de «tecelão»). Sob estas diversas designações tratar-se-ia sempre do mesmo herói, ou seja, de Davi.

 

Tal hipótese exegética, embora goze de antiguidade, parece pouco verossímil, pois supõe mais ou menos gratuitamente um artificialismo de expressões que a sadia exegese hesita em aceitar sem comprovantes.

 

Ademais, verifica-se que o episódio relatado em 2 Sam 21 se deu durante o reinado de Davi, ao passo que o de 1 Sam 17 ocorreu quando Saul era rei. Parece, pois, tratar-se de duas façanhas bélicas distintas, cada qual caracterizada por seus heróis próprios: em 1 Sam 17, Davi e Golias; em 2 Sam 21, Elcanã (guerreiro das tropas de Davi) e ... Lacmi, irmão de Golias de Geth.

   Lacmi, irmão de Golias? ... Como?

   É o que se verá abaixo.

 

2) Bons exegetas, conscientes de que o texto de 2 Sam 21 está mal transmitido, procuram reconstitui-lo1 à luz de Crôn 20, 5, onde se lê:

 

«Houve ainda uma batalha com os filisteus; e Elcanã, filho de Jaare (ou Jatr), matou Lacmi, irmão de Golias, de Geth, que tinha uma lança cujo cabo parecia um cilindro de tecelões».

A autenticidade deste texto não deixa dúvida aos críticos.

 

No livro das Crônicas estaria, pois, conservado o teor genuíno da noticia cuja redação haveria sido deteriorada em

1 Sam 21; entre outras falhas cometidas, os copistas terão transformado et-Lahmi (...Lacmi) de 1 Cron na expressão bêt hallahmi (belemita, de Belém) de 2 Sam 21.

 

Lembremo-nos de que só é inspirado o texto bíblico tal como ele sai das mãos do hagiógrafo. Uma vez redigida, a página sagrada está sujeita a sofrer as vicissitudes pelas quais pode passar qualquer documento histórico.

 

Esta é, dentre todas, a mais provável explicação do problema focalizado. Não há, pois, motivo para se deixar de afirmar que Davi, usando de funda e pedra, obteve vitória sobre Golias, gigante filisteu. O trecho de 2 Sam 21, mencionando outros nomes, parece referir-se a outro episódio.

 

A título de ilustração, notamos que o gigante Golias tinha 6,5 côvados de estatura, segundo o texto hebraico, ou 4,5 côvados segundo a tradução grega dos LXX e Flávio José. O côvado médio equivalia a 45m; donde se conclui que Golias tinha a altura de 2,92 m ou, ao menos, de 2,02 m.

 

Não em vão era o herói filisteu oriundo de Geth, cidade que a Bíblia atribui a uma população robusta (cf. Jos 11,22). A história, aliás, mais de uma vez registrou homens de estatura semelhante: assim um cabo do exército do Imperador Frederico Guilherme I (+1888), da . Alemanha, media 2,57 m de altura. O gigante Wilkins tinha seus 2, 45 m. Em 1909 faleceu o americano Thurston: chegava a 2,33 m; seu filho atingiu 2,15 m, e suas três filhas em média tinham 93 m de estatura.

 

Dom Estêvão Bettencourt (O.S.B.)

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
9 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 9445806)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?82.34
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns23.09
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.28
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.77
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo13.71
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.22
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino12.09
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.22
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.84
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?10.69
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes8.77
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria8.43
Pregações  Protestantismo  4167 Onde está na Bíblia ...8.29
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.87
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.84
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.83
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.72
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.70
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?7.56
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.41
Diversos  Apologética  4169 Comer sua carne literalmente?7.38
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.94
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo6.63
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.63
A maior prova da instituição divina da Igreja é ela ter sobrevivido, e sobreviver, aos seus hierarcas.
Carlos Ramalhete

Católicos Online