Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

DIVORCIADOS RECASADOS

Dom Fernando Arêas Rifan*

 

As notícias e repercussões do último Sínodo Extraordinário perturbaram o mundo católico, especialmente o assunto da comunhão dos divorciados recasados. Muitos consideraram uma grande abertura da Igreja, principalmente do Papa Francisco, ao dizer que esses casais devem ser bem tratados e acolhidos, como se isso fosse grande novidade.

 

Na verdade, o Papa S. João Paulo II já escrevera, em 1981, em sua Exortação Apostólica Familiaris Consortio (n. 84): “A Igreja, com efeito, instituída para levar à salvação todos os homens e sobretudo os batizados, não pode abandonar aqueles que, unidos já pelo vínculo matrimonial sacramental, passaram a novas núpcias. Por isso, esforçar-se-á infatigavelmente por proporcionar-lhes os meios de salvação...  Exorto vivamente os pastores e a inteira comunidade dos fiéis a ajudar os divorciados, promovendo com caridade solícita que eles não se considerem separados da Igreja, podendo, ou melhor devendo, enquanto batizados, participar na sua vida. Sejam exortados a ouvir a Palavra de Deus, a frequentar o Sacrifício da Missa, a perseverar na oração, a incrementar as obras de caridade e as iniciativas da comunidade em favor da justiça, a educar os filhos na fé cristã, a cultivar o espírito e as obras de penitência para assim implorarem, dia a dia, a graça de Deus. Reze por eles a Igreja, encoraje-os, mostre-se mãe misericordiosa e sustente-os na fé e na esperança”.

 

S. João Paulo II, fiel à Tradição doutrinária da Igreja, acrescenta: “A Igreja, contudo, reafirma a sua práxis, fundada na Sagrada Escritura, de não admitir à comunhão eucarística os divorciados que contraíram nova união. Não podem ser admitidos, dado que seu estado e condições de vida contradizem objetivamente aquela união de amor entre Cristo e a Igreja, significada e atuada na Eucaristia. Há, além disso, outro peculiar motivo pastoral: se se admitissem estas pessoas à Eucaristia, os fiéis seriam induzidos em erro e confusão acerca da doutrina da Igreja sobre a indissolubilidade do matrimonio”.

 

Sabe-se que houve várias propostas mais liberais a esse respeito. Mas, já em 1994, na “Carta aos Bispos da Igreja Católica a respeito da recepção da comunhão eucarística por fiéis divorciados novamente casados” (n. 6), o Cardeal Joseph Ratzinger, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, depois Bento XVI, explicava: “Face às novas propostas pastorais acima mencionadas, esta Congregação considera pois seu dever reafirmar a doutrina e a disciplina da Igreja nesta matéria. Por fidelidade à palavra de Jesus Cristo, a Igreja sustenta que não pode reconhecer como válida uma nova união, se o primeiro Matrimônio foi válido. Se os divorciados se casam civilmente, ficam numa situação objetivamente contrária à lei de Deus. Por isso, não podem aproximar-se da comunhão eucarística, enquanto persiste tal situação”.

 

Mas, poder-se-ia perguntar, por que tanta severidade? O Catecismo da Igreja Católica nos responde que a Igreja não possui qualquer poder de dispensa quando se trata de disposições do direito divino (n. 1640).

 

*Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney

http://domfernandorifan.blogspot.com.br/


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 10052777)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?86.93
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns30.91
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação16.27
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo14.91
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?14.35
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.48
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino13.09
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?12.13
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.71
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes11.00
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.50
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria9.22
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?8.73
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.65
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.27
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?8.15
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra8.06
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.76
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.46
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?7.29
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo6.95
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.87
Diversos  Santos e Místicos  3587 Poesia de Santa Teresinha6.77
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.44
Onde não há virtudes naturais a graça não pode operar.
Carlos Ramalhete

Católicos Online