Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

QUESTIONAMENTO EVANGÉLICO

1)-A Proibição (Ex 20,3-5); 2)-Deus Modificou a Palavra?; 3)-Idolatria; 4)-Adorar ou Venerar?; 5)-Após a Morte; 6)-Os filisteus e a Arca; 7)-Sacrifício no Velho Testamento; 8)-Sacrifício Católico; 9)-O Sacrifício no Protestantismo; 10)-Protestante explique (tente...)João 6,35ss; 11)-O Sacramento da Ordem; 12)-Testemunhos da Igreja Nascente; 13)-Testemunho de Lutero; 14)-Questionamento Evangélico.

1)-A Proibição (Ex 20,3-5)

O contexto.
3.Não terás outros deuses diante de minha face.
4.Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que (refere-se a “outros deuses” do versículo 3, que na errada imaginação dos pagãos) está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra.
5.Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto...

Algumas versões usam “escultura”, já a TEB, numa tradução mais apurada, traz o termo “ídolo”. Ex 20,4 “Não farás para ti ídolos ou...” Tradução: Fesél = Êidolon = Ídolo.

O contexto da proibição de ter imagens de “outros deuses” é do versículo 3 ao 5.
A “escultura” do versículo 4, refere-se á “outros deuses” do versículo 3.
(considere que a Bíblia não era dividida por capítulos e versículos)

Os filisteus fizeram imagens e Deus aceitou. Não só aceitou, como aceitou que a Arca caminhasse lado a lado com elas. Aceitou também o costume pagão de oferecimento de “imagens” das partes curadas.

2)-Deus Modificou a Palavra?

As proibições Ex 20,3-5; Dt 4.15-19; e Lv 19,4 eram condicionadas:
1) Pelo perigo de idolatria que continuamente ameaçava Israel;
2) Pelo fato de que o Senhor Deus nunca se manifestava com alguma forma que pudesse ser reproduzida.

Não obstante, tomadas as cautelas contra o perigo de idolatria, o Senhor não somente permitiu, mas até mandou se confeccionassem imagens: Nm 21,8 (serpente); Ex 25, 18 (querubins); Ex 25,22 (Deus dava ordens no meio das imagens); 1 Rs 6,23 - 2Cr 3,10 (no lugar mais Sagrado do templo, Deus manda fazer 2 querubins de 5 metros de altura); 1 Rs 6,18 (tinha tantas imagens de flores que não se via a parede); 2Cr 4,3 (na parte inferior 10 bois por côvado [10x30 – contorno, versículo anterior =300 bois] cercavam o Mar), 2 Cr 4,4 (estes bois repousavam sobre 12 bois).

“... Nós nos saciamos com os bens da tua casa, com as coisas sagradas do teu templo”
(Sl 65[64],5). Portanto, cada objeto de lá, imagem ou ornamento, era Sagrado.

1 Cr 16,29 “tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome. Trazei oferendas e chegai à sua presença, adorai o Senhor com ornamentos sagrados.”

Até as vestes eram Sagradas, aliás, até hoje são usadas na consagração dos sacerdotes. Êxodo 29,29 – “As vestes sagradas de Aarão serão herdadas pelos seus filhos, que as vestirão quando forem ungidos e consagrados.”

Então, se Deus proíbe e depois não proíbe, Deus voltou atrás com sua palavra?
Não voltou, não..., não...; é que Deus proibiu fazer é somente Imagem de ídolo.

“A minha palavra não volta atrás” - Isaías 45,23.
Se primeiro proibiu e depois mandou fazer, Deus voltou atrás; e, não seguiu Isaías.

“Eu, o Senhor, não mudo”, Malaquias 3,6.
Se primeiro proibiu e depois mandou fazer, então Deus mudou a palavra; e, não seguiu Malaquias.

“Deus não é um homem, para que minta,...” Números, 23,19.
Se primeiro proibiu e depois mandou fazer, então Deus mentiu; e, não seguiu Números.

1 Sm 15,29 “...O Esplendor de Israel não mente, nem se arrepende...”

Alguns protestantes argumentam que só é possível fazer imagens quando Deus expressamente permite.
Pergunta-se: onde está essa norma na Bíblia? Porque os filisteus puderam fazer?

No Novo Testamento, é Jesus Cristo que garante que suas palavras não são modificáveis, afirmando: “Passarão os céus e a terra, mas as minhas palavras não passarão” Lucas 21,33.

Será que Deus voltou atrás, modificou a própria palavra?

Deus “não voltou atrás”, “não mudou sua palavra”, muito menos “mentiu”.
Deus não falou aquilo que erradamente muitas pessoas não enxergaram, não viram e não entenderam, e, pior ainda, não querem entender! Deus proibiu fazer é Imagem de ídolo.

3)-Idolatria

Idolatria é quando se coloca alguém ou alguma coisa no lugar de Deus.
Os pagãos acreditavam que nos deuses (imagens), existia Deus; assim, quebrando a imagem acabava o Deus.
A imagem cristã apenas representa quem está no céu; assim, quebrando a imagem, não acontece nada com quem está céu.
Para o católico ser idólatra, este teria que considerar os(as) Santos(as) como se fossem ou tivessem o poder de Deus.

Os povos vizinhos dos judeus acreditavam e faziam imagens de deuses. O determinante se uma imagem é cristã ou ídolo é: se acreditar que Deus mora nessa imagem, então é imagem de um falso deus, se acreditar que a imagem apenas representa quem já está no céu, então é cristã.

O motivo desta celeuma é que, todos os cultos, na aparência, são iguais, o que diferencia é o sacrifício (externo) e o coração do fiel (interno).

Se na oração, o fiel está pedindo para a imagem fazer algo na terra, apesar dessa imagem representar alguém que está no céu, é idolatria.
Deixa de ser idolatria, quando se pede a quem a imagem “representa” que “interceda” junto a Deus. Notar que não está pedindo para o morto (que está no céu), sua ação aqui na terra, apenas que, interceda junto a Deus; a ação vai depender única e exclusivamente de Deus.


4)-Adorar ou Venerar?

Podemos usar “Adorar” no sentido de “Adorar ou Venerar”.
Também podemos usar “venerar” no sentido de “Adorar ou Venerar”.
Não aceitam a diferença entre venerar e adorar, e acusam o Católico de idólatra; esquecem que somente Deus pode sondar o coração do homem. Com isso os Evangélicos (que afirmam isso) são usurpadores da onisciência de Cristo; somente Cristo sabe o que está oculto. “Desejar” ou “tomar decisão que denotem ONISCIÊNCIA” é idolatria. Os acusadores são como estátuas de pau.
- Espera ai, estátua não fala!
- Mas, em ambos os casos, da estátua e da acusação, não se aproveita nada.

Exemplo de adorar no sentido de venerar: "(Hino Nacional)...terra adorada... ". Neste hino, está evidenciado “um” uso onde o “adoro” não está reconhecendo um Deus. Se alguém, entender que a “terra” tem poder como Deus, este sim, está cometendo o pecado de idolatria.

Exemplo de Venerar no sentido de Adorar: "Os pagãos veneram seus ídolos". Neste caso, “venerar” se trata de adoração, porque o objeto de culto é considerado Deus.

"Eu adoro N.Sa. Aparecida” , aqui, o adoro tem o sentido de veneração, pois N.Sa. Aparecida não é considerada Deus.
Adorar é reconhecer Deus “como Deus”.
Quem venera um anjo ou um santo, não reconhece neles, um Deus.

Adoração é oferecer o melhor da nossa vida para Deus.
Veneração é agradecer pelo de melhor da nossa vida a Deus.

Adoração implica que além do reconhecimento (Salmo 144[145],4) – “Uma geração apregoa as tuas obras à outra, proclamando as tuas façanhas”, a submissão a Deus.
Veneração é reconhecimento das coisas que Deus fez (faz ou fará): – Salmo 144(145),4.

Reverenciar, louvar, venerar etc. é distinto de adorar. "... reverenciareis meu santuário. Eu sou Javé" (Lv 19,30).

Os católicos só adoram a Deus. Mateus 4,10 (Adorarás o Senhor, teu Deus e só a ele servirá) Cf. Lucas 4,8 e Dt 6,13. Aos Santos e Anjos, é prestado culto de veneração, porque Santos e Anjos não são reconhecidos “como Deus”.
É proibida a adoração das Criaturas de Deus - Exemplos: Atos 10, 25-26 (Adoração de Cornélio a Pedro); Apocalipse 19,10 (prostrei-me ... não faças isso).
É permitido venerar - os gestos são os mesmos mas a pessoa reconhece que aquele que recebe a veneração não é Deus (nesse caso não é adoração).
Exemplos: Gênesis 33, 1-3 (prostrou-se diante do irmão); Números 22,31 (Balaão prostrou-se diante do anjo); 2 Samuel 14,22 (prostrou-se diante do rei); I Reis 1, 16 (Betsabeia prostrou-se diante do rei); 2 Reis 4, 36-37 (prostrou-se diante de Eliseu); I Crônicas 29,20 (assembleia prostrou-se diante do rei).

A Verdadeira Adoração deve cultuar em espírito e verdade (João 4,23).
Isto é, é o Espírito quem inspira em nós a prática na comunhão com a Verdade que é Cristo. Romanos 8,14 “pois todos os que são conduzidos pelo Espírito de Deus são filhos de Deus”.


5)-Após a Morte

Como Jesus virá julgar os vivos e os mortos (2Tm 4,1; 1Pe 4,5), os protestantes entendem que não houve ainda julgamento e que ninguém foi ainda para o céu.

Não entendem eles que Paulo e Pedro estão se referindo ao julgamento universal, onde todos verão os julgamentos de todos. Eles não observam Hb 9,27, onde o julgamento é particular “... morre uma vez só, e logo em seguida vem o juízo”. Após o 1° julgamento, as almas dos eleitos, irão para o céu, ou melhor, já estão no céu.

Os Saduceus não admitiam a ressurreição (Lc 20,27); Jesus lhes explica que a ressurreição (primeira) já aconteceu. Notar que justamente para eles, contrários da ressurreição, Jesus diz: “todos vivem para Ele”, Jesus não disse “viverão”, disse “vivem” Lc 20,38.

“Moisés chamou ao Senhor: Deus de Abraão, Deus de Isaac, Deus de Jacó. Ora Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos porque todos vivem para Ele” (Lc 20, 37-38).

Portanto, Jesus nos diz que os santos falecidos VIVEM para Ele, ou seja, não estão mortos para Ele!

O livro do Apocalipse também ensina que os santos falecidos não estão adormecidos, mas mesmo antes da ressurreição, suas almas dialogam e intercedem junto a Deus:
“Vi sob o altar as almas dos homens imolados... e clamaram em alta voz: ..., e foi-lhes dito, também, que aguardassem ainda um pouco ..., que iriam ser mortos como eles.” (Apc 6,9-11)

Neste diálogo, as almas dos santos falecidos clamam a Deus para que apresse o dia do Juízo Final. Observe que as almas não estão adormecidas, mas estão sob o altar de onde falam com Deus. E, enquanto aguardam, o que fazem estas almas? Aguardam adormecidas ou VIVAS e ACORDADAS? Vejamos:

“...Por isso, estão diante do trono de Deus, e o servem, dia e noite, no seu templo.” (Apc 7,13-15)

Portanto, as almas (eleitas) estão diante do trono de Deus, e não no pó da terra.

Por isso Jesus disse para não temer os que matam o corpo mas não podem matar a alma (Mateus 10,28). Este texto está claro: o morto tem o espírito vivo. No Apocalipse essas almas falam e servem a Deus.

Outro texto: Hebreus 12,23 “da assembleia festiva dos primeiros inscritos no livro dos céus e de Deus, juiz universal, e das almas dos justos que CHEGARAM à perfeição,”.
a – Se está inscrito no Livro dos Céus, é porque já houve um julgamento.
b - Chegaram à perfeição; acaso ficar no pó da terra é CHEGAR à perfeição?

Abraão foi ajuntado ao seu povo (Gn 25,8); Depois da morte, os ímpios fazem parte do povo de Abraão? Não, o povo de Abraão é constituído pelas almas dos Santos, que por sinal, já estão no céu. Ver Lucas 16,22-31 (parábola do rico e Lázaro – Abraão conversa)


6)-Os filisteus e a Arca

O Profeta Samuel está em dois períodos da história de Israel, isto é, na transição entre os juízes e os reis, portanto, muito tempo depois do Pentateuco. Samuel nos diz, claramente, sem como contestar, que Deus não é contra a fabricação de Imagens. Atenção, disse imagens; não disse ídolos.
1 Samuel, Capítulo 5
Nos versículos 1 e 2, os filisteus conquistam a Arca de Deus e a colocam junto do ídolo.
Nos versículos 3 e 4, o deus Dagon é encontrado aos pés da Arca.
Nos versículos 6 e 9, o Senhor feriu os filisteus, com hemorroidas.
No versículo 11, os príncipes decidem devolver a Arca.

1 Samuel, Capítulo 6
Nos versículos 2 e 3, os sacerdotes pagãos e adivinhos sugerem aos príncipes, devolução da Arca com reparação. A sugestão (versículo 4) foi imagens de ouro de tumores e ratos.
Nos versículos 7 e 8, os príncipes atendem a sugestão.
Nos versículos 9 e 11, puseram no carro a Arca do Senhor, junto com o cofre que continha as imagens de ratos e tumores. Para provar que não foi um simples acidente, as vacas caminharam, sem se desviar, nem para a direita nem para a esquerda (versículo 12).
No versículo 17, o número de imagem de hemorroida de ouro; uma por cada príncipe filisteu.
No versículo 18, a quantidade de imagem de rato de ouro; ofereceram tantos ratos de ouro quantas cidades havia pertencentes aos cinco príncipes.

O Senhor Deus, não somente aceitou a imagens, como também aceitou costume pagão: muitos antigos ofereciam gravadas em ouro ou tabuinhas, as efígies das partes curadas.
Mais, a Arca de Deus, caminhou lado a lado com as imagens dos filisteus.(versículo 11)
Há de se notar, que as imagens não tinham sido adoradas como ídolos, pois eram novas (1Sm 6,5).

Em 1º Sm 6, 19, o Senhor Deus feriu os israelitas que olharam dentro da Arca – Bíblia Ave Maria. Já a Bíblia CNBB diz “os filhos de Jeconias não fizeram festa como os outros”, seja por olharem dentro ou não fazer festa, o fato é que os israelitas foram castigados.

1 Samuel, Capítulo 7
Samuel vence os filisteus e chama o lugar “Pedra do Socorro”. Segundo Samuel, o nome “Pedra do Socorro” era porque: Até aqui nos socorreu o Senhor. (Versículo 12)

Tem Igreja Evangélica que tem como lema “Até aqui nos socorreu o Senhor”. É uma contradição, pois Deus socorreu com uso de imagens pagãs, e no entanto, eles são contra imagens.

Os protestantes poderão falar que os filisteus não fizeram o que os católicos fazem; católico pede e reza às imagens.
O que dizer?

Se algum católico pede para a imagem fazer algo, está errado, devemos pedir é para quem a imagem representa (que já está no céu), assim mesmo, a “única” coisa que o representado pode fazer, é pedir para Deus (intercessão); o representado não pode fazer nada na terra.
Acredito que alguns católicos, por falta de formação, peçam algo “para a imagem”, vou repetir, “para a imagem”, esse não é o ensinamento da Igreja.

Se algum protestante julga que a ICAR “ensina” que os mortos possam fazer alguma coisa na terra, é uma opinião pessoal, sem consequência para os católicos; os únicos prejudicados são os protestantes, que não podendo provar, cometem calúnia.

Se algum católico fizer, a Igreja não pode ser penalizada. É mais ou menos assim, se um membro da igreja Evangélica fizer algo errado, posso falar (sem provar) que é ensinamento da Igreja Evangélica?
É isso que acontece com os Evangélicos.

Católico aparece na televisão dizendo que a Imagem conseguiu alguma coisa e já é prato feito: está vendo, é uma Igreja de idólatras, quando na verdade, quem errou foi “somente” o membro. Volto a dizer o óbvio, a Igreja não “ensina” que a imagem tem poder.


7)-Sacrifício no Velho Testamento

A legislação cerimonial acrescido no Levítico pelos escribas e fariseus, atribuído a Moisés, o Senhor Deus permitiu porque foi a maneira dos judeus conservarem tais leis. No entanto, o Senhor Deus sabia que elas seriam derrogadas depois de Jesus Cristo.
Disse derrogadas e não revogadas, porque os sacrifícios continuam para sempre (Hb 7,27); eram agradáveis ao Senhor (cf. Lv1, 9; e outros) e apagavam pecados (cf. Lv 4, 20; e outros), agora, vivemos o Sacrifício de Cristo que é para sempre (nunca acaba; melhorado, Mateus 5,17), atendendo sua própria ordem Lc 22,19 (isto é o Meu corpo, fazei isto em memória de mim).

Jr 7,22 - “porquanto não falei a vossos pais e nada lhes prescrevi a respeito de holocaustos e sacrifícios, no dia em que os fiz sair do Egito.”

O próprio Senhor Deus fez uso das Leis Cerimoniais: Número 15, 1-3 - “O Senhor disse a Moisés: Dize aos israelitas o seguinte: quando entrardes na terra de vossa habitação, que eu vos hei de dar, e oferecerdes ao Senhor algum sacrifício pelo fogo,...”

Israel caiu em mãos inimigas; todos os castigos são merecidos por sua infidelidade. Apesar de tudo, Deus voltará a perdoá-los. E isso só se pode conseguir por meio de um culto perfeito.

Confira nas citações abaixo, a presença INDISPENSÁVEL de Vítima, Sacerdote e Altar nos Sacrifícios.

(Holocausto de gado) Levítico 1, 3-9 – (5)Vítima, (5)Sacerdote, (5)Altar.

(Holocausto de cordeiro ou cabrito) Levítico 1, 10-13 –(11)Vítima, (11)Sacerdote, (11)Altar.

(Holocausto de Ave) Levítico 1, 14-17 – (15)Vítima, (15)Sacerdote, (15)Altar.

(Oferenda Vegetal - Oblação) - Levítico 2,1-8 - (1)Vítima, (2)Sacerdote, (2)Altar.

(Oferenda Vegetal – Oblação) – cozida em forno ou cozida em assadeira – Levítico 2, 4-8 - (4)Vítima – (forno) / (5)Vítima – (frigideira), (8)Sacerdote, (8)Altar.

(Sacrifício de Paz - Pacíficos) Levítico 3, 1-16
a - (gado) - (1)Vítima, (2)Sacerdote, (2)Altar.
b - (cordeiro) - (8)Vítima, (8)Sacerdote, (8)Altar.
c- (cabra) - (13)Vítima, (13)Sacerdote, (13)Altar.

(Sacrifício pelo Pecado - Expiação) - Levítico 4, 1-34
a- (Sacerdote Consagrado que peca) – Levítico, 4, 4,7 – (4)Vítima, (5)Sacerdote, (7)Altar.
b- (Comunidade que peca) – Levítico 4, 13-19 - (14)Vítima, (16)Sacerdote, (19)Altar.
c- (Príncipe que peca) - Levítico 4, 23-25 - (23)Vítima, (25)Sacerdote, (25)Altar.
d- (Homem do povo que peca) - Levítico 4, 27-30 –
d1- (cabra) - (28)Vítima, (30)Sacerdote, (30)Altar.
d2- (cordeiro) - Levítico 4, 32-35 - (32)Vítima, (34)Sacerdote, (34)Altar.

No capítulo 5 do Levítico, trata-se tocar animal impuro, falso juramento etc.; seguir o rito de absolvição do pecado. No caso de reparação, deve reembolsar o Santuário e seguir o rito de absolvição do pecado.


8)-Sacrifício Católico

No Levítico, Moisés estabelece as leis do sacrifício; todo sacrifício requer um sacerdote, um altar e uma vítima.

O mesmo Sacrifício de Cristo (Eucaristia), cruento, é oferecido em todas as Missas (incruento).
Todos os sacrifícios necessitam de Altar, Vítima e Sacerdote. E um Sacerdote Consagrado, conferir: Êxodo 29,29 - quando forem ungidos e consagrados; Levítico 6,15 -O sacerdote consagrado que te suceder...”

Jesus Cristo, embora não fosse sacerdote durante a sua vida terrena, depois de ressuscitar tornou-se sacerdote de uma nova “ordem” «Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedec». Hb 5,6 (Sl 109.4)

Na Paixão, Jesus é Vítima e Sacerdote, e o Altar? Altar é onde colocava a vítima para ser imolado. Onde Jesus foi imolado?

O Sacrifício de Cristo na Cruz é oferecido a Deus na Santa Missa, este Sacrifício é tornado novamente presente (não repetido), de forma incruenta. O centro da Missa é o Sacrifício, oferecido pelo sacerdote na Pessoa de Cristo em benefício de toda a Igreja.


9)-O Sacrifício no Protestantismo

“Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição” (Mateus 5,17).
“...é a misericórdia que eu quero, não o sacrifício...” (Mateus 9,13) .
”... oferecer todos os dias sacrifícios,... pois isto o fez de uma só vez para sempre, oferecendo-se a si mesmo (Hb 7,27).

Com esses versículos, os evangélicos dizem que fica abolido o sacrifício.

Mas, Hebreus não diz que o Sacrifício acabou, diz sim que é para sempre. Estamos vivendo o Sacrifício, pois Ele (o sacrifício) é para sempre. Em todas as Missas revivemos o Sacrifício.


10)- Protestante explique (tente...)João 6,35ss

Em João 6,41-41 o entendimento era literal (não é Jesus, filho de José... como diz: Desci do céu). Porque entenderiam “figurado” João 6,54, “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.“ ?

Quem come e bebe terá a recompensa real e não figurada, João 6,51.53.54.57.58.

Nos versículos 50-58 Jesus continua afirmando que é pão do céu, e o pão que “hei de dar” (ainda não tinha instituído a Eucaristia) é a sua carne. O verbo no futuro, demonstra que o contexto não se refere ao ensino doutrinário de Jesus, pois esse ensino já estava em andamento.

Se os judeus entendessem que o sentido era figurado não fariam a pergunta “Como pode este dar-nos a sua carne a comer?” (v.52)

Se fosse simbólico quando Jesus afirma: "O que come minha carne e bebe o meu sangue..." (versículo 53) então também seria simbólico quando Ele diz: "...terá a vida eterna e eu o ressuscitarei no último dia" (Jo 6,54). O pão é simbólico mas a ressurreição não é simbólica? Decidam-se, protestantes!

Discurso “duro” Jo 6,60-61
(61) Sabendo Jesus que os discípulos murmuravam por isso, perguntou-lhes: Isso vos escandaliza?

Se “Comer e Beber” (versículo 53), fosse para ser entendido em sentido figurado este discurso seria “duro” (versículo 60)? Seja sincero; há razão para considerar um sentido figurado “duro”?
Vou perguntar de novo. Se entendessem em sentido figurado este discurso seria “duro”?

Os judeus estavam tão certos que teriam que literalmente comer a carne, que estavam escandalizados (versículo 61). Se o sentido fosse figurado, haveria razão de escândalo?
Seja sincero, se o sentido fosse figurado, os judeus ficariam escandalizados a tal ponto de abandonar Jesus (versículo 66)?

Os que ficaram e os que abandonaram, entenderam a mesma coisa; teriam que “comer e beber”!

Nas narrativas da instituição da Eucaristia (Mt 26,26s; Mc 14,22s; Lc 22,19s; I Cor 11,23s) vemos que Nosso Senhor disse que o Pão e o Vinho são Seu Corpo e Seu Sangue (Isto é Meu Corpo; Isto é o cálice do Meu Sangue).

Atenção protestante: os 3 Evangelistas usam “Esti” (em grego), que traduzido para o português, temos “É” ou “Representa”? Faça uma pesquisa honesta, disso depende...

11)-O Sacramento da Ordem

Êxodo 29,29 – “As vestes sagradas de Aarão serão herdadas pelos seus filhos, que as vestirão quando forem ungidos e consagrados.” Essa lei de Moisés não foi revogada, foi derrogada. Por isso, a pessoa que vai ser ordenada receberá os poderes de Jesus Cristo, tal como os Apóstolos os receberam na Santa Ceia: “Fazei isto em memória de mim” (Lc 22,19) e, ainda, na ressurreição: “Ide a todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” (Mt 28,19): no sacramento do Perdão: “Recebei o Espírito Santo, aqueles a quem vocês perdoarem serão perdoados” (Jo 20,22-23).

É o sacramento da “função” sacerdotal à semelhança do próprio Cristo (Hb 6,20 –ordem de Melquisedec).
Este sacramento da ordem é perpetuado na Igreja através do rito da imposição das mãos, acompanhado também do poder de consagrar, ordenado por Jesus Lc 22,19 e de perdoar Jo 20,22-23.

Correlatos no Novo Testamento:

Mt 18, 18 – (o que ligares na terra).
1 Tm 4:14.– (carisma dado em assembleia por Imposição das Mãos).
2Tm 1, 6 – (reavivar o dom pela imposição de minhas mãos).
Atos 1,20 – (inclusão de Matias “Que outro receba o seu cargo; 108 [109],8”. Não houve imposição das mãos; precisaria? Ver versículo 24. Houve imposição das mãos com os outros 11 Apóstolos?)
Hb 6, 2 – (imposição das mãos).
At 6,6 – (oraram e impuseram as mãos sobre eles – Instituição dos sete).

Correlatos no Velho Testamento:

Êxodo 29,29 – “As vestes sagradas de Aarão serão herdadas pelos seus filhos, que as vestirão quando forem ungidos e consagrados.”
Levítico 6,15 “O sacerdote consagrado que te suceder fará o mesmo...”

Portanto, os textos bíblicos e a “história”, numa corrente contínua nos garantem a ligação com os Apóstolos, sempre, numa ordenação renovada.

Pedro se declara Presbítero/ancião, ( = Sacerdote/Padre) 1 Pedro 5, 1-5.
João se chama de Presbítero 2 Jo 1,1.
João se chama de Presbítero 3 Jo 1,1.
Paulo e Timóteo considerados Presbíteros Atos 16,4.

12)-Testemunhos da Igreja Nascente

Clemente Romano (97 d.C)
“...Também os apóstolos sabiam, por Nosso Senhor Jesus Cristo, que haveria contestações a respeito da dignidade episcopal... além disso, instruções no sentido de que, após a morte deles, outros homens comprovados lhes sucedessem em seu ministério...” (Carta aos Coríntios capítulos 42 e 44)

Orígenes (185 - 254 d.C.)
“...O ensinamento da Igreja se impôs devido a uma ordem pela sucessão dos apóstolos e permanece nas igrejas até o presente momento...” (As Doutrinas Fundamentais 1, 2) http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/patristica/estudos-patristicos/629-pais-da-igreja-e-a-tradicao-apostolica

Acreditar nos testemunhos de Clemente e Orígenes (começo da Igreja), ou no testemunho de Lutero (1517)?

13)-Testemunho de Lutero

A mesma frase testemunhadas por 2 historiadores.

O'Brien e Grisar
"Há tantas seitas e crenças quantas cabeças. Um não terá nada a fazer com o batismo; outro nega o Sacramento; um terceiro acredita que há outro mundo entre este e o último dia. Alguns ensinam que Cristo não é Deus; " (Martinho Lutero, John A. O'Brien, Ed. Vozes, 1959, p.32) e Grisar, Luther, IV, 386-407, B. Herder, St. Louis, 1917.
http://eucaristiadiaria.blogspot.com.br/2013/01/lutero-em-sua-famosa-frase-ha-tantas.html

Em 1525, ele (Lutero) deplorava tristemente a anarquia a que o seu próprio princípio da interpretação privada da Escritura dera nascimento.

Duas frases de Lutero:

“Certamente Deus é grande e poderoso, ... mas é estúpido”. http://www.otumulovazio.com/seculo21/protestantes_lutero.html

"Uma vez você abre a porta ao erro, aí você não pode mais fechá-la."
http://www.veritatis.com.br/apologetica/protestantismo/1265-a-lamentavel-reforma-protestante

Infelizmente Lutero quebrou a corrente Imposição das Mãos, mas, felizmente a Igreja Católica Apostólica Romana seguiu o profeta Jeremias capítulo 33, versículo 18 (nunca faltará sacerdote). Quem impõe as mãos nos seguidores de Lutero? Desde quando é válida a imposição de dissidentes?

Depois disso dá para seguir os ensinamentos de Lutero?

14)-Questionamento Evangélico

“É tolice falar que os Bispos são sucessores dos Apóstolos”.
Eu então lhe pergunto, com que autoridade os Apóstolos de Cristo instituíram outro homem para preencher o ofício deixado por Judas?

(resposta católica) - Os apóstolos o fizeram com base na própria autoridade dada a eles por Cristo, justamente para cumprir o que Ele lhos havia ordenado, ou seja, pregar o Evangelho e edificar a Igreja.

José Francisco de Almeida
[email protected]


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
10 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 9854554)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?87.66
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns28.18
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação16.05
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo14.61
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?14.06
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.50
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino12.95
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?11.70
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.48
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.63
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes10.06
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria9.00
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?8.67
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.41
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.21
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?8.02
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.82
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.61
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.46
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.87
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?6.69
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.51
Diversos  Santos e Místicos  3587 Poesia de Santa Teresinha6.47
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.45
A inteligência humana, aplicando-se logicamente ao estudo, chega à conclusão de que a única posição verdadeiramente razoável é a de quem tem fé.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online