Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

O Cristão do Futuro

 

O cristão do futuro ou será um místico ou não será cristão”.

 

Karl Rahner (1904-1984) foi um teólogo católico alemão, um dos mais influentes no Concílio Vaticano II e do século XX como um todo, e em 1965 publicou o livro "O Cristão do Futuro", uma série de reflexões que fez sobre o resultado do concílio e suas expectativas para a Igreja e para os cristãos do futuro. Uma de suas frases mais conhecidas é aquela que diz que "o cristão do futuro, ou será místico ou não será cristão". O misticismo de Rahner deve ser entendido como o apego à oração, à meditação e à contemplação da antiga tradição católica, e não como o esoterismo e gnosticismo que hoje contamina muitas denominações cristãs. Já no fim do livro em questão, Rahner, mesmo não se reconhecendo como profeta, faz algumas previsões para o futuro como ele vislumbrava naquela época, e é muito interessante reler este trecho, escrito em 1965, quando o homem nem tinha chegado à lua, o computador dava seus primeiro passos (e sua versão pessoal só existia na ficção científica), os satélites começavam a ser testados, e o intelectual teórico da comunicação canadense Marshall MacLuhan lançaria seu livro sobre a ideia de uma "aldeia global" somente em 1968. Já em 1965, Rahner antevia um mundo integrado, homogeneizado, com uma ideologia hegemônica, com poucas comunidades cristãs verdadeiramente significativas. Lá se vão 45 anos que o teólogo católico escreveu essas linhas, mas é muito interessante ver como ele estava à frente do seu tempo, e ainda que não se concorde com o que ele escreveu, faz-se necessário exercitar a nossa imaginação (por que não dizer "profecia") para ter um vislumbre da Igreja cristã daqui a algumas décadas, diante de tantos desafios que ela vem enfrentando hoje em dia. Afinal, o futuro para o Karl Rahner de 1965 é hoje, e não deixa de ser um excelente exercício mental (e espiritual) tentar imaginar como será a Igreja cristã de 2050 (se Jesus não tiver voltado antes).

 

O Pequeno Rebanho

 

Os cristãos serão o pequeno rebanho do Evangelho, talvez respeitado, talvez perseguido, talvez dando testemunho da santa mensagem de seu Senhor com voz clara e respeitada no coro polifônico ou cacofônico do pluralismo ideológico, talvez apenas em uma voz baixa, de coração para coração. Eles estarão reunidos ao redor do altar, anunciando a morte do Senhor e confiando as trevas de sua própria sorte - uma escuridão de que ninguém será poupado mesmo no super-Estado de Bem-Estar do futuro - às trevas da morte de seu Senhor. Eles saberão que são como irmãos e irmãs um do outro, porque haverá poucos deles que não têm por sua própria decisão deliberada fixada em seu próprio coração e vida em Jesus, o Cristo, pois não haverá vantagem terrena em ser um cristão. Eles certamente preservarão fiel e incondicionalmente a estrutura de sua sagrada e não mundana comunidade de fé, esperança e amor, a Igreja, como é chamada, como Cristo a fundou. Eles certamente farão uso livre de tudo que o futuro lhes oferecer em termos de organização, comunicação de massa, tecnologia, etc.

 

A Igreja tem sido conduzida pelo Senhor da história para uma nova época. Ela dependerá em tudo da fé e do santo poder do coração, pois ela não será mais capaz de extrair alguma força, ou muito pouca, do que é puramente institucional, e que não mais sustentará o coração dos homens, mas a base de tudo que é institucional será o próprio coração dos homens. E assim, eles perceberão que são irmãos e irmãs, porque no edifício da Igreja cada um deles, quer ocupando o ofício, ou sem ofício, dependerá sempre do outro, e aqueles no ofício reverentemente receberão toda obediência dos outros como um maravilhoso dom livre e amoroso. Não será apenas o caso, mas também será claro e evidente ver que toda dignidade e todo ofício na Igreja é serviço não convencional, não levando consigo honra aos olhos do mundo, não tendo importância na sociedade secular. Mais aliviado de tal responsabilidade, talvez (quem sabe?) não mais constituirá uma profissão no sentido social e secular. A Igreja será um pequeno rebanho de irmãos da mesma fé, da mesma esperança e do mesmo amor. Ela não se orgulhará disso, e não pensará de si mesma como superior às épocas mais antigas da Igreja, mas obediente e agradecidamente aceitará sua própria época como a que é designada para ela por seu Senhor e por seu Espírito, e não meramente que é forçada a ela pelo mundo perverso (RAHNER, Karl. O Cristão do Futuro. São Paulo: Cristã Novo Século, 2004. pp. 78-81).

 

Pe. Inácio José do Vale

Professor de História da Igreja

Instituto Teológico Bento XVI

Sociólogo em Ciência da Religião

Doutor em História do Cristianismo

E-mail: [email protected]

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8743428)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.09
Orações  Santos e Místicos  4148 A Sagrada Face18.88
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.91
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns13.41
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.40
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.81
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.75
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.08
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.07
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.74
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.35
Diversos  Doutrina  4147 Senhor, quantos serão salvos?8.63
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.97
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.82
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.78
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.54
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.41
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.14
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.08
Vídeos  Testemunhos  4146 A Eucaristia na Igreja7.06
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.02
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.87
Vídeos  Liturgia  4145 Missas de Cura e Libertação6.84
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?6.65
Procurando tornar o Evangelho presente no ambiente digital, podemos convidar as pessoas a viverem encontros de oração ou celebrações litúrgicas em lugares concretos como igrejas ou capelas. Não deveria haver falta de coerência ou unidade entre a expressão da nossa fé e o nosso testemunho do Evangelho na realidade onde somos chamados a viver, seja ela física ou digital... Somos chamados a dar a conhecer o amor de Deus até aos confins da terra.
Papa Bento XVI

Católicos Online