Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Brasil: Religiões e Crimes

 

“Num contexto histórico marcado pela violência, a indiferença e o egoísmo, muitos homens e mulheres de hoje sentem que perderam as suas referências”.

Papa Francisco e o Patriarca Ortodoxo Bartolomeu I (1).

 

Escreve o economista e escritor Rodrigo Constantino: “A prévia do mapa da violência 2014, divulgada recentemente, com base nos dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde referentes a 2012, mostra que ocorreram quase 60 000 assassinatos no Brasil apenas naquele ano. O brasileiro é tido como um “povo cordial”, mas as estatísticas mostram algo bem diferente. Somos um dos povos mais violentos do mundo. Em uma década, o país perde em homicídios e acidentes de trânsito mais do que as bombas atômicas exterminaram em Hiroshima e Nagasaki. Viver no Brasil é muito perigoso, especialmente para os mais jovens” (2).

 

O aumento de 42% na venda de calmantes da classe dos benzodiazepínicos (Rivotril, Valium e Lexotan) nos últimos cinco anos acende um sinal de alerta no Brasil. Dentro desse contexto tem muito brasileiro com perturbação catastrófica. O desequilíbrio só tende a aumentar e levar a outros males.

 

A ironia: Como pode haver tanta violência e crimes no Brasil? O nosso País é a maior nação católica, pentecostal e espírita do mundo!

 

Há tantas igrejas, religiões e seitas, pregando curas e libertação ... e o resultado? As drogas, corrupção, pornografia, assassinatos, violência contra crianças, mulheres e idosos ... imperam em nosso Brasil!

 

Temos templos majestosos, meios de comunicação ditos cristãos, religiosos milionários e até um “templo de Salomão”! Temos líderes religiosos com títulos pomposos, com Bíblia na mão e especialistas na espetacularização do culto-show ... mas nada disso faz do Brasil o país mais pacífico do mundo.

 

É vergonhoso, é um vexame abismal um País com tantos partidos políticos e alguns que levam até o nome “cristão”, e quantos líderes religiosos na política brasileira que convivem com “campa” e a “camorra”.

 

Com tanta Bíblia vendida, culto todo dia, terço e missa diariamente, sessão espírita por todo recanto do País e outras práticas religiosas, tudo isso não era para fazer do Brasil um paraíso? Um lugar sem pobres, sem violência e sem agressão religiosa?

 

É uma chacota dizer que “Deus é brasileiro”, o “Brasil é do Senhor Jesus”, é a “Pátria do Evangelho”.

Fala-se demais em Deus, sem respeito e sem conhecimento. Ultrapassa-se o sacrilégio para chegar ao escândalo colossal. Deus é objeto econômico de falsos líderes religiosos e um ser mágico da massa sofrida. Quando se acende uma vela para Deus e outra ao Diabo, é porque os velórios da fé e de outras práticas de crenças são de um sistema religioso morto.

 

Depois da Índia e do continente africano, o Brasil é o maior laboratório religioso do mundo. É muito vivo-morto nas crenças, superstições, seitas e heresias nesse cemitério da ortodoxia cristã.

 

Hoje o Brasil pode ser muito bem definido como o país da Bíblia, do terço, do passe mediúnico e da arma de fogo.

 

Fica muito difícil a paz, a verdade, a caridade e a justiça serem fundamento para o bem comum, quando o ser humano é dominado pela falácia, pela hipocrisia e pelo interesse econômico.

 

Diante de tudo isso, o que resta é o clamor por mudanças radicais, a indignação e o testemunho de vida plena de homens e mulheres de boa vontade na luz de Jesus Cristo!

 

Pe. Inácio José do Vale

Professor de História da Igreja - Instituto de Teologia Bento XVI - Sociólogo em Ciência da Religião

E-mail: [email protected]

 

Notas:

(1)                L’osservatore Romano, 31/05/2014, p.11.

(2)                Veja, 04/06/2014, p. 90.

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 7809916)/DIA
Diversos  Espiritualidade  4121 O Espírito Santo entre nós30.95
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?29.54
Vídeos  Testemunhos  4122 A conversão de Peter Kreeft23.47
Diversos  Igreja  4111 9 coisas que afastam as pessoas da Igreja19.00
Vídeos  História  4117 O nascimento da Igreja Católica18.02
Diversos  Aparições  4119 Nossos tempos são os últimos?15.73
Diversos  Doutrina  4120 A importância do catecismo14.55
Diversos  Apologética  4109 A virgindade perpétua de Maria na Bíblia14.38
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.27
Diversos  Testemunhos  4118 Como a Igreja mudou minha vida12.10
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.67
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.25
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo10.93
Diversos  Apologética  4102 Somente a Bíblia? Mentira!10.72
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.53
Pregações  Doutrina  4091 O discurso do pobre10.44
Diversos  Mundo Atual  4113 É o fim do cristianismo e da religião?10.40
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo10.09
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas9.81
Diversos  Igreja  4114 Unidade e Contradição9.04
Diversos  Sociedade  4116 O controle do povo8.98
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista8.61
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma8.60
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.58
Um membro doentio ou anêmico transmite menos vitalidade do que outro plenamente sadio. Por isto se diz com razão que Deus quer salvar a uns mediante outros, Cristo quer comunicar sua ação redentora aos membros do seu Corpo Místico, para que, de um modo ou de outro, colaborem (por graça de Deus) na mais importante de todas as obras, que é a santificação e a salvação dos homens.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online