Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

A História da Igreja segundo os Protestantes

O Paradoxo da Heresia

Protestantes confessam: os Padres da Igreja são, de fato, os pais da Igreja Católica Romana!

Ou seja: até os pais apostólicos e da Igreja foram infectados com a heresia Católica!

Por Jorge Ferraz

 

É raro encontrar honestidade entre os protestantes, mas este artigo do site “Sola Scriptura TT” bem que merecia ser lido e relido por todos os filhos de Lutero que pretendem manter a própria honestidade intelectual acima de compromissos ideológicos que a História já demonstrou fracassados.

 

O texto é propositalmente longo, mas a sua tese central (demonstrada à profusão de citações) é sucinta: basicamente, estes protestantes confessam que «os “pais de igreja” são de fato os pais da Igreja Católica Romana». Ou, de modo mais extenso:

 

Todos os “pais de igreja” foram infectados com alguma falsa doutrina, e a maioria deles foi seriamente infectada. Até mesmo os denominados pais apostólicos do segundo século estavam ensinando o falso evangelho que o batismo, o celibato, e o martírio proveriam perdão de pecados (Howard Vos, Exploring Church History, pág. 12). E, a respeito dos “pais” posteriores, — Clemente, Orígenes, Cirilo, Jerônimo, Ambrósio, Agostinho, Teodoro, e João Crisóstomo — o mesmo historiador admite: “Nas suas vidas e ensinos, achamos a semente de quase tudo aquilo que surgiu depois. Em forma de semente aparecem os dogmas do purgatório, transubstanciação, mediação sacerdotal, regeneração batismal, e o inteiro sistema sacramental” (Vos, pág. 25).

 

Se por um lado é um alívio encontrar protestantes assumindo aquilo que nós católicos sempre dissemos (i.e., que a Igreja é e foi desde sempre Católica no mesmo sentido que o termo tem hoje em dia), por outro causa desconcerto a cegueira espiritual à qual podem ser levados os homens quando abandonam a Fé. A contradição chega a ser inacreditável: mesmo admitindo que o Cristianismo historicamente sempre foi aquilo que hoje em dia é pregado pela Igreja Católica, os hereges insistem em continuar protestantes!

 

O texto divide os Padres da Igreja em quatro grupos: pais apostólicos, ante-nicenos, nicenos e pós-nicenos. E não poupa a nenhum deles das acusações de “heresia” que, hoje em dia, os seguidores de Lutero gostam de vomitar sobre nós que guardamos íntegra a Fé que recebemos dos Apóstolos. O texto não poupa sequer Santo Inácio de Antioquia! Ora, Santo Inácio é do primeiro século, foi discípulo de São João. Se nem no primeiro século havia Cristianismo nos moldes em que pregam atualmente os protestantes, cabe perguntar: e quando foi, então, que existiu Cristianismo sobre a terra? Se o registro histórico do Cristianismo dos primeiros séculos apresenta-O com as mesmas características que, hoje, encontra-se na Igreja Católica, que outra conclusão se pode tirar deste fato a não ser que o Catolicismo é, de fato, a fiel expressão histórica do Cristianismo? Se um herege encontra a Igreja Primitiva exuberantemente ensinando toda a Doutrina Católica que ele aprendeu a chamar de “heresia”, como não se perguntar se isto que lhe ensinaram ser “heresia” não é, na verdade, como historicamente demonstrado, a mais legítima e pura expressão da Doutrina Cristã?

 

Para fugir a estas incômodas conclusões, os protestantes do referido site refugiam-se em um fideísmo francamente ridículo. Afirmam, sem o menor suporte racional para semelhante alegação, que a Igreja Católica destruiu todos os escritos dos primeiros cristãos (!) que continham a doutrina protestante. E, mesmo sem possuir nenhum indício desta pretensão absurda e irracional, não coram de vergonha ao afirmar o seguinte: «Isto não prova que a maioria das igrejas teve então a doutrina católica romana. Somente prova que esses escritos simpatizantes para com Roma foram permitidos sobreviver». A pergunta evidente a se fazer aqui seria, simplesmente, como então é possível que os livros da Bíblia (que, segundo os protestantes, condenam as doutrinas católicas) tenham conseguido sobreviver a esta extraordinária reescrita da História do Cristianismo que a Igreja foi capaz de realizar?

 

Ora, se a Bíblia condena a Doutrina Católica, não teria sido fácil à Igreja (que «esteve no poder por um inteiro milênio», cuja «Inquisição alcançou os cantos mais distantes de Europa e além» e que «fez tudo em seu poder para destruir os escritos daqueles que divergiam dela», como diz o artigo protestante) convenientemente apagar estes livros (ou as passagens destes livros) que a condenavam? Isto, no entanto, não foi feito. E, contraditoriamente, os protestantes seguem a Bíblia da Igreja ao mesmo tempo em que afirmam que Ela destruiu todos os escritos dos primeiros cristãos que combatiam o catolicismo então existente. Isto faz sentido para alguém??

 

Digno de nota também é o final do texto: lá, é feito um “alerta” a respeito do “poder dos Pais da Igreja em levar a Roma” (!), e são citados exemplos de convertidos famosos como o Beato John Newman e o Scott Hahn. Ora, ao invés de admitir o acerto desses ex-protestantes que preferiram abjurar de suas falsas crenças ao serem confrontados com as evidências de que a Igreja dos primeiros séculos era tão Católica Romana quanto a que hoje é guiada pelo Papa, os autores deste texto preferem “alertar” os seus leitores para que tomem “cuidado” com os textos dos Primeiros Cristãos! Ou seja, a tese deles é que os cristãos de literalmente todos os séculos são hereges: os únicos detentores do verdadeiro Cristianismo são os protestantes, e se falta suporte histórico para semelhante pretensão é justamente porque a Igreja – que sempre existiu – cuidou de varrer da história tudo que a podia desmascarar. Com este tipo de “lógica” não é possível debater.

 

Mas é bom divulgar textos assim para que os protestantes de boa fé possam, quiçá, com a graça de Deus, libertar-se das garras de Satanás e voltar ao seio da Igreja Católica, única e verdadeira Igreja de Cristo. Afinal, diante de tudo isso, talvez alguns protestantes de hoje (à semelhança de tantos outros) possam se libertar da sua heresia. Talvez a Virgem Santíssima os auxilie e eles, iluminados pelo Espírito Santo, ao perceberem que os primeiros cristãos eram católicos romanos, possam tirar a conclusão mais lógica: não que os primeiros cristãos eram hereges, mas sim que é impossível negar que o catolicismo romano seja, na verdade, o verdadeiro cristianismo.

 

Fonte: deuslovult.org.


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
10 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL
#0•A3040•C502   2014-02-03 23:17:14 - Convidado/[email protected]
A paz de Jesus e o Amor de Maria Santíssima!

Coitado dos protestantes,continuam se inforcando na própria corda,alguns com honestidade resolve estudar a história da Igreja e descobre que realmente a Igreja Católica Apostólica Romana é a que Jesus Fundou sobre a Cátedra de Pedro, só que o orgulho fala mais alto e começa a fazer uma ginastica mais complicada,do que a que eles costumam fazer, pra negar que a Igreja que Cristo fundou não é a Católica e não conseguem esconder isto e descobre também o quanto foi tolo acreditando nos reformadores hereges, ai começam a falar que a Igre......

Ler mais...  -  Responder
#1•R502•C508   2014-02-07 13:34:54 - Convidado/[email protected]
Olá caríssimo; paz e bênçãos no Senhor Jesus! Amém!!!
Pois bem, que tipo de amor devemos cultivar pelo próximo, e com que demonstrações as faço? Tratá-lo por "coitado", me levaria a ter compaixão por ele; vendo-o com "se inforcar na própria corda", me levaria a tentar tirá-la em vez de vê-lo matar-se! Termos e afins teológicos é o que menos importa nesta crítica!
Alguns há que parece ter 'ogeriza' ao próximo - principalmente se ele confessar uma fé 'distante' da sua; em vez de demonstrar a empatia que O Senhor Jesus tantas vezes enfatizou (Jo 15.12); e os apóstolos "ratificaram" ......

Ler mais...  -  Responder
#2•R508•C510   2014-02-09 01:26:53 - Convidado/[email protected]
A paz de Jesus e o Amor de Maria!

> Trata-los por coitado, me levaria a ter compaixão por ele, vendo-o com "se inforcar na própria corda" me levaria tentar tira-la em vez de vê-lo matar-se<

E não é isso que os Católicos, tenta fazer desde a entrada do protestantismo! O único intercessor com o Pai eterno é Nosso Senhor Jesus Cristo,mas temos a intercessão dos Santos junto a Deus Filho e com Maria sua Santíssima Mãe. E vem o herege protestante,nos ofender,dizendo que somos idólatra,e ofendendo o Sacramento da COMUNHÃO que foi instituída por Cristo na última seia,c......

Ler mais...  -  Responder
#3•R510•C511   2014-02-10 23:46:26 - Convidado/[email protected]
A paz de Jesus e o Amor de Maria!

Venho corrigir duas palavras: ceia e inventaram.

PAZ & BEM!

Responder

#2•R508•C509   2014-02-07 20:07:04 - Convidado/Claudio Maria
Meu caro,

"vendo-o com "se inforcar na própria corda", me levaria a tentar tirá-la em vez de vê-lo matar-se!

Quando um católico tenta explicar 500 vezes a diferença entre idolatria e intercessão, com uma paciência de Jó, o que ele está fazendo?

Tentando tirar a corda do pescoço do protestante.

Mas, se este insiste em acusar, em chamar o católico de idólatra, de acusar a Igreja de corrompida e outras coisas piores, de confundir alhos com bugalhos, Maria medianeira (INTERCESSORA) com Jesus único redentor da humanidade... por favor, não......

Ler mais...  -  Responder

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 10285147)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?85.82
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns30.87
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação16.15
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo15.06
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?14.44
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.37
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino13.18
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?12.36
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.82
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes11.32
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.36
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria9.38
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.82
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?8.80
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra8.33
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.28
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?8.20
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.77
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?7.73
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.43
Diversos  Santos e Místicos  3587 Poesia de Santa Teresinha7.27
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.85
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo6.78
Diversos  Mundo Atual  3795 O que há de vir?6.72
O verdadeiro amor está baseado na verdade, quando se tira a verdade, isso não é amor, é sentimentalismo.
Papa Bento XVI

Católicos Online