Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERDAS DE CATÓLICOS E A NOSSA MISSÃO

 

Diz o Papa Francisco: “Muitas pessoas afastaram-se da Igreja. Existem responsabilidades na história da Igreja e dos seus homens, tanto em determinadas ideologias como nas pessoas individualmente” (1).

 

Perdas de Católicos no Brasil

 

CATÓLICOS

1950

1960

1970

1980

1991

2000

2010

93,5%

93,1%

91,8%

89%

83,3%

73,7%

64,6%

 

 

EVANGÉLICOS

1950

1960

1970

1980

1991

2000

2010

3,4%

4,0%

5,2%

6,6%

9,1%

15,4%

22,2%

 

 

NÚMERO DE BRASILEIROS EM CADA RELIGIÃO/CENSO 2010

Religião

População

Católica apostólica romana

123.280.172

Evangélica (centenas e centenas de seitas diversificadas)

42.275.440

Espírita

3.848.876

Umbanda, candomblé e religiões afro-brasileiras.

588.797

Outras religiões

5.185.065

Sem religião

15.335.510

Fonte: IBGE

 

Ao avaliar os números sobre a evasão de fiéis católicos para as seitas evangélicas, o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta, foi direto ao diagnóstico: “A Igreja tem que chegar ao seu povo. Há uma distância ainda não vencida”.

 

Atualmente, a Igreja se pergunta como partir para uma ação evangelizadora, para reconquistar os católicos, sem abandonar uma atuação social. “A dimensão da fé foi negligenciada em função do social. Hoje, nosso desafio é reconquistar o entusiasmo, fazer que o fiel retome a alegria de ser cristão e a convicção de sua fé”, constatou o subsecretário da Conferência de Aparecida, em 2007, padre Martinho Lenz, doutor em teologia pela Universidade Gregoriana de Roma (2).

 

As Causas

 

Descreve o Documento de Aparecida: Segundo nossa experiência pastoral, muitas vezes, a pessoa sincera que sai de nossa Igreja não o faz pelo que os grupos “não católicos” crêem, mas fundamentalmente por causa de como eles vivem; não por razões doutrinais, mas vivenciais; não por motivos estritamente dogmáticos, mas pastorais; não por problemas teológicos, mas metodológicos de nossa Igreja. Esperam encontrar respostas a suas inquietações. Procuram, não sem sérios perigos, responder a algumas aspirações que, quem sabe, não encontraram como deveria ser na Igreja n°. 225.

 

Nossa Missão: Reencantá-los!

 

O compromisso missionário é de toda a comunidade. Esta sai ao encontro dos afastados, interessa-se por sua situação, a fim de reencantá-los com a Igreja e convidá-los a retornarem para ela (DA n°. 226d).

 

Conclusão

 

Para colossal obra de reencantá-los os afastados é necessário:

 

1.    Boa formação dos clérigos. Aprender homiliar de modo excelente. Celebrar a Santa Missa de forma canônica e brilhante. Não a espetacularização e o culto a personalidade. Longe e bem longe dos clérigos a psicastenia.

 

2.    Testemunhos dos clérigos e lideranças no protótipo de Cristo. Vida coerente como discípulos e missionários do Reino de Deus.

 

3.    Formação contínua com dados especializados para clérigos e lideranças.

 

4.    Abissais retiros espirituais e vivência em uma das ricas espiritualidades da Santa Igreja. Aprofundamento na teologia ascética e mística.

 

5.    Viver radicalmente o conselho psicopedagógico de São Tiago Apóstolo. (Ler Tg 3,13).

 

Foi muito feliz o pensamento da competente jornalista da revista VEJA sobre ação evangelizadora do Papa Francisco, escreveu ela: “O Papa Francisco não tem medo. O Pastor sabe que o único caminho é se aproximar, verdadeiramente, do rebanho” (3).

 

Diante de tantas religiões, seitas, heresias e indiferenças, a atitude é de coragem, intelectualidade, misericórdia e ir ao povo por vários caminhos evangelizantes! “Estou fazendo a minha parte por amor à salvação das almas”.

 

Pe. Inácio José do Vale

Pesquisador de Seitas - Professor de História da Igreja - Instituto de Teologia Bento XVI - Sociólogo em Ciência da Religião

E-mail: [email protected]

 

Notas:

 

(1)  L’osservatore Romano, 17/10/2013, p. 11.

(2)  Gerson, Camarotti. Segredo do Conclave. São Paulo. Geração Editorial, 2013, p. 130.

(3)   Adriana Dias Lopes: Veja, 13/11/2013, p.99.

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8724780)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.03
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.90
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.39
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns13.28
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.80
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.73
Diversos  Doutrina  4147 Senhor, quantos serão salvos?11.31
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.09
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.06
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.71
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.29
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.98
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.82
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.79
Vídeos  Testemunhos  4146 A Eucaristia na Igreja7.60
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.53
Vídeos  Liturgia  4145 Missas de Cura e Libertação7.50
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.40
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.12
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.09
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.03
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.89
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.62
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?6.58
Não se deixem intimidar por um ambiente no qual se pretende excluir Deus e no qual o poder e o prazer são os principais critérios que regem a existência.
Papa Bento XVI

Católicos Online