Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Surtos epiléticos da arte

 

A bondade cristã por excelência está sendo cada vez mais tripudiada, coberta de escárnio e crucificada.  Esta onda blasfema que Cristo já tinha previsto, vem de vários séculos  desde a revolução protestante. Mais adiante tomou virulência na Revolução Francesa (1789), onde se pretendia abolir a religião católica, pela perseguição do clero e dos fieis. Depois de uma temporada de relativa paz novamente iniciou-se o processo na revolução comunista de 1917, na perseguição aos cristãos e judeus, proclamando um estado laico e ateu, onde deveriam ser extirpados todos os vestígios de religião. “A religião é o ópio do povo”, diria Marx. Mais recentemente na “revolução” de 1968, considerado ano louco e enigmático do século XX, foi o ponto de partida para uma série de transformações políticas, éticas, sexuais e comportamentais, que afetaram as sociedades da época de uma maneira irreversível e universal. Daquele ano para cá está-se enfrentando uma onda de relativismo moral e cultural, com abalo nas estruturas de toda a sociedade no mundo inteiro. As atuais manifestações sociais e políticas pelo caminho da violência no mundo afora, fazem parte deste terremoto moral.

 

A arte, atividade humana ligada a manifestações de ordem estética, tendo como objetivo externar suas percepções, emoções e ideias, assume um significado único, diferente e sui generis.

 

Não se podia deixar de entrar neste tema, diante de tantas baboseiras e absurdos praticados em nome da chamada arte no último evento do Rock in Rio. Embora houvesse alguns conjuntos que mereceram admiração de sua criatividade, é de se repudiar por outro lado, os absurdos em nome da “arte” que lá foram praticados por certos pseudoconjuntos que lá se apresentaram.

 

O que nos chamou atenção, - e era o que eles queriam mesmo - foi um grupo denominado Banda Ghost, com um personagem intitulado Papa Emeritus, como um pontífice satânico, numa alegoria direta ao símbolo cristão de nosso Papa. Era tão grotesco e ridículo, que não se sabe quem pretendiam atingir, o atual ou anterior. Em termos de “arte”, que nada tinha, era uma agressão direta contra a representação do maior símbolo moral da humanidade. Por ser um grupo sueco, por que não satirizaram a figura de seu atual Rei Carlos ou ainda Maomé? Talvez o primeiro fossem presos quando voltasse a sua pátria; quanto ao segundo, provavelmente não teriam mais a chance de uma segunda apresentação.

 

Na busca do anonimato, não se identificam em palco e se  propõem a satirizar os símbolos cristãos porque sabem que desde sua criação a Igreja sempre foi uma instituição tolerante e pacífica. Sentem segurança da não reação de protesto sob qualquer forma, muito menos física. Em vista disso, assumem audácia e arrogância. É fácil atirar em quem vive em paz, porque não faz parte qualquer reação de violência. Mas, para quem não tem caráter, só vale a covardia. O que mais nos choca e, temos plena convicção, todos eles da banda devem ser cristãos pelo batismo.

 

As apresentações do sexteto trazem uma atmosfera de lixo cênico inspirada em rituais satânicos e filmes de terror clássico; com todos os membros caracterizados como sacerdotes em uma missa negra. São pessoas que através destas representações, levantam um brado de socorro e desespero, pelo abismo moral e existencial, que se afundaram em decorrência de uma vida sem qualquer sentido, mergulhados nas trevas de seus instintos. Que pena, não encontraram a luz da verdade para entender o significado da vida. Neste desespero, procuram destruir a nobreza e os valores da sociedade, protegidos pelo  escudo da arte musical. Certamente, suas letras musicais fortemente satânicas e repugnantes representam o vômito de seus delírios existenciais.

 

Toda arte é bem vinda, desde que não se proponha a ofender pessoas, entidades, ou grupo instituídos. Nos dá asco e nojo este tipo de cultura.

 

Sergio Sebold, 72 – Economista e Professor Independente. [email protected]


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8469425)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?31.10
Diversos  Mundo Atual  4134 Karl Marx, de cristão a satanista22.49
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.63
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.20
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.64
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.20
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.14
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.93
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.51
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns10.07
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo8.50
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?8.50
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.21
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.87
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.49
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.48
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.43
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.12
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.03
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes6.81
PeR  Ciência e Fé  0558 Coma Reversível e Coma Irreversível6.64
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma6.46
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?6.43
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.34
É a pessoa de Jesus que salva, não suas ideias.
Claudio Maria

Católicos Online