Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

De volta às catacumbas

 

>Sem adentrar nas profundezas da história da civilização ocidental, as catacumbas romanas eram escavações realizadas pelos cristãos, (há relatos de sua existência antes de Cristo), com a finalidade de enterrar seus mortos, para quem a fé se baseava na esperança da vida eterna após a morte. Eram verdadeiros cemitérios subterrâneos. Diante das perseguições sofridas pelos cristãos nos dois primeiros séculos, estes viram-se obrigados a se refugiar para cumprimento de suas cerimônias litúrgicas. Nestes locais, além de enterrarem com dignidade os primeiros cristãos, em grande parte mártires das arenas circenses de Roma, eram realizados os encontros de seus membros, para manterem a unidade na fé.

 

Nos dias atuais, voltamos a assistir no mundo uma perseguição sistemática contra o cristianismo, tal como era naquela era sombria da civilização. E pior, hoje estas perseguições ocorrem dentro das próprias fileiras cristãs. Em diversas circunstâncias, se observam sistematicamente grupos de interesse buscando uma forma para destruir toda uma civilização construída em 2000 anos. Em nome de quem e por que, ninguém sabe.

 

Num ato inusitado de violência, um grupo pró aborto, denominado “Apostasia Coletiva”, invadiu a catedral de Santiago no Chile, em plena missa destruindo objetos sagrados, derramando lixo e outras pichações blasfemas contra a igreja católica.

 

A pregação do Estado laico, como vem sendo conduzida, nada mais é que uma cortina de fumaça para o anticristianismo, visando o ateísmo puro externado através de sofismas artificiosos. No movimento acima, querem que as pessoas peçam às suas dioceses para apagarem (darem baixa) seus registros de batismo, argumentando que não mais pretendem participar da igreja. Sendo o batismo um sacramento da fé cristã que mantém sua unidade, o simples fato de sua eliminação asseguraria o desaparecimento do próprio cristianismo. É o que eles pretendem. A questão da separação do Estado da religião é mero pretexto.

 

Durante a JMJ, houve uma manifestação de grupos procurando tirar a paz dos peregrinos, chamando-os para suas causas, com insultos durante a caminhada para a vigília, onde todo o tipo de manifestação imoral foi praticado, desde quebrarem imagens Sagradas de Nossa Senhora, até a exibição pornográfica de seus corpos, como se quisessem impor suas arrogâncias, para serem aceitas pela Igreja Católica. Ninguém está tirando a liberdade de seus comportamentos e ideias, mas não queiram impor as suas, sobre os que assim não as professam. Onde está a liberdade?

 

Ressaltamos alguns casos conforme o relatório do Observatório da Intolerância e Discriminação contra Cristãos, segundo seu presidente Dr. Gudrun Kugler:

 

Os países europeus se orgulham de estar na vanguarda dos direitos humanos, muitas vezes usando foros como o Conselho de Direitos Humanos da ONU para pressionar outros países, nas suas “conquistas”. Contudo, revela-se uma explosão de novas leis que estigmatizam os cristãos e desafiam os direitos humanos internacionais, a liberdade de consciência e de expressão, e os direitos dos pais dentro da família.

 

A França proíbe discursos contra a homossexualidade. Manifestantes cristãos de rua pró-vida, mesmo em conversa particular, podem ser acusados de violar uma lei contra "palavras ou conduta com probabilidade de provocar importunação, susto ou angústia (?!)."

 

Na Holanda, apesar do direito de não participar de procedimentos médicos antiéticos, os abortos são parte do treinamento obrigatório de obstetras e ginecologistas. Quanta contradição!

 

Na Irlanda os escrivães civis podem ser presos se não celebrarem cerimônias de mesmo sexo. Igrejas podem ser multadas por não permitirem que sua propriedade seja usada para celebrações de mesmo sexo.

 

Na Suécia, aos profissionais da saúde como médicos, enfermeiras, parteiras, estudantes de medicina ou farmacêuticos, não lhes é permitido nenhum direito de consciência. Em caso de uma cidadã desejar o aborto, são obrigados a realizarem o procedimento cirúrgico.

 

As marchas do chamado orgulho gay são permitidas. Entretanto, o direito dos cristãos de se associarem é visto com suspeita. Na Áustria podem resultar em prisão, mesmo com protestos silenciosos (com cartazes), aconselhamentos e orações quando em frente a clínicas de aborto.

 

Os donos de uma pensão cristã na Inglaterra foram multados por não alugarem um quarto em sua casa, onde eles vivem com seus filhos, para uma dupla homossexual. Na Holanda exige-se que os órgãos governamentais quebrem contratos com entidades particulares que se negarem a participar de uniões homossexuais.

 

Um médico cristão na Inglaterra foi demitido por mandar via e-mail uma oração aos colegas. Um juiz deu o veredicto de que os cristãos não têm nenhum direito de se abster do trabalho aos domingos afirmando que não é “um componente essencial” de suas convicções.

 

Os cristãos da Europa enfrentam prisões, multas, vandalismo e penalidades profissionais devido a uma tendência crescente de intolerância social e restrições governamentais, de acordo com aquele relatório.

 

O direito de consciência implantada desde o início de nossa civilização ocidental aos profissionais de medicina está sob perjúrio.

Começa o barbarismo. O veneno do “dragão” está começando destilar.

 

Embora no Brasil os efeitos dessas atitudes não sejam ainda tão radicais, estamos caminhando a passos largos para essa mesma situação.

 

Em breve os católicos autênticos e fieis ficarão encurralados de tal modo que, para professarem sua fé, deverão retornar às catacumbas do anonimato em pleno século XXI.

 

Sergio Sebold, 72  - Economista e Professor Independente. [email protected]

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
8 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8294184)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?30.07
Diversos  Espiritualidade  4131 Dez conselhos na luta contra o demônio18.31
Diversos  Teologia  4132 A existência de Deus17.64
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.45
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.35
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.33
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.24
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.81
Diversos  Apologética  4130 Paulo desprezou Pedro?10.47
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.27
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo8.96
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns8.64
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.33
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?8.25
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.91
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?7.81
Diversos  Mundo Atual  4129 Direto do Inferno7.72
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.71
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.55
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.34
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.30
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.05
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma6.98
Vídeos  Mundo Atual  4128 A 'Humanae Vitae' e a apostasia dos cristãos6.72
Se a consciência do pecado é a marca dos santos, a falta desta consciência em Jesus, que não obstante possuía uma alma profundamente religiosa, constitui um enigma para quem o observa à luz da mera razão.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online