Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Pregações: Eventos - Eu tenho Fé! - por Dom Henrique Soares

Eu tenho fé!

O Ano da Fé. Por que? Para que?
O que é crer?
Crer não é crer como eu quero.
A fé não é um pensamento positivo para eu alcançar o que eu quero.
Também não devemos confundir fé com sentimento.
Devemos contribuir com a graça de Deus e alimentar a fé. A fé é entregar-se a Deus, como fez Maria.

Morte é tudo aquilo que nos nega, que nos contrista. Morte é cada tristeza, cada renúncia, cada derrota, cada decepção, cada perda, cada separação, cada medo, cada solidão, cada lágrima derramada, cada fracasso. Morte é, enfim, a morte do termo da nossa vida.

E temos medo da morte. Pelamo-nos de medo! A ânsia que temos de viver é tamanha, que pensamos, iludidos, que a vida está em nossas mãos, que é nossa de modo absoluto e, assim, devemos fazer tudo do nosso modo para escapar das experiências negativas e dolorosas, custe o que custar...

E, nesta ilusão, quebramos propósitos, rompemos compromissos, transgredimos preceitos do Senhor, esquecemos o próprio Deus, e pensamos, e dizemos, e gritamos: “Tenho que ser feliz, tenho o direito de ser feliz, o único que importa é ser feliz do meu jeito!” O homem tem tanto medo das mortes, que rouba, corrompe, mente, mata, manipula, usa os demais, engana, engana-se... Tudo para levar a melhor, tudo pela ilusão de ser feliz do seu modo e na sua medida... Assim, pelo medo da morte, ilude-se, escravo de si e do seu pecado, escravo da ilusão que aquele que é Sedutor deste o princípio lhe oferece, como no Jardim do Paraíso...

Por medo de morrer as mortes da vida, terminamos por cair na morte da escravidão de nós mesmos, do nosso pecado. Bem que Jesus nos previne: “Quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la” (Mt 16,25).

Pense bem, meu Amigo! Enquanto houver em seu coração apego à própria vida, com a ilusão de que você sozinho, você do seu jeito, você na sua própria medida e na sua própria verdade mentirosa, sem Deus e até contra Deus, pode ser feliz, pode construir sua própria felicidade, construindo seu próprio projetozinho pessoal... enquanto sua vida for assim, você nada mais será que um pobre escravo!

Com todo o prestígio, você não passa de um pobre escravo; com todo o seu dinheiro e poder, você não passa de um escravo; com todos os talentos, prazeres e potencialidades, escravo; com todo o seu sucesso, você será só escravo, todo escravo, enganado escravo! Escravo da própria escravidão; tão escravo que pensa que a escravidão é liberdade! Por medo de não ser feliz, por medo de perder a vida, você se torna escravo e vive uma grande ilusão que, ao fim de tudo, será colocada por terra, desmascarada! Escravo!

Falando de Jesus, o santo Filho eterno do Pai, que Se fez homem para salvar a humanidade, a Epístola aos Hebreus nos surpreende afirmando que, fazendo-Se homem, Jesus “libertou os que, por medo da morte, passavam a vida toda sujeitos à escravidão” (Hb 2,15). Que significam tais palavras? Que medo da morte é este? E, por que ele escraviza assim tão fortemente, a ponto de necessitar da encarnação do Filho eterno? E como o Filho nos liberta dessa escravidão?

A porta da comunhão com Deus é a fé.
Crer não é uma teoria. Significa liberdade.
Crer significa fazer parte da Sua Igreja a quem Deus prometeu o dom do Espírito Santo, prometeu estar presente.
Crer é viver na obediência da fé. Quem não crê na Igreja, inventa seu próprio deus, um deus que não existe.

Crer que Jesus fundou Sua Igreja, exige que eu creia que Ele está presente na Igreja.

Todo dia temos que pedir: Senhor, aumenta nossa fé.

Olhe! Pense nestas coisas, porque elas dizem respeito a você, bem de pertinho; dizem respeito a mim, a cada um de nós!
O próprio Jesus nos preveniu: “Se o Filho vos libertar, sereis realmente livres” (Jo 8,36). É Ele – somente Ele – Quem, de fato, nos livra da morte, pois é o único que é capaz de nos fazer atravessar os vales das mortes e entrar na vida verdadeira.
Vá: seja livre; largue tantas escravidões, geradas da tola ilusão de salvar você mesmo a sua vida, às vezes passando por cima de Deus, dos outros e até da sua consciência. Seja livre, meu Leitor! Sejamos nós livres! Para isto fomos criados e salvos por Cristo: “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou!” (Gl 5,1).

Dom Henrique Soares da Costa
Fonte: Youtube e Facebook.
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 7072379)/DIA
Diversos  Igreja  4032 Onde estava a Igreja de Cristo antes de Lutero?97.55
Diversos  História  4034 Jesus não existiu, foi casado e teve filhos?50.22
Pregações  Doutrina  4033 Facebook e castidade, a armadilha42.14
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?27.05
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma18.33
Diversos  Protestantismo  4025 Lutero e o orgulho de se salvar sozinho16.88
Diversos  Apologética  4030 Base bíblica para o culto aos santos16.02
Vídeos  Mundo Atual  4015 O Caos instalado no Brasil14.90
Diversos  Doutrina  4026 Nulidade Matrimonial14.83
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo14.71
Diversos  Apologética  4019 Reforma não, revolução!14.54
Diversos  O Que É?  4031 Religião e Ideologia13.67
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação13.66
Diversos  Protestantismo  4018 Morreu crendo que a oração o salvaria12.96
Diversos  Apologética  4029 Requisitos necessários à salvação12.96
Diversos  Testemunhos  4020 Eu não rezava!12.84
Diversos  O Que É?  4024 Halloween12.04
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.54
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista11.17
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.09
Diversos  Ética e Moral  3999 O silêncio da CNBB10.21
Diversos  Apologética  4009 Haeresis9.91
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino9.28
Vídeos  Mundo Atual  4016 A decadência de uma sociedade9.19
Não encontro mais prazer no alimento corruptível nem nos gozos desta vida, o que desejo é o pão de Deus, este pão que é a carne de Cristo e, por bebida, quero seu sangue, que é o amor incorruptível.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online