Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 012 – dezembro 1958

 

Mulher e Indumentária Masculina

MORAL

QUIRINO (Bauru) e ALMA ESTUDIOSA (São João del-Rei):

Haverá motivo para que a mulher não use a indumentária característica do varão ?

 

1. Em nossa resposta devemos distinguir o aspecto teórico e o aspecto prático da questão.

a) Em si o traje habitual dos homens (calças longas e paletó ou blusa) pode tornar-se veste feminina, sem que por isto os bons costumes sofram detrimento. Não há dúvida, certos vestidos por si mesmos são muito menos convenientes do que a veste masculina trajada por uma donzela.

b) Na prática, porém, a conveniência ou não de que as mulheres usem a indumentária de homem há de ser avaliada à luz de critérios extrínsecos, ou seja, das circunstâncias em que a moda é praticada. Será preciso levar em conta, por conseguinte:

 

aa) a intenção da pessoa que assim se traja. Será intenção pura, visando realmente as finalidades que a indumentária tem em si: proteção do organismo, higiene ? Ou haverá desejo de chamar a atenção, nutrir a vaidade, provocar desordem ?

bb) As reações do ambiente. Tal vestiário, sendo contrário â praxe habitual, não excita paixões ? Não abre via fácil ao pecado ?

 

Ora parece que na vida cotidiana, principalmente em ambientes levianos, certos males morais se prendem à moda dos trajes masculinos: o espírito de exibição e a concupiscência desregrada são por vezes alimentados por essa praxe.

 

Sendo assim, entendem-se os juízos poucos favoráveis que os tutores dos bons costumes têm proferido sobre a nova moda: tais apreciações se baseiam nos efeitos nocivos que praticamente tal indumentária acarreta; não fossem esses maus frutos, a moda tornar-se-ia aceitável (é o que se dá, por exemplo, em regiões da Europa, onde o frio vem a ser um dos fatores preponderantes que levam a mulher a se trajar como o homem).

 

Vistas as circunstâncias da vida no Brasil, dir-se-á que ao menos nas igrejas é de todo indesejável que moças e senhoras compareçam com tal indumentária.

 

2. Há na Sagrada Escritura um, texto (Dt 22,5) habitualmente citado quando se debate o assunto:

“A mulher alguma será licito trajar veste de homem; e homem nenhum se vestirá com traje de mulher, pois quem comete tal coisa se torna abominação diante do Senhor teu Deus.”

Qual o sentido desta proibição?

 

2.1 Há quem diga que tem por fim incutir à criatura humana o respeito pela ordem de coisas e, consequentemente, pela distinção de sexos, que o Criador instituiu (cf. Gên l,12.24s.27). A troca das vestes usuais entre homem e mulher equivaleria a uma violação dos desígnios de Deus. Assim interpretada, a proibição do Deuteronômio teria valor de lei ainda em nossos dias.

2.2 Parece, porém, que outro é o significado dessa passagem. Segundo bons exegetas, ela constitui uma advertência contra práticas de povos pagãos contemporâneos de Israel. Com efeito, na Síria e em Canaã certos cultos politeístas, permitindo o disfarce no vestiário, davam margem a deboches grosseiros. Mais precisamente: o culto de Astarté em Canaã e na Fenícia, incluindo tal prática, teria sido, conforme alguns exegetas, a ocasião imediata da cláusula do Deuteronômio. Sabe-se outrossim pelo poeta romano Macróbio que na ilha de Chipre havia uma estátua de Vênus caracterizada por barba na face, cetro na mão e estatura viril, revestida, porém, como mulher («barbatum corpore, sed veste muliebri, cum sceptro ac statura virili». Saturnal. 1, III, VIII). Diante dessa imagem, considerada como masculina e feminina simultaneamente, varões vestidos como mulheres e as mulheres trajadas como homens se apresentavam para oferecer sacrifícios. Veja-se também Sérvio, In Aen. II 632; Apuleu, Metamorph. VIII 24s.

 

Entendida como reação contra usos pagãos vigentes em época antiga, a norma do Deuteronômio já não teria valor de lei desde que fossem removidos os perigos do paganismo. Contudo pode-se perguntar; embora hoje não haja mais cultos politeístas em nossa sociedade, não existe uma mentalidade pagã capaz de utilizar todo e qualquer pretexto para se entregar ao libertinismo e deboche? Sendo assim, não terá ainda cabimento a advertência do Deuteronômio ?

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8924423)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.23
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns17.22
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.01
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.49
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.94
Vídeos  Milagres  4159 Imagens intactas em catástrofes!12.10
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.89
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.38
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.04
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.95
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.77
Vídeos  Doutrina  4160 Tudo está consumado9.12
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.02
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.94
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.83
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.61
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.44
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.41
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes7.26
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria7.12
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.08
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.99
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.97
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.86
Não se deixem intimidar por um ambiente no qual se pretende excluir Deus e no qual o poder e o prazer são os principais critérios que regem a existência.
Papa Bento XVI

Católicos Online