Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

O que fazer ante uma existência que é vaidade?

 

Fiz alguns comentários sobre textos que a Liturgia leu na semana passada sobre o Eclesiastes. Tantas perguntas sem respostas... Mas, afinal, que aconselha o Autor sagrado ante uma existência que é vaidade? Que fazer para viver bem, para atinar o sentido da existência tão misteriosa?

 

Saliento dois momento desse Livro maravilhoso que nos indicam como caminhar nesta vida - lembre, meu Amigo, que o Autor é de antes de Cristo e, portanto, sua resposta não é completa...

 

"Observo a tarefa que Deus deu aos homens para que dela se ocupem: tudo o que Ele fez é apropriado em seu tempo" (Ecl 3,10s). Em outras palavras: venham os tempos que vierem em nossa vida, por trás de tudo há um desígnio de Deus, ainda que não o compreendamos. Solução: crer no Senhor, confiar Nele, Nele esperar e a Ele se abandonar com serenidade e força! Quem assim procede encontra a paz, ainda que não compreenda totalmente os acontecimentos da vida...

 

“Fim do discurso. Tudo foi ouvido.

Teme a Deus e observa Seus mandamentos, porque aí está o homem todo: Sim, Deus fará toda obra vir ao julgamento, tudo o que ela contém de bom ou mau" (Ecl 12,13s).

 

Em outras palavras: diz o Eclesiastes: isto é tudo: teme a Deus na tua vida, guarda Seus preceitos fielmente porque Ele um dia te julgará. Ainda que não compreendas, tudo tem um sentido. Nisto, em viver diante de Deus, está o sentido da vida, está o homem todo! Que ninguém se iluda: há diferença entre ser bom e ser mal, obediente ao Senhor ou rebelde, santo ou pecador. Um dia seremos todos julgados e nossa vida terá valido a pena (seremos plenamente homens, homem inteiro, "homem todo") ou terá sido uma ilusão, um bolha, pura vaidade, vaidade das vaidades, triste mentira que desaparecerá no nada...

 

Eis o sentido desse Livro encantador!

 

Dom Henrique Soares da Costa

Fonte: Facebook


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 9831477)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?87.73
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns27.66
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação16.01
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo14.50
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?14.06
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.50
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino12.93
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?11.64
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.46
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.65
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes9.95
Vídeos  Testemunhos  4175 Professor de Harvard se converte9.26
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria8.97
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?8.67
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.38
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.21
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?8.01
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.82
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.60
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.48
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.87
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?6.66
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.50
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.45
Se Cristo veio ao mundo para salvar e não para condenar (cf. Jo 3,17), a existência da Igreja visível de Cristo não poderia ser motivo de condenação para a maioria do gênero humano, que talvez não lhe pertença visivelmente, mas certamente lhe pertence invisivelmente.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online