Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Pregações: Homilias - Ele Falava com Autoridade - por Dom Joan Bladé

Ele Falava com Autoridade

Evangelho segundo São Lucas (Lc), capítulo 4

31 Desceu a Cafarnaum, cidade da Galiléia, e ali ensinava-os aos sábados.
32 Maravilharam-se da sua doutrina, porque ele ensinava com autoridade.
33 Estava na sinagoga um homem que tinha um demônio imundo, e exclamou em alta voz:
34 Deixa-nos! Que temos nós contigo, Jesus de Nazaré? Vieste para nos perder? Sei quem és: o Santo de Deus!
35 Mas Jesus replicou severamente: Cala-te e sai deste homem. O demônio lançou-o por terra no meio de todos e saiu dele, sem lhe fazer mal algum.
36 Todos ficaram cheios de pavor e falavam uns com os outros: Que significa isso? Manda com poder e autoridade aos espíritos imundos, e eles saem?
37 E corria a sua fama por todos os lugares da circunvizinhança.

Comentário: Rev. D. Joan BLADÉ i Piñol (Barcelona, Espanha)

Eles ficavam maravilhados com os seus ensinamentos, pois sua palavra tinha autoridade.

Hoje vemos como a atividade de ensinar foi, para Jesus, a missão central de sua vida pública. Porém a pregação de Jesus era muito diferente da dos outros mestres e isso fazia com que as pessoas se espantassem e se admirassem. Certamente, ainda que o Senhor não tivesse estudado (cf. Jo 7,15), desconcertava a todos com sua doutrina, porque «falava com autoridade» (Lc 4,32). Seu estilo possuía a autoridade de quem se sabia o “Santo de Deus”.

Precisamente aquela autoridade no seu falar era o que dava força a sua linguagem. Utilizava imagens vivas e concretas, sem silogismos nem definições; palavras e imagens que extraía da própria natureza quando não das Sagradas Escrituras. Não há dúvida de que Jesus era um bom observador, homem próximo das situações humanas: ao mesmo tempo em que o vemos ensinando, também o contemplamos perto das pessoas fazendo-lhes o bem (curando as doenças e expulsando demônios, etc.). Lia no livro da vida diária as experiências que depois lhe serviriam para ensinar. Ainda que fosse um material tão simples e “rudimentar”, a palavra do Senhor era sempre profunda, inquietante, radicalmente nova, definitiva.

O mais admirável da fala de Jesus Cristo, era esse saber harmonizar a autoridade divina com a mais incrível simplicidade humana. Autoridade e simplicidade eram possíveis em Jesus graças ao conhecimento que possuía do Pai e de sua relação de amorosa obediência a Ele (cf. Mt 11,25-27). Esta relação com o Pai é o que explica a harmonia única entre a grandeza e a humildade. A autoridade de seu falar não se ajustava aos parâmetros humanos; não havia disputa, nem interesses pessoais ou desejo de sobressair. Era uma autoridade que se manifestava tanto na sublimidade da palavra ou da ação como na humildade e simplicidade. Não houve nos seus lábios nem alabança pessoal, nem soberba nem gritos. Mansidão, doçura, compreensão, paz, serenidade, misericórdia, verdade, luz, justiça... Foi o aroma que rodeava a autoridade de seus ensinos.

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8477288)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?31.12
Diversos  Mundo Atual  4134 Karl Marx, de cristão a satanista19.61
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.64
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.19
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.64
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.19
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.10
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.93
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.52
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns10.16
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?8.51
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo8.49
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.20
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.87
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.49
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.48
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.43
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.12
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.03
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes6.81
PeR  Ciência e Fé  0558 Coma Reversível e Coma Irreversível6.64
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma6.44
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?6.43
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.34
Na Eucaristia, nós partimos o único pão que é remédio de imortalidade, antídodo para não morrer, mas para viver em Jesus Cristo para sempre.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online