Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

INTRODUÇÃO A SAMUEL

O livro de Samuel, dividido pelos gregos e pelos latinos — não pelos hebreus — em dois, recebe o nome do santo profeta, cujas gestas constituem os seus primeiros capítulos, e cuja ação o dominam inteiramente. A matéria tratada divide-se marcadamente em três partes, segundo as três personagens que governam sucessivamente o povo de Israel: Samuel, Saul e Davi.

parte.  Samuel, o último Juiz

1)   Nascimento de Samuel (1,1-2,10); sua juventude a serviço do templo; reprovação do sacerdote Heli e de seus filhos (2,11-3,21).

2)   Primeira guerra filistéia; derrota, captura da arca, morte de Heli e de seus filhos (4). Retorno da arca santa (5-7,2).

3)   Judicatura de Samuel: reforma religiosa, segunda guerra filistéia, vitória; governo de Samuel (7,3-17).

4) Mau governo dos filhos de Samuel. O povo pede um rei (8); Saul é ungido e proclamado rei (9-10). Vitória sobre os amonitas (11). Samuel abdica e despede-se do povo (12).

parte. Saul, primeiro rei

1)   Terceira guerra filistéia; desobediência de Saul; audácias de seu filho Jonatas; vitórias. Sumário do reinado de Saul (13-14).

2)   Vitória sobre os amalecitas, e outra desobediência de Saul, que é por isso reprovado (15).

3)   Samuel unge secretamente rei a Davi, que é chamado à corte de Saul, assaltado por mania furiosa (16).

4)   Quarta guerra filistéia. Davi vai ao acampamento e mata o gigante Golias (17,1-54). Amizade de Jonatas com Davi e inveja de Saul para com o mesmo (17,55-18,9).

5)   Saul procura matar Davi, o qual foge da corte (18,10-19,17); vai ter com Samuel, renova com Jônatas o pacto de amizade (19,18-21,1).

6)   Davi anda errante por vários lugares (21,2-22,5); Saul mata os sacerdotes fautores de Davi (22,6-23). Davi em Ceila (23,1-13); em Zif salva-se de grave perigo (23,14-28); em Engadi poupa a vida a Saul (24); ofendido por Nabal, é aplacado por Abigail, que depois desposa (25); novamente poupa a vida a Saul (26); vive entre os filisteus (27).

7) Quinta guerra filistéia. Saul consulta a nigromante de Endor (28). Davi. afastado pelos filisteus (29), vence os amalecitas (30). Saul morre no campo de batalha (31) e Davi pranteia a sua perda (2Sam 1).

3a parte. Davi, fundador da dinastia (2Sam 2-24)

1)   Rei de Judá em Hebron (2,1-7); guerra civil entre os dois partidos, progressos de Davi (2,8-3,5); assassínio de Abner (3,6-39) e de Isboset (4).

2)   Rei de todos os israelitas em Jerusalém (5,1-16); vitória sobre os filisteus (5,17-25); transladação da arca para Sião (6); promessa messiânica (7); conquistas no exterior (8); favores ao filho de Jônatas (9).

3)   Desordens domésticas. Guerra amonita (10); duplo pecado de Davi (11); arrependimento de Davi (12); incesto de Amnon (13,1-22); vingança de Absalão (13,23-36); seu exílio e repatriação (13,37-14,33).

4)   Revolta de Absalão (15,1-12); fuga de Davi (15,13-16,14) e entrada de Absalão em Jerusalém (16,15-17,23); guerra civil (17,24-18,8); morte de Absalão e luto de Davi (18,9-19,8). Davi retorna à capital (19,9-43); a rebelião de Seba é dominada (20,1-22); governo (20,23-26).

5)   Diversos episódios. Cessa a fome, dando satisfação aos gabaonitas (21,1--14). Heroísmo de alguns homens contra os filisteus (21,15-22). Cântico triunfal de Davi (22). Ultimas palavras de Davi (23,1-7). Os heróis campeões (23, 8-39). Recenseamento do reino; a peste; ereção de um altar sobre o Sião (24).

Todos esses acontecimentos encheram o período de cerca de um século e meio, aproximadamente os anos 1120-970 a.C, um lapso de história israelita isento de toda interferência quer do Egito, quer da Assíria e da Babilônia.

Ao escrever o livro, o autor sagrado tem por finalidade mostrar-nos as vias providenciais pelas quais foi estabelecida no povo de Deus a monarquia e a dinastia davídica, de cuja cepa devia nascer o Messias, cujas glórias ter-lhe-ia perpetuado. Em Samuel apresenta-nos o modelo do ministro fiel de Deus, em Davi o tipo de magnanimidade aliada a uma sincera piedade.


Pergunte e Responderemos
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
9 3
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8931956)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.23
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns17.29
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.01
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.49
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.95
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.90
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.39
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.04
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.96
Vídeos  Milagres  4159 Imagens intactas em catástrofes!10.54
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.77
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.02
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.95
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.83
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.61
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.43
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.42
Vídeos  Doutrina  4160 Tudo está consumado7.29
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes7.28
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria7.15
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.09
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.99
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.96
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.87
Onde quer que se apresente o Bispo, aí esteja também a comunidade, assim como a presença de Cristo Jesus nos assegura a presença da Igreja. (Aos Esmirnenses 8, 2).
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online