Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Misericórdia e Lição sobre Julgamento

 

Evangelho segundo São Mateus (Mt) 7, 1-5

(1) Não julgueis, e não sereis julgados.

(2) Porque do mesmo modo que julgardes, sereis também vós julgados e, com a medida com que tiverdes medido, também vós sereis medidos.

(3) Por que olhas a palha que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu?

(4) Como ousas dizer a teu irmão: Deixa-me tirar a palha do teu olho, quando tens uma trave no teu?

(5) Hipócrita! Tira primeiro a trave de teu olho e assim verás para tirar a palha do olho do teu irmão.

 

Meus queridos irmãos e irmãs, Nosso Senhor Jesus Cristo hoje no evangelho nos dá uma lição sobre o julgamento.

Quando Nosso Senhor fala sobre o julgamento no evangelho Ele está falando do julgamento sem misericórdia. Este é o julgamento que nós nunca devemos permitir-nos fazer em relação ao nosso irmão.

 

Deus é aquele que julga-nos com misericórdia e essa é a medida com a qual nós queremos ser medidos. E essa é a medida também com a qual nós devemos julgar os nossos irmãos. Nós, infelizmente, temos sempre a tentação e a tendência de julgar e condenar no ato aqueles que são nossos irmãos, que convivem conosco, estando muitas vezes nas mesmas atividades em que estamos; temos a tentação de olhar e encontrar logo o erro em nosso irmão, que precisa muito mais da nossa misericórdia, do nosso ensinamento, do nosso amor, do nosso cuidado, de que de nossa condenação e nosso julgamento.

 

Interessante é que um antídoto para esse julgamento sem misericórdia que o Senhor nos dá no evangelho, é que olhemos para a trave do nosso próprio olho.

 

Jesus Cristo poderia ter-nos dado outras fórmulas, poderia ter dito como eu tenho dito nas homilias do mês de junho que para julgar com misericórdia devemos olhar o coração de Jesus que é misericordioso; mas não, Deus quando nos dá um antídoto para a falta de misericórdia, o que Ele pede é que olhemos para os nossos próprios defeitos, para a trave que está em nosso olho, para então ter misericórdia de tirar o cisco do olho de nosso irmão.

 

E por que será que Jesus Cristo nos deu essa fórmula?

Por um motivo muito simples: nós temos muitas limitações, temos muitos defeitos, mas não temos esses defeitos e limitações para que fiquemos nos lamentando, ou para que conformemos a nossa vida simplesmente pelas margens estreitas dos nossos defeitos... não, Deus permite que sejamos limitados para que possamos amar.

 

Nós não conseguiremos amar ninguém, se não reconhecermos os nossos defeitos. O amor exige isso. Para que eu possa amar meu irmão que é tão pecador quanto eu, que tem tantos limites quanto eu, necessário é que eu reconheça os meus limites, reconheça os meus defeitos; então vamos aprender como São Paulo aprendeu, que os meus limites e os meus defeitos foram dados a mim como um tesouro precioso para que eu não me orgulhe, para que eu seja humilde, para que me ajude na oração e, principalmente, para que eu possa amar meu irmão de verdade.

 

São Paulo disse que Deus colocou na sua carne um espinho, como um anjo de Satanás que o esbofeteava para que ele não se orgulhasse; pediu a Deus três vezes que Deus afastasse isso dele e Deus respondeu: "Basta-te a Minha graça, porque é na fraqueza que se revela totalmente a Minha força" (2Cor 12,9).

 

Pois bem, é assim conosco também. Sejamos misericordiosos, não condenemos, pelo contrário, procuremos desculpar sempre os erros de nosso irmão, porque muito mais nos perdoa Deus e, medindo com essa medida, teremos uma segurança diante do trono de Deus, pois seremos julgados também com misericórdia.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

 

Padre José Ruy

Ver mais pregações  do Pe. José Ruy.


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
9 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 7966757)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?29.65
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.33
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.80
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.17
Diversos  Prática Cristã  4123 Sete coisas que eu aprendi com a pornografia10.89
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.61
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo10.28
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas9.96
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo9.41
Diversos  Igreja  4111 9 coisas que afastam as pessoas da Igreja9.06
Vídeos  Prática Cristã  4127 Como controlar a irritação?9.06
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.46
Diversos  Apologética  4109 A virgindade perpétua de Maria na Bíblia8.43
Diversos  Espiritualidade  4126 Evitar a mente perturbada8.25
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista8.07
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.94
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma7.79
Vídeos  História  4117 O nascimento da Igreja Católica7.72
Diversos  Espiritualidade  4121 O Espírito Santo entre nós7.71
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.63
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns7.58
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.42
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.13
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.08
Onde estiver o bispo, ali estarão também as multidões, da mesma forma que onde estiver Jesus Cristo, ali estará a Igreja Católica.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online