Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 003 – março 1958

 

A Estrela que Guiou os Magos

A estrela que guiou os magos ao presépio não constitui um fenômeno milagroso?

 

1. Primeiramente, alguns dados sobre os magos de Mt 2.

O nome «mago» vem do sânscrito mahat, grande, dando em Pehlvi a forma mogh, sacerdote. Conforme Heródoto e Xenofonte. os magos constituíam entre os medos e persas uma casta sacerdotal muito conceituada, que se ocupava principalmente com adivinhação, astrologia e medicina. É bem possível que os magos dos quais fala o Evangelho, fossem realmente sábios sacerdotes da Pérsia (alguns exegetas preferem a Caldéia, por ser esta a terra clássica dos astrólogos e matemáticos; outros, a Arábia, visto que a palavra «Oriente», empregada pelo Evangelista, costumava, na geografia palestinense da época, designar a Arábia).

 

Os magos terão tido conhecimento da expectativa dos judeus referente à vinda de um grande Rei ou do Messias, já que os israelitas após o exílio (séc. VI a.C.) haviam espalhado por todo o Oriente a sua fé no Salvador vindouro; esse Salvador era mesmo simbolizado por uma estrela, conforme a profecia de Balaão:

 

«Uma estrela que sai de Jacó, torna-se Chefe;

Um cetro se levanta, procedente de Israel».

(Núm 24,17)

 

Tão difusa era a expectativa israelita que Tácito (+120) chegou a escrever, apesar de todo o seu garbo romano:

«Os homens estavam geralmente persuadidos, à luz da fé de antigos profetas, de que o Oriente ia tomar a vanguarda, e, dentro em breve, se veriam sair da Judéia aqueles que governariam o universo» (Hist. V 23).

 

Compreende-se, à luz destes precedentes, que sábios pagãos orientais tenham reconhecido, no aparecimento de um novo sinal luminoso no céu, a vinda do grande Personagem aguardado como Renovador do mundo.

 

2. Pergunta-se agora em que consistia precisamente esse sinal luminoso.

 

O termo grego astér de Mt 2,2 podendo significar tanto estrela como astro, como também fenômeno astronômico, os exegetas têm proposto as mais variadas opiniões para o interpretar:

 

a) durante muito tempo esteve em voga a sentença de Kepler (+1630), que explicava o sinal luminoso como sendo o resultado da conjunção dos planetas Júpiter e Saturno no signo zodiacal dos Peixes; esta conjunção se deu de fato no ano 747 de Roma (7 a.C.), Tal sentença levaria a recuar o nascimento de Jesus até o ano 8º a.C. (746 de Roma). A hipótese, porém, está hoje muito desprestigiada, pois se vê que não corresponde suficientemente aos dados do texto evangélico (o fenômeno de conjunção de astros por si não indica roteiro sobre a terra; não teria, pois, apontado aos magos o caminho de Belém).

 

b) Outros autores apelam para o aparecimento de um cometa; assim Orígenes, já no séc. III, e em nossa época o famoso Pe. Lagrange. A passagem do cometa de Halley, que em 1910 foi visível em sua rota do Oriente para o Ocidente, corroborou em muitos estudiosos a opinião de Orígenes. Sabe-se, porém, que o cometa de Halley passou sobre as terras do Oriente e do Ocidente no ano 12 a. C., e não em 6 a. C.: os chineses assinalam, sim, o aparecimento de outros cometas em 4 e 3 a. C., os quais, porém, parecem não ter sido observados no Ocidente. Além disto, objeta-se que os cometas só podem ser observados à noite e, por seu roteiro muito longínquo no firmamento, não indicam senão vaga direção, insuficiente para se localizar tal pontinho preciso que é uma casa sobre a terra.

 

c) Não resta, portanto, senão a opinião que realmente parece corresponder à mente do Evangelista e à dos antigos Padres da Igreja; trata-se em Mt de um fenômeno milagroso (quanto ao modo como foi produzido), ou seja, de um meteoro que Deus quis servisse especialmente aos magos de pioneiro e guia para a viagem que deviam empreender, à semelhança da coluna luminosa que precedia os israelitas na travessia do deserto (cf. Êx 13,21): o astro, por disposição divina, mostrou-se aos magos e desapareceu estritamente segundo as exigências do caso. Vão, por conseguinte, se torna procurar explicação meramente natural para o fenômeno, — É esta a sentença dos melhores comentadores católicos contemporâneos (Benoit, Buzy, Ricciotti...).

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 9528850)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?81.92
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns24.05
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.49
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.94
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo13.83
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.32
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino12.14
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.28
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?11.00
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.80
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes9.16
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria8.59
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.19
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.95
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.85
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.84
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?7.69
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.63
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.46
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.92
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.58
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo6.52
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.51
PeR  Ciência e Fé  0558 Coma Reversível e Coma Irreversível6.24
A maior prova da instituição divina da Igreja é ela ter sobrevivido, e sobreviver, aos seus hierarcas.
Carlos Ramalhete

Católicos Online