Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Catequese Renovada

“Formar catequistas como comunicadores de experiências de fé, comprometidos com o Senhor e sua Igreja, com uma linguagem inculturada que seja fiel à mensagem do Evangelho e compreensível, mobilizadora e relevante para as pessoas do mundo de hoje, na realidade pós-moderna, urbana e plural”. (Diretório Nacional da Catequese, n.14b).

 

Passados 50 anos do Concílio Ecumênico Vaticano II, ainda estamos presos a uma catequese em função dos Sacramentos da Eucaristia e da Confirmação”, afirma escritor, educador e lassalista irmão Nery,fsc.

 

Impulsos conciliares para a renovação da catequese. A Lumen Gentium,e todo o desenvolvimento pós-conciliar sobre Igreja, abriram novas perspectivas para renovação do conceito e da prática da catequese. Destaco dois Diretórios Catequéticos: Diretório Catequético Geral (DCG), de 1971, e o Diretório Geral para a Catequese (DGC), de 1997. Também são importantes: as Exortações Apostólicas pós - sinodal, de Paulo VI, Evangelii Nuntiandi (A evangelização no mundo contemporâneo), e a de João Paulo II, Catechesi Tradendae (A catequese hoje); e o Catecismo da Igreja Católica. E, no Brasil, temos os Documentos da CNBB: Catequese Renovada, Orientações e Conteúdo; o Diretório Nacional de Catequese (DNC) e o Estudo 97: Iniciação à Vida Cristã. Todos documentos obrigatórios para se falar de catequese pós – conciliar com conhecimento de causa.

 

A eclesiologia na dinâmica da catequese. Não se compreende catequese sem as linhas orientadores da Lumen Gentium que exigem, na prática, a experiência de ser membro da comunidade de Jesus Cristo e do povo de Deus, de vivência da Palavra de Deus na vida do cristão e da comunidade, e de um sentido profundo e envolvente de oração, celebração e liturgia. Porém, o processo catequético fica incompleto sem a atitude essencial do amor, do serviço e da abertura ao chamado de Deus para viver conforme Sua santa Vontade, o que implica caminhar na santidade de vida. “A vontade de Deus é a nossa santificação” (1 Ts 4,3). Nessa dinâmica situa-se a vida cristã como vocação e, nela, as diversas e complementares vocações no povo de Deus. Evidentemente, Maria deve ser assumida na catequese, muito mais do que pelo devocionismo que nem sempre leva a Jesus, mas pela imitação de sua entrega plena à Vontade de Deus, de seu apresentar-nos e levar-nos a Jesus e de fazer o que Ele nos pede (Jo 2, 5). Mas não há catequese autêntica sem uma compreensão verdadeira de Plano Salvífico e de Reino de Deus, a ser construído no dia-a-dia desta vida e na ação transformadora no mundo, Reino que será realizado plenamente na vida eterna feliz.

 

Renovação Catequética

“Graças à assimilação do Magistério da Igreja e à formação melhor de generosos catequistas, a renovação da Catequese tem produzido fecundos resultados em todo o continente”, (Documento de Aparecida, nº. 99ª).

 

A renovação catequética, promotora da superação do período catequístico, quando se fazia uso dos catecismos e se dava importância á memorização das formulas, chegou com força ao Brasil, e a toda a América Latina. Uma autêntica hermenêutica do Concílio Vaticano II eclodiu nas Conferências Episcopais da América Latina, dando amplo espaço a renovação catequética, que ganhou vida e tomou corpo no Brasil com o documento Catequese Renovada da CNBB, em 1983. Uma revolução catequética foi instaurada: novo modelo teológico, com vertente mais antropológica, ocupava o lugar cativo da teologia descente; a Igreja do Corpo de Cristo – entendida de modo estático e hierárquico! – cedia lugar para a nova imagem de Igreja do povo de Deus; a pedagogia do ensino – entendendo o destinatário da catequese como uma tábula rasa – abria espaço para a pedagogia de aprendizagem, alicerçada no francês Jean Piaget ou no brasileiríssimo pedagogo dos pobres, o pernambucano Paulo Freire. Uma visão muito otimista da humanidade! Assim, a catequese se propõe revelar aos catequizandos o que eles têm dentro de si mesmos sem saber, fazendo uma conexão entre fé e vida. Uma pedagogia muito indutiva: o encontro com Deus se dava a partir da vida, da experiência concreta a luz da Palavra. E quantas conquistas se obtiveram, quantos desafios enfrentados com sucesso, quanta encarnação na realidade latino-americana, de modo particular, que só podia resultar em avanços.

 

Escreve a doutora em teologia e professora Solange Maria do Carmo: “A todos os catequistas e catequetas desejamos abertura ao novo e compromisso com as conquistas já feitas: um equilíbrio difícil e fundamental diante dos desafios da pós-modernidade”.

 

A missão dos catequistas e catequetas são gloriosas e monumentais porque são promotores da cultura de vida.

 

A catequese é um assunto altamente espiritual e magistral que pelo seu teor evangélico conduz a família nos valores cristãos e para vida eterna.

 

Os catequistas são protagonistas do ensino do amor de Deus, instrumentos, discípulos e missionários do labor sapiencial da Santa Madre Igreja.

 

É belo doar-se aos outros sem medida na luz da caridade de Jesus Cristo. Os catequistas estão dentro desse contexto de imensurável beleza!

 

Pe. Inácio José do Vale

Pesquisador de Seitas

Doutor e Professor de História da Igreja

Instituto Teológico Bento XVI

Sociólogo em Ciência da Religião

E-mail: [email protected]

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 9003616)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.29
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns18.10
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.04
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.48
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.02
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.94
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.47
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.03
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.02
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.94
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.97
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.95
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.81
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.65
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria7.57
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes7.55
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.53
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.24
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.20
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.98
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.97
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.82
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.66
PeR  Ciência e Fé  0558 Coma Reversível e Coma Irreversível6.43
Não cante o aleluia da Ressurreição quem antes não chorar e deplorar a malícia dos seus pecados.
Claudio Maria

Católicos Online